Capítulo 149 – Uma promessa Com a Raposa Branca

 

Capítulo 149 – Uma promessa Com a Raposa Branca

Tradutor: Otakinho

 

“AAAHH! O QUE CARALHOS HÁ DE ERRADO COM VOCÊ!?” Eu grito, quase tendo um ataque cardíaco.

Sentada em uma cadeira do outro lado do quarto está ninguém menos que a pessoa em quem eu estava pensando, Naomi. Como de costume, há um sorriso malicioso em seu rosto enquanto ela aprecia o olhar zangado e assustado em meu rosto.

“Ara? Não há nada de errado comigo. Por que você pergunta?” Ela diz inocentemente, como se totalmente inconsciente do que fez de errado.

“Você m- ahem, quero dizer, você pode parar de invadir minha casa e me assustar toda vez!? Tem uma porta da frente, sabe!? Você sempre pode tocar a campainha,” eu digo, suprimindo minha raiva.

Por mais que eu queira lançar xingamentos e continuar gritando com ela, simplesmente não posso. Ela é a única que pode me ajudar agora e, portanto, não posso me dar ao luxo de ser rude com ela.

“Porta da frente? Campainha? Isso é uma perda de tempo. Eu não vou fazer isso,” ela diz, encolhendo os ombros.

Rebecca… Rebecca… Preciso manter minha paciência por Rebecca.

“Você pode… Você pode pelo menos anunciar sua presença quando você entrar, então? Não fique sentada em silêncio e fale apenas quando alguém gritar seu nome. Isso é assustador pra caralho,” eu digo a ela calmamente, embora meu punho esteja tremendo.

“Hmm… Ok, vai ser difícil, mas vou tentar fazer isso. Eu não estou prometendo, no entanto,” ela diz, me dando uma piscadela.

“Você vai tentar? Acho que posso viver com isso… por enquanto,” digo com um suspiro.

“Enfim, o que você está fazendo aqui!? Não me diga que você tem me seguido o dia todo,” eu pergunto a ela desconfiada.

“Claro que não. Você acha que tenho tempo para fazer isso? Eu estava verificando minha querida aprendiz, Mia, quando ouvi você dizer meu nome. Você se lembra dela, certo? Ela é quem está te seguindo e mantendo o controle sobre você”, ela me diz de uma forma natural.

“… Porra!? Que diferença isso faz!? Você tem pessoas me seguindo!” Digo, indignado.

“Oh, qual é, Jacob. Por que você parece que isso está sendo um choque para você? Depois de tudo o que você fez, seria surpreendente se ninguém vigiasse você”, diz ela, balançando a cabeça levemente.

… Odeio admitir, mas acho que ela tem razão.

“E eu não sou a única, as outras três raças estão fazendo a mesma coisa, até mesmo sua amiga, Zakira”, ela me diz.

“Che… Não há conceito de privacidade em outros países, não é? Vocês estão invadindo o meu tão descaradamente,” eu digo com desdém.

“Não estamos exatamente invadindo sua privacidade. Estamos apenas garantindo que você permaneça seguro até que partamos para o Reino dos Elfos Brancos. Considere-os como seus guarda-costas pessoais que o seguem em todos os lugares, exceto quando você está na escola”, diz ela, levantando-se da cadeira.

Guarda-costas? Sim, minha bunda. Eles são espiões do caralho.

Felizmente, não usei nenhuma habilidade do sistema depois de derrotar a Princesa Ilyrana. Eu sei, o Despertar da Besta foi ativado quando fui à casa da Kate, mas isso logo depois da escola naquele dia. Duvido que houvesse alguém me seguindo naquela época.

Bem, de qualquer forma, preciso ter cuidado ao usar minhas habilidades de agora em diante. Além disso, o que eu digo e faço. Não quero que esses caras descubram mais coisas sobre mim do que já descobriram.

“De qualquer forma, estamos saindo do assunto aqui. Agora, diga-me, por que você precisa da minha ajuda? Estou muito curiosa para saber.”

Dizendo isso, Naomi caminha até a cama, sentando-se ao meu lado. Eu posso sentir o cheiro doce, mas selvagem, emanando de seu corpo. Quando ela se inclina ligeiramente, meu olho não pode deixar de focar em seu decote profundo, como sempre, parece bastante atraente devido às poucas roupas que ela usa.

Hmm… espere um segundo. Tê-la tão perto de mim e olhando para seu corpo… me sinto estranhamente excitado.

Eu sei, eu sempre fico excitado olhando para mulheres bonitas e peituda, mas é um pouco diferente hoje. Fui ao bordel de Evelyn à noite e o pau está quase morto. Eu deveria estar no modo sábio agora.

Então por que estou ficando excitado…?

Bem, tanto faz…

“Não é muito, eu só quero trazer uma das minhas namo-quero dizer, amigas para o Reino dos Elfos Brancos, mas o veneno do sistema dela está atrapalhando. Você pode fazer alguma coisa para impedir um veneno? Ou talvez diminua seus efeitos?” Eu pergunto, ficando séria e um pouco suplicante.

“Uma amiga, hein? Talvez você esteja falando sobre a mulher loira que esteve presente em sua casa ontem?” Naomi pergunta maravilhada.

“Sim, é ela; Rebecca. Mas como você adivinhou que é ela?” Eu pergunto.

“Oh, eu desativei sua pequena barreira irritante ontem – imaginei que as princesas não gostariam de lidar com isso sozinhas. Devo dizer que, para alguém no nível 1, a força dessa barreira foi bastante impressionante”, ela responde.

Droga… Eu nem percebi que ninguém foi afetado pelo veneno de Rebecca ontem. Mesmo Rebecca não disse nada sobre isso.

“De qualquer forma, quanto ao veneno dela, ela provavelmente não tem controle sobre essa barreira, certo?”

“Sim, e ela não consegue se aproximar das pessoas por causa disso. Então, você pode ajudá-la, não pode!?” Eu pergunto animadamente.

Quero dizer, ela o desativou ontem, então…

“Obviamente, eu posso,” Naomi diz, acenando com a mão preguiçosamente.

No momento seguinte, do nada, um anel de prata simples se materializa na palma de sua mão. Ela envolve esse anel com força em seu punho por um segundo, e um flash brilhante e silencioso depois, ela o abre para eu ver.

O anel de prata agora está brilhando anormalmente e carregando um monte de marcas estranhas em sua circunferência. Posso dizer, só de olhar para ele, que Naomi o infundiu com uma magia forte.

“Ai está. Enquanto sua amiga usar este anel, sua barreira será suprimida. Embora lembre-se, isso só funcionará por cerca de 4-5 horas por dia, a menos que ela decida subir de nível, isto é,” ela explica.

“Mas, bem, acho que ela será capaz de lidar com isso.”

“Sim, eu também acho. Muito obrigado,” eu digo com prazer, estendendo a mão para pegar o anel dela.

Mas antes que eu pudesse tocá-lo, Naomi fecha o punho novamente, movendo a mão para trás.

“Agora, agora, Jacob. Não se precipite. Você realmente pensou que eu irei te ajudar de graça?” ela diz, sorrindo maliciosamente.

… Essa vadia.

*Suspiro*

“O que você quer então? Eu tenho que mudar minha decisão e vir para o país Beastkin, agora?” Eu pergunto, revirando meus olhos.

“Não, aquele navio já partiu. Não traria nada além de problemas para todos se você mudar sua decisão agora. De qualquer forma, o que eu quero de você é exatamente o que você quer de mim, ajuda,” ela diz com um encolher de ombros.

“… Como pode eu ajudá-la com qualquer coisa?” Eu pergunto, franzindo a testa fortemente.

Isso soa ainda mais bizarro do que eu derrotar Ilyrana e Zakira.

“Oh, acredite em mim, você pode, só não agora. No momento, tudo que eu quero de você é uma promessa,” ela diz, inclinando-se tão perto que seu rosto está a apenas alguns centímetros do meu.

“Uma promessa de me ajudar quando eu precisar,” ela diz, seu tom ficando sério de repente.

Ok, eu devo estar imaginando coisas, mas seus olhos ficaram completamente brancos por um segundo?

Não, provavelmente é por causa da iluminação… tenho certeza…

“…”

Naomi continua a me olhar nos olhos, esperando minha resposta. Por alguma razão, sinto como se seu olhar estivesse penetrando minha mente e olhando para minha alma ou alguma merda assim.

Bem, eu realmente quero este anel para Rebecca. Mal posso esperar para ver o quão feliz ela ficará…

“C-Claro, acho que posso ajudá-la-” Paro para pensar por um segundo, antes de acrescentar: ”Desde que eu esteja confortável com o pedido.”

Isto é melhor…

Cometi muitos erros nos últimos dias, vamos tentar não adicionar mais nada à lista.

Naomi levanta as sobrancelhas, parecendo feliz. Então, lentamente, um sorriso se forma em seu rosto.

“Hehehe… Inteligente. Muito inteligente,” ela diz, rindo enquanto se levanta novamente.

“Mas eu posso me contentar com isso, nós temos um acordo!”

Declarando isso, ela joga o anel de prata em minha direção, um pouco fora do meu alcance, no entanto. Quase tropeço na cama tentando pegá-lo.

“Ei! Não jogue…”

Eu paro de falar. Naomi foi embora.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email