TLM – Capítulo 28

⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒


Capítulo 28: Ciúme

Tradutor: Asu | Editor: Asu

Ferro-Velho Kero era o território do Texugo. Han Xiao planejou matar dois coelhos com uma cajadada só. Ele largou as ferramentas e chamou Lu Qian com um pedido.

“Eu quero tirar o dia de folga.”

“Tudo bem”, respondeu Lu Qian, piscando. “Algo está errado?”

“Não, por quê?” Han Xiao fez uma pausa.

Han Xiao sempre parecia letárgico e entediado, e Lu Qian, sendo a mulher observadora que ela era, notara a súbita mudança de ar ao seu redor. Se ela tivesse que descrever o tipo de sentimento que Han Xiao estava lhe dando agora, por algum motivo, era ‘perigoso’ a palavra que lhe veio à mente.

“Se você está enfrentando alguma dificuldade, eu definitivamente vou ajudá-lo”, disse ela em um tom sério.

Sem saber o que dizer, Han Xiao olhou para ela, o que a levou a se mexer desconfortavelmente. Ela se afastou de Han Xiao e girou o cabelo, dizendo: “Você não sabe que é rude encarar?”.

Han Xiao também se virou e respondeu: “Eu não voltarei para o jantar”.

“Eu estava realmente pensando em deixar você experimentar a minha mais recente criação, pimenta preta, abacaxi assado e costelas com salsa”, Respondeu Lu Qian, desanimada.

Han Xiao estremeceu. Que tipo de culinária do inferno é essa?

Han Xiao retornou ao seu quarto para se preparar. Depois de um tempo, ele saiu com uma mochila e um carrinho.

―◊◊◊―

“Chefe, esse garoto é o alvo?”

Um homem de óculos estava seguindo Han Xiao. Toda vez que Han Xiao se virava, ele desaparecia instantaneamente, fazendo uso de seus arredores, seja uma cabine telefônica pública ou uma banca de revistas. Ele era claramente um profissional. Ele estava usando o mini comunicador em seu ouvido para se comunicar com seu parceiro que estava escondido em um furgão velho a duas ruas de distância. Havia um total de cinco homens mascarados no furgão. Eles não eram outros senão os agressores de Han Xiao.

Eles eram o Esquadrão Picada de Abelha, um grupo de mercenários que se especializou em caçar recompensas. Eles eram decentemente bem conhecidos em redes do submundo, tendo completado com sucesso numerosas missões. Eles por acaso ‘tropeçaram’ na trilha de Han Xiao.

Para eles, essa missão era mais importante do que qualquer outra que já haviam assumido antes. A recompensa de lado, eles estavam esperando ganhar o favor da Organização Germinal e ganhar seu apoio.

“Como esse garoto pode valer um milhão? Ele parece tão comum! Isso será um pedaço de bolo”, Disse o segundo em comando da equipe, cheio de confiança.

“Não se esqueça de que estamos no centro do território do Dragão Estelar. Aja rapidamente”, Lembrou a líder, Kelly, enquanto inspecionava sua arma.

―◊◊◊―

“O alvo está em movimento.”

Um Jipe preto sem placa estava seguindo Han Xiao de longe. Dentro do Jipe havia uma equipe de agentes de campo da Divisão 13, liderados pelo seu capitão da missão, Li Hui. Além dele, estavam outros oito agentes totalmente equipados e Feng Jun, que atuava como conselheiro. Eles estavam armados com armas tranquilizantes.

Assim como Han Xiao esperava, seus agressores, o Esquadrão Picada de Abelha, estavam de fato sendo usados ​​pela Divisão 13 para testá-lo, e esses agentes foram, de fato, encarregados de desempenhar o papel de herói.

Feng Jun trouxe um vídeo de Han Xiao.

“O alvo parece estar indo para o Ferro-Velho Kero do Distrito 7. O Esquadrão Picada de Abelha está seguindo ele. Seria ideal se a batalha acontecesse dentro do ferro-velho.”

―◊◊◊―

Han Xiao chegou ao ferro-velho, para surpresa do Texugo.

Por que ele está aqui?

“Eu vim para encontrar algumas peças de reposição”, Han Xiao mentiu casualmente. Foi uma desculpa razoavelmente convincente.

Texugo então convidou Han Xiao para o almoço, assumindo que ele iria recusar, mas inesperadamente, Han Xiao concordou, fazendo com que ele fosse visivelmente pego de surpresa.

Han Xiao tirou sua máscara de pó, revelando seu rosto para o Texugo. Texugo achou seu rosto estranhamente familiar, mas não ligou muito.

Embora Han Xiao fosse inquestionavelmente famoso no mundo do crime, bandidos de pequeno porte como o Texugo eram, em grande parte, irrelevantes. Por isso, muitas vezes não estavam a par ou não se incomodavam com as últimas novidades.

Embora Han Xiao estivesse usando a máscara para manter sua identidade em segredo, isso não importava mais.

Uma mesa de banquete foi puxada pelos homens do Texugo. Han Xiao e o Texugo sentaram-se em lados opostos, encarando um ao outro enquanto conversavam.

“Como foi o último lote de armas?”

“O 73-WASP é uma arma excelente. Até os exércitos das Seis Nações a estão usando. Uma delas vale de seis a sete mil no mercado negro. Eu ganhei muito graças a você”, respondeu Texugo enquanto fumava um charuto. “E a qualidade de suas armas é muito melhor do que aquelas armas de segunda mão no mercado.”

Apesar de um lote de armas produzidas em massa não variar muito em qualidade, sempre haveria pequenas diferenças de arma para arma. Essas diferenças surgiram da composição inata dos materiais, mas poderiam ser minimizadas por um mecânico experiente. Um perito em armas seria capaz de dizer se uma arma é feita à mão a partir de uma arma produzida em massa.

“O que há aí?” Texugo perguntou, apontando para a mochila e o carrinho.

“Algumas peças de reposição”, respondeu Han Xiao. Texugo ficou satisfeito com a resposta.

Eles continuaram conversando até o anoitecer chegar, e o céu se transformou em uma linda tonalidade de laranja e índigo.

Um dos capangas do Texugo de repente correu para o local, dizendo: “Chefe, alguém está procurando por você.”

“Você não vê que eu estou com um convidado?” Respondeu Texugo, claramente irritado.

O capanga sussurrou algumas palavras no ouvido do Texugo que o fez olhar para Han Xiao de forma contemplativa. Ele então se levantou da cadeira e sorriu para Han Xiao.

“Por favor, me dê licença por um momento”, Disse ele antes de sair.

Han Xiao estreitou os olhos. Algo está acontecendo.

―◊◊◊―

Meia hora atrás.

“Primo, eu viajei até aqui para poder desfrutar de uma boa vida sob seus cuidados. Por favor, não me abandone!” Suplicou Ma Jie enquanto ele perseguia um jovem.

Ele tinha vindo para a Capital Ocidental com a intenção de se juntar à gangue de seu primo, mas seu primo o considerou indigno e lhe deu uma posição de zelador. Obviamente, Ma Jie não se contentaria com isso, mas o que mais ele poderia fazer senão implorar?

“Eu já lhe disse antes, não me chame de primo!” Gritou o jovem irritado.

“Claro, claro. Meu erro. Vou me dar um tapa”, Respondeu Ma Jie, depois do que ele realmente se bateu.

“Apenas olhe como você é patético. Eu deixo você vigiar a porta precisamente porque somos parentes! Você sabe quantos andarilhos por aí só têm comida estragada para comer? Eu vou ver um figurão agora; não me siga!”

“Figurão?” Os olhos de Ma Jie se iluminaram. “Quem?”

“O chefe do Distrito 7, Sr. Texugo! Cada distrito diferente do Distrito 1 tem um chefe do submundo. Você sabe o quão poderosos eles são?”

―◊◊◊―

Antes da dupla perceber, eles chegaram na entrada do ferro-velho. Ma Jie tentou segui-lo, mas o jovem olhou para ele, fazendo-o desistir. Assim que Ma Jie estava prestes a sair, ele olhou para além dos portões e notou que Han Xiao estava sendo recepcionado. Que diabos?

“Esse não é o garoto que entrou sorrateiramente comigo?”

Um bandido parou o jovem.

“Não fique aqui”, ele disse.

“Eu também sou um dos homens do chefe”, respondeu o jovem respeitosamente. “Eu vim para fazer um relatório.”

De repente, Ma Jie os interrompeu.

“Quem é aquele cara?” Ele perguntou, apontando para Han Xiao.

“Quem lhe deu o direito de falar?”, Perguntou o primo enfurecido que fez um gesto para dar um tapa nele. No entanto, o bandido parou.

“Essa pessoa é um convidado importante do chefe”, respondeu ele.

Um convidado importante? Ma Jie ficou chocado, mas seu choque foi imediatamente substituído por ciúmes e amargura. Isso é injusto! Por que esse pirralho ignorante está indo muito melhor do que eu?

Cenas de sua conversa se repetiram em sua mente, fazendo-o sentir-se envergonhado.

“Você conhece o Técnico Han?”

“Não realmente, mas falamos um pouco quando estávamos entrando ilegalmente.”

Os olhos do bandido de repente se iluminaram.

“Siga-me! O chefe vai querer ver você!”

Ma Jie e o jovem ficaram aturdidos.


⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒

Rolar para o topo