Prólogo I

Nesta Vida Eu Serei A Matriarca

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Prólogo I


“Você não deve apostar os imóveis da sua família no tabuleiro de jogo à vontade. Já é a terceira vez … … . ”

TAPA

A cabeça de Florentia virou violentamente com um som de explosão desagradável.

“O que você está dizendo, ouse me disciplinar!”

O corpo do homem gritou quando ele empurrou os ombros dela com a mão forte, e o cheiro de álcool a atingiu.

“Acalme a emoção, Astalieu. Vá lá. E você… … .”

Belesac, que gentilmente domesticou seu primo bêbado e cambaleante, voltou-se para Florentia.

E.

Tapa!

Houve um som mais alto do que há pouco, e havia uma grande marca de mão em seu outro rosto.

“Depois de quatro anos administrando o dinheiro da família, você acha que ele é seu?”

Belesac voou em direção à trêmula Florentia com o rosto coberto.

“Não se engane. Embora você e nós usemos o mesmo sobrenome, você nunca pode seria um membro da família, mestiça. Você apenas tem que viver como a nossa escrava particular.”

Foram as palavras mais cruéis que fincou como uma adaga em meu coração, não importa quantas vezes eu as ouvisse.

“Se você disse ao avô o que aconteceu hoje, vou fazer você se arrepender.”

Belesac, alertando em voz baixa, cuspiu no chão e se virou.

Em pouco tempo, ouvi o som da carruagem em que ele estava.

Saindo sozinha em um beco escuro da vida noturna, Florentia cerrou o punho.

Uma gota de sangue vermelho pingou de meus lábios estourados.

Rumbling.

“Uau-. Uau.”

O pequeno balanço da carruagem e o som do cocheiro acalmando o cavalo despertaram dos velhos pensamentos do passado.

Quando levantei ligeiramente a cortina da janela e olhei para fora, vi os soldados do Palácio Imperial.

“Estou aqui.”

Florentia abaixou as cortinas novamente, olhou para frente e ergueu ainda mais a cintura.

Quando ela ajeitou o cabelo e as roupas, que estavam bagunçadas por um tempo, ela parecia uma pintura elegante.

Enquanto isso, a carruagem que a levava passou pelo portão principal do Palácio Imperial e chegou ao Palácio de Rambrus.

Passou a mão na superfície curva de uma grande escultura de uma árvore do mundo que adorna a carroça à luz do sol da tarde, e o ouro original ostenta seu brilho deslumbrante.

“Estou aqui.”

A carruagem parou e o cocheiro gritou educadamente.

“Florentia.”

Em pouco tempo, a porta da carruagem se abriu e um belo homem a cumprimentou.

“Pherez.”

Enquanto a escoltava para fora da carroça, ele beijou as costas de sua mão.

Foi um beijo profundo que não escondeu o desejo de seu coração.

“Pherez!”

Florentia o chamou brutalmente, mas Pherez apenas riu, dobrando seus longos cílios delicadamente.

“Vamos, todos estão a te esperar.”

Com a mão sobre a dele, ela disse, primeiro movendo o pé em direção ao salão de banquetes.

Pherez, que olhou para a ponta ligeiramente avermelhada de suas orelhas e riu profundamente mais uma vez, logo a seguiu atrás dela.

“Ninguém pode reclamar com este Império Rambrew que você me fez esperar um pouco, minha flore. Você pode ir um pouco mais devagar. ”

Os dois percorreram um longo caminho até o dia de hoje.

“Por mais que o caminho até aqui foi duro, eu deveria aproveitar este momento.”

Depois de muito trabalho e paciência, foi hoje o dia de colher esse doce fruto.Eu

“Certo. Eu trabalhei muito por isso. ”

Florentia admitiu claramente.

“Lutei por muito tempo. Você provavelmente nem consegue imaginar.”

Ela acrescentou em voz baixa para que ele não conseguisse ouvir.

“Mas isso não significa que você precisa ser rude.”

Foi uma resposta decisiva.

A mulher que o fez se apaixonar imediatamente desde o momento em que a viu pela primeira vez era uma mulher tão maravilhosa.

Pherez riu de alegria novamente.

Logo depois, os dois estavam na frente da porta do salão de banquetes fechada.

“Você está pronta?”

Diante da pergunta de Pheres, Florentia acenou com a cabeça brevemente.

“Bem, então vamos entrar, Sra.Lombardi”, ele estendeu a mão na frente dela.

“Vamos, Vossa Majestade o Príncipe.”

A mão branca e fina o segurou.

“Abra a porta.”


Tradução: Melissa

Revisão: Ursinho

Raw: Hacker

Obrigada pela leitura. ^-^

Junte-se a mim e outras pessoas que acompanham as obras da scan no discord: https://discord.gg/VADVVqbvec

Parceiro:

Alone Scanlator

Alone Scanlator

Rolar para o topo