TLM – Capítulo 24

  • Asu 
Capítulo Anterior
Próximo Capítulo

⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒


Capítulo 24: O Que é Fraco?

Tradutor: Asu | Editor: Asu

Lu Qian saiu depois de arrumar o quarto.

Han Xiao subiu na cama e fechou os olhos. Agora, ele teve que esperar pela Divisão 13 se aproximar dele.

“Eu não sou forte o suficiente ainda.”

Han Xiao entendeu que não podia confiar apenas no Dragão Estelar para lidar com a Organização Germinal. Ele teve que se tornar muito mais forte para poder resolver o assunto com suas próprias mãos. De qualquer forma, por enquanto, ele também precisava ser forte o suficiente para ganhar a atenção especial da Divisão 13.

Como não havia missões nem monstros para caçar, a única maneira de ficar mais forte agora era através da construção. Han Xiao precisaria de dinheiro para fazer máquinas, então ele planejou encontrar uma maneira de obter renda extra. A cidade lhe proporcionou muitas oportunidades. Sua longa jornada estava apenas começando.

Com apenas seis meses para o lançamento, ele teve que valorizar o tempo restante.

Depois de descansar por um tempo, Han Xiao voltou para o andar de baixo. Lu Qian estava trabalhando em um eletrodoméstico na bancada de trabalho. Seus shorts jeans realçaram suas curvas alegres, e Han Xiao não pôde deixar de olhar para aquelas pernas longas e esbeltas dela.

“As pedidos estão na gaveta”, Disse ela a Han Xiao enquanto limpava o suor com uma toalha.

A oficina não via muito negócio e a maioria dos pedidos eram pedidos antecipados. Han Xiao escolheu alguns fáceis e começou a trabalhar.

Às 7 da noite, eles fecharam o dia.

Lu Qian vestiu um vestido branco confortável e soltou o cabelo, dando-lhe o ar de uma irmã gentil e bonita. Havia remendos costurados em seu vestido, implicando que eles não estavam indo tão bem financeiramente. Han Xiao se perguntou se o motivo pelo qual ela usava tão pouco durante o trabalho era por que ela estava guardando tecido.

O Velho Lu finalmente mostrou o rosto para o jantar.

“Vamos comer.”

O Velho Lu com seu cabelo longo e desarrumado certamente não parecia o tipo de pessoa que fazia tarefas domésticas. Suas refeições foram, de fato, sempre preparadas por Lu Qian.

Han Xiao pegou um pedaço de char siu[1] com seus pauzinhos e colocou em sua boca. Era gorduroso, mas não oleoso, e tinha um gosto extremamente bom. Han Xiao estava visivelmente satisfeito.

“Delicioso, certo?” Sorriu Lu Qian em alegria.

Agora isto é comida adequada! O que diabos eu tenho comido nos últimos 6 meses?

“Ainda há muito, então coma devagar”, Ela acrescentou, satisfeita com a visão de seu apetite voraz.

Enquanto continuavam comendo, o Velho Lu perguntou de repente: “Quem exatamente é você?”

Han Xiao, parando seus pauzinhos no ar, respondeu: “Sou apenas uma pessoa comum”.

“Você acha que pode me enganar com uma mentira tão descarada, garoto? Diga-me a verdade”, O velho bufou.

O olho de Han Xiao se contraiu.

“E se eu não quiser?”

“Não quer?”

De repente, o Velho Lu inclinou a cabeça para trás quando ele começou a liberar uma aura dominadora de melancolia estranha e selvagem que ameaçava engolir Han Xiao.

Um olhar de seriedade apareceu no rosto de Han Xiao. Girando, ele pulou cinco metros para trás, levantando os braços em um protetor em forma de cruz para se defender.

Os olhos do Velho Lu se estreitaram.

“Eu tenho uma habilidade que pode matar a alma do alvo em um instante. Você quer testá-la?” Ele perguntou.

“Será que existe tal habilidade divina?” O rosto de Han Xiao começou a empalidecer.

“O nível de força que eu alcancei não pode ser compreendido por pessoas como você!” O Velho Lu bufou em resposta.

De repente, uma nuvem negra e tempestuosa surgiu atrás de Lu Qian. Um raio crepitou e o trovão rugiu. Usando o mesmo sorriso costumeiro que sempre exibia, bateu na mesa com os pauzinhos e ordenou claramente: “Sente-se e coma”.

A dupla instantaneamente retornou às suas posições originais e continuou comendo, como se nada tivesse acontecido.

A Capital Ocidental era vasta, compreendendo oito distritos e três cidadelas interligadas por estradas militares.

O Distrito 1 era o distrito central e a sede do governo da Capital Ocidental. Cidadãos regulares não podiam entrar.

Embora as Seis Nações estivessem unidas contra a Organização Germinal, elas ainda eram competitivas umas com as outras. Afinal, as alianças eram apenas temporárias. O assassinato de figuras importantes ocorria com frequência entre as Seis Nações e, embora sempre culpassem esses incidentes na Organização Germinal ou em outros indivíduos perigosos, os governos sabiam que 70% dos casos eram eles que estavam por trás.

A Organização Germinal, o exército de andarilhos, agências de inteligência e mediadores, traficantes de armas ilegais, criminosos individuais, assassinos mercenários, hackers e outros tipos de grupos obscuros compunham o submundo do planeta.

A Torre do Chifre de Dragão era o edifício central do governo, de onde os altos escalões operavam. Suas paredes eram consideradas fortes o suficiente para repelir mísseis intercontinentais.

A sede de um departamento secreto estava situada abaixo da Torre do Chifre de Dragão.

Abaixo da Torre do Chifre de Dragão, em um andar não revelado estava a Divisão de Defesa Estratégica do Dragão Estelar.

Havia dezenas de telas penduradas na parede, exibindo inúmeros dados e informações. Agentes de inteligência digitavam em seus teclados enquanto outros se movimentavam. Este lugar era a rede central do governo, onde a informação era filtrada e canalizada.

A Divisão 13 serviu não apenas como olhos e ouvidos do Dragão Estelar, mas também como uma faca escondida.

“Relatórios: ‘Zero’ foi localizado.”

Uma secretária de aparência delicada bateu abruptamente a porta do escritório do diretor do departamento. Um homem de rosto severo estava sentado atrás da mesa. A baba podia ser vista no canto da boca dele.

“Fale”, Disse ele em voz baixa.

“Diretor, você estava secretamente tirando uma soneca de novo?” A secretária de óculos olhou para ele.

“Corte a porcaria!” O diretor de inteligência olhou para trás. “Diga.”

“Zero está atualmente escondido em uma oficina de manutenção de máquinas no Distrito 7.”

O diretor se afastou de sua secretária e ela pôde ouvi-lo suspirar em contemplação, de costas para ela. Depois de um momento, ele se virou para encará-la novamente e disse: “Os superiores querem adotar uma abordagem amigável”.

“Você acabou de se virar para limpar sua baba, não é?”

“Eu realmente me arrependo de promover você…”

A secretária empurrou os óculos e o ignorou. “Como exatamente devemos proceder?”

“Como Zero veio sozinho para a Capital Ocidental, ele deve cooperar… Ative o protocolo de proteção imediatamente. Não devemos deixar que os agentes da Germinal saibam de sua presença aqui. Os hackers devem interceptar qualquer notícia de sua fuga e evitar vazamentos. Além disso, envie um Agente disfarçado para checá-lo; ele pode ser apenas um espião que eles enviaram. Obtenha confirmação antes de entrar em contato direto.”

“Um traidor que vale uma recompensa de um milhão de dólares. Há duas possibilidades: ou ele possui informações importantes, ou ele possui grande poder. Por enquanto, não podemos determinar quão perigoso ele pode ser, então prossiga com extrema cautela. Eu não quero uma repetição do que aconteceu com o Aranha Negra. Duas ruas foram bombardeadas e ainda não conseguimos apreendê-lo. Fui repreendido por duas horas inteiras pelo ministro como resultado disso.”


⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒


Nota:

[1] Char siu é carne de porco marinada com uma mistura doce, enfiada em espetos e assada num forno, numa preparação típica da culinária de Cantão. É servida simples, para ser comida com arroz ou massa, ou agregada a uma sopa ou um assado.

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo