Selecione o tipo de erro abaixo

Seu instinto estava avisando. Esse cara na sua frente é perigoso.

Mas Mikhail não queria recuar, mas quando Mikhail viu o homem à sua frente sorrindo, ficou horrorizado.

Não posso deixar um cara tão perigoso perto dessa mulher estúpida.

Havia muitas falhas, mas Juvelian era de sua propriedade e agora havia um erro, então ele não teve escolha a não ser se preocupar.

Mikhail, contemplando, se levantou e olhou para Max.

— Quem diabos é você, filho da mãe?

Max respondeu, com uma leve contração na testa.

— Você não precisa saber.

Diante da voz áspera, Mikhail agarrou e desembainhou sua espada, e em um instante a ponta da lâmina apontou para a garganta de Max.

— Diga.

A lâmina prateada nem sequer tremeu. Mikhail estava determinado a acabar com ele se ele dissesse besteira. Max manteve a calma, embora não estivesse certo se sua garganta seria cortada.

— Juvelian não te disse? Eu sou o amante dela.

Quando Max disse isso, Mikhail ficou furioso.

Queria cortar esse bastardo ao meio, mas o fato de não estar certo sobre o resultado de ir contra essa pessoa o fez hesitar.

Mikhail levantou a voz, perdendo a paciência.

— Maldição! Ela não pode amar alguém como você! Quem é você? Quais são suas intenções?

Nesse momento, uma voz severa e fria o impediu de falar.

— Mikhail Albert Hessen, abaixe essa espada neste instante.

Mikhail estremeceu. Nunca pensou que ela o chamaria pelo nome com essa voz gentil. Então, ela repetiu.

— Baixe a espada agora.

A mão de Mikhail, que segurava a espada, caiu diante dessas palavras frias, como se fosse uma ordem.

— Juvelian.

Ele a chamou pelo nome, mas tudo o que recebeu foi um olhar frio.

— Não é Juvelian, sou a Princesa Floyen. Por favor, abstenha-se e mantenha nossos limites, Senhor.

A diferença entre um Duque e um Marquês era apenas uma classificação superior, mas a lacuna era inegável. No entanto, Mikhail nunca sentiu a lacuna mesmo quando estava saindo com ela. Ela, que tinha um status superior.

— Por favor, me chame de Juvelian, Mikhail.

Porque o Juvelian que ele conheceu sempre o tratou sem reservas, mas agora, a diferença entre seus status era descaradamente clara apenas quando ela finalmente traçou a linha.

— Desculpe, Princesa.

Não, acabei de cometer um erro. Mikhail desejava que Juvelian entendesse a situação. Infelizmente, tudo o que recebeu foi um comentário frio.

— Por que você estava apontando uma espada para o amante de outra pessoa?

Mikhail estava confuso porque o olho azul sempre calmo como um lago havia desaparecido. Em vez disso, ela continuou o interrogando.

— Se explique.

— Princesa, eu…

Mikhail abriu a boca para inventar desculpas, mas uma voz fria o interrompeu antes que ele terminasse.

— Os Cavaleiros Imperiais são tão facilmente perturbados a ponto de sacar suas espadas? Meu pai ficaria desapontado se soubesse.

Depois que terminou de falar, ela passou por ele e foi direto para Max.

— Você está bem?

Um tom doce que Mikhail não conseguia acreditar, como se a dona da voz tivesse acabado de falar friamente um momento atrás. Olhando para ela, os olhos de Juvelian se encheram de calor.

— Eu disse para esperar, Max.

Ela soltou um profundo suspiro, mesmo que falasse descortesmente de maneira informal. Ela não presumiu.

— Bem, honestamente, deve ter sido frustrante. Peço desculpas.

A cara de Mikhail franziu a testa quando ela se desculpou novamente.

— Por que você está se desculpando quando não fez nada de errado?

Nesse momento, o passado surgiu.

“Sim, o dia em que fiquei chateado com ela por vir me ver depois do treinamento.”

— Oh, você deve estar cansado. Desculpe.

Na verdade, ele não estava realmente cansado naquele dia, estava apenas chateado. Ele estava irritado porque sabia que ela seria irritante. Para Mikhail, Juvelian era a pessoa mais agradável e a que sempre diminuía sua frustração. Só agora ele percebeu que havia tomado uma má decisão.

“Por que fiz isso?”

Mikhail estava olhando para Juvelian, estava cheio de pesar. Ele podia vê-la estendendo suas mãos finas para Max.

— Vamos.

Mikhail apertou o punho com força. Aquele sorriso caloroso, sua voz tranquila e agradável, de Juvelian originalmente era dele. Não era algo que um qualquer poderia ter. Sem perceber, Mikhail agarrou o pulso de Juvelian.

— Juvelian, vamos conversar por um momento.

Foi quando Mikhail estava prestes a puxá-la, segurando as mãos finas de Juvelian que o pulso de Mikhail foi agarrado com força.

— Deixe-a ir.

Ao contrário antes, seus olhos estavam cheios de sede de sangue e a força de sua garra que segurava como para quebrar seu braço parecia pertencer não há um homem, mas a uma fera enfurecida.

Mikhail tentou sacudir a mão de Max, mas estranhamente não se moveu. Quando Mikhail ficou assustado, a voz de Juvelian foi ouvida.

— Chega, Max.

A persuasão repentina de alguma forma, sem saber, fez com que ele afrouxasse seu aperto.

“Por que?”

Naquele momento, ele estava em conflito com suas ações, lembrando do que uma vez disse ao seu mestre sem prestar atenção.

— Acho que encontrei. Minha fraqueza.

Os conflitos com suas emoções começaram a aumentar.

— Não posso acreditar que ela seja minha fraqueza.

Nunca perdi uma guerra, então sou completamente ignorante sobre mim mesmo. Para mim, era natural rejeitar o conceito de fraqueza.

— Não.

— Max, se continuar assim… haa. Por favor…

Max olhou nos olhos de Juvelian.

Olhos com uma luz calma, mas calorosa, e olhando para eles, de alguma forma ele se sentiu estranhamente relaxado.

— Tudo bem.

A mão que segurava o braço esmagado de Mikhail foi liberada. Então, Juvelian falou com um sorriso suave.

— Obrigado.

Considerando que até mesmo aquele sorriso era para ele, pensou Mikhail para si mesmo.

— Sim, é assim que deve ser.

Não importa o que aconteça, Juvelian sempre estará ao seu lado.

Convencido de sua falsa crença, Mikhail levantou os cantos da boca, então Juvelian, que estava olhando para Max o tempo todo, virou-se para olhá-lo.

“Finalmente, você está me olhando?”

Mas Mikhail não poderia estar mais feliz.

— Solte minha mão agora mesmo, Mikhail Albert Hessen.

Sentiu como se seu coração estivesse sendo cortado pela voz áspera que ordenava.

Pude ver a expressão de surpresa de Mikhail em seu rosto assim que terminei.

“Sim, é realmente ridículo.”

Esta seria a primeira vez que mostraria tanta autoridade, já que sempre fui informal com ele, mas era natural que eu me comportasse assim, já que o favorecia tanto que estava acostumado ao jeito como o tratava antes. Agora, não havia mais motivo para eu continuar agindo dessa forma com ele.

— Disse para você soltar. Não pode me ouvir agora?

Na verdade, eu, a única filha de um Duque, tenho uma classificação superior. No final, ele soltou minha mão sem reclamar. Olhei para Mikhail e acariciei meu pulso pensando que poderia estar machucado, já que havia marcas vermelhas.

“Oh, isso é realmente irritante.”

Até agora, ele não havia feito nada que me prejudicasse, então o tratei da maneira mais gentil e educada possível. No entanto, não havia motivo para eu ser considerada com pessoas que nem mesmo eram comigo.

— Exercer força sobre outra pessoa sem o consentimento dela é um ato de violência. Espero que se abstenha de fazer isso a outra pessoa a partir de agora.

Por um momento, lembrei-me de que Max havia segurado o pulso dele um momento atrás.

Dado que Max também havia feito algo em suas mãos, então eu tinha que falar em seu nome.

Suspirei e disse…

— Mas, como meu amante mesmo te agarrou, perdoarei sua grosseria.

Ele ergueu a cabeça diante das palavras de perdão, então proferiu com uma voz sombria.

— Você disse que me amava mais, então por que viria aqui e me ignoraria?

Franzi a testa com seu comentário enquanto estava confusa.

— Não, é melhor fingir que não sabe.

Não senti que valeria a pena responder ao seu ridículo comentário. Mikhail me olhou assim e sorriu.

— Você está tentando chamar minha atenção?

“Não, que tipo de mudança de atitude é essa? Na verdade, acho que estou ficando louca por causa dessa vergonha. Não sei por que está fazendo isso de novo.”

Seu comportamento repentino e estranho estava me dando dor de cabeça. Na verdade, posso deduzir por que ele age assim.

“Oh sim. Eu assediei e lhe importunei por dois anos.”

É uma pena, mas se eu deixasse as coisas como estavam, ele poderia pensar que eu me apaixonaria por ele novamente.

— Vou dizer isso para estabelecer um fato inegável. Não estou mais interessada em você. Fui respeitosa com você por culpa e pena, mas quero deixar claro que não estou interessada em você.

Pensei que deveria esclarecer o mal-entendido, mas ele me olhou e gritou.

— Você disse que me amava!

— Indubitavelmente, isso era verdade.

Enquanto assentia.

— Eu disse.

Ele estava me olhando com uma expressão estranha no rosto, como se soubesse que eu ficaria de mau-humor.

Olhos violeta e bochechas coradas. Se você tivesse que adivinhar o que aquela expressão significava, era fácil entender. Na verdade, se fosse eu de antes, poderia ter esperado algo mais, mas agora não importava. Minha relação com ele havia terminado.

— Mas não mais.

Quando terminei de falar, me aproximei de Max, que parecia impaciente.

— Vamos.

Mas ele não se moveu.

“Você está de mau-humor porque eu disse para soltar o pulso de Mikhail.”

Cruzei os braços e disse para confortá-lo.

— Vou te comprar um bolo. Por favor, não fique bravo comigo… está bem?

Então ele estremeceu e moveu o braço para que pudéssemos unir os braços.

“Quanto bolo você quer comer? Que pessoa tão simples.”

Por um momento, olhei para trás e falei.

— Não fale comigo na próxima vez, porque não desejo me envolver com você novamente.

Depois de dizer tudo o que tinha a dizer sinceramente, pensei, caminhando para a carruagem.

“Que tipo de bolo vamos comer hoje?”

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥