Capítulo 598 – Contrato de Vinculação da Alma

Reino de Mitos e Lendas

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo 598 – Contrato de Vinculação da Alma

Tradutor: Asu | Editor: Asu

O Imperador da Morte não queria nada mais do que emergir de seu túmulo e ensinar a esse pirralho humano uma lição, no entanto, ele se controlou. Logo depois, ele caiu em um profundo silêncio.

Aurie ficou pasma. O fato de que o Imperador da Morte não entrou imediatamente em um ataque de raiva significava que ele estava tomando a oferta de Izroth sob séria consideração!

O atual governante do Reino Inferior pode ter derrotado o Imperador da Morte, mas seria gravemente enganado se acreditassem que ele era fraco. Apenas o fato de que o Imperador da Morte foi capaz de sobreviver todo esse tempo após seu encontro falou muito sobre sua força. Se Izroth pudesse ganhar uma existência lendária de pico tão poderosa como ele como um servo por cem anos, mesmo os reinos teriam que pensar duas vezes antes de ofendê-lo! Afinal, havia algumas existências lendárias no Reino Mortal, mas aquelas no pico eram menos de dez! Ser capaz de ordenar tal potência livremente, não haveria reino no Reino Mortal que pudesse segurar Izroth. Felizmente, ele já tinha uma conexão com seu reino Amaharpe, e dado seu caráter, Aurie sabia que Izroth não teria nenhuma intenção vil.

No entanto, era incrivelmente perigoso. Alguém como o Imperador da Morte era muito longevo e imprevisível. Mas, mais importante do que tudo, ele estava sendo movido por vingança. Aurie temia que o Imperador da Morte encontrasse uma maneira de lentamente corromper Izroth, afinal, a lacuna de poder entre eles era imensa.

No entanto, Aurie teve que admitir que ter o Imperador da Morte como o governante do Reino Inferior era uma escolha melhor do que o Monarca do Mundo Inferior. Como sua infância era única em comparação com outras crianças, Aurie estava ciente de alguns dos segredos mais obscuros nos bastidores — aqueles que mesmo alguém com a posição do Príncipe Yan pode nunca conhecer em sua vida.

Um desses segredos era que o Monarca do Mundo Inferior era naturalmente atraído para o Reino Mortal, ou melhor, sua destruição, desde que todos se lembravam.

Nem era preciso dizer que o Imperador da Morte não era uma pessoa generosa ou gentil por qualquer padrão. Mas, em última análise, ele era o menor dos dois males. No mínimo, a destruição do Reino Mortal não seria seu objetivo principal. Sem mencionar que o número de segredos que ele tinha poderia ajudá-los a se preparar para a inevitável batalha contra o Reino Inferior e seus seguidores. Isso foi ainda mais crítico agora que um elo foi descoberto entre Dolos e a Liga de Eidolon, uma organização que reverenciava o Monarca do Mundo Inferior.

Enquanto Aurie queria protestar contra a decisão de Izroth, ela entendeu que os ganhos potenciais superavam a perda. Izroth provavelmente compreendeu isso também, portanto, se ele quisesse aceitar tal risco, Aurie não tentaria impedi-lo. Ela só esperava que ele estivesse preparado para as consequências inerentes que certamente se seguiriam.

⸻Ꝟ⸻

Um minuto inteiro se passou com o silêncio do Imperador da Morte, e agora estava se aproximando da marca de dois minutos. Mas, poucos segundos antes desse momento chegar, o Imperador da Morte finalmente quebrou o silêncio.

“50 anos, e eu vou ajudá-lo a remover a marca da morte oculta em seu corpo. Posso até te livrar dessa maldição. Afinal, eu conheço o indivíduo por trás de sua criação.” O Imperador da Morte disse.

“Ah, não? Você não disse que não tentaria negociar? De qualquer forma, eu me recuso. Uma vez que você é meu servo, eu não posso apenas ordená-lo a removê-la sem nenhum custo?” Izroth anotou.

Além disso, por que ele iria querer remover a maldição? Se ele não tivesse mais a maldição do Enviado do Mundo Inferior, não seria impossível para ele coletar Vales Espirituais para o Ponto de Troca do Mundo Inferior?

Este pirralho! Ele é muito implacável!’ O Imperador da Morte internalizou. Ele esperava enganar Izroth e reduzir seu tempo. Era verdade que cem anos não foi muito tempo para ele, no entanto, o Imperador da Morte queria se vingar daquele que o colocou neste estado patético o mais rápido possível. Mas agora, ele teve que passar o tempo cuidando de um garoto humano! Pior ainda, ele não era um protetor ou guardião, mas um servo? Ridículo!

Embora, no final, o ódio do Imperador da Morte contra o Monarca do Mundo Inferior superasse a humilhação que sentia ao aceitar os termos de Izroth.

“… Muito bem. Se puder reparar minha lápide, me tornarei seu servo por cem anos. No entanto, se você não restaurar minha lápide em menos de 24 horas, você deve ficar aqui comigo neste Reino Menor como meu servo por toda a eternidade.” O Imperador da Morte declarou.

Depois de testemunhar a proficiência de Izroth nas Leis da Magia, o Imperador da Morte estava bem ciente de sua habilidade de compreensão. Mesmo que Izroth não pudesse reparar totalmente a lápide agora, com alguma orientação adequada dele, seria possível para eles fazê-lo em um futuro próximo. Desta forma, se Izroth tivesse sucesso ou falhasse, ele recuperaria sua liberdade!

“Esse não era o acordo.” Disse Aurie friamente. Ela viu através do plano do Imperador da Morte. Se a raça humana— não, se o Reino Mortal perder um talento como Izroth sob sua supervisão, como ela poderia perdoar a si mesma?

Divertido.’

“Tudo bem. Embora não haja nada para eu ganhar, vou fazer lhe entreter uma vez — mas, só desta vez. Eu aceito seus termos.” Izroth respondeu calmamente.

“Capitão Izroth, você–“ Aurie imediatamente se virou para protestar.

“Está tudo bem, Comandante. Fique tranquila, eu não tenho nenhuma intenção de ficar neste lugar por uma eternidade.” Izroth afirmou.

Aurie franziu as sobrancelhas. Ela estava em conflito. No entanto, ela não tentou mais convencer Izroth.

Aurie suspirou: “Eu realmente espero que você saiba o que está fazendo, Capitão.”

Ela percebeu que se Izroth estava disposto a ir tão longe, sua confiança em completar a tarefa em questão tinha que vir de algum lugar. Ela só podia esperar que ela não viria a se arrepender de sua escolha.

“Então você não é um covarde, afinal, pirralho. Então, coloque sua mão sobre o Contrato de Vinculação da Alma.” O Imperador da Morte disse.

No momento seguinte, um pergaminho preto apareceu acima da lápide do Imperador da Morte. O pergaminho abriu e revelou um texto roxo brilhante com o nome ‘Nekrosatoras’ impresso em vermelho perto da parte inferior.

Izroth aprendeu sobre os vários tipos de Contratos de Alma na Biblioteca do Palácio Amaharpe. A Rainha dos Espíritos impôs todos os Contratos da Alma, no entanto, não muito mais foi mencionado sobre suas origens.

O Contrato de Vinculação da Alma era semelhante a um Contrato de Alma entre uma pessoa e um espírito, no entanto, a coisa que separou os dois era seu propósito.

Um Contrato de Alma típico era um acordo mútuo entre as duas partes envolvidas, enquanto um Contrato de Vinculação da Alma era um acordo mútuo com consequências anexadas.

Quando se tratava de um Contrato de Alma, desde que a ligação da alma não influenciasse a própria alma, ambos os lados poderiam rescindir o acordo sempre que quisessem. Mas, tal luxo não existia com o Contrato de Vinculação da Alma.

Se alguém quebrasse os termos acordados em um Contrato de Vinculação da Alma, então receberia uma punição divina — geralmente a morte. No caso de Izroth, poderia terminar com seu nível sendo diminuído, ou pior, ele passaria por uma limpeza de existência!

Izroth leu cuidadosamente o texto do pergaminho palavra por palavra, certificando-se de não perder um único detalhe.

O conteúdo do pergaminho foi exatamente como ele discutiu com o Imperador da Morte. Surpreendentemente, ele não tinha deliberadamente mal dito ou incluído qualquer coisa esboçada no Contrato de Vinculação da Alma.

Depois de verificar a autenticidade do Contrato de Vinculação da Alma, Izroth colocou a mão na superfície do pergaminho. No instante em que o fez, seu nome foi assinado em vermelho na parte inferior do pergaminho ao lado do nome do Imperador da Morte.

Swoosh!

O Contrato de Ligação da Alma explodiu em chamas violetas antes de desaparecer. Alguns segundos depois, um misterioso símbolo se imprimiu na parte de trás da mão de Izroth. Simultaneamente, o mesmo símbolo misterioso apareceu na lápide do Imperador da Morte.

Alerta do Sistema: Você assinou um « Contrato de Vinculação da Alma » com o « Imperador da Morte do Mundo Inferior, Nekrosatoras »!

Alerta do Sistema: Atenção! Quebrar o « Contrato de Vinculação da Alma » pode resultar em duras penalidades!

“Então, vamos começar?” Izroth disse. Ao mesmo tempo, ele ativou seu Sentido de Visão de Energia e se moveu o mais perto possível da lápide para reduzir a quantidade de Essência usada para sustentá-lo.

Já examinei uma vez antes com meu Sentido de Visão de Energia, mas a forma como essas sequências mágicas se sobrepõem é um pouco caótica. Assim como o Emblema da Classificação de Guerra, tem um código mágico randomizado embutido nele. No entanto, ao contrário do Emblema da Classificação de Guerra, o código mágico muda a cada dez segundos em vez de cada hora. Sem meu Sentido de Visão de Energia, teria sido impossível para mim manter o controle disso. Talvez o Imperador da Morte estivesse apostando neste fato? De qualquer forma… 24 horas? Eu não vou precisar de um décimo desse tempo.’

Izroth acessou seu inventário e removeu um pequeno frasco que continha um líquido de prata espesso. Se alguém o estudasse de perto, notariam que o líquido estava se movendo dentro do frasco como se estivesse vivo!

O fluido contido dentro do frasco era chamado de Líquido da Linha de Prata, e Izroth adquiriu-o durante seu tempo no Reino do Dogma Caótico.

Parece um desperdício usá-lo assim, mas não há outra maneira de garantir meu sucesso.’

Junto com o pequeno frasco, Izroth removeu uma pequena faca de esculpir que estava em seu inventário desde sua visita ao Templo das Chamas.

Izroth então abriu a tampa do frasco e revestiu a faca de esculpir com o Líquido da Linha de Prata.

Aviso do Tradutor:

Asu

Asu

Rolar para o topo