Selecione o tipo de erro abaixo

— Atenção! — a mulher de óculos mais uma vez chamou a todos os participantes. — Eu tenho mais uma instrução a dar a vocês.
Li, Selene e Irmin se aproximaram do palanque para ouvir oque ela tinha a dizer.
— Agora que estamos próximos do tempo limite, gostaria de esclarecer alguns detalhes sobre o teste a seguir! — Liming gritou para os participantes ainda um pouco confusos. — A esse ponto, vocês devem estar acostumados com o sistema de missões, pois bem, é com muito prazer que anúncio que este ano estrearemos um novo programa.
A tela holográfica apareceu novamente, dessa vez descrevendo um novo projeto.
“Animus?” Pensou Li.
— O Projeto Animus é uma pesquisa tecnológica em andamento realizada por ninguém menos que Brigida! — Liming parecia animada em estrear o novo sistema. Li que já havia a visto dezenas de vezes, ficou surpreso com a expressão que a mulher fez. Ela parecia estar em êxtase, como um fã falando de seu ídolo. Jihan apesar de nunca ter realmente ouvido falar desse nome, já havia lido sobre em uma das suas visitas à biblioteca.
“Apesar disso, não pareço ser o menos informado daqui” Pensou enquanto olhava ao seu redor. Vários participantes estavam visivelmente coçando a cabeça por desconhecer a deusa da sabedoria, Brigida.
— Seria pedir demais que todos conhecessem a pessoa mais incrível deste mundo… Enfim — continuou — o Animus é um sistema aperfeiçoado do que já estávamos utilizando. Mais realista, detalhado e claro… mais mortal!
Alguns participantes olharam-se, com expressões nervosas em seus rostos. Conversas paralelas foram ouvidas lá e cá, mas ninguém levantou vozes de insatisfação. Selene engoliu a seco ao lado de Jihan.
— Como já dito anteriormente — continuou Liming — estamos procurando apenas os melhores e com isso passo a vocês duas informações. A primeira é que a morte dentro do Animus significara a morte fora dele também. Aos que tem receio, apresento-lhes a segunda opção; diferente do sistema de missões, a rendição é possível… tudo que vocês têm que fazer é gritar em alto e bom tom “Eu me rendo” e sera imediatamente retirado.
— Ao menos não é tão ruim quanto eu pensava — disse a conjuradora. — Se tudo der errado podemos nos render!
— Não se engane — rebateu Li.
— O Que quer dizer? — perguntou.
— Falaremos disso quando tivermos mais privacidade.
Selene apenas acenou com a cabeça. O breve alívio que a menina sentirá com a informação da rendição passou como se nunca tivesse existido.
— Não se preocupe — percebendo a aflição da garota, Jihan a assegurou. — Enquanto eu estiver aqui, você não vai morrer, nenhuma de vocês vão.
Ambas olharam para Li um pouco mais confiantes.
— Pois bem, meu papel acaba por aqui! — Liming sorriu levemente, — E o tempo de vocês também, a todos os participantes, que a sorte esteja com vocês! — E com uma palma de suas mãos, as 60 pessoas teleportaram-se do salão.

Na próxima vez que o trio abriu os olhos, surpreenderam-se com a visão que se estendia em frente a eles, era deslumbrante.
— In..incrivel — proclamou Selene, boquiaberta — Que lugar é esse?
Meia duzia de montanhas inteiras flutuavam no ar, ligadas entre si por dezenas de longas pontes de pedra. Cachoeiras escorriam pelas rochas e desciam rumo abaixo das nuvens. Florestas temperadas com pouca vegetação rasteira, dominavam o terreno ao redor das montanhas. As folhas amarelas, somadas ao cume branco do topo das cadeias montanhosas, deixavam o cenário ainda mais majestoso.
Subitamente, um calafrio deslizou pela coluna de Li e os pelos de seu braço arrepiaram.
ROARRRRRRR
Um rugido. Tão alto e tão forte que fez o ar e a terra tremerem. Os seres vivos que o testemunharam paralisaram-se, com medo de que o menor movimento que fizessem os tornassem alvos da criatura que acabara de se anunciar.
— Senhor Li, você esta bem? — perguntou Irmin.
— O quê? Você não ouviu?
— Se escutei? Oque nos deveríamos ter escutado?
— Isso está funcionando? Oi? Participantes, podem me ouvir?
O trio se virou na mesma direção. A meia duzia de montanhas formavam um hexágono no ar, e no meio dele, uma projeção de um rosto apareceu, o rosto de ninguém menos que Hakim, o bibliotecário.
— Muito prazer, para os que me conhecem e não me conhecem, meu nome é Hakim, sou o guia do conhecimento, ou bibliotecário como preferirem. — A imagem do velho homem sorriu em pleno ar. — Para os que acabaram de ouvir um certo rugido, não temam. A besta dona de tal voz não pode lhes ferir, ela é apenas uma projeção do Animus, e bem… — Hakim deu uma risada um pouco inocente — duvido que mesmo que pudesse, duvido que ela o faria. Nenhum homem, por exemplo, sairia de seu caminho para pisar numa formiga ao lado da estrada, hohoho.
Um completo contraste se formou entre a frase dita e a expressão de sinceridade e bondade do homem.
Haham* fingindo limpar a garganta para aliviar a tensão, Hakim continuou:
— Este é o primeiro cenário projetado pelo Animus, sejam todos bem vindos as lendárias, Ilhas Cadmus!
A voz do homem dizendo o nome do lugar ecoou pelas montanhas e florestas.
— Extraordinário! Nunca acreditei que conseguiria ver esse lugar com meus próprios olhos — exclamou Selene.
— O que são essas ilhas?
— Você não sabe, Jihan?
— E tão estranho assim? — retrucou Li, após balançar a cabeça como resposta negativa.
— Bem… É uma lenda tão antiga quanto eu posso me lembrar. Já ouvi muitas histórias… mas…
— Mas?
— Vocês devem estar se perguntando sobre como isso é possível certo? — a voz projetada interrompeu a conversa dos dois — Pois bem, para a decepção de muitos, inclusive a minha, na realidade essa é apenas uma expectativa da ilha, baseada em relatos e na própria lenda.
“Entendi, então aparentemente a ilha nunca foi realmente constatada como real” pensou Li.
— Enfim, vamos ao que realmente interessa. Esta sera a última vez que ouvirão vozes de fora até o fim do teste, então lhes darei dois avisos, isso serve para todos que estão ouvindo. Existem alguns monstros nas ilhas, eles são colocados apenas para aumentar a dificuldade do terceiro teste… Além disso… — a expressão do gentil homem velho, mudou para uma de desgosto — Alguns jovens estão se achando importantes o suficiente para tentar sabotar o resultado desta terceira fase… vermes que crescem rápido demais não sabem o seu lugar na terra. — logo depois sua expressão acalmou-se. — entretanto…
Apesar de ser impossível, os olhos da grande projeção pareciam encarar diretamente os de Jihan. Li naquele momento estava com uma espécie de manto que cobria praticamente todo o seu corpo, deixando para fora apenas seu rosto.
— Não acho que teremos muitos problemas com isso — e desviando o olhar, Hakim finalizou. — Que a sorte esteja com vocês! — E a projeção se desfez.
Li franziu as sobrancelhas, e por alguns segundos, não entendeu muito bem o que o velho quis dizer.
— Vamos — Li virou-se e foi em direção adentro a floresta.
— Jihan? — Selene e Irmin seguiram atrás do homem. — Para onde vamos?
— São 20 equipes, e 6 ilhas — respondeu Li — Pela matemática básica, tem pelo menos 3 equipes por ilha.
— Então você quer limpar essa ilha o mais rápido possível?
— Eu tenho a sensação de que preciso.
— Uma sensação?
— Acelerem o passo! — retrucou Jihan.
— Espere! Sei que você é o mais famoso por aqui, mas não acha que poderíamos conversar sobre isso? — Selene discutia enquanto Irmin apenas seguia atrás.
— Não temos tempo!
— Jihan!
Li virou-se rapidamente e agarrou o colarinho da roupa de Selene. Levantando seu punho para fora da manta, puxou-a para perto de si e, com mana branca cobrindo a luva em sua mão, socou o projetil que estava direcionado para as costas da mulher.
Assim que o projetil entrou em contato com a cópia de Járngreipr, ele explodiu, gerando uma leve nuvem de fumaça.
— Aparentemente percebi tarde demais… — Jihan arrancou de si o manto que agora estava em trapos, revelando seu corpo por completo.
Sua armadura leve, de cor preta, cobria seu torso e pernas, deixando de fora braços e pês. As partes do corpo do homem que estavam expostas revelavam algumas cicatrizes, que decoravam um corpo já adornado de músculos bem definidos; Sua pele um pouco morena, tornava essa definição ainda mais evidente. Seus cabelos pretos lisos que já não eram curtos, depois de mais de dois meses sem cuidados já alcançavam os ombros. Tudo isso somado ao brilho branco que clareavam seus olhos castanhos, e sua expressão extremamente seria, tornavam Li um oponente amedrontador.
— Você esta bem? — Apesar da feição do homem, sua pergunta feita a Selene a deixou um pouco mais segura, porem, ainda ansiosa, só conseguiu confirmar acenando a cabeça.
— Certo. Irmin, proteja-a, vocês duas, para trás de mim!
Empunhando seu escudo e mudando sua expressão, Lind rapidamente se posicionou a frente de Selene.
— Selene, lembre-se que você é uma maga, recomponha-se e me dê cobertura rapidamente! É mais gente do que eu pensava…
Assim que terminou de falar, varias sombras começaram a aparecer de trás das árvores.
“2 times…? Não, mais.”
— Não é nada pessoal, garoto — Um dos homens deu um passo a frente, seu rosto era familiar. Jihan não lembrava exatamente seu nome, mas era um conhecido que provavelmente estava dentro do top 20 dos 60 participantes dentro do Animus. — São apenas negócios. Por que apenas não se rende para evitar sangue derramado?
Li bateu os punhos.
— Eu digo o mesmo.
O homem levou o sabre que empunhava a boca, lambendo a lâmina.
— Fico feliz que disse isso…

Picture of Olá, eu sou o Dealer!

Olá, eu sou o Dealer!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥