Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: Otakinho 』

“Meow, meow, meow.”

Assim que Theo saiu da passagem do 60º para o 50º andar, cantarolando uma música,

“Preciso me apressar, meow. Os humanos estão esperando, meow!”

Ele entrou apressadamente na passagem que levava do 50º ao 40º andar.

“É ele?”

Três lobos prateados, que estavam escondidos, apareceram assim que Theo desapareceu. Eles pertenciam à tribo Lobos de Prata, sua tribo ganhava dinheiro trabalhando como mercenários livres na torre por gerações.

Agora, estavam em uma missão emitida por Grid, o proprietário do 55º Andar, para recuperar um item roubado. Era um chapéu de palha comum, um item que poderia ser encontrado em qualquer lugar.

Eles não sabiam por que o Senhor de Terras Grid queria um chapéu de palha comum. Mas isso não importava. Eles eram mercenários que se moviam mediante pagamento.

Assim, a única pista que encontraram ao mobilizar toda a tribo foi que um dos ladrões havia entregado o chapéu de palha junto com outros bens roubados à oficina do ferreiro na área comercial do 75º andar.

Enquanto buscavam pelo chapéu de palha com aquela pista, um dos empregados do ferreiro lembrou-se de quem comprou o chapéu de palha.

“Um mercador viajante gato com pelo amarelo comprou ali dos itens sortidos.”

Então, rastrearam todos os gatos mercadores viajantes com pelo amarelo e descobriram que Theo foi visto pela última vez aparecendo aqui, e permaneceram aqui aguardando seu retorno.

“Chefe Elka, o que devemos fazer?”

“Vamos continuar seguindo-o por enquanto.”

Eles eram mercenários, mas devido ao acordo entre a Associação dos Mercenários Livres e a Associação dos Mercadores Viajantes, os mercenários também poderiam usar a passagem dos mercadores se pagassem uma taxa de uso.

Então, os três lobos seguiram Theo até a passagem.

E então,

“Por que os Lobos Prateados estão aqui?”

Jeras, que também esperava para seguir Theo, entrou rapidamente na passagem também.

Sem saber que estava sendo seguido, Theo dirigiu-se para o 38º andar, onde os humanos estavam esperando.

***

Dia 186 Preso.

Depois de almoçar na superfície, Sejun tirou uma soneca com o coelho preto e o ursinho e desceu para a caverna.

E então,

Snip.

Enquanto colhia os tomates-cereja dos galhos,

Squeak.

Meep.

O marido coelho veio com a foice e apontou para o milharal. Os pés de milho ficaram exuberantes com grandes talos verdes após a colheita do milho.

“Por que o milharal?”

Sejun não sabia se o milho voltaria a crescer como os tomates-cereja ou se precisava cortá-lo completamente e replantá-lo, então deixou os pés de milho sem vigilância.

Meep!

O coelho com a foice gesticulou como se estivesse cortando a base do talo de milho no milharal.

“Oh, eu preciso cortar isso?”

Squeak.

O marido coelho acenou com a cabeça. Parecia que precisava cortá-lo e replantá-lo.

Então, Sejun terminou de colher os tomates-cereja e cortou os pés de milho.

Snip. Snip.

Sejun amarrou os pés de milho cortados com uma corda e os moveu para a superfície. Ultimamente, ele vinha cobrindo a área onde plantou com folhas de cebolinha e galhos de tomate-cereja.

O motivo foi evitar que a umidade evaporasse devido ao sol. Ao fazer isto, o período de rega poderia ser um pouco atrasado, permitindo-lhe poupar algum trabalho para outras tarefas.

“Puxe!”

Rosnando e gemendo, o ursinho puxou os pés de milho amarrados em grupos de 40. Dessa forma, um total de 139 pés de milho foram movidos para a superfície em quatro puxadas.

Sejun espalhou cuidadosamente os pés de milho na plantação de amendoim, tomando cuidado para não cobrir as áreas onde o amendoim foi plantado. Ele então espalhou amplamente os pés de milho restantes no campo que havia preparado de antemão.

E quando o trabalho terminou,

Roar.

A Mamãe Urso veio buscar seu filhote.

Growl!

O ursinho acenou para Sejun do topo da cabeça de sua mãe.

“Tchau! Vejo vocês amanhãs.”

Sejun também acenou para o filhote, desceu até a caverna, terminou o trabalho restante e foi para a cama.

***

A manhã seguinte.

Roar.

Ao contrário do normal, não foi o ursinho, mas a Ursa Gigante Carmesim que acordou Sejun.

“Hmm… O que está acontecendo?”


[A Administradora da Torre relata que a Ursa Gigante Carmesim encontrou vestígios de outro monstro ao redor da caverna.]


Aileen respondeu à pergunta de Sejun.

“Outro monstro?”

Até os coelhos, que tinham audição sensível, ficaram quietos a noite toda…


[A Administradora da Torre relata que a Ursa Gigante Carmesim pensa que são os chifrudos.]


“Chifrudos?”

Ao ouvir a palavra “chifrudos”, Sejun imediatamente pensou no monstro que fez vários buracos de 7m de profundidade durante o evento Lua Azul.

“Isso é sério…”

Sejun primeiro subiu à superfície e olhou em volta. Felizmente, não destruíram o campo como antes.

Em vez de,

“Huh?!”

Todos os pés de milho que cobriam o campo desapareceram.

***

Woocheon-sam (Minotauro 1003) estava vagando em busca de grama saborosa, conforme orientação do Rei Minotauro.

Naquele momento,

Sniff, Sniff.

Um cheiro bom vinha de algum lugar.

O que é isso?

Woocheon-sam entrou cautelosamente na área devastada. Esta era uma área inútil onde ninguém reivindicava território.

Porém, por não ser território de ninguém, todos os monstros podiam vagar livremente, então era necessário cautela. O forte cheiro de pelo vermelho sugeria que alguém havia passado por ali não muito tempo atrás.

Woocheon-sam caminhou com cuidado para evitar fazer barulho e chegou ao local de onde vinha o cheiro.

Ao ver as ervas com cheiro perfumado descartadas no chão, ele as pegou ansiosamente.

O chefe vai me elogiar.

Woocheon-sam, com as duas mãos cheias de grama, retornou ao seu próprio território.

Dessa forma, todos os pés de milho, folhas de cebolinha e galhos de tomate que Sejun espalhou para evitar a evaporação da umidade foram roubados.

***

Roar!

A Mamãe Urso informou Sejun sobre a intrusão do monstro e saiu para patrulhar. O plano era focar em patrulhar a direção onde as criaturas foram avistadas.

Com a Mamãe Urso saindo de sua vista, Sejun ficou perdido em pensamentos.

“Bem, vamos ser gratos por agora.”

Embora fosse um mistério o motivo pelo qual o monstro levou os pés de milho e outras plantas que estavam espalhadas no chão, decidiu se contentar com o fato de ninguém ter ficado ferido.

No entanto, não havia garantia de que seria o mesmo na próxima vez, por isso foram necessários preparativos.

“Eu realmente preciso de força para me proteger.”

O que Sejun considerou uma medida foram as abelhas venenosas. Ele estava pensando em aumentar seu número para proteger os arredores.

O número de abelhas venenosas na caverna aumentou rapidamente e agora ultrapassa 200. Ainda é um número difícil para competir com um único monstro, mas se continuar a aumentar, atingirá um nível que pode ameaçar os monstros.

Com esses pensamentos em mente, Sejun sentou-se silenciosamente em frente ao local onde estava o casulo de Rainha Abelha Venenosa, perto da rocha onde a corda estava amarrada.

Hoje era o dia em que a Rainha se metamorfoseava.

De acordo com a descrição do casulo, o primeiro ser que veem após a metamorfose é reconhecido como seu mestre. Então, Sejun planejou fazer uma pausa na agricultura hoje e esperar aqui até que a metamorfose da rainha terminasse.

Enquanto Sejun removia cuidadosamente as folhas que cobriam o buraco onde o casulo da rainha estava colocado e olhava para dentro,

Rustle. Rustle.

A rainha estava lutando para sair do casulo.

“Seja forte.”

Sejun torceu silenciosamente pela rainha e cobriu-a novamente com folhas.

Sejun, certificando-se de que ninguém por perto pudesse interferir, comeu silenciosamente batatas-doces seca com café enquanto esperava o fim da metamorfose, para não atrapalhar a metamorfose da rainha.

Para o caso de a metamorfoseada rainha estar com fome, ele também preparou mel e um galho de tomates-cereja com flores.

E então, Sejun tomou seu lugar e esperou, imaginando quanto tempo havia passado.

Buzz, buzz.

O som de batidas fracas começou a ser ouvido no poço onde Sejun havia colocado o casulo da rainha da Abelha Venenosa.

“Poderia ser?!”

Enquanto Sejun levantava ligeiramente as folhas,

Flap. Flap.

A rainha voou lentamente do buraco e fez contato visual com Sejun.


[Você metamorfoseou com sucesso o casulo da Rainha Abelha Venenosa.]

[A recém-nascida Rainha Abelha Venenosa o reconhece como seu mestre.]

[Sua proficiência com Apicultura Nv. 2 aumentou muito.]

[Sua proficiência com Apicultura Nv. 2 chegou ao limite e o nível aumentou.]


Flap. Flap.

A rainha esfregou seu corpo na mão de Sejun, demonstrando carinho.

Então, como se estivesse com fome, aproximou-se da flor de tomateiro e começou a sugar o néctar.

“Coma o quanto quiser.”

A rainha, que protegeria os arredores da caverna, sugou mel e recuperou as forças.

***

“Isso foi abandonado no deserto?”

“Sim chefe.”

“Você fez bem.”

“Obrigado!”

Woocheon-sam ficou muito feliz com o elogio do Rei Minotauro.

Chomp, chomp.

O Rei Minotauro ficou surpreso ao mastigar e comer a grama que Woocheon-sam havia trazido. Era uma melhor que a outra.

Era inacreditável que tais gramas fossem abandonadas no deserto. Ele queria enviar seus subordinados para reivindicar todo o deserto, se pudesse, mas a quantidade de grama era muito pequena.

A quantidade de grama colocada na frente do Rei Minotauro era apenas um décimo do que foi roubado de Sejun. O resto…

Burp. 

“Me desculpa, chefe.”

Woocheon-sam pediu desculpas ao Rei Minotauro depois de arrotar. Durante o processo de buscar a grama, Woocheon-sam estava com tanta fome que comeu grama até ficar satisfeito. Graças a isso, o Rei Minotauro não enviou seus subordinados para o deserto.

“Woocheon-sam, volte para o deserto e traga mais dessa grama.”

“Sim, chefe!”

Ao comando do Rei Minotauro, Woocheon-sam voltou para o deserto. Claro, como estava satisfeito, achou que deveria ir para algum lugar tranquilo e dormir um pouco primeiro.

***

38º Andar da Torre.

Cinco dias se passaram desde que os caçadores esperavam por Theo. A maioria dos caçadores desistiu e foi embora, e apenas duas equipes que realmente precisavam dos Tomates-Cereja Mágicos permaneceram.

“Você acha que ele pode ter ido para outro andar?”

“Não, é possível que tenha havido um problema com o fornecimento de mercadorias.”

Enquanto consideravam vários cenários para a ausência do Theo,

“Humanos, eu cheguei, meow!”

Theo apareceu.

“Ele está aqui!”

“Theo, por que você está tão atrasado?!”

Os caçadores deram as boas-vindas a Theo.

“Desculpem, meow, eu tinha alguns negócios pendentes. Mas o que, meow? Minha popularidade diminuiu?”

As orelhas de Theo caíram ao ver menos humanos do que esperava. Ele havia previsto uma grande multidão para os Tomates-Cereja Mágicos de grau D que estava prestes a apresentar desta vez.

“Não, todo mundo queria vir, mas achamos que você ficaria desconfortável, então sorteamos quem viria.”

“Poxa, meow. Vocês não precisam fazer isso da próxima vez.”

Ao ouvir as palavras de Kim Dong Sik, os ouvidos de Theo se animaram novamente.

“Entendido.”

Inconscientemente, Kim Dong Sik contou uma mentira inocente para este pobre gato.

‘Por que eu fiz isso?’

Kim Dong Sik não conseguia entender seu próprio comportamento. Vendo Theo desapontado, ele só queria animá-lo de alguma forma.

Enquanto Kim Dong Sik, sem saber que estava gradualmente se tornando servo de um gato, tentava compreender suas ações,

“Os Tomates-Cereja Mágicos que estou vendendo hoje são especiais, meow!”

“Nós sabemos. É por isso que viemos comprar tomates especiais.”

“Não, desta vez é ainda mais especial, meow! É um tomate-cereja mágico de grau D! Meow.”

“O que?! Grau D?”

Os caçadores, que inicialmente pensaram que Theo estava brincando, ficaram sérios. Um grau mais alto na torre significava efeitos superiores. Os caçadores acharam que valeu a pena esperarem.

“Podemos ver as opções?”

“Eu também quero ver!”

“Eu também!”

Os caçadores correram até Theo para ver as opções dos Tomates-Cereja Mágicos de grau D com pressa.

“Humanos! Façam fila, meow!”

Theo alinhou os caçadores e deixou-os verificar as opções dos Tomates-Cereja Mágicos um por um.

“É realmente grau D.”

“Queima até 20g de gordura?”

“A taxa de aumento mágico também subiu para 0,2.”

“Agora dura 60 dias.”

Depois que os caçadores verificaram todas as opções,

“Hoje vou vender um total de 2.000, 400 cada, através de um leilão, meow.”

Theo declarou o início do leilão.

“70 Moedas da Torre por 400 unidades!”

“90 Moedas da Torre por 400 unidades!”

Em duas propostas, o preço dos Tomates-Cereja Mágicos de grau D ultrapassou 0,2 Moedas de Torre.

Os caçadores gritavam preços altos sem pensar em dinheiro. O Tomate-Cereja Mágico de Grau D era um item que ainda não havia sido lançado lá fora. Considerando a sua raridade, este negócio era uma forma infalível de fazer mais do que duplicar o investimento.

O preço disparou assustadoramente, vendendo cerca de 0,3 Moeda da Torre por cada Tomate-Cereja Mágico de grau D, e…

“Esgotou, meow!”

Theo vendeu todos os 2.000 Tomates-Cereja Mágicos de grau D, recebeu um total de 612 Moedas da Torre e seu valor total de vendas excedeu 1.000 Moedas da Torre

“Puhuhu. Finalmente, me tornarei um Mercador Viajante Intermediário, meow! Agora, não preciso ter medo do Park Sejun, meow!”

Finalmente, Theo poderia permanecer orgulhoso na frente de Sejun.

Picture of Olá, eu sou o Crimson!

Olá, eu sou o Crimson!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥