Selecione o tipo de erro abaixo

Surpreendentemente, James não guiou William e seus convidados para a sala de estar. Ao invés disso, os levou para o jardim que estava fora da residência.

Largas mesas com pratos deliciosos foram espalhadas por todo o jardim. William viu rostos familiares, como Rebecca, Agatha e Eleanor. Também havia muitas crianças com idades próximas à de Rebecca perambulando pela mesa em que ela estava.

Elas estavam vestindo as mesmas roupas azul claro com uma insígnia de um floco de neve embutida nelas.

‘Acho que são os companheiros discípulos de Rebecca da Seita Nebulosa’, pensou.

Entre as crianças que estavam sentadas perto de sua “ex-noiva”, havia um certo garoto que se destacava. Ele tinha cabelo loiro, olhos cinzas e um rosto que faria com que as garotas gritassem “Kyaah! Kyaah!” no momento em que o vissem. Estava praticamente radiando com a vibe do “sou um garoto bonito”.

Infelizmente, William era mais bonito que ele. Até mesmo as discípulas companheiras de Rebecca olharam para ele com interesse.

Ignorou os olhares das pequenas lolis e focou no loiro sentado ao lado de sua ex-noiva.

‘Ele deve ser aquele “irmão mais velho confiável” que é comum nas histórias de cultivo’, William olhou para o primeiro antagonista masculino que encontrou em sua vida. ‘De acordo com o roteiro das histórias, ele vai me desafiar para desfazer o acordo de casamento formalmente. Desse jeito, também será capaz de ganhar alguns pontos com a mãe e a mestra de Rebecca.’

William zombou internamente. Se não tivesse perdido seus poderes mágicos temporariamente, teria esfregado a cara desse garoto bonito no chão com facilidade. Infelizmente, estava em seu momento mais fraco e não conseguia usar seus trunfos.

James os conduziu para outra mesa que também tinha pratos deliciosos. Mensageiros tinham chegado na casa mais cedo para anunciar a chegada de William. Por causa disso, as empregadas apressadamente adicionaram mais uma mesa e prepararam a comida para a vinda de seu Jovem Mestre.

“Então, seu nome é Est?” James perguntou. “Você tem bons olhos.”

“O-Obrigado?” Est respondeu confuso.

Ele não sabia porque James disse que tinha “bons olhos”, mas podia dizer que o avô de William não disse de maneira causal. Claro, não entendeu o que o velho estava insinuando.

“Vamos conversar mais depois.” James sorriu. “Estou bem interessado nos amigos que meu neto fez durante sua viagem ao Templo Sagrado.”

Est sorriu e acenou com a cabeça. Também tinha curiosidade em saber mais sobre o homem.

Assim que William e seus convidados se sentaram nas cadeiras preparadas para eles, o drama finalmente começou.

“Velho James, desde que seu neto está aqui, é hora de ir direto ao assunto”, Lawrence disse com um sorriso no rosto. Ele então olhou para o garoto e disse a razão da sua visita.

“Jovem, gostaria de me desculpar pelas ações da minha nora. Ela não deveria ter feito as coisas ficarem difíceis para você e o forçado a desfazer o acordo de casamento que seu avô e eu concordamos”, Lawrence disse. “O motivo de eu estar aqui hoje é para mediar e consertar o mal-entendido.”

“Pai!” Agatha gritou. “Esse garoto não é digno da sua neta! Ele é apenas um pastor imundo!”

Est franziu quando ouviu as observações rudas da Duquesa. Mesmo Ian, que sempre estava em desacordo com William, teve a mesma reação. Por alguma razão, não gostou quando outros insultaram o garoto.

“Senhor Griffith, também acredito que minha discípula merece alguém melhor”, Eleanor comentou ao lado. “Rebecca é genial. Ela merece o melhor, e isso também conta para seu futuro marido.”

Surpreendentemente, James não disse nada e apenas tomou seu chá em paz. Se fosse no passado, teria começado um barraco para defender a honra de seu neto. Ele acreditava que o rapaz não teria problemas em conseguir muitas belas esposas mesmo sem sua ajuda.

Como esse era o caso, por que se importaria com um trato insignificante?

Lawrence escutou as palavras delas com uma expressão calma. Não as retrucou e permitiu que expressassem seus pensamentos em voz alta. Estava observando as expressões de William para entender o que achavam do assunto.

Vendo que ambos não estavam reagindo ao súbito insulto feito pelas duas, sentiu que algo estava errado. Então decidiu testar as águas e perguntar algo ao menino ruivo.

“Elas disseram que você não é digno da minha neta. Como se sente sobre isso?” Lawrence perguntou.

William sorriu e respondeu à pergunta. “Senhor Lawrence, você acha que alguém tão bonito quanto eu vai ter dificuldades em encontrar uma bela mulher como minha companheira?”

“Não”, Lawrence respondeu.

William acenou como se fosse um estudioso. “Não quero me gabar, mas, tirando meu avô, ninguém no Continente Sul é mais bonito que eu. Sendo esse o caso, por que iria me limitar a me casar com sua neta? Não acha que seria injusto com minha incrível aparência?”

“Bravo!” James bateu palmas. “Como esperado do meu neto.”

O rosto de Eleanor e Agatha se contorceu em desgosto. Elas já experienciaram o quão sem vergonha William era, mas parecia que ele tinha se tornado mais arrogante desde a última vez em que se viram.

“Então está dizendo que minha neta não é boa o bastante?” Lawrence perguntou. Sua voz cheia de diversão.

“Deveria perguntar isso a ela”, William respondeu. “Ela é boa o bastante para mim? Pessoalmente, acho que não.”

Rebecca, que estava ouvindo quietamente ao lado, levantou uma sobrancelha ao ouvir William. “O que faz você pensar que é bom o suficiente para mim? Se não fosse pela insistência do meu avô, não teria nem me incomodado em vir.”

Inicialmente, queria ficar fora dessa bagunça, só que as palavras de William a irritaram. Ela era uma gênia que nascia uma vez a cada duzentos anos. Apesar de não estar interessada em William, foi a primeira vez que alguém a disse que não era boa o bastante em algo.

“Se é assim, por que não vai embora?” William acenou com a mão casualmente como se fosse espantar um mosquito. “E se você é um gênio? Mesmo os gênios precisam cagar, ou você está me dizendo que não faz cocô?”

Todos que estavam comendo no momento olharam para ele. Até mesmo James, que estava bebendo, cuspiu o chá no chão?

“Palavras tão vulgares!”

“Você não tem qualquer senso de delicadeza!”

“Como esperado de um caipira, realmente não tem boas maneiras!”

Os discípulos da Seita Nebulosa repreenderam William, mas o ruivo não prestou atenção. Em seus olhos, quanto mais cedo as pestes fossem embora, melhor.

O rosto de Rebecca ficou extremamente vermelho. Ela não tinha como responder a pergunta dele. Havia algum ser humano que não precisasse ir ao banheiro? Se houvesse, ainda poderia ser considerado humano?

Lawrence franziu. Pelo que pôde ver, William realmente não tinha interesse em sua neta. Uma parte dele queria espancar o garoto tolo, enquanto a outra o olhou com uma nova luz.

‘O bastardo do James também não está reagindo’, Lawrence pensou. ‘Estão escondendo algo de mim?’

Aquele que iniciou a junção deles foi James. Lawrence conhecia sua personalidade, então era impossível para James desistir de algo tão importante que ele começou. Naturalmente, essa bagunça aconteceu porque sua nora usou a oportunidade enquanto ele estava fora para cancelar o acordo.

Mesmo assim, ele não acreditou que James apenas se sentaria sem fazer nada e deixaria alguém pisar no acordo que foi feito devido à proposta dele.

Est, que estava assistindo, se sentiu secretamente feliz. Ele não entendo o porquê de estar feliz, mas estava tonto ao ver o desempenho arrogante de William.

“Você, camponês. Como ousa manchar a honra da minha discípula junior?!” O loirinho se levantou de seu assento. “Só irei perguntar uma vez. Você vai libertar Rebecca do acordo de casamento ou não?”

“Hã? Um burro chutou sua cabeça?” William perguntou com desdém. “Não acabei de deixar claro que não tenho interesse? Se quiser, pode ficar com ela. Posso dizer com apenas um olhar que são um par perfeito.”

“Sério?” O loiro perguntou. “Realmente acha que somos um par perfeito?”

Deu a Rebecca um olhar de relance enquanto esperava pela resposta de William.

“Definitivamente.” William acenou com a cabeça. “Um casal feito pelos céus. Que ambos sejam felizes juntos.”

“Hmph! Pelo menos você sabe seu lugar.” Ele aceitou as palavras de William como se fosse a coisa mais natural a se fazer e se sentou de bom humor.

Desde a primeira vez que viu Rebecca, já havia se decidido que ela seria sua amada. Ela não era apenas bonita, mas também a filha de um Duque. Com beleza, riqueza e influência ao seu lado, era a candidata ideal a se tornar sua esposa e aumentar sua classificação dentro de sua família.

Olá, eu sou o Vulcan!

Olá, eu sou o Vulcan!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥