Capítulo 136: Torneio Principal (Parte 2)

Capítulo 136: Torneio Principal (Parte 2)

Tradutor: «Otakinho»    Revisor: ♦ Aj ♦

 

“… Trabalhar no seu bordel?” Eu pergunto, perplexo.

Do que diabos a Evelyn está falando!?

[Heh, seu idiota. O que há para ficar confuso? Ela não acabou de dizer que quer que você trabalhe no bordel dela?] 

M-mas por quê? O que vou mesmo fazer lá?

[Oh, por favor, você está perguntando isso seriamente? Que trabalho está disponível em um bordel, hein?] 

… Prostituição.

[Exatamente! Evelyn quer que você seja um prostituto do bordel dela! Hehe, pagando seu homem para foder outras garotas? Nunca pensei que essa Evelyn seria uma mulher tão maravilhosa. Ela é uma comédia!] 

[Eu digo, você deveria começar a trabalhar com ela a partir de hoje! Apenas pense nisso. Com o seu sistema, especialmente por causa dos métodos temporários de ganho de pontos, isso será muito benéfico no futuro. Não perca essa chance!] 

Você sabe que a maioria das mulheres que procuram um bordel são velhas ou, em casos raros, de meia-idade, certo? É por isso que pagam muito dinheiro para dormir com caras jovens com paus enormes.

Você quer que eu ganhe pontos dormindo com avós!?

Vai se foder.

[Oh… eu não pensei sobre isso. Avós à parte, seu pau patético nem mesmo qualifica os padrões. O que essa Evelyn está pensando? Ela quer arruinar a reputação do bordel ao contratar você? Você deve recusar, amigo.] 

Seu filho da puta imundo! Meu pau não é mais tão pequeno, está quase na média! Deixe-me subir um pouco mais de nível e então mostrarei o que é um pau enorme, seu desgraçado!

[Hehe, bom. Eu estava apenas testando se você ainda está motivado para obter um grande PP. De qualquer forma, falando sério, porra de vovós é realmente um problema. Não quero que seu pau fique coberto de teias de aranha. Você deve recusar a oferta de Evelyn.] 

Tudo bem…

“Não se preocupe, você terá que trabalhar apenas algumas horas por dia. E eu vou te dar um salário decente também,” Evelyn continua com olhos esperançosos e suplicantes.

Enquanto a conversa entre mim e Pink acontece dentro da minha cabeça, não se passou muito tempo na realidade – apenas alguns segundos, no máximo.

Droga… É muito difícil recusá-la quando ela está olhando para mim assim.

[Você tem que fazer o que você tem que fazer, cara.] 

Eu sei… Bem, acho que tenho que dar uma desculpa.

“Eh… eu realmente sinto muito, Evelyn, mas eu já peguei um emprego de meio período recentemente. E para ser honesto, estou bastante comprometido com isso,” eu digo me desculpando.

“É… é mesmo? Estou disposto a oferecer 15.000 Yeux. Você não vai reconsiderar? “Ela pergunta, parecendo um pouco triste.

Uau… 15.000 Yeux por ano!

Para um emprego de meio período, isso não é nada ruim. Economizei meu dinheiro por três anos e só pude reunir 5.000 Yeux. E ela até disse que eu só precisava trabalhar algumas horas todos os dias.

Se apenas as avós não estivessem envolvidas, eu teria aceitado isso em um instante.

[Sim, poderíamos ter fodido algumas prostitutas sensuais com tanto dinheiro… Que pena…] 

“Desculpe, mas 15.000 Yeux por ano não são suficientes para mudar minha opinião”, recuso educadamente.

“Hmm? É por mês, não por ano”, Evelyn me corrige.

[…] 

Agora que penso sobre isso, não me importo de foder algumas avós aqui e ali. Eles não podem ser tão ruins, podem?

[Sim, uma boceta é uma boceta afinal. Na verdade, ouvi dizer que as coisas antigas são melhores de qualquer maneira. Quanto às teias de aranha e às rugas, é só desligar as luzes e você não vai notar nada… hehehe.] 

Oh, eu vou fazer isso. Ótimo conselho!

[Não é? Estamos indo de MILF para GILF. M para G. É apenas um alfabeto – nenhuma diferença tão grande.] 

Verdade! Verdade!

“Ah, se quer tanto me contratar, não vou continuar dizendo não. Mas lembre-se, estou fazendo isso só para você”, digo a Evelyn com um sorriso enérgico.

“Mesmo!? Obrigado, Jacob! “

Parecendo absolutamente encantada, Evelyn corre para frente e me dá um abraço apertado, pressionando seus montes enormes e macios contra meu peito.

… Eu deveria estar agradecendo, para ser honesto.

“De nada. Então, quando devo ir?” eu pergunto.

“Você pode começar a vir hoje mesmo!” ela diz animadamente.

“Não – quero dizer, que tal eu entrar a partir de amanhã? Hoje é o último dia do mês de qualquer maneira e… Eh… eu preciso de algum tempo para me preparar,” eu digo sem jeito.

“Ah, eu entendi. Não tenha pressa, afinal não é um trabalho normal”, concorda Evelyn imediatamente.

“A propósito, pensei que você iria perguntar um pouco mais sobre o que você tem que fazer. Deixe-me dizer agora, vai ajudá-lo a se preparar”, diz ela.

*Suspiro…*

Eu tenho que foder vovós, eu sei.

“Ah com certeza. Eu tenho uma ideia, mas por favor me diga,” eu digo, fingindo um olhar animado.

“Tudo bem, então, basicamente, você será meu assistente a partir de agora. Seu trabalho é me ajudar a administrar meu bordel adequadamente. Isso inclui entrevistar e treinar as novas prostitutas, verificar a qualidade do serviço prestado por nossos funcionários existentes e avaliar seu desempenho com base em sua experiência. Se você encontrar algo que não corresponda à reputação do The Nux, você precisa me dizer diretamente e eu farei as alterações necessárias”, diz ela, com as bochechas ligeiramente vermelhas por algum motivo.

[…] 

“Onde estão as avós…?” eu pergunto inconscientemente.

“Que vovós?”

“N-nada, nada!”

[Droga… Ela disse tudo isso profissionalmente, mas você entende o que isso significa, certo? Você só tem que foder todas aquelas lindas putas de alta classe! Além do mais, você receberá uma chuva de dinheiro por fazer isso!] 

S-Sim… Isso não é um sonho, certo? Porque vou ficar muito chateado se acordar agora.

[Nah cara, isso não é um sonho! Esta é a sua carreira!] 

Uau…, mas eu não entendo…

“Estou muito feliz em trabalhar para você, Evelyn, mas por que está me contratando? Tenho certeza de que existem outros que podem fazer este trabalho muito melhor do que eu,” eu pergunto com uma carranca.

[Oh vamos lá! Por que diabos você está lembrando-a disso !?] 

Cale-se.

“Oh…”

Evelyn fica tímida de repente.

“Eu não vou mentir para você, Jacob. O principal motivo pelo qual quero que você trabalhe comigo é para que possamos passar algum tempo juntos. Com sua escola e meu trabalho, será quase impossível para nós sairmos regularmente. Essa é a melhor alternativa que eu poderia pensar”, diz ela, olhando para baixo com vergonha.

O que!? Ela está fazendo isso para passar um tempo comigo!?

Não me diga que a paixão temporária ainda está acontecendo! Já se passou mais de uma semana…

[Nah, isso é diferente. Não consigo encontrar nenhum vestígio da magia que você deixou nela. Por mais bizarro que pareça, isso significa que seus sentimentos são verdadeiros. Não admira que ela esteja na sua lista permanente.] 

Espere o que!? Como isso pode acontecer!? Isso significa que Arora gosta de mim também!?

[Hmm… eu não sei como isso aconteceu; era tudo teoria de Black. Mas podemos dizer com certeza que Arora também sente algo por você. Caso contrário, ela não estaria na lista permanente.] 

Bem, eu não me importo exatamente com isso, mas cara…

“Espero que você ainda trabalhe para mim”, murmura Evelyn de repente, parecendo ansiosa.

“Hmm? Sim, claro, vou trabalhar para você. Eu também quero passar um tempo com você!” eu digo a ela com sinceridade.

O rosto de Evelyn se iluminou como uma flor desabrochando.

“Está resolvido então! Vamos para o estádio agora ou outras pessoas vão começar a se preocupar”, diz ela, agarrando meu braço intimamente antes de me levar para o estádio.

Na entrada do auditório, há um grupo de alunos distribuindo algum tipo de papel para a multidão que passa. Um deles entrega para mim e para Evelyn também.

“Oh, são informações sobre as partidas”, diz Evelyn.

Há um grande desenho desenhado na folha de papel com os nomes dos participantes e suas respectivas partidas.

“Como esperado, são todas rodadas de eliminação – ou seja, apenas o vencedor pode prosseguir. Vamos ver contra quem sou confrontado!” eu digo ansiosamente.

Ao encontrar meu nome, uma carranca profunda aparece no meu rosto imediatamente.

“Espere, eu tive um erro de impressão? Por que existem quatro outros nomes próximos ao meu? E por que estamos todos lutando contra a princesa Ilyrana? “eu pergunto com uma risada antes de olhar o papel de Evelyn para verificar.

“Não, é o mesmo no meu também. Mas não acho que seja um erro de impressão. A Princesa Leena e a Princesa Zakira também estão contra cinco pessoas”, ela me diz, parecendo espantada.

Que porra é essa!?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email