Capitulo 14: Leilão (2)

O Vilão Quer Viver

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Notícias sobre as ações de Deculein se espalharam rapidamente por Hadekain, a capital de Yukline, a cada segundo.

“O quê? Agora? Na casa de leilões?”

As sobrancelhas de Yeriel franziram.

Deculein já havia gastado dez milhões de Elnes das finanças da propriedade no ano passado, mas já havia entrado em outra licitação. Ela não conseguia acreditar. Ele não parecia satisfeito com a destruição que já havia causado.

“Sim. Acredito que o leilão está acontecendo agora.”

“Eu vejo.”

Ouvir a resposta desapaixonada do mordomo a deixou nauseada. Já que ela estava agindo como o verdadeiro senhor do Castelo Hadekain, ela tentou o seu melhor para minimizar suas despesas. Daí porque ela achou tais ações incompreensíveis.

“… Tudo bem. Você pode ir.”

“Como quiser.”

Slam!

“Porra!”

Assim que o mordomo saiu da sala, Yeriel bateu com a mão na mesa. Ela então abriu com força uma garrafa de uísque e derramou um pouco em um copo enquanto a raiva ferveu dentro dela.

“Foi por isso que ele pediu fundos para comprar a mina? Ele ficou louco? “

Gole.

Ela esvaziou o copo de uma vez. O álcool queimou em seu corpo, mas fez sua cabeça, que estava prestes a explodir, esfriar.

“Argggh! Gaaaargghh! “

Yeriel gritou de frustração.

“Pelo amor de Deus! Seriamente!”

Além da etiqueta, ela estava confiante que era muito mais habilidosa do que Deculein em todas as áreas, incluindo afinidade mágica, talentos administrativos, compreensão cultural, industrial e até moral. No entanto, Deculein foi o único feito senhor de Yukline.

E poderia ficar assim enquanto eles respirassem.

“Por que…”

Seus pais acreditavam nos talentos de Deculein a tal ponto que decidiram sobre seu sucessor cedo demais. Ele era uma criança talentosa; isso era inegável. Afinal, ele conseguiu entender a magia de nível universitário aos dez anos.

No entanto, esse era o seu limite.

Pode ser comparado à sua altura, que já ultrapassava 160 cm quando ele tinha apenas dez anos. Isso fez com que todos acreditassem que ele havia se tornado um homem alto e bem constituído. Para sua surpresa, no entanto, seu corpo parou de crescer nessa idade. Simplificando, ele não era talentoso. Ele apenas se desenvolveu prematuramente.

Foi por esse motivo que seus pais uma vez lhe disseram que se arrependiam. Eles se arrependeram de sua decisão.

“Você deveria ter se tornado o senhor em vez de Deculein.”

… Essa linha estava além de qualquer coisa que ela imaginou.

“Porra! Arrependimentos sempre vêm no final.”

Era tarde demais. Não havia espaço para ser desfeito agora. Seus pais já haviam falecido, deixando-o no trono de Yukline por tempo indeterminado. Yeriel percebeu que tal realidade era injusta, mas não havia nada que ela pudesse fazer.

Deculein se parecia com seu pai, e ela se parecia com sua mãe, que se tornou esposa de seu pai somente depois que a primeira, a mãe de Deculein, faleceu. Isso deixou claro que Deculein se tornaria o senhor.

A situação era horrível, mas não havia nada de errado com isso. Ela entendeu que isso estava fadado a acontecer, já que era o curso natural dos eventos. No entanto, ela ainda julgava que o destino era muito cruel para sofrer.

Ela poderia ter feito melhor, muito melhor do que aquele idiota cuja perícia girava apenas em torno de sua extravagância.

“Ah… sinto falta deles…”

Ela bebeu a garrafa inteira em questão de poucos instantes. Não demorou muito para que seus efeitos entrassem em ação e ela ficasse bêbada.

Yeriel deitou a cabeça na mesa enquanto murmurava vagamente.

“Por que eles morreram tão cedo…”

Passaram-se sete anos desde suas mortes. Desde então, houve vários momentos em que ela queria sentir o abraço deles, mesmo que apenas mais uma vez. Não, ela desejava isso tão frequentemente quanto seu choro: quase diariamente. No entanto, ela tinha vinte e seis anos agora e era a representante do Lorde. Ela cumpria o dever de Deculein como membro da família Yukline desde sua juventude melancólica.

“… Esse bastardo é um verdadeiro pé no saco.”

Bang—! Bang—! Bang—!

Em vez de chorar, ela bateu em sua mesa repetidamente até que ela teve o suficiente. Ela então soltou um suspiro determinado.

“Bem, ele não gastaria tanto…”

Ela odiava gastos excessivos, pois isso ia contra sua dignidade. Suas emoções estavam dizendo a ela para abandonar essa dignidade e etiqueta, no entanto.

“Puta merda do bastardo…”

Houve um tempo em que ela pedia seu carinho. Ela estava até orgulhosa de sua existência. Mas Deculein sempre foi frio e opressor com ela e insistiu em fazer com que ela praticasse etiquetas que não combinassem com ela. Claro, Yeriel tentou o seu melhor naquela época. Embora ela não falasse tão bem quanto ele, ela ainda queria ganhar seu afeto.

E então, ela usava vestidos que ela achava inconvenientes, segurava o livro de etiqueta em suas mãozinhas e sempre o seguia. Ele a ignorou, empurrou-a e gritou com ela, mas ela acreditou que suas ações eram razoáveis. Afinal, ela era filha da segunda esposa do pai. Ela era apenas um ser sem valor que cresceu com tanta selvageria que não conseguia mais manter sua dignidade ou aprender qualquer coisa.

No entanto, o tempo provou que ele era aquele que estava muito além de agir como um nobre.

“… f-filho da puta.”

Yeriel ficou forte quando ela desistiu de conquistá-lo. Ela até chegou ao ponto em que agora podia xingar na cara dele. Embora alguns não pudessem dizer se ela tinha realmente ficado mais forte ou estava quebrada, não havia dúvida de que ela poderia cuidar de Yukline sozinha.

Ela ficou satisfeita com isso e, por sete anos, Yukline se desenvolveu como sua terra. Agora, todos os vassalos de sua terra a reconheciam como sua Lady[1]Feminino de Lord.

“Ha…”

Ela se consolou com esse fato e, no fundo, de seu coração, ela sabia estar orgulhosa disso.

#02#

A casa de leilões Routen Schatzinsel era conhecida por sua estética elegante. As bordas de seus assentos eram feitas de veludo vermelho e acabamento dourado admirado pelos nobres, e a plataforma do leilão brilhava como se fosse feita de ouro puro. Foi a personificação perfeita do Festival Vermelho e Dourado.

Cercado por fragrâncias delicadas e risos aristocráticos, olhei para o catálogo do leilão pendurado no braço do assento VVIP.

“Longo.”

Potes de cerâmica, colares, tesouras, anéis, relíquias, achados de locais históricos e a Obsidiana Floco de Neve. Muitos artefatos foram úteis para os magos, além do último item que observei. Verificando seu preço, descobri variar de 10 a 30 milhões[2] Entre 44.800.000 a 134.400.000 reais. Um preço razoável a pagar.

Eu gostaria de dizer algumas palavras para as senhoras e senhores da casa de leilões Routen Schatzinsel…

Logo, a voz do leiloeiro ressoou por todo o salão quando as luzes se apagaram. A tagarelice começou a cessar.

Os icebergs gelados que pareciam ter estado sempre lá finalmente derreteram, seguidos pelo surgimento de sementes verdes pelas terras.

Ele foi com sua abertura enquanto os itens eram carregados para o topo da plataforma.

Sim. A primavera já começou, e este item aqui será o primeiro a ser apresentado em nosso leilão de primavera!

À primeira vista, parecia um pote de cerâmica simples.

Dê uma olhada mais de perto em suas curvas finas. Este, senhoras e senhores, é o ‘Vaso de Flores do Oriente’, feito pelo Mestre Artesão do Extremo Oriente do Mar Egeu. Ele vem com um documento dos mestres artesãos da Associação de Potes de Cerâmica certificando ser da mais alta qualidade. O lance inicial é de 500.000 Elnes[3]2.240.000 reais, com incrementos de 50.000[4]224.000 reais”.

No começo eu não tive nenhum interesse. No entanto, minha curiosidade foi aguçada quanto mais eu olhava para ele.

“Isso é…”

O pote de cerâmica estava emitindo luz. Não havia necessidade de duvidar. O palpite do [Homem de Grande Riqueza] sempre foi correto.

Número 37 com 550.000 Elnes! Ah, número 693. 600.000 Elnes!

O primeiro leilão foi ferozmente, mas eu só me concentrei naquela luz. Seu brilho ficou mais denso conforme eu olhava mais de perto.

Número 37 com 650.000 Elnes! Ah, agora nosso distinto convidado, número 993!

Número 37 650.000, Número 993 700.000, Número 1038 750.000… o preço parou em 1,3 milhão de Elnes.

Agora, o número 1413 com 1,3 milhão de Elnes, há mais licitantes? Então direi o preço três vezes. 1,3 milhão de Elnes. 1,3 milhão de Elnes? 1,3 milhões-[5]Só me lembra os canais de leilão de boi e vaca que eu assistia quando era criança, porque eu via isso? Faço a mínima ideia

Seu preço era 1,3 milhão de Elnes e o saldo da minha conta era de 200 milhões de Elnes. Não havia razão para pensar mais.[6]Sou Rica

Toquei a pequena bola de cristal colocada no braço do meu assento.

Ah! Aí vem nosso nobre convidado, número 777, com 1,4 milhão de Elnes!

O leiloeiro reconheceu meu lance.

Número 1413, 1,5 milhão de Elnes!

O número 1413, que pediu 1,3 milhão, revidou. Pressionei a bola de cristal sem qualquer hesitação.

Número 777, 1,6 milhão!

Número 1413, 1,7 milhões!

1,8 milhão, 1,9 milhão, 2 milhões… a luz do pote não piscou nem uma vez enquanto o preço estava subindo.

Número 777, 2,5 milhões de Elnes. Haverá algum competidor?

Eu tinha certeza. O valor daquele pote de cerâmica estava muito acima do preço atual. Eu podia sentir isso não apenas pela minha visão, mas também pelos meus instintos.

Essa era a habilidade do [Homem de Grande Riqueza]. Em outras palavras, eu estava destinado a ser rico.

2,5 milhões de Elnes[7]11.200.000 reais, só colocarei em real o preço final.. Para qualquer licitante de último segundo, anunciarei seu preço atual três vezes.

O número 1413, que vinha se intrometendo em meus esforços, ficou quieto. Isso era natural. Não havia como ele me superar, que possuía 200 milhões à minha disposição.

Era esse o poder que eu nunca havia sentido antes em toda a minha vida? Chamaram de poder da Riqueza e, agora, eu era a personificação de um grande soberano.

2,5 milhões. 2,5 milhões? 2,5 milhões! Vendido para o número 777!

Eu tinha comprado o pote de cerâmica.

Clap, clap, clap, clap

Acenei minha mão levemente em resposta aos aplausos dos nobres, conforme a etiqueta apropriada ditada.

Agora, vamos trazer nosso próximo item…

Também era algo que eu precisava comprar. Este leilão foi especial ou todos os outros leilões se assemelharam a este? Não, talvez minha habilidade tenha cometido um erro – não, isso não aconteceria.

Eu tinha confiança de que isso me traria riqueza, não importa o que acontecesse.

— Este é o ‘Anel de Ruperin’, feito pelo mestre artesão Ruperin. Isso ajuda a circulação do sangue e mana do usuário. Seu preço começa em 800.000, com incrementos de 50.000!

Eu estava em agonia enquanto observava como o leilão estava indo.

(…) Não deve haver necessidade de pensar sobre isso.

Número 603, 1,5 milhão de Elnes! O incremento agora será aumentado para 100.000! Ah! O número 777 aparece agora!

Minha decisão foi próxima da confiança absoluta. Eu não preciso me preocupar. Os 200 milhões eram o dinheiro em minha conta. Era meu dinheiro, então não deveria importar, mesmo se ele desaparecesse.

Consequentemente, eu investi o máximo que pude enquanto economizava dinheiro suficiente para comprar a Obsidiana do Floco de Neve.

Número 777 de novo! Anel de Ruperin, 3 milhões de Elnes!

Continuei acreditando na minha habilidade que gritava comigo que seria um investimento de sucesso. Em qualquer caso, eu ainda tinha Mão de Midas como plano de backup.

Esta foi a minha oportunidade de me tornar o verdadeiro [Homem de Grande Riqueza].

Anel de Ruperin, vendido para o Número 777 por 3 milhões de Elnes[8]13.440.000 reais!

Ganhei o Anel de Ruperin como meu segundo item.

O leilão continuou.

2,1 milhões de Elnes. Existem lances mais altos? Tesoura de Rucho, vendida para a Number 777 por 2,1 milhões de Elnes[9]9.408.000 reais!

Mas, exceto pelo nome do item e seu preço, as palavras do leiloeiro…

4,3 milhões de Elnes. Existem lances mais altos? Colar da Língua Rúnica Antiga, vendido para o número 777 por 4,3 milhões de Elnes[10]19.264.000!

… continuou o mesmo.

5,5 milhões de Elnes. Existem lances mais altos? Dark Floor Carpet, vendido para a Number 777 por 5,5 milhões de Elnes[11]24.640.000!

Número 777.

Deculein.

#02#

Julie nunca foi a um leilão em sua vida. Ela viveu com economia e simplicidade todos os seus anos. Ela havia se acostumado tanto com esse estilo de vida que se perdeu em pensamentos e agonia quando comprou um único casaco de pele. Era por isso que ela estava usando o mesmo casaco que recebeu como presente de formatura há dez anos[12]Caraca, pão dura essa aqui.

Contudo…

Número 777, 4,3 milhões de Elnes. Existe algum lance mais alto?

Como esperado, Deculein não parecia interessado em agir economicamente.

Antigo Colar da Língua Rúnica, vendido para o número 777 por 4,3 milhões de Elnes!

Ele comprou sete de dez itens à medida que o leilão continuava. Seu frenesi fez com que toda a casa de leilões se sentisse pressionada.

“Tsk…”

Julie balançou a cabeça. Sua fartura era invejada e admirada por outros, mas para ela, era simplesmente patético. Esse momento mostrou como eles diferiam em todos os sentidos; seus ideais estavam muito distantes um do outro. Esse era o motivo eles não conseguiam se entender, não importava o quanto tentassem.

Julie definitivamente deu o melhor de si no começo. Como parte de seu dever como cavaleira, ela estava determinada a dar tudo para amar seu marido. Ela também sabia que não deveria desafiar a vontade da família que ela servia.

Mas Deculein acreditava que o amor dela era algo que podia ser comprado e a tratava da maneira mais ridícula. Tudo deu errado, mesmo no dia do noivado.

O primeiro encontro deles foi apenas o começo de seu infortúnio.

“Suponho que você está aqui para encontrar um acessório.”

Naquele momento, o nobre ao lado dela puxou conversa com um sorriso gentil. Os ombros de Julie se encolheram, já prevendo que tal pergunta surgisse.

“… Sim.”

A Obsidiana Floco de Neve, também conhecida como Fogo do Inverno. Era um metal raro que continha calor e frio. Sua existência era mágica, tornando-o difícil de controlar. Meros ferreiros não conseguiam forjá-lo nem o refinar.

“É hora de eu adquirir minha própria espada.”

Ela tinha sua própria ganância por uma espada como um cavaleiro. Bem, era amplamente aceito que, como um cavaleiro, ser mesquinho com as espadas era um desperdício. E ela sabia que aquele ditado estava certo.

As espadas se tornaram mais valiosas à medida que o mana do portador era imbuído nelas ao longo do tempo. Esse processo era conhecido como “comunhão”.

Ela decidiu se concentrar apenas na Obsidiana Floco de Neve com esse raciocínio, tornando sua decisão de obter propriedade sobre ela um ato não pródigo[13]Dicio prodigo: pessoa esbanjadora, gastador e perdulário. Além disso, era sabido que ela não possuía uma espada própria. Portanto, as pessoas simplesmente perceberiam a situação quando a Cavaleira Julie finalmente adquirisse sua própria arma.

O mesmo aconteceria com o nobre sentado ao lado dela.

“Bem. Suas habilidades como cavaleiro são famosas até mesmo no império. Suas entrevistas com o Knight’s Journal nunca param de surpreender.”

“… Falei sobre minhas convicções e crenças.”

Julie assentiu elegantemente. Mesmo que fosse apenas lisonja, ela se sentiu satisfeita quando ele mencionou a leitura da entrevista, mas ela sabia que não deveria mostrar descuidadamente suas emoções.

“Como esperado. Seu marido…”

“Ele não é meu marido.”

Naquele momento, os olhos de Julie se estreitaram fortemente, e o nobre riu sem jeito antes de se afastar.

5,5 milhões de Elnes. Existe algum lance mais alto? Tapete de piso escuro, vendido para o número 777 por 5,5 milhões de Elnes…

Deculein jogava seu dinheiro fora incessantemente. Sua aura avassaladora atraiu a atenção das pessoas para ele e para ela também. Afinal, ela era oficialmente sua noiva. Seu rosto começou a ficar vermelho, mas ela não teve escolha a não ser esperar até que o evento acabasse.

Seu objetivo era comprar a Obsidiana Floco de Neve.

Ela já havia confirmado que as mesadas e salários que depositou em sua conta desde o dia em que nasceu atingiram um valor total que superou em muitas suas expectativas, permitindo-lhe acreditar que poderia comprá-la.

Julie acalmou seu coração, dando tudo para ignorar a palavra Número 777 que continuava ecoando pela casa de leilões enquanto ela mantinha sua postura através de respirações profundas.

 

Notas

Notas
1 Feminino de Lord
2 Entre 44.800.000 a 134.400.000 reais
3 2.240.000 reais
4 224.000 reais
5 Só me lembra os canais de leilão de boi e vaca que eu assistia quando era criança, porque eu via isso? Faço a mínima ideia
6 Sou Rica
7 11.200.000 reais, só colocarei em real o preço final.
8 13.440.000 reais
9 9.408.000 reais
10 19.264.000
11 24.640.000
12 Caraca, pão dura essa aqui
13 Dicio prodigo: pessoa esbanjadora, gastador e perdulário

Aviso do Tradutor:

Croollly

Rolar para o topo