Capitulo 20: Universidade (4)

O Vilão Quer Viver

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Mudanças de termo:

Ifrin -> Epherene

Julie; Noiva atual

Julia; Aluna

Yuli; morta

Lellyn -> Relin

#15#

O olhar de Deculein sempre foi claro. Seus olhos sempre pareciam saber a resposta para todas as perguntas que existiam, e era como se a direção certa fosse sempre para onde ele olhava. Hesitação, dúvida, medo, arrependimento… Deculein nunca demonstrou nada disso, mas estava sempre seguro. Ele era hipócrita e agia alto e poderoso, mas sua arrogância e desrespeito não diferiam de sua dignidade.

(…) Ele era um aristocrata por completo.

Seu pai, que se suicidou devido a Deculein, desapareceu como se nunca tivesse existido, como uma miragem varrida por uma tempestade de areia. Deculein permaneceu tão perfeito durante tudo isso que ninguém sequer suspeitou dele. Apenas Epherene sabia a verdade, que era a fonte de seu ódio por ele. Mesmo assim… ela não tinha confiança para olhá-lo nos olhos.

A parede entre eles, uma barreira que nunca poderia ser conquistada, parecia tão alta quanto as montanhas. Um mago era alguém que explorava a verdade sem vacilar, uma raça de sangue-frio que calmamente, inabalavelmente, mantinha um pulso constante ao procurar respostas, independentemente de ser um mago desconhecido se duvidava de si mesmo, confiava em outra pessoa ou ficava vulnerável à pressão.

Mesmo que ela não quisesse admitir, mesmo que não fizesse isso significaria sua morte, Deculein era um mago excepcional nesses aspectos. Ele nem parecia se importar com os sentimentos dela. Ela se sentia como se subestimasse a linhagem Yukline.

“…”

Epherene finalmente abaixou a cabeça. Foi uma luta que ela não poderia vencer. Ele era um professor, e ela era apenas uma garota que nem tinha passado pela academia. Entre eles havia uma lacuna formada por anos de experiência, conhecimento e habilidades. O sonho de superar instantaneamente essa barreira com talento era a ilusão de um tolo que nada sabia sobre o mundo.

“… Sinto Muito.”

Epherene soltou uma voz rachada enquanto seu coração desmoronava. Ela não podia nem ousar resistir, encontrando-se com muito medo de fazê-lo. Consequentemente, ela ficou sem escolha agora a não ser aceitar a derrota.

“Isso é patético.”

Os ombros de Epherene tremeram com suas palavras. Quando ela timidamente olhou para cima, ela notou uma sugestão de desdém em sua expressão.

“Frieza é a habilidade básica de um mago.” Suas palavras cortaram seu peito como uma faca.

“Você não consegue manter a compostura nesses desafios.” Ela não queria ouvir nada disso. Era como se ele estivesse lendo sua mente.

“Você nunca estará livre de seus velhos hábitos.”

Ela se sentiu como se estivesse sendo sufocada em sua sala de aula mal-assombrada; tudo o que ela desejava era correr.

“Mesmo que alguém te provoque…”

Mas ela não podia escapar.

“Mesmo se você falhar inúmeras vezes, mesmo se você for sufocado pela pressão…”

Tudo o que ela podia fazer era ficar parada em sua presença.

“Ainda que…”

Naquele momento…

“Mesmo que o seu inimigo já esteja bem na sua frente…”

“…!”

Seu corpo inteiro tremia quando ela sentiu um arrepio percorrer suas costas. Seus olhos ficaram grandes como pratos enquanto ela olhava para Deculein, que permaneceu composto e calmo.

“Você tem que estar com frieza o tempo todo. É assim que um verdadeiro mago se comporta. ”

Epherene entendeu o que ele disse, o que ele quis dizer.

“Patético. Você nunca conseguirá crescer mais forte nesse ritmo. ”

Ela cerrou o punho. Ao mesmo tempo, ela sentiu um fogo queimando em seu peito. Isso também era ‘paixão’.

“Não, você nem conseguirá ficar nos dedos do pé.”

Epherene não podia fugir de sua repreensão. Pelo contrário, ela o enfrentou.

“Pense na razão pela qual você ainda não foi disciplinado.”

O que ela, que foi generosamente dispensada, realizou? Desde o início, ela não conseguiu controlar sua raiva e, como resultado, quase foi expulsa.

“Eu não quero um pedido de desculpas de você.”

Foi uma tolice. Estúpida.

Idiota, idiota, idiota. Ela reconheceu que ainda era imatura.

“Estou desapontado, Epherene.”

Deculein colocou o relógio na mesa de aula. Ele arrumou as mangas e o colarinho, que era o que ele costumava fazer depois de cada palestra. Virando-se, ele abriu a porta da sala de aula.

“Pensei que você fosse um diamante bruto.”

… Com essas últimas palavras, ele foi embora. Ele saiu…

Mas sua voz ainda pairava no ar. O que ele esperava e por que ficou desapontado? Ele não disse.

“…”

Epherene ficou lá com uma expressão em branco, suas palavras repetindo em sua cabeça. Ela sentiu uma sensação de impotência espalhar-se por todo o seu corpo. Cambaleando, Epherene ficou na plataforma onde Deculein sempre ficava e olhava para o relógio que ele deixava para trás.

[5:57:17]

[5:57:18]

[5:57:19]

O tempo ainda estava fluindo.

“…” Epherene cerrou os dentes enquanto olhava para ele. “… Eu não me importo se você está desapontado.”

Ela recitou como se estivesse mastigando as palavras. Ela apertou o relógio.

“… Posso fazer isso.”

Epherene arregaçou as mangas. Ela aqueceu sua magia enquanto pensava na fórmula. Novamente, ela colocou as mãos sobre os elementos.

“Eu posso fazer isso, mesmo que você não esteja desapontado.”

Se não funcionasse hoje, ela continuaria trabalhando durante a noite. Ela não iria parar mesmo que amanhecesse. Ela não iria parar… mesmo que isso significasse sua morte. Epherene se recusou a desistir, tanto que tais palavras foram apagadas de sua mente. Não, Deculein os apagou.

“Posso fazer isso também…”

Ela conteve as lágrimas que estavam crescendo. Surpreendentemente, ela conseguiu segurá-las. Suas lágrimas evocaram magia enquanto ela transformava suas emoções avassaladoras em combustível.

Drip[1]gotejamento— Drip—

Outro sangramento nasal.

“Eu posso fazer isso…”

As gotas de sangue se transformaram em rosas de metal.

#02#

Pensei enquanto me encostava na parede do lado de fora da sala de aula. Passei quase sete horas com uma pessoa, mas a razão para isso permaneceu obscura. Hoje, a bandeira da morte de Epherene…

Não apareceu. Não havia morte por ser fraca, mas ela era uma boa criança. Eu não queria vê-la desmaiar, já que ela era claramente uma Nomeada bem-humorada. Quando eu ainda era um desenvolvedor e jogador, eu era um cavaleiro longe da magia, mas certamente me lembrava da Casa Luna.

Ela provavelmente cresceu e se tornou uma maga neste mundo, alguém com influência na missão principal. Ela carecia de muitos traços, como força mental e mentalidade de mago, mas ela não precisava de muito para superá-lo. Se alguém colocasse lenha em uma brasa, ou se óleo fosse derramado, ela se queimaria sozinha. Claro, eu não sabia se as chamas iriam consumi-la também.

Mas não houve falha no set, seja em um jogo ou neste mundo. Só aqueles que se recusaram a tentar acreditar no destino, por isso eu só acreditei em mim mesmo. Foi por isso que Epherene não me matou.

Eu faria dessa forma. Eu faria isso para que ela não pudesse me matar. Não, ela nem se atreveria a me perseguir. Esse tipo de rivalidade não era ruim. Ironicamente, a personalidade de Deculein também poderia ser usada para evitar ser pego por uma estreante.

“Você consegue!”

Um grito alto vazou da sala de aula. Soltei uma pequena risada.

“… Um mestre ou um professor,” murmurei, mas não me senti mal.

Naquele exato momento…

#sistema-roxo#

[Missão lateral completa: Seu jeito]

◆ Moeda da loja + 1!

#sistema-fim#

“… Hmm?”

Do nada, uma recompensa de missão apareceu. Era como se alguém observando do céu tivesse me elogiado por minhas escolhas hoje.

Drrrr—

De repente, a porta da sala de aula se abriu e Epherene saiu. Ela correu em direção à escada sem me notar contra a parede, gingando como um pinguim carregando um ovo.

“Hmm.”

… A sala de aula não estava mais envolvida pela escuridão, apesar de a noite ter escurecido ainda mais. Na mesa de Epherene havia feitiços selados com um brilho brilhante. Havia um grande número de [Fogo Fátuo] flutuando no ar como fantasmas, [Engolidor de Névoa] brilhou como nuvens de trovão e [Metal Ascendente] tomou a forma de rosas.

Olhei para o relógio na mesa.

[6:25:05]

Seis horas e vinte e cinco minutos.

Isso foi alcançado em apenas 28 minutos. O ciúme cresceu dentro de mim lentamente. Fiquei inutilmente aborrecido. Se eu soubesse disso, teria respondido com mais força.

“Seriamente…”

O ego de Deculein recusou-se a permitir que eu fosse uma pessoa doce. Havia muito poucas pessoas com quem eu pudesse ser gentil, muito poucas pessoas para quem pudesse mostrar meu sorriso, o que tornava minha vida muito mais difícil. Foi por causa do traço [Elitista]? Parecia sujo.

Peguei a folha de registro e anotei.

[Estreante Epherene | Tempo necessário 6 horas 25 minutos 5 segundos]

[A qualidade do trabalho é de primeira classe, embora falhas crônicas de origem não acadêmica a tenham precedido.]

[Pontuação: 0]

[Razão: Limite de tempo excedido (6 horas 25 minutos)]

#02#

Após desmontar a magia da mesa, saí para o estacionamento da torre. Eu estava voltando do trabalho para casa de carro, como de costume.

“…?”

No meio da noite fria, sob um poste de luz mágico em um amplo estacionamento, encontrei um personagem inesperado. Era um homem vestindo um casaco grosso o suficiente para ter dois casacos. Ele parecia um tigre branco, com seus ombros largos e um físico musculoso, mas seu rosto bonito não combinava com seu tamanho.

Eu o conhecia bem.

‘Zeit de Bluegang Freyden.’

Ele era o atual chefe da Freyden Household e irmão mais velho de Julie, com uma diferença de idade de 12 anos. No geral, ele parecia um homem de meia-idade com cabelos grisalhos bem penteados com pomada.

Comecei a ficar nervoso. Zeit era um conhecido Nomeado por seu enorme poder de combate. Sua força estava entre os três primeiros, e experimentei sua crueldade através do monitor. Zeit em pessoa era muito mais alto do que Lebron James[2]Tendo 2,06 m e sendo jogador de basquete, esse gigante aqui que vai estar no rodapé  fazendo pouco para acalmar meus nervos.

“Professor Chefe Deculein.”

Ele chamou meu nome, sua expressão permanecendo rígida. Se isso fosse sobre a obsidiana floco de neve de Julie, ele logo se tornaria uma morte que eu nunca conseguiria conter. Eu me aproximei dele, agonizando no fundo, mas de repente ele deixou escapar um lindo sorriso.

“Hahahaha! É bom ver você, embora seja incomum vê-lo aqui. ”

Eu estava nervoso por dentro, mas acenei calmamente com a cabeça.

“… Isto é.”

“Não é grande coisa para mim, mas existem rumores de que você e Julie não estão se dando bem, então estou aqui para visitar a Família Imperial. Esperei aqui porque você estava em uma palestra. ”

Zeit parecia ser a favor do casamento de Deculein e Julie. Até agora, isso era.

“É assim mesmo?”

“Não se preocupe. Podemos pelo menos organizar a mudança da cerimônia no final do ano. Marcarei uma reunião esta semana. ”

A propensão de Zeit nunca foi má. No entanto, era difícil lidar com alguém cuja única prioridade era sua família. Agora era amável, mas se Deculein falasse mal ou fizesse algum mal a Julie ou a sua família, seria interrompido sem hesitação.

“Uma reunião parece bom.”

“Não é nada. Combinei esse noivado, então devo assumir a responsabilidade. ”

Ele colocou a mão no meu ombro e eu franzi a testa instintivamente. Zeit viu a expressão em meu rosto e afastou a mão.

“Hahaha! É por isso que gosto de você. A única coisa que os meninos sabem fazer hoje em dia é flertar e lisonjear. Como esperado, você é um homem acima de todos os homens. “

“… Eu vejo.”

“Enquanto um mago tiver um espírito forte, ele não será fraco.” Zeit deu uma risadinha. “Basta trazer a si mesmo e não se preocupe com mais nada. Escolherei um restaurante que você goste. ”

Seu olhar em mim, parecia pesado.

“Já é tarde e ainda tenho algo para fazer, por isso vou agora. A propósito, seu carro parece bom. Dê-me uma carona na próxima vez. Haha. ”

Sem me dar a chance de recusar, Zeit foi embora.

Clink clank, clink clank.

Quanto mais eu observava suas costas enquanto ele se afastava, menos humano ele parecia para mim.

“… Ele quer que eu compre um carro para ele como presente de casamento?”

Deslizei para dentro do carro. O motorista, que estava dormindo, se assustou e imediatamente agarrou o volante.

“Eu não notei você. Me desculpe.”

“Você largou Allen fora?”

“Oh, eu ia, mas ele saiu primeiro, dizendo que está tudo bem.”

Eu concordei.

“Vamos lá.”

“Sim senhor!”

#02#

No dia seguinte, nos arredores do sistema, uma mansão vazia de três andares foi preparada de manhã cedo para Julie.

“Não!”

“Por que você odeia tanto?”

Uma luta total estava ocorrendo no quintal. Foi uma batalha de palavras, não de espadas.

“Lutamos. Além disso, estou ocupado ensinando artigos. Não tenho tempo para conhecê-lo. ”

“Você está de mau-humor porque ele tirou a Obsidiana Floco de Neve?”

“Eu não sei o que você está falando!”

A raiva de Julie explodiu. Vê-la tão furiosa na mesa era estranho para Zeit, enquanto Julie ficava ainda mais frustrada porque seu irmão não conseguia entender.

“Pense nisso, Julie. Por que ele comprou a Obsidiana Floco de Neve? É um metal que só pode ser usado para fazer armas. Ao contrário do que você está pensando, ele provavelmente comprou para você-”

“Se ele quiser fazer uma espada para mim como um presente, vou informá-lo agora que o noivado acabou.”

Essas foram as palavras que ela agonizou centenas de vezes, mas nunca proferiu.

“…”

O ar estava pesado. Zeit olhou para a irmã sem dizer uma palavra. Ela foi dominada por sua força temível. Ele se elevou sobre ela em 2,10 m. Não, ele era mais alto do que isso. Apesar de geralmente estar confiante na frente do oponente que enfrentava, ela instintivamente baixou o olhar diante de sua presença.

“Como eu disse outro dia, é estúpido terminar o casamento. O desempenho de Deculein vacilou nos últimos dias, mas Yukline ainda é nosso aliado jurado. ”

Zeit foi quem ativamente impulsionou o casamento entre Julie e Deculein. Tudo começou em uma festa com Deculein há três anos.

“E, até onde sei, não há outro homem que te ame mais do que ele. Ou você tem outra pessoa em mente? “

“… Não há ninguém.”

“Então por que você está hesitando? Foi você quem disse que emoção não é necessária na política relacionada à nossa família, Julie. O fraco desempenho de Deculein a incomoda tanto? O mago pode hesitar-”

“Não é sobre isso.”

Julie era uma cavaleira. Ela cresceu um acavaleira e morreria como cavaleira, e ela nunca iria abandonar essa crença.

“Então, o que é?”

… Mas os cavaleiros eram seres que não podiam existir sozinhos. Um cavaleiro sem um senhor era apenas um guerreiro. Somente quando um lorde lhes concedeu um nome, eles poderiam ser considerados realmente cavaleiros.

“Já se passaram mais de dois anos desde que você ficou noivo. Por quanto tempo você vai adiar isso? ”

Freyden era sua família e seu senhor. Portanto, ela teve que aceitar esse noivado.

“Marcarei uma reunião esta semana. Deculein está chegando, então façam as pazes um com o outro. ” Após dizer isso, Zeit saiu.

“…”

Parada ali vagamente, Julie agarrou sua espada e sua armadura. Mana permeou imediatamente através dele, formando uma forma de cristal que envolveu seu corpo. Empunhada nessa forma, a espada disparou uma onda em forma de meia-lua e congelou uma grande área. Mesmo antes de o gelo quebrar, ela balançou a espada várias vezes em uma exibição elegante de esgrima.

Throb—!

Ela se machucou, mas não se importou. Julie continuou expressando sua fúria por meio de sua esgrima. Essa era a única maneira de impor sua própria vontade, cortar coisas que ela não podia ver e sublimar suas emoções até que se separassem deste mundo mundano.

Só então o insuportável se tornou suportável…

Observando-a de longe, Veron, um cavaleiro subordinado, mordeu os lábios até sangrar.

Notas

Notas
1 gotejamento
2 Tendo 2,06 m e sendo jogador de basquete, esse gigante aqui que vai estar no rodapé — https://static.onecms.io/wp-content/uploads/sites/20/2020/09/27/lebron-james-3.jpg

Aviso do Tradutor:

Croollly

Rolar para o topo