Selecione o tipo de erro abaixo


Sim, era verdade, o Necromante não estava em Asadal no momento.

Já haviam se passado vinte e três dias desde que se ausentou por algum motivo.

Sua ausência foi estritamente confidencial, mas vazou por canais desconhecidos.

Depois disso, os Originais começaram a lançar ataques terroristas nos últimos dias pois o acampamento Árvore do Mundo era mais fraco sem o Necromante.

— Sim, esta é uma oportunidade que nunca mais veremos.

Uma voz alta ressoou pela fábrica abandonada.

Nhhheeec…

Uma porta de ferro meio destruída se abriu e alguém entrou.

— Juiz!?

Os que estavam dentro da fábrica afastaram-se e um homem hispânico de óculos escuros apareceu com passos pesados. Um homem careca o cumprimentou e disse: — Bem-vindo, Juiz. Sinto muito por cumprimentá-lo neste lugar miserável…

— Esse é o cara?

O homem chamado de Juiz apontou para o prisioneiro amarrado a um pilar com um aceno de cabeça.

O prisioneiro estava com as mãos amarradas e, dado o ícone de uma corrente roxa flutuando na corda, estava preso a um item mágico. Por definição, ele não conseguiria sair disso sozinho. 

O Juiz abordou o prisioneiro.

— Sim. Ele é o comandante da Guarda da Árvore.

O prisioneiro não era outro senão Hanho, o comandante da ‘Guarda da Árvore’ que protegia Asadal, a cidade onde a Árvore do Mundo crescia.

— …

Hanho estava de joelhos, com a cabeça profundamente abaixada. Ele não parecia estar ferido, fazendo-os pensar que havia desmaiado.  

Porém, o homem de óculos escuros não se importou com isso, aproximou-se dele e olhou atentamente para sua nuca.

— Você amarrou bem as mãos dele e retirou todos os itens, certo?

— Claro.

Mesmo que Hanho estivesse amarrado, eles não podiam baixar a guarda. Afinal, sabiam que Hanho era o terceiro jogador mais forte do servidor coreano. Além do mais, foi um dos únicos onze jogadores equipados com poder divino que existiam no mundo. Se ele se soltasse, seria impossível mantê-lo sob controle.

Então Adrian, o Juiz do servidor espanhol, examinou Hanho enquanto prendia a respiração o máximo possível.

‘Honestamente, ainda não sou páreo contra ele.’

Adrian estava no terceiro lugar do servidor espanhol e foi um dos melhores magos de gelo da Europa. Mas estava bem ciente de que não poderia ousar rivalizar com os do servidor coreano.

Além do mais, Hanho era o cara equipado com Hyeonmu e classificado como um dos melhores jogadores.

‘Mas ele está indefeso porque pegaram seus itens e o prenderam, então ele não pode usar qualquer habilidade.’

O Juiz verificou se eles amarraram bem os braços de Hanho. Ele sabia que Hanho normalmente tinha seis braços.

‘Mas ele está sem sua capa, então estamos bem.’

Hanho poderia usar seus seis braços por causa do item ‘Capa de Asura’, então não seria possível ele utilizar seus braços extras já que eles pegaram todos os seus itens.

— Ok…

Depois de revirar os olhos rapidamente e pensar muito sobre vários fatores, Adrian, que estava de boca fechada, começou a falar.

— Sim, sim, vejo um dos heróis do acampamento da Árvore do Mundo finalmente amarrado na minha frente!

Um membro dos Originais trouxe uma cadeira de ferro. Adrian sentou-se na cadeira, cruzou as pernas arrogantemente e olhou para Hanho.

— Tudo bem, Tartaruga! Meu nome é Adrian, um dos juízes dos Originais.

Mas Hanho não pode responder pois estava com uma mordaça na boca.

Adrian enfiou a mão nos bolsos e levantou a cabeça.

— Teremos muito tempo para conversar, afinal tenho muitas perguntas. Estou muito curioso para saber onde o Necromante está e o que diabos ele está fazendo. Você sabe disso, não é? Se o Necromante não estiver por perto, vocês…

Crac!

Nesse momento ouviu-se um barulho estranho, seguido de um breve silêncio.

Inclinando a cabeça, o Juiz olhou para os membros de sua organização.

Eles pareciam não entender o que era aquele barulho, então o Juiz continuou como se nada tivesse acontecido.

— Deixe-me continuar de onde eu parei. Todo mundo sabe que sem o Necromante, vocês entrariam em colapso rapidamente. Hoje pode ser seu último dia de…

Crac!

— … Uh. Bem, eu sei que a Valquíria saiu para matar o chefe monstro nascido na Austrália! Esse é o seu limite. Em vez de confiar na sua determinação e convicção, vocês tentam confiar no sistema de jogo que veio de fora…

Crac!

Um barulho estranho continuou soando e as sobrancelhas de Adrian se contraíram. Ele virou a cabeça e olhou para um membro do grupo que estava em prontidão.

— Que porra é esse barulho?

Os membros dos Originais se entreolharam.

— Ah bem…

Todos eles estavam em alerta quando ouviram repetidamente um barulho estranho.

Crac!

O mesmo barulho estranho foi ouvido novamente. Desta vez foi menos chocante do que antes.

— Huh?

Naquele momento, Adrian e seus homens viraram a cabeça em direção à fonte do som.

Era Hanho, o prisioneiro amarrado a um pilar.

— Hahaha! Me pegaram!

Hanho olhou para Adrian e sorriu para ele.

Crac!

Uma mão não identificada, que surgiu de dentro da jaqueta de Hanho, estava tirando secretamente a mordaça de sua boca, e outra mão, que passava por cima de seu ombro, colocava um punhado de pipoca em sua boca.

Crac! Crac!

Adrian e os membros dos Originais agora começaram a entender porque Hanho estava com a cabeça abaixada. Eles franziram a testa imediatamente.

— Como… ?

Atordoado, Adrian recuou, derrubando a cadeira de ferro. Ele tirou os óculos escuros, olhou para Hanho e apontou o dedo para ele.

— Cara, ele tem mais de dois braços! Vocês disseram que pegaram todos os itens dele!

Os braços reais de Hanho estavam amarrados com magia, então mais dois braços se projetavam de suas costas.

— Ah? Mas nós confiscamos sua capa!

Um dos membros protestou, virando a cabeça.

Vários itens de Hanho foram colocados na mesa velha e empoeirada, e cerca de uma dúzia de membros dos Originais os guardavam. A capa ainda estava lá.

— Tenho certeza! — ele argumentou.

Naquele momento, Hanho abriu a boca com um sorriso.

— Irmão Inho, você conseguiu ouvir isso? Consegui comer pipoca quatro vezes! Eu ganhei, certo?((Aqui tem uma parte sobre uma revista succubus, não entendi muito bem isso, por isso não coloquei. Nem em inglês tem essa parte.))

Hanho parecia estar conversando com alguém. Ele olhou para Adrian e sorriu amargamente.

— Cara, eu estava sentindo uma dor no estômago comendo a pipoca com a cabeça baixa… Bem, foi emocionante de qualquer maneira. Vocês tiveram experiência em comer lanches sorrateiramente na escola quando eram crianças, certo? Bem, isso me lembra daqueles tempos de juventude!

De repente, quatro braços saíram de trás de suas costas, que desamarraram as cordas em volta do corpo dele. Como ele era uma espécie de sacerdote, parecia que ele poderia usar a habilidade ‘Remoção de Feitiço’.

— … Uh?

Observando o prisioneiro se levantar depois de sair de suas amarras, os membros dos Originais na fábrica abandonada ficaram atordoados.

— Uh, como ele…

Mas Hanho se espreguiçou sem pressa. Uma tatuagem preta podia ser vista na pele das costas de sua camiseta. Tinha o formato da palma de uma mão.

— Eu também acho isso um pouco estranho. Eu não sabia que poderia usar essa habilidade com uma tatuagem!

A ‘engenharia mágica’ avançada tornou possíveis coisas além do senso comum dos humanos. Desenvolveu-se combinando várias tecnologia e ciência, alcançando a ‘biologia mágica’.


Olá, eu sou o Nimsay!

Olá, eu sou o Nimsay!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥