Selecione o tipo de erro abaixo

Tum, Bam! 

A mesa pentagonal inteira foi virada por Gu Jun, e todos os pratos e comida que estavam sobre ela caíram no chão. 

O silêncio dominou a sala por algumas respirações antes de o grupo suspirar em choque. O Zoog pulou na cabeça de Gu Jun freneticamente, Ouro correu para pegar Feng Wei do chão, enquanto Gu Jun e Lou Xiaoning apontavam suas pistolas ao redor.

Assim que a comida que exalava um aroma fresco atingiu o chão, foi como se a ilusão que a envolvia tivesse se dissipado, transformando-a instantaneamente em algo totalmente diferente.

Aquele suculento e macio pedaço de coxa de frango se transformou em uma poça de pus amarelo, enquanto uma fruta que parecia uma maçã se converteu em pus branco e sanguinolento, também havia outras de cor marrom, preto… viscosos, como se tivessem sido espremidos de uma ferida infectada, espalhando-se por todo o chão.

Um fedor indescritível permeava cada canto dessa sala fechada, contaminando cada partícula de ar.

“Céus, que fedor horrível.” Kathlyn quase chorou instantaneamente com o fedor, e se não fosse pela resistência de Pavão, ela já teria vomitado por toda parte.

Não apenas Kathlyn, até mesmo Gu Jun, que não era estranho ao cheiro de formalina e odor de cadáver, e possuía a maior resistência mental aqui, quase vomitou na mesma hora. Além de uma resposta biológica, havia uma sensação de repugnância que se espalhou por sua mente.

Todos ao redor estavam suportando com dificuldade. Não havia entrada para ar fresco, e rapidamente o ambiente se tornava cada vez mais fétido. Não demoraria muito até que começassem a vomitar.

“Fede mais que cocô de gato!” Zuge batia na cabeça de Gu Jun, lamentando-se amargamente. Ele nem ousava imaginar se tivesse comido aquela comida de pus antes, se ainda estaria vivo agora.

“Mas que porra está acontecendo…” Lou Xiaoning cerrou os dentes e disse com raiva. Já sendo de natureza impaciente, ela estava prestes a explodir. “Seus desgraçados da companhia Lai Sheng, mostrem suas caras!” De repente, a cor do bracelete de opala ao redor de seu pulso mudou, isso era um sinal de corrupção mental. 

“Acalme-se!” Gu Jun imediatamente lançou um selo ancião para ajudar Lou Xiaoning a clarear sua mente. 

“Merda…” Lou Xiaoning cambaleou alguns passos para trás antes de se firmar. A luz na pedra diminuiu e ela recuperou a compostura. “Quem diria que catinga também poderia influenciar a mente de alguém…” 

“Não acho que o culpado seja apenas o malcheiro, é todo este ambiente.” Gu Jun disse em tom grave, sua mente, seriamente esgotada, oscilava levemente.

A sala inteira irradiava uma sensação de malícia. O pus, que aos poucos transformava o chão em um pântano fétido, era apenas o começo do que eles viam. 

E aqueles tapetes e tapeçarias roxos… Gu Jun lembrou-se de repente de algo relacionado ao simbolismo das cores. Apenas alguns dias atrás, ele havia pesquisado informações relacionadas a isso devido às cores da pedra de avaliação de racionalidade. A cor roxa simboliza a realeza, a dignidade, a santidade e a piedade nas culturas orientais e ocidentais…

Ele olhou ao redor e acreditou que foram os cultistas da Terra que decoraram esta sala. 

No entanto, o Zoog mencionou que os cultistas sonharam para chegar a este lugar, portanto, tudo aqui poderia ser uma ilusão. 

Este saguão não representava a Casa dos Vermes, essa impressão de repente atingiu Gu Jun. Poderia ser apenas uma extensão emprestada da casa, uma sala onde os cultistas cometiam suas atividades perversas. 

“Precisamos encontrar a saída logo” o Zoog tapeou a testa de Gu Jun com preocupação, “senão, vamos morrer sufocados aqui.”

“Então, por favor, nos ajude a encontrar uma.” Pavão retrucou. “Vocês Zoogs são melhores que nós em encontrar pequenas brechas.” Lou Xiaoning também exclamou: “Há passagens acima de cada uma daquelas cinco lareiras. Por que você não sobe nelas e vê aonde elas levam, hein?”

“Bem…” O Zoog hesitou. Seus olhinhos furtivos encaravam a lareira enegrecida e todo o seu corpo tremia como se ele estivesse olhando para os portões do inferno. 

Mas, antes que o grupo pudesse reprovar a covardia do Zoog, uma mudança súbita aconteceu para distraí-los. Talvez fosse exatamente isso que o zoog havia sentido antes.

Depois que toda a comida se dissolveu em pus, um cadáver humano caiu de repente de cada uma das cinco lareiras. Eles estavam amarrados de cabeça para baixo com cordas de serapilheira que se prendiam em seus tornozelos. 

Quando o grupo de Gu Jun inspecionou a sala anteriormente, eles tinham certeza de que não havia nada dentro das lareiras, definitivamente não esses corpos. 

Num instante, o coração de Gu Jun se agitou intensamente, furioso com a cena diante dele e temendo que fosse o tio Dan e os outros.

Kathlyn, Tom e os outros gritaram em choque, mas não poderia ser o tio Dan e os outros, porque os cinco corpos eram todos de crianças, com cerca de seis a sete anos de idade, e com a mesma estatura da garotinha com maria-chiquinhas que eles encontraram na névoa anteriormente. Já os seus rostos…

“Ah.” Kathlyn sentiu seu estômago se revirar. Pavão colocou as mãos sobre sua boca. “Pense em outra coisa, pense em outra coisa!” 

“Esses pobres coitados, maldição.” Lou Xiaoning murmurou por entre os dentes. A pedra de avaliação de racionalidade piscou de leve novamente. “Tão miserável, que droga…”

“Eles têm essa aparência por causa de algum tipo de doença?” Malaquita perguntou friamente.

“Muito provavelmente…” Gu Jun franziu o cenho ao olhar para o corpo da criança dentro de uma das lareiras. “Este cadáver parece ser um portador de hanseníase.1” 

Ele nunca tinha visto um paciente com hanseníase com os próprios olhos. Com o avanço para a era moderna, a hanseníase foi gradualmente erradicada, encontrando-se em um estado de baixa incidência, com poucos novos casos surgindo a cada ano. Contudo, a hanseníase já atormentou a humanidade por vários milênios. Mesmo hoje em dia, ainda existem algumas colônias de hanseníase estabelecidas dentro país há algumas décadas para isolar os portadores.

A hanseníase é causada pelo Mycobacterium leprae, levando a alterações na pele e nos nervos periféricos dos pacientes, resultando em deformidades e deficiências nos membros.

Esse era o estado ruim da carcaça dentro das lareiras. O rosto invertido mal era humano e o pescoço e as mãos estavam cheios de pústulas protuberantes… 

O cadáver dentro da lareira estava nesse estado, com o rosto de cabeça para baixo retorcido, e o pescoço e as mãos apresentando nódulos e abscessos salientes…

De repente, Gu Jun pareceu lembrar-se de algo e virou a cabeça para olhar o corpo na outra lareira. Varíola… aquela pessoa era um portador de varíola.

Gu Jun se voltou para a outra carcaça. Era uma vítima de varíola. 

O rosto do cadáver apresentava uma profusão de pequenas pápulas, algumas ainda em forma de vesículas brancas, enquanto outras já estavam enegrecidas. A pele visível apresentava erupções finas, assemelhando-se a bolhas causadas por queimaduras de água fervente, característica típica dos sintomas da varíola.

Ele voltou a olhar para outra lareira, onde os olhos do cadáver estavam supurando, a pele apresentava pústulas e vesículas, diferenciando-se pelo fato de haver extensas crostas negras por baixo.

Isso é um caso de peste… a peste, também conhecida como a chamada Peste Negra.

Com desconfiança, Gu Jun virou a cabeça para a próxima lareira. A carcaça que estava lá dentro era tão fina quanto uma vara. A matéria fecal estava grudada em partes de seu corpo. Cólera… essa era uma vítima da cólera.

Sua mente estava agitada, e ele rapidamente olhou para o outro lado, onde estava o cadáver magro como um graveto, com vestígios de fezes no corpo. Era cólera, tratava-se de um portador com cólera.

Hanseníase, varíola, peste negra e cólera. 

Todas essas são… pestes que deixaram uma grande marca na história da humanidade, e a cólera ainda afeta anualmente alguns países com condições sanitárias precárias.

Havia mais uma outra lareira, e outro cadáver. Gu Jun olhou naquela direção, sentindo uma familiaridade que lembrava os pacientes do Hospital de Jiangxing… A pele estava cianótica, os lábios desidratados, o rosto e o corpo cobertos de vômito catarrento cheio de sangue… Era legionelose, só não era possível saber se era a variante antiga ou a nova cepa.

“Este lugar é um altar.” Gu Jun finalmente entendeu, e de seu coração estava tremendo de raiva. “Esses corpos fazem parte de um ritual.”

Cinco doenças diferentes e cinco pestilências. 

Mas qual era o objetivo do ritual? Esses cadáveres foram sacrificados para a Casa dos Vermes?

“Ritual? Isso quer dizer que a comida não é para nós comermos,” exclamou Zuge com surpresa e urgência, “elas são oferendas para o ritual também, é isso.” 

Destruir as oferendas do ritual é uma coisa, entender o que passa na mente dos seguidores que o executam é outra, e compreender como a entidade desconhecida que recebe os sacrifícios interpreta isso é uma questão parte.

O grupo olhou em volta, mantendo-se de costas uns para os outros no centro da sala pentagonal, sentindo um odor ainda mais forte e a iminência de perigo se aproximando. 

Era como se houvessem incontáveis olhos os observando. 

  1. Antigamente era chamada de lepra, mas, hoje em dia, esse nome é basicamente um termo pejorativo lol []
Olá, eu sou o Urso!

Olá, eu sou o Urso!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥