Selecione o tipo de erro abaixo


O Necromante saltou brandindo sua foice.

As cinquenta esferas atingiram o telhado do Hotel Ryugyong.

Goo-Ko-Ko-Ko-Ko-Ko-gung…

— Que diabos…

As esferas negras cresceram, criando uma onda desconhecida que abalou as estruturas do hotel. Esse único ataque simplesmente derrubou o prédio.

As estruturas de aço, já deformadas pelo calor, cederam.

Kugugugugugu…

O enorme arranha-céu, onde o imperador monstro dormia, desabou.

O Hotel Ryugyong desabou como um castelo de areia.

— Inacreditável! Isso não podia acontecer! Vossa Majestade! Que desastre!

O ajudante do Imperador, o Homem Lagarto, gritou alto. Quando o enorme edifício desabou, o quarto havia sido destruído.

Kugugugugugu…

O calor que preenchia o interior do Hotel Ryugyong se misturava com a poeira, criando um enorme vendaval de nuvens cinzentas, como se um vulcão tivesse entrado em erupção.

O Homem-Lagarto tentou se aproximar, mas não conseguiu por causa do vendaval que soprava como uma tempestade de areia no deserto.

— Cof cof!

Uma situação tão terrível continuou por vários minutos.

Whoooo…

Um pouco depois a poeira baixou e começaram a ver com mais clareza as ruínas do desastre. O símbolo de Pyongyang foi quebrado em um instante, mostrando o céu aberto depois de muito tempo.

E um homem exalando calor azul estava de pé sob uma enorme montanha de fragmentos de concreto.

— Aquele é o Necromante!

Os jogadores do servidor China-1 facilmente o reconheceram. O Necromante, que supostamente estava recuando após avançar para o norte, apareceu bem aqui no centro de Pyongyang.

Como se não bastasse ter aparecido, destruiu o prédio do Hotel Ryugyong instantaneamente.

— Como ele pode aparecer aqui?

— Não importa. Mesmo sem a audiência com o imperador, parece que eles já vão brigar. Então, vamos sair deste lugar.

Os jogadores chineses rapidamente recuaram. Já que eram somente mensageiros, não iriam lutar contra o Necromante.

Eles só queriam que os monstros em Pyongyang se livrassem do Necromante.


Sungwoo, que estava sobre os escombros do Hotel Ryugyong, estava sentindo algum tipo de energia subindo sob seus pés.

‘Sim, esse cara ainda está vivo.’

Vestindo a Armadura do Fogo Infernal, o calor parecia uma brisa. Mas o fato da estrutura de aço estar brilhando em vermelho, mostrava que o calor no local era intenso.

— Além de mim, ninguém aguenta esse calor — disse Sungwoo.

— Sim, sinto que meus pés estão derretendo — disse Minsok, ao lado dele, reclamando de sua dor.

— Eles virão em massa para proteger o imperador. Então, detenha-os.

Victor estava lidando com o grupo principal do inimigo para desviar sua atenção, mas ainda havia algumas tropas de defesa para proteger o imperador em Pyongyang.

— Você pode lidar com ele sozinho? — perguntou Minsok.

Sungwoo acenou com a cabeça para ele e disse: — Eu posso lidar com ele porque sua maior arma não vai funcionar.

A principal arma da Salamandra, esse lagarto gigante chamado espírito do fogo, eram as chamas. No entanto, seu ataque de chamas não funcionaria contra Sungwoo.

— Tudo bem. Não se preocupe comigo.

Dito isso, Minsok puxou uma grande espada. Talvez ele pudesse completar as credenciais naquele dia.

— Como esperado, esses caras estão correndo em massa para nós.

Quando Minsok virou a cabeça para um lugar, um grande número de monstros se aglomeram nas ruas vazias de Pyongyang.

‘Eles são diferentes dos monstros comuns.’

Embora seu grupo principal não estivesse aqui em Pyongyang, o grupo de defesa era bem forte. Entre eles havia alguns Dragões de Komodo. Se jorrassem chamas, dezenas de zumbis iriam derreter de uma só vez.

— Não posso me dar ao luxo de prestar atenção neles.

Kugugugugugu…

Os destroços debaixo de seus pés começaram a vibrar  .

Por fim, o imperador caiu em si.

— Bem, parece que vamos coletar muito material ósseo de qualidade hoje, já que ele parece ser bem grande. Deixe-me ir em frente primeiro — disse Minsok já se movimentando.

Purrrrrrrrrr…

Durahan o seguiu junto com o exército de mortos-vivos que se ergueu atrás dos escombros.

E suas sombras saíram no chão. Eles não permitiriam que os inimigos se aproximassem de Sungwoo e seus aliados por pelo menos uma hora.

Sungwoo olhou para seus pés.

Baaaaam! Bam! Bam!

Ainda havia explosões ocasionais aqui e ali. Alguém estava subindo enquanto jogava os destroços para o lado.

Chuaguaguagua!

Um feixe de chamas passou pelos escombros e subiu em direção ao céu.

Um longo túnel, formado a partir do subsolo, apareceu, enquanto esse estranho empurrava um enorme pedaço de concreto.

— Que bastardo maluco ousou vir até o meu…?

Um homem saiu de lá, gritando com Sungwoo a plenos pulmões.

— Como arruinou meu palácio…?

Todo o seu corpo estava em chamas. Ele parecia um ferro recém-saído da fornalha.

Ele tinha cabelos compridos, que caíam até a cintura, e os olhos vermelhos rasgados verticalmente, que encaravam Sungwoo.

— Você deve ser o responsável por bagunçar minha casa…

Sungwoo podia sentir uma raiva intensa em seus olhos, mas ele apenas deu de ombros.

— Bem, eu pensei que você estava sentindo calor ali dentro, então abri um buraco pra entrar um pouco de ar… mas tudo foi destruído antes que eu percebesse.

— Não vou perguntar quem você é. Vou queimá-lo até as cinzas e colocá-las debaixo da minha cama.


O chefe monstro, Salamander1, apareceu.


Ele era Salamander, o imperador em Pyongyang. Ele já foi afiliado à raça dos Dragões de Komodo, mas depois de ganhar uma força extraordinária, parecia manter uma forma humana como o Grande Rei da Montanha.

— É bom ver você reticente. O rei do meu sistema é tão falador que às vezes pode ser uma dor de cabeça.

Então, Sungwoo se aproximou de Salamander. Sempre que ele expirava2, o calor escorria de sua boca.

— Haaaaa… Se for essa a sua vontade, você vai se arrepender a partir do momento em que se queimar.

Duas chamas, uma vermelha e outra azul, se enfrentaram.

Provavelmente a missão do servidor terminaria mais cedo, dependendo do resultado dessa luta.


Enquanto isso, Jisu e Hanho estavam em frente a uma caverna, escoltados pelo Grande Rei da Montanha.

— Este é o lugar que eu mencionei.

— O que deveria ser isso? — perguntou Hanho.

O Grande Rei da Montanha coçou o queixo e disse: — Bem, como posso dizer? É como as veias desta cordilheira? Você pode ir a qualquer lugar daqui até o cume((Nada de poema do cume aqui ashuahsuh) do Monte Paektu em um instante.

O cume do Monte Paektu refere-se aos cumes das montanhas que vão desde o Monte Paektu no norte até o Monte Jiri no sul.

— Então, se eu passar por aqui, você quer dizer que posso me teletransportar para algum lugar no servidor norte-coreano e ajudar Sungwoo? — Hanho perguntou.

— Sim, é isso.

Depois de dizer isso, o rei caminhou na frente e entrou na caverna. Os dois tigres também o seguiram até a caverna, carregando as batatas cozidas nas costas.

No entanto, Hanho olhou ao redor da caverna escura e estalou os lábios amargamente.

— Bem, mana Jisu. Não parece a toca de um tigre? Vamos ser sequestrados e comidos por eles?

— Não faço ideia. Por que você está preocupado em ser comido pelos tigres que não podem cozinhar batatas corretamente?

— Nunca se sabe. Eles podem estar fingindo para nos enganar. Quem sabe eles de repente revelam suas verdadeiras cores e… Tá bom!… Vamos juntos!

Então Jisu e Hanho também entraram na caverna.

O interior da caverna estava frio e a escuridão era profunda. Eles não conseguiam nem dar um passo adiante.

Naquele momento, o rei ergueu o dedo indicador e uma pequena chama surgiu, que se acendeu intensamente.

— Deixe-me tirar um também — disse Jisu.

Momentos depois, uma chama azul subiu de seu ombro.


  1. Vou deixar esse nome, pra fingir que é o nome dele. Porque, cá entre nós, Salamandra não combina muito com ele…[]
  2. Soltar o ar pela boca[]
Picture of Olá, eu sou Nimsay!

Olá, eu sou Nimsay!

Comentem e avaliem o capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥