Selecione o tipo de erro abaixo


Novamente, uma derrota.    

Ainda podia levantar, o golpe de Hyze não foi mortal, apesar de quebrar alguns ossos importantes, contudo aquilo foi suficiente para mostrar a Kurone que só havia um fim para aquele duelo.

Aquele não era nem de perto a metade do poder da xamã, aquela luta poderia ter acabado há muito tempo se ela não estivesse se contendo, o fato de já ter perdido não iria se alterar por mais que gritasse e quebrasse todos os ossos do seu corpo em um esforço inútil. 

Azazel van Elsie dissera-lhe naquele dia: era impossível derrotar alguém que treinou durante anos. A realidade não era como aqueles animes em que o protagonista despertava um poder conveniente quando estava prestes a morrer, sentiu isso na pele em Eragon.

Poderia haver uma chance de sobreviver se desistisse naquele momento? Assim que essa ideia passou-se pela sua cabeça, um choque percorreu o corpo. Algo estava errado.

[Kurone…]

{Ela acha que ainda não é hora de desistirmos, por mais que as chances sejam nulas, não podemos fazer outra coisa a não ser lutar com tudo, é assim que A Celestial pensa.}

“Porra, agora vou ficar com vergonha por ter pensado em desistir só porque a coroa me arremessou e quebrou umas costelas minhas. Isso é pro Kurone Nakano, que era fraco, mas não é assim que o Loright al Mare luta, não é mesmo?”

Bastaram aquelas palavras das suas companheiras para que seu espírito se reavivasse. Uma dor excruciante percorreu o seu corpo quando abriu os olhos, o ombro rangia com um som doentio, mas teve forças suficientes para encarar Hyze.

— Vejo que é forte contra minha magia de controle mental, queria lhe induzir a desistir com pensamentos pessimistas… mas apenas alguém como Azazel van Elsie consegue manipular o oponente sem dificuldade…

Era culpa daquela elfa.

Hyze tentava fazer Kurone dizer “eu desisto” jogando sujo, no entanto, por mais forte que sua magia de controle mental fosse, ela jamais conseguiria ser mais forte que o apoio dado por Annie e Ellohim.

“Então, ela também consegue mexer nas memórias das pessoas, em que elemento isso se encaixa? Psíquico?”

Na verdade, Hyze era ainda mais poderosa que Elsie, pois a magia de controle mental usada pela Presidenta do Inferno, na época que lutaram contra Edward, não foi efetiva em Kurone, Rory e Dora.

Talvez fosse porque possuía o pacto com a deusa Cecily, mas o fato era que se Annie ou Ellohim não estivessem ali, ele teria se deixado levar e assumido sua derrota.

[Acho que o problema é que ela induz os pensamentos de forma natural. São pensamentos “racionais” que vão ganhando força até você se convencer que aquilo é verdade.]

{A Celestial pensa que é diferente daquilo usado pela mulher no cargo de Presidenta do Inferno, pois ela é mais agressiva e simplesmente infesta a mente daqueles mais fracos com algo que ela quer que seja a verdade. Segundo as suas memórias, pense que é como um soro fisiológico sendo injetado pela elfa, enquanto a Presidenta do Inferno coloca uma vacina violentamente.}

“Acho que tô ligado agora, não vou deixar mais isso me atingir, mas se por acaso ela conseguir me convencer, podem provocar uma dor de cabeça desgraçada até eu voltar ao normal… e não vasculhe demais a minha cabeça, Ellohim.”

{A Celestial não vai hesitar em fazer isso se for para o seu bem, e é necessário estudar suas memórias para melhorar nossa conexão.}

Depois se preocuparia com aquilo.

Fogo, água, ar, terra, espaço-tempo e o suposto elemento psíquico. Hyze possuía um grande repertório de habilidades, porém o mais perigoso era o seu Tipo Elemental que podia distorcer o tempo.

Ela não usou sequer uma das habilidades daquele elemento desde o início da batalha, nem queria imaginar o quão poderoso ele poderia ser. Apenas aquele loop que ficou preso por algumas horas foi suficiente para lhe mostrar a elfa não tinha limites.

“Nie, assim a gente não vai pra lugar nenhum. Eu quero que você estude ela enquanto eu tiver atacando e depois me dê o relatório.”

[Sim, vou tentar pegar todo o tipo de informações que conseguir]

Talvez houvesse uma maneira de vencer. Mesmo deuses como Inari ou Cecily precisavam de mana, Kurone era uma exceção rara naquele mundo de um ser que gerava a própria energia vital e absorvia a do ambiente rapidamente.

Poderia vencer se Hyze usasse todo o seu poder, mas havia algo errado ali, a xamã não emanava uma aura muito forte, outra pessoa, por mais forte que fosse, não conseguiria usar tantos ataques em seguida sem ficar cansado.

Para o seu teste, materializou a sua Franchi Spas-12 e disparou sem misericórdia contra a oponente, o corpo dolorido tremeu ao receber o coice da escopeta, mas o jovem cerrou os dentes para se manter de pé.

O disparo atingiria a cabeça da xamã em cheio, isso se ela não tivesse erguido uma barreira de terra para lhe proteger. O muro foi destruído após receber o impacto, mas Hyze ainda estava intacta.

Sem dar tempo para ela se recuperar, pediu para Annie transferir mana para as pernas. Sentiu um estalo seco ecoando conforme corria, porém ignorou e avançou, apesar de ferido, sua velocidade ainda era impressionante, parte disso era devido à ajuda do Orbe Vermelho Rank D e o boost dado pelo uso da sua Máscara Infernal.

Assim que chegou perto o suficiente, precisou empurrar o chão com força e recuar, pois espigões de terra surgiram do local que estava anteriormente, com o único objetivo de empalá-lo.

Mas não recuou sem fazer nada. Antes de se afastar complementarmente, deixou minas terrestres próximas à xamã, o apito rápido e as luzes vermelhas fizeram Hyze sentir que aquilo poderia ser perigoso e recuou, exatamente como o jovem queria.

Roubou aquela estratégia de Clay Alysson. Ao invés de desmaterializar as minas terrestres e guardá-las em seu Inventário Interno, moveu-as para as costas da xamã. Foi um movimento perfeito, a elfa jamais seria atingida se as minas fossem jogadas diretamente por conta do tempo para elas serem ativadas.

Assim que foram materializados quase colados às costas da xamã, os objetos explodiram sem dar chance para qualquer defesa. 

Apesar do tamanho da explosão, Kurone sabia que não era suficiente para derrotar aquela velha, por isso materializou a faca de combate e focou na fumaça desaparecendo lentamente. A barreira protegia o público de ser atingida por golpes mortais, mas a fumaça estava escapando para limpar a área, fazia sentido, pois o oxigênio e a mana entravam e saíam naturalmente dali.

— Eu me descuidei… — Hyze falou. Com um simples movimento de mão, a xamã dissipou toda a fumaça. Sua expressão continuava imutável e as roupas estavam em perfeito estado apesar da explosão.

“Nie, Nie, Nie! Preciso de conclusões!”

[Nada… a fumaça atrapalhou, não consegui ver o que ela fez após receber o impacto da explosão.]

Não conseguia pensar no motivo. Estudou muito com Lou Xhien Li na ilha Lou Souen, mas estratégia realmente não era seu forte. Como ela conseguia tanta mana? Os Olhos Sagradas não identificavam nenhuma anomalia em sua aura.

[Estou desconfiando de algo, mas precisamos que ele ataque com magia. Quando ela atacar, preste atenção na aura dela, grave como ela está antes e depois do golpe.]

Mesmo com toda aquela dor insuportável percorrendo seu corpo e alma, confiou em Annie. A deusa nunca lhe deixaria na mão, podiam estar fazendo uma aposta arriscada, mas a confiança era a base da relação, um jamais pediria algo que o outro não conseguiria fazer.

“Se a Annie acredita que eu ainda posso lutar, então só posso acreditar nela, afinal a única que me conhece mais que eu mesmo é ela.”

Hyze não esperou que ele avançasse mais que a metade da arena para lançar um ataque rápido. Era a magia que transformava o vento em uma lâmina mortal, perfeita para abrir o oponente ao meio.

Kurone forçou o seu corpo a desviar com destreza do ataque e, mesmo após a esquiva, continuou com a guarda alta — era uma garantia para não ser surpreendido por um ataque com efeito de boomerang.

Sem perder tempo, direcionou os Olhos Sagradas para a xamã. Enfim, compreendeu qual era a desconfiança de Annie.

[Como eu pensei… Ela, na verdade, esteve usando o Tipo Elemental Espaço-Tempo. A senhorita Hyze possui pouca mana, por isso ela volta o próprio corpo no tempo após usar cada ataque.]

{A Celestial compreende agora, ela estava incomodada com o fato das roupas dela sempre estarem em perfeito estado. O retorno no tempo faz com que tudo volte ao normal.}

Teoricamente, aquilo queria dizer que Hyze possuía mana infinita enquanto pudesse voltar no tempo. “Mas, se por algum motivo ela não puder voltar…”

[Ou, se você tocar nela enquanto ela ativar a habilidade, você também irá se recuperar. O segredo é tocar nela. Faça ela usar um ataque poderoso que a deixe sem mana para lhe machucar quando se aproximar dela.]

“Vou ter que me virar pra correr até ela, né? Parece que isso só ficou mais difícil… Vou dar uma apalpada naquelas azeitonas dela só pra isso valer a pena.”

[Heh?]

{Entendo, então está é a definição da palavra “pervertido” que vi tantos lhe chamarem em suas memórias.}


Picture of Olá, eu sou NekoYasha!

Olá, eu sou NekoYasha!

Comentem e avaliem o capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥