TLM – Capítulo 29

⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒


Capítulo 29: Briga

Tradutor: Asu | Editor: Asu

A dupla foi levada para um quarto.

“O que você quer de mim?” Perguntou Ma Jie nervosamente.

“Relaxe, não é nada. Esse cara é um mecânico que sabe como fazer armas e nosso chefe tem pensado em se mover contra ele por um tempo, mas já que não temos certeza de seu histórico, ainda não agimos. Eu só quero saber tudo o que você sabe sobre ele.”

Os olhos de Ma Jie se iluminaram com o pensamento de ser capaz de ganhar o favor do chefe. Esta foi uma oportunidade única na vida que poderia permitir que ele superasse seu primo! Ele zombou e lançou um olhar desdenhoso para seu primo.

Quem se importa com o que acontece com aquele bastardo Han Xiao?

Depois de esperar cerca de meia hora, o Texugo veio ao encontro deles. Quando ele chegou, tanto Ma Jie quanto seu primo se apressaram em cumprimentá-lo. Ma Jie estava tão tenso que ele derrubou a própria cadeira.

“Você conhece o passado do Técnico Han?” Perguntou Texugo.

“O nome dele é Han Xiao. Ele é um andarilho que entrou na cidade comigo. Foi a primeira vez que ele veio para cá; ele não tem parentes.”

“Isso é tudo?” Os olhos do Texugo se contraíram.

A visão do descontentamento do chefe fez com que Ma Jie se lembrasse de algo mais.

“Ah, certo, ele estava de mãos vazias quando chegou aqui. Suas roupas também eram extremamente esfarrapadas, e ele parecia um ninguém.”

“Muito bom.”

Texugo virou-se e saiu.

“Qualquer coisa para você, chefe”, gritou Ma Jie quando ele se virou.

Texugo fez uma pausa e se virou para olhá-lo.

“Eu gosto de você. Junte-se à minha gangue.”

Os olhos de Ma Jie se arregalaram de alegria.

Eu ganhei na loteria!

Depois que o Texugo foi embora, Huang Mao começou a bajular Ma Jie. Seus papéis estavam agora invertidos.

“Ma Jie, por favor, cuide bem de mim no futuro.”

“Como você acabou de me chamar?” Zombou de Ma Jie.

“Pri- primo”.

Ambos seguramente se mostraram despreocupadamente rápidos em se adaptar. Ma Jie colocou o braço em volta dos ombros de Huang Mao alegremente.

“Irmão, posso saber o que o chefe pretende fazer com Han Xiao?” Ele perguntou ao bandido.

“Não é óbvio? Vamos forçá-lo a liberar os projetos para as armas antes de silencia-lo!”

“Isso é bom então”, respondeu um aliviado Ma Jie.

―◊◊◊―

Menos de três minutos depois, o Texugo retornou ao salão de banquetes. Han Xiao deixara todos os pratos intocados. Texugo sorriu.

“Han Xiao… certo?”

“Parece que você descobriu meu nome.”

Sentindo a calma antes da tempestade, Han Xiao furtivamente alcançou o Braço Mecânico Leve em sua mochila.

Click!

Ele equipou. Embora ele já tivesse pretendido fazer a batalha desde o início, Han Xiao ainda permanecia tão vigilante como sempre. Ele aprendeu a importância da vigilância da maneira mais difícil no Galaxy, mas essa é uma história para outra época.

Texugo começou a bater os dedos na mesa.

“Hehe. Eu sempre fui curioso sobre a sua verdadeira identidade, mas acontece que você é apenas um andarilho! Devo dizer que você tem sido muito cauteloso todo esse tempo.”

“E daí?”

O rosto do Texugo escureceu.

“Você entende a situação em que está? Entregue tudo o que sabe sobre fazer armas!”

“Por que tão frio?”

“Frio? Não éramos mais que parceiros de negócios!”

“Você acreditaria em mim se eu dissesse que posso matar todos vocês se eu quisesse?” Han Xiao sorriu zombeteiramente.

Texugo estalou os dedos enquanto ele zombava. Em um instante, os quatro bandidos em volta dele apontavam suas armas para Han Xiao.

“Você achou que eu não estaria preparado? Que piada! Todas essas armas apontadas para você foram criadas por você!”

Além do Texugo e dos quatro bandidos do outro lado da mesa, havia mais dois homens de guarda do lado de fora da sala, e havia pouco espaço para Han Xiao manobrar na sala compacta.

“Mesmo se eu te disser, você ainda vai me silenciar.”

Texugo riu friamente. Foi exatamente como Han Xiao disse.

“Eu espero que você coopere embora. Pelo menos isso vai lhe poupar algum sofrimento.”

“E se eu não fizer?”

“Eu tenho alguns homens que são bons em coisas como tortura. Você vai falar eventualmente.”

De repente, o ar sobre Han Xiao mudou quando ele decidiu largar a fachada.

“Você realmente acha que me encurralou?”

A mudança repentina alarmou o Texugo, mas ele balançou a cabeça.

“Mesmo se você tiver algum tipo de trunfo nessa sua mochila, você realmente acha que pode se mover mais rápido que uma bala?”

“E se eu te dissesse que há explosivos poderosos aqui?”

Guaxinim riu. A aparição de Ma Jie fora, sem dúvida, uma coincidência. Como Han Xiao poderia ter se preparado? Quem ele estava tentando enganar?

“Eu não sei quem é a pessoa que te contou sobre mim, mas ele obviamente sabe muito pouco. Por que você não tenta verificar a rede do submundo para ver as recompensas mais recentes?”

Texugo franziu a testa. Como poderia Han Xiao permanecer tão calmo e com o que ele estava jogando?

Embora o Texugo tivesse algum poder na Capital Ocidental, ele era na verdade apenas um pequeno grupo no grande esquema das coisas ― insignificante demais para participar dos assuntos do submundo. Por isso, ele deu pouca atenção a esses assuntos.

Ele deve estar apenas tentando comprar mais tempo! Por que eu deveria mesmo ouvi-lo?

“Desde que você não acredita em mim, quer apostar? A vida é sempre cheia de surpresas de qualquer maneira. Agora que eu notei, esta sala é bem pequena, não é? Perfeita para uma explosão. Primeiro vem à explosão, seguida pelos estilhaços. Então, todo este lugar será arrasado, mas acho que tudo bem, já que todos nós morremos no estilhaço inicial… ”

“Chega! Eu não tenho tempo para piadas. Se levante, ou eu vou encher você com buracos!”

Han Xiao encolheu os ombros, suspirando, “Não podemos conversar sobre as coisas? Tudo bem, eu vou dar―”

De repente, quando os últimos raios de sol se dissiparam, a escuridão desceu.

Han Xiao estava esperando por isso!

Vroom!

O braço mecânico rugiu para a vida, destruindo a mochila! Han Xiao virou a mesa de jantar, enviando panelas e pratos para o Texugo e os quatro bandidos.

Conversar sobre as coisas? Ha! Até parece!

Havia quatro bandidos na frente dele e dois atrás. Han Xiao sabia exatamente o que ele tinha que fazer. Ele pegou a mesa para usar como uma proteção e avançou como um imbatível colosso, segurando o braço mecânico na frente dele.

Crash!

Os quatro bandidos foram jogados de lado como moscas.

“Fogo!” gritou o Texugo enfurecido e com o rosto ensanguentado.

Os dois guardas restantes começaram a atirar.


⇐ Capítulo Anterior | Índice | Próximo Capítulo ⇒

Rolar para o topo