Selecione o tipo de erro abaixo

A Imperatriz Lavigne estava olhando pela janela para um corredor escuro onde deliberadamente não acendeu as luzes de propósito.

Houve uma breve comoção dentro do Edifício dos Cavaleiros à distância, e logo ela viu Perez saindo.

Velsac o está seguindo de perto.

Depois de um tempo, uma carruagem com duas pessoas passou pelo Cavaleiros Alley.

Observando a parte traseira da carruagem até que não pudesse mais ser vista, a Imperatriz começou a dar um passo atarefado em direção ao palácio imperial.

Já passava da meia-noite, mas ela não hesitou em fazer o movimento.

Era porque ela sabia, pelo capanga já plantado dentro do palácio imperial, que Yovanes ainda não tinha ido para a cama.

— Informe Vossa Majestade que estou aqui, Empregada Otua.

A empregada, que saiu enquanto esperava para ouvir que havia visitantes, encontrou a Imperatriz Lavigne e sua pele endurecida.

— … Sim, Imperatriz.

Depois de um tempo, a empregada da Otua entrou novamente e a porta do quarto se abriu.

— A Imperatriz tem me procurado muito ultimamente.

Yovanes, que vestiu um robe de acupuntura, sorriu torto para Lavigne.

É óbvio rir disso, mas Lavigne estava apenas parada com seu sorriso estranho.

— Hum.

Yovanes olhou para a figura de maneira interessante e perguntou:

— O que você está fazendo aqui tarde da noite, Imperatriz?

— Eu tenho algo para lhe dizer, Sua Majestade.

Yovanes, que acenou com a cabeça, acenou levemente, e todos os atendentes no quarto foram para fora.

— Em alguns dias, a conferência será realizada novamente.

No quarto do imperador com os únicos dois restantes, Lavigne abriu a boca primeiro.

— Ah, se essa é a história, eu sei aproximadamente do que você está falando.

Yovanes disse, franzindo ligeiramente a testa.

O conflito territorial de longa data entre os Angenas e Brown esteve na agenda da conferência.

Como imperador, Yovanes precisava decidir quem se qualificaria como representante do Ocidente.

— Você está me pedindo para ficar do lado dos Angenas na conferência, não é?

Dito isso, Yovanes pegou uma pilha fina de papéis que havia sido colocada sobre a mesa.

— No entanto, meus assessores descobriram que a propriedade que foi para os Browns era um pouco maior.

Mas a diferença era tão pequena que poderia ser ignorada pelas palavras do imperador.

— … está certo.

A Imperatriz Lavigne admitiu.

— Eu vim para confirmar que você vai levantar a mão de Angenas.

— Confirmar?

Yovanes sorriu afetadamente.

Então ele tirou outro pedaço de papel de debaixo do pacote e mostrou para a Imperatriz.

— Cartas da família Lombardi.

Depois de entrar no quarto, o sorriso da Imperatriz Lavigne se quebrou pela primeira vez.

[Daremos cem mil de ouro como compensação pelo noivado desfeito entre o Segundo Príncipe e Florentia Lombardi]

Cem mil de ouro.

Era uma soma enorme, de fato.

Mas Lombardi era uma exceção.

Como sempre, Lombardi era uma exceção.

— Como se atrevem a difamar o imperador e detê-lo com dinheiro?

O imperador Yovanes murmurou mal-humorado.

Claro, ele iria aceitar o dinheiro.

Yovanes não era tolo por recusar cem mil ouro.

Mas ele vai mostrar que nem tudo sai de acordo com a vontade de Lombardi.

A mão de Angenas poderia ser levantada várias vezes para pressionar o nariz do arrogante Lombardi.

Dito isso, Angenas não pode ameaçar o poder imperial como os Lombardi.

Yovanes disse à Imperatriz Lavigne.

— Vou levantar a mão de Angenas na conferência.

— Obrigado, Sua Majestade!

Com um grande sorriso, Lavigne acrescentou secretamente.

— E há mais uma coisa a ser confirmada.

— Huh, mais uma coisa? Eu sabia que a Imperatriz era gananciosa.

Yovanes disse com um sorriso como se estivesse pasmo.

— Sim, diga-me.

— Por favor, permita que os cavaleiros imperiais investiguem a Corporação Pellet hoje e prendam seu superior, Clerivan Pellet, Sua Majestade.

— Pellet?

Desta vez, os olhos de Yovanes se arregalaram.

Foi porque um nome completamente inesperado apareceu.

— Isso é um grande tiro.

Ninguém no Império não conhecia Clerivan Pellet e os comerciantes de Pellet, que viveram em pé no Império.

O pião, criado há apenas uma década, já se tornou grande o suficiente para formar o eixo do Império.

Em particular, o comércio oriental foi dominado pela Pellet Corporation.

Alguns até disseram que, para vender produtos no Oriente, ela precisava primeiro passar pelo comércio de Pellet.

— Qual é a razão?

— A investigação do caso de tentativa de homicídio foi lenta e, como resultado de minha própria pesquisa, descobri que a droga suspeita que o Primeiro Príncipe bebeu foi distribuída pela Pellet Corporation.

Lavigne respondeu sem mudar uma única cor em seu rosto.

— As situações… as circunstâncias…

Em suma, ‘talvez sim ou talvez não’, tipo de situação.

Yovanes sorriu ao pensar em cavaleiros vestidos com padrões imperiais em torno da Pellet Corporation.

Depois de muito tempo, ele pensou que poderia ser uma boa oportunidade para mostrar a autoridade da família imperial.

Além disso, o fato de Clerivan Pellet ser um homem de Lombardi também teve um papel na decisão de Yovanes.

— Os Cavaleiros Imperiais não são as mãos e os pés da família Imperial à toa.

O imperador Yovanes disse à Imperatriz Lavigne.

— Não há razão para que a Imperatriz não deva estar no comando dos cavaleiros imperiais.


— Droga.

Olhando para o rosto branco de Laurel, soltei uma maldição.

— Isso é o que a Imperatriz estava atrás.

Talvez desde o início Velsac tenha sido uma isca.

A atenção minha e de  Perez foi atraída para lá e a Imperatriz mirou em Clerivan.

— Como é que os Cavaleiros da família Imperial vieram…

Laurel perguntou com a voz trêmula, assustada.

— Eles podem estar tentando encontrar um contrato. Um contrato que estabelece como Angenas tomou dinheiro emprestado como garantia.

— Mas eu não posso acreditar que essa é a razão pela qual os Cavaleiros da família Imperial se moveram…

— Tenho certeza que ela foi atrás do Imperador com antecedência. E acontece que há uma boa desculpa para os Cavaleiros Imperiais se moverem, certo?

— Ah, não me diga…

Laurel não teve coragem de colocar a palavra na boca e apenas seus lábios tremeram.

— Certo. A tentativa de assassinato do Imperador. Eu teria que pegar Clerivan de alguma forma.

Era difícil saber onde produzir evidências plausíveis, como por exemplo, como Velsac tinha uma nota de suicídio inventada ou estava apenas dando uma desculpa.

Mas uma coisa é certa.

Que o Imperador Yovanes toleraria as ações da Imperatriz.

— Eles pegaram Clerivan?

— Oh, não, eles estão apenas vasculhando as casas e o prédio da corporação assim…

Então ainda há uma chance.

— Primeiro, temos que encontrar Clerivan.

Olhei para trás para Perez e disse:

— Perez, libere seu povo para a propriedade Lombardi e a Eclíptica.1

— Na Ecliptica?

— Clerivan foi lá há alguns dias. Hoje, ele está agendado para encontrar seu pai na loja principal da loja de roupas Gallahan na Ecliptica. Eu não sei exatamente que horas serão, mas ele pode já ter cruzado para a Eclíptica.

— Certo, vou procurá-lo.

Depois de soltar o cavalo que estava puxando a carruagem, verifiquei as costas de Perez, que estava montando o cavalo que corria, e disse a Laurel:

— Estamos indo para os Cavaleiros de Lombardi.

— Os cavaleiros?

— Sim, eu tenho algo para pedir.

Andei rapidamente sem dizer mais nada, mas a raiva fervia silenciosamente dentro de mim.

Imperatriz Lavigne, como ousa tocar no meu homem?


— Procure em todos os lugares! Descubra onde Clerivan Pellet está escondido!

Cavaleiros imperiais e soldados invadiram a Pellet Corporation fora de Lombardi.

Uma Violet furiosa saiu correndo do escritório e caminhou até o Cavaleiro, que parecia estar no comando.

Mas foi estranho.

Não eram os mesmos cavaleiros imperiais, mas o Cavaleiro de Angenas, que dava ordens aos cavaleiros imperiais.

Parado no meio do site de comércio, um cavaleiro gigante com uma cabeça maior que as outras era um homem que Violet conhecia bem.

Ethan Klaus.

Ele era o chefe dos Cavaleiros de Angenas, que apenas ouvia as ordens da Imperatriz.

O comandante dos Cavaleiros de Angenas, que dá ordens aos cavaleiros reais.

Era uma combinação ridícula, mas foi a Imperatriz que tornou isso possível.

E Violet poderia adivinhar o que estava acontecendo com a visão.

Mas isso não significava que eles os deixariam vagar pelos comerciantes da Pellet o quanto quisessem.

Violet, que ergueu a cabeça com mais confiança, parou na frente de Ethan Klaus.

— Eu sou Violet Lippe, coproprietária da Pellet Corporation. O que diabos está acontecendo?

— Sócia?

No entanto, Ethan Klaus, que estava olhando para Violet de cima a baixo por um tempo sem responder, ordenou que um cavaleiro imperial ficasse ao lado dele.

— Pegue-a e questione-a.

— Pare com isso! Solte!

Eles já não tinham intenção de falar.

Violet resistiu o máximo que pôde, mas não conseguiu vencer a força do cavaleiro imperial.

  1. quando mencionam “Ecliptica” significa também a capital[]
Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥