Selecione o tipo de erro abaixo

Capítulo 347

Tradutor: FireFox l Revisor: —

… O coração de Glitheon estava queimando. Ele era o chefe da família e deu tudo o que tinha para a Iliade. Ele era uma tocha de ambição, disposto a se queimar para realizar seus sonhos. Em sua juventude, quando tentava alcançar o status de arquimago por qualquer meio, sua paixão e obsessão explodiam como um vulcão, e ele não conseguia se controlar. No entanto, ele acabou se retirando sem conseguir realizar seu sonho.

Glitheon ainda se lembrava daquele dia em que uma criança chamada Sylvia veio a este mundo. O dia em que as últimas brasas germinaram em seu coração maduro.

Suas bochechas macias e pele branca pura, cabelo loiro brilhante e mãos e pés inquietos. Vendo esta criança que estava mais claramente conectada à linhagem Iliade do que qualquer outra, Glitheon teve um lampejo de intuição.

Essa criança poderia realizar o sonho da família. Que sua filha pudesse reinar como o sol sobre todos os magos.

── Não.

Ela deve. Sylvia era descendente de Iliade porque era filha de Glitheon…

* * *

─Não!

Um grito alto ressoou pela galeria cheia de pinturas, e o corpo de Lia colidiu com Glitheon.

“Eca!”

Glitheon gemeu e rolou. Syrio rapidamente desembainhou sua espada, mas hesitou um pouco. Eles estavam muito emaranhados para ele cortar apenas um.

“Pare!”

Lia já havia agarrado Glitheon com força. No entanto, ele estavaum sorriso profundo.

“Já é tarde demais.”

Como ele disse, o cabelo loiro de Glitheon já estava queimando como uma chama, e manchas brancas floresceram em sua carne.

“…Hum.”

Syrio assentiu, satisfeito. Magia gigantesca estava ocorrendo dentro do corpo de Glitheon. Um feitiço que emitia o calor de uma supernova.

“Sim. Você trabalhou duro, Glitheon. Faremos com que seus desejos se tornem realidade.”

Syrio retraiu sua espada e sinalizou para Jaylon.

“Jaylon. Vamos falar com os padres.”

“Hmm porque?”

Foi decepcionante para Jaylon não lutar, mas Syrio acenou com a informação que Glitheon entregou.

“Temos que desistir disso. E não devemos nos envolver em assuntos familiares.”

“…Assuntos de família?”

Jaylon olhou para Glitheon com os olhos estreitados. Seu corpo já estava inflado com aquela onda de mana. Ele estava prestes a explodir, então ficar aqui significaria a morte.

“… Ok. Não vamos nos envolver.”

Concordando, Jaylon saiu da galeria com Syrio, deixando Leo, Carlos, Lia e Glitheon dentro.

Bang-!

Ele trancou a porta por fora.

“Lia!”

Imediatamente, Leo e Carlos correram para ela enquanto ela mantinha Glitheon no chão.

“Eca….”

A pele dele a estava queimando, mas ela neutralizou o calor com Elementalização.

Chi-jik- Chi-ji-jik-

Mesmo assim, a pele de Lia ficou vermelha com as chamas. Carlos se assustou com o cheiro de carne queimada, mas Leo moveu-se instintivamente para se agarrar a Glitheon ao lado de Lia.

“…Haah. Quem é você para ser tão estúpida?”

Glitheon ficou desconcertado com as duas crianças penduradas nele. No entanto, isso não importava. Ele só tinha que queimá-los todos.

“Você acha que Sylvia iria querer isso?!”

Lia perguntou, mas Glitheon apenas bufou. Era uma frase clichê.

“…O problema é que ela não quer isso. As ambições da minha filha diminuíram muito por causa da praga chamada Deculein.”

Sua magia ficou mais forte a cada segundo, surgindo descontroladamente. Glitheon não era humano, mas um monstro com luzes incandescentes saindo de seus olhos e boca. Ele estava se tornando mágico.

“──!”

O teto tremeu com um baque. Sua mana estava furiosa.

“Droga…!”

Lia cerrou os dentes. Ela espremeu toda a mana de sua fonte de poder e manifestou a Elementalização. Seu objetivo era decompor toda a mana Glitheon emitido em seus elementos básicos.

Chijiik…!

Mana e magia colidiram com faíscas. No entanto, a diferença era clara. A mana de Glitheon devorou ​​​​a de Lia e invadiu a sala.

“Vocês correm!”

Nesse momento, Lia sentiu uma pontada de preocupação com Leo e Carlos. Esta foi a magia gigante que o mago chamado Glitheon sacrificou sua vida para se manifestar. Se assim for, ela deve arriscar sua própria vida para detê-lo. Liaderramou toda a sua mana e talento.

No momento em que ela estava prestes a ativar seu movimento especial

…Tsssss!

Um som estranho permeou seus ouvidos como se fogo e água estivessem colidindo.

“…?”

A Elementalização dela funcionou? Os olhos de Lia se arregalaram.

Tsssss…

A mana de Glitheon estava sendo neutralizada. Seu corpo, que ardia intensamente, gradualmente perdeu o calor. A magia de Glitheon estava sendo lançada.

“Uau!”

Leo ficou surpreso. Lia ficou perplexa, mas ela rapidamente avançou com a Elementalização para que nem uma única gota de sua mana permanecesse.

Whoooosh-

Então, o calor de Glitheon desapareceu. Seu feitiço foi arruinado, seu corpo desmoronou. Mesmo assim, Lia não baixou a guarda. Mas, Glitheon era estranho. Especificamente, seus olhos. Seu olhar não estava em Lia, Leo ou Carlos, mas em alguém atrás deles.

“…Você.”

Stomp-

Alguém se aproximando.

“Você….”

Os dentes de Glitheon cerraram. Ele olhou para eles, tremendo com a mais feroz combinação de raiva, desprezo e ressentimento. Lia percebeu que não foi ela quem suprimiu a magia de Glitheon e parou sua explosão.

“…Até o fim.”

Se sim, a quem Glitheon estava expressando tal ressentimento? Quem foi quem desmantelou aquela magia instantaneamente e deu um passo à frente com calma?

“…”

Lia engoliu o nó na garganta e olhou para trás.

“Como alguém como você ousa——!”

Glitheon estendeu a mão para ela, acenando com o braço já queimado com uma maldição. No entanto, ela não demonstrou nenhuma emoção ao olhar para as três crianças.

“…O professor está esperando por você lá em cima.”

Então ela tirou o roupão. Seu longo cabelo grisalho fluiu suavemente para baixo.

Tudo o que Lia conseguiu foi um sorriso vazio.

“Vá para cima.”

Primeiro, ela podia sentir uma mana indescritível; então, um sentimento aconchegante e gentil tomou conta dela.

“Deixe-o comigo.”

Agora adulta e sempre tão confiável, ela disse a eles para deixar isso com ela. Ela foi a grande feiticeira que finalmente liberou seu potencial.

“Deixe para mim.”

Era a criança da lua, Epherene Luna.

* * *

[47:26:38]

47 horas, 26 minutos, 38 segundos. Esse era o tempo que restava para Lia. Daqui a dois dias, o cometa cairia e o fim chegaria. Mas este farol era como um labirinto; foi difícil encontrar o caminho. Havia muitas salas, como laboratório, capela e área de gravação.

“Onde está Deculein?”

Carlos franziu a testa. Eles deixaram Glitheon para Epherene, mas não sabiam onde encontrar Deculein.

“Só temos que procurar… shh!”

Foi então que sentiram alguém se movendo. Lia colocou a mão sobre os lábios.

“Escondan-se.”

Eles se esconderam atrás da parede. Um momento depois, vários sacerdotes do Altar correram pelo corredor. Olhando para a pressa deles, ficou claro que algo estava errado.

-Qual é a situação aí?

A bola de cristal foi ativada de repente, transmitindo a voz da Imperatriz Sophie. Lia se encolheu, então a agarrou.

“Estamos dentro do farol.”

O som de passos vibrou novamente. As três crianças olharam em volta.

-A situação.

“… Os sacerdotes estão se movendo.”

Urgentemente. Por que Lia poderia adivinhar, graças a Glitheon e Syrio. Glitheon analisou o farol de Deculein e Syrio o entregou aos sacerdotes do Altar. Ela ainda não sabia os detalhes dessa análise, mas…

“Parece que o Altar é hostil contra Deculein novamente.”

No mínimo, ela podia ver que Deculein não estava apenas do lado deles.

Stomp-

No momento em que ela relatou que algo pousou ao lado deles. O trio parou, sentindo um suor frio escorrer pelas costas.

“…”

Eles viraram a cabeça sem dizer uma palavra. Olhando para trás para eles…

“Espere. Você é Sylvia.”

“Quieto.”

Ela sussurrou de volta. Seus olhos dourados os observaram com frieza. Lia perguntou.

“C-Como você saiu?”

“Ainda não sai.”

“…?”

“Este corpo é de uma boneca e eu o controlo.”

Ela não sabia o que isso significava, mas de qualquer maneira, deve significar que ela conseguiu ligar este lugar com a prisão de pintura.

“Glitheon…”

“Eu sei. Falaremos sobre isso mais tarde.”

Sylvia a interrompeu, parecendo um pouco desconfortável. Então ela estendeu a mão contra a parede vazia.

“Vá para cima.”

“… Mas isso é uma parede.”

Leo inclinou a cabeça. No entanto, no momento seguinte, uma escada foi desenhada na parede.

“…Vá.”

Os passos apressados ​​tornaram-se mais intensos. Sylvia balançou a cabeça como se soubesse da preocupação deles.

“Você não vai topar com eles desde que desenhei as escadas. Vá e encontre Deculein. Vá e…”

Sylvia ficou em silêncio por um momento. Escolhendo cuidadosamente o que dizer ou se preocupando com muitas coisas, ela finalmente disse em voz baixa.

“…Diga a ele que chegarei logo.”

* * *

No último andar do farol, olhei para o céu. O cometa agora estava tão claro quanto a lua, e meu feitiço girando em torno do farol estava indo bem. Não houve variáveis ​​inesperadas. Tudo continuou como eu os entendi.

“Professor. O Altar está subindo.”

Julie sussurrou. Eu sorri suavemente e dei-lhe um aceno de cabeça.

“OK.”

E então, olhei para a única flor azul na minha mesa – este presente de Lia.

“Lia vai subir logo também.”

“Sim.”

Julie respondeu e se armou. Ela usava a armadura leve de Obsidiana Floco de Neve que eu havia feito.

“…Professor.”

Juliedisse. A boneca estava pronta para quebrar a qualquer momento, mas havia confiança em sua expressão.

“Eu vou proteger você.”

“…”

Eu balancei a cabeça. Nenhuma outra palavra foi necessária. Eu não precisava dizer a ela que a amava, que era grato ou que sentia muito. Seria um luxo agora que o fim estava próximo.

Beijei sua testa e Julie soltou um suspiro trêmulo.

“…Eu vou indo.”

Ela fez uma reverência e recuou. Ela se afastou de mim.

Bater.

A porta abriu e fechou.

“Agora….”

Sozinho, sentei-me e tirei uma tábua de madeira de uma gaveta.

“É hora de cumprir minha promessa, Sua Majestade.”

Tirei um lenço do bolso do paletó. Com ele, limpei a superfície da tábua. Apenas para Sua Majestade a Imperatriz, de todo o coração.

* * *

…Os sacerdotes subiram as escadas sem dizer uma palavra, cada um se preparando para a batalha que viria. Syrio estava na vanguarda. Ele informou os padres da traição de Deculein, e agora eles estavam marchando para confirmar suas reivindicações.

“…Huh?”

Mas no momento em que chegaram ao último andar do farol, um certo cavaleiro se levantou para bloqueá-los. Ela era uma bela mulher em forma de estátua, vestida com uma armadura leve feita de obsidiana floco de neve.

Syrio sorriu.

“…Julie.”

Julie abriu os olhos e mana fria envolveu seu corpo. Olhando para Syrio e seu grupo, ela ergueu a espada.

“O que você vai fazer?”

Syrio perguntou. Jaylon desembainhou sua espada e os sacerdotes prepararam sua magia. O número deles era trezentos, mas Julie estava decidida contra eles.

“Você não pode passar.”

Rachadura…

A mana que Julie espalhou congelou o ar. Estagnou até mesmo o fluxo de mana. A aurade Julie era diferente agora. Ela não era o cavaleiro incompleto do passado.

Este foi o frio intenso que uma vez sentiu a cabeça de Freyden.

“…Oh meu Deus.”

Jaylon admirou a exibição e Syrio deu a ela um sorriso suave.

“Sim. Isso é divertido.”

Syrio avançou, com Jaylon logo atrás. Não havia necessidade de diálogo entre eles. No entanto, como ex-colegas e cavaleiros, ele sabia que os mestres a quem serviam eram diferentes. Então, eles apenas tiveram que cruzar suas espadas e compartilhar suas crenças.

“…”

Julie calmamente levantou sua lâmina. Espada Rápida e Montanha gigante, enfrentando esses dois cavaleiros.

─Claaaank!

Ela balançou.

* * *

Na Aniquilação, ainda longe do farol, Sophin olhou para o último andar. Ela pensou em Deculein esperando por ela lá.

“Sua Majestade. Não há tempo.”

Disse Lawaine. Os cavaleiros e o Sangue Demoníaco, ao lado de Ganesha, estavam reunidos aqui, cada um tenso enquanto olhavam para o cometa.

“Vocês estão pronto?”

─Estamos prontos. Há muito tempo.

Essa voz pertencia a Elesol, que estava ao lado de Sophie.

“…”

No entanto, foi difícil para Sophie se preparar para isso. Sua missão era matar Deculein; ela teve que enfiar a espada no coração dele. Mesmo que ela já tivesse decidido fazê-lo, Sophie hesitou por causa de seu amor.

─O farol de Deculein destruirá o continente em breve. Vossa Majestade, por favor tome uma decisão.

Elesol insistiu com ela.

“…Se for assim.”

Sophie já havia feito uma promessa a ele. Portanto, como Imperatriz, era sua tarefa alcançar a paz no continente. A morte de Deculein quebraria as correntes de ódio que sempre existiram neste continente, e sua magia os salvaria da destruição. Com apenas um sacrifício.

E se a existência de Deculein fosse cheia de sujeira e ele fosse insultado como o pior vilão que já existiu? O continente seria capaz de se tornar saudável novamente. A morte de Deculein traria pelo menos cem anos de paz.

“…Todos.”

Sophie olhou em volta para as dezenas de magos, cavaleiros e Sangue Demoníacos cuidadosamente selecionados. Olhando para eles, o coração de Sophie se acalmou.

“Avançar.”

Todos assentiram solenemente, colocaram as mãos sobre o peito e prestaram homenagem a Imperatriz.

“Eu vou indo.”

E assim, a Imperatriz marchou sobre o farol onde Deculein esperava, apesar do peso de seus pés.

Olá, eu sou o Firefox!

Olá, eu sou o Firefox!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥