Selecione o tipo de erro abaixo

— Clerivan!

Eu vi Clerivan descer do cavalo e correr.

E o abracei quando cheguei mais perto.

Talvez por causa do passeio a cavalo, Clerivan cheirava a vento.

— … Florentia.

Clerivan também me abraçou.

— Bom trabalho, Clerivan. Foi assustador, não foi?

— Seria uma mentira dizer que não foi.

Ele riu ao dizer isso, mas o corpo de Clerivan estava tremendo e apenas começando a relaxar.

— Irmão…

Laurel se aproximou de Clerivan com cuidado. Lágrimas que acabaram de parar estavam fluindo novamente dos olhos já inchados de Laurel.

— … Laurel.

Clerivan, que estava observando a figura, tirou o lenço dos braços e o entregou.

— Oh, obrigada…

Laurel, vendo o lenço entregue com seus olhos grandes, desatou a chorar novamente.

Era porque o lenço que Clerivan carregava era o lenço que ela deu a ele da última vez.

Mesmo que ele não expressasse isso externamente, Clerivan também estava pensando em Laurel como sua irmã mais nova.

Clerivan, que estava dando tapinhas no ombro de Laurel, disse para mim.

— Os cavaleiros imperiais têm Violet.

— Violet?

Virei a cabeça e olhei para os Cavaleiros Imperiais, que haviam parado no portão da frente da mansão.

— Eles realmente são…

Eu gostaria de virar tudo de cabeça para baixo.

Mas ainda não é a hora.

Eu preciso esperar um pouco mais.

— Senhorita Violet… O que vamos fazer, senhora?

Com uma mão agarrada na bainha do manto de Clerivan.

— Está tudo bem, tudo vai ficar bem. Eu não vou deixar isso acontecer.

Mas a acusação… alegações de cooperação na tentativa de assassinato do imperador.

É tremendo também.

— Não seria bom explicar ativamente que meu irmão não tem nada a ver com tal coisa?

Laurel cuidadosamente sugeriu para mim.

Mas eu balancei minha cabeça.

— Não, se for assim, a Imperatriz criará outra suspeita.

— Então o que fazer…

— Eu tenho que mirar na Imperatriz. Posso não ser capaz de ter esse tipo de coisa novamente.

Eu disse, olhando para os cavaleiros imperiais ainda confrontando os cavaleiros Lombardi.

— Eu não posso acreditar que os cavaleiros da corte imperial agiram assim. É a prova de que a Imperatriz foi levada a um beco sem saída. Portanto, não há nada a temer.

Este lado segura a faca de qualquer maneira.

— Faltam apenas alguns dias para a conferência. Tudo o que você precisa fazer é aguentar firme.

E falei com Perez.

— Sobre Violet.

— Tudo bem. Não se preocupe com isso.

Perez respondeu imediatamente.

— Vou movê-la para o edifício dos Cavaleiros e protegê-la.

Felizmente, Perez foi o responsável pela investigação da tentativa de homicídio.

No entanto, não importa como os Cavaleiros estivessem divididos, Perez ainda tinha autoridade para interrogar os envolvidos no caso.

— Eu irei agora.

— Espere um minuto.

Eu agarrei o braço de Perez com um pouco mais de força.

— Não deveria acontecer com Violet o que aconteceu com Velsac. Claro, eu sei que você deliberadamente afrouxou a guarda de propósito, mas…—

Eu parei de falar.

Foi porque os lábios de Perez vieram de repente.

Fiquei envergonhada por um momento com aquele breve contato de nossos lábios.

O que diabos esse beijo significa?

Como se estivesse lendo meus pensamentos, Perez disse, enquanto ria baixo.

— Porque eu não acho que vou te ver por um tempo.

— Não estou brincando, Perez. Eu realmente não quero que nada aconteça com Violet. Violet é meu povo.

— Eu sei o quanto você valoriza seu povo. Portanto, não se preocupe.

Perez disse mais uma vez, beijando minha testa.

— Eu não vou deixa acontecer algo que a deixará triste.

Perez, que disse isso, saltou e subiu no cavalo.

E quando ele segurou as rédeas do cavalo, eu me aproximei e disse.

— Tome cuidado.

É um campo de batalha lá fora agora.

Eu estaria segura na mansão, mas me senti desconfortável em mandar Perez sozinho novamente para fora.

Perez acenou com a cabeça com um leve sorriso sem uma palavra.

— Vamos!

Só depois de assistir o cavalo carregando Perez correr com segurança além dos limites da mansão, eu levei Clerivan para dentro da mansão.


O escritório do Patriarca da mansão Angenas.

— Clerivan Pellet entrou na mansão de Lombardi.

Ethan Klaus se reportou à Imperatriz.

Era um espaço para Duigi, o dono de Angenas, mas nem a Imperatriz nem Ethan Klaus, o chefe dos Cavaleiros de Angenas, pensaram duas vezes em usar o quarto.

— Como um rato..!

A Imperatriz bateu na mesa e cerrou os dentes.

— Você deveria ter estado na frente de lá desde o começo!

A Imperatriz gritou ferozmente com Ethan Klaus.

— Eu sinto muito.

Lavigne, que mais uma vez olhou para Ethan Klaus, que se desculpou silenciosamente, perguntou.

— E os documentos do contrato e da hipoteca da terra?

— Estou procurando na mansão Pellet e no prédio da corporação. Vou encontrá-los em breve.

— Você tem que colocar as mãos nisso a todo custo. Do contrário…

Lavigne parou de falar.

Agora que o coração do imperador estava amarrado ao lado de Angenas, o contrato era a única fraqueza restante.

— Eu não tenho um bom pressentimento.

Lavigne murmurou nervosamente, roendo as unhas.

Depois de contemplar um pouco, Lavigne se levantou de sua cadeira.

— Você vai?

Ethan Klaus ergueu o manto da Imperatriz e o envolveu em seus ombros.

— Ethan.

A Imperatriz Lavigne olhou para Ethan Klaus e disse.

— O mais importante é evitar que Clerivan Pellet participe da conferência.

Porque a única pessoa que pode exercer os direitos do contrato é o proprietário da Pellet Corporation.

— Guarde a frente da mansão Lombardi. E quando Clerivan Pellet sair, mate-o.

Em vez disso, não seria ruim se Pellet desmoronar como o ar.

A Imperatriz Lavigne sorri lindamente.


— Muito tempo sem ver.

Creney sorriu ao ver a paisagem de Lombardi que ele perdeu.

Ele respirou fundo, suave e até cheirou o Lombardi.

— Vamos para que eu possa me exibir para Flore!

Depois que Creney foi para a academia, ele cresceu como um peixe na água.

Foi porque leu muitos livros bons por recomendação da prima e irmã, Florentia, desde pequeno, ou o cérebro dele está bom desde o início?

Ele nunca deixou sua nota cair do topo.

— Se eu disser a eles que desta vez vou pular um ano, minha irmã também vai ficar feliz!

Já o processo, que normalmente leva seis anos, será concluído em cinco anos.

Agora ele tem apenas dois anos até a formatura.

O rosto de Creney ficou vermelho.

Thump!

— Huh!

Naquele momento, sua carruagem fez uma parada repentina e Creney caiu de joelhos na carruagem.

— O que está acontecendo?

— Sinto muito, senhor! Os cavaleiros estão no caminho!

— Cavaleiros?

O rosto de Creney endureceu quando ele inclinou a cabeça e olhou para fora da carruagem.

Os Cavaleiros Imperiais estavam olhando para Creney com rostos horríveis.

— O que está acontecendo?

Creney pareceu surpreso com a porta da frente da mansão.

— Por que as tropas imperiais estão cercando a mansão?

Felizmente, os Cavaleiros Imperiais se retiraram lentamente e a carruagem foi capaz de alcançar a fronteira da mansão.

— Vamos checar.

Naquela hora, a porta da carruagem que Creney estava cavalgando se escancarou.

Crenny, nervoso, olhou para o cavaleiro que abriu a porta.

— … Irmão Gillieu?

— O quê, Creney?

Gillieu, vestido com as roupas de Cavaleiro Lombardi, sorriu para Creney.

— Hein? É Creney?

O rosto de Mairon também apareceu na carruagem.

— Você está aqui de férias?

Mairon perguntou.

— Qual é o problema? Por que na frente da mansão…

— Vá e pergunte a Flore. Ela vai explicar bem. Não é grande coisa, então não se preocupe muito.

Tendo dito isso, Gillieu fechou a porta da carruagem novamente e gesticulou para os soldados Lombardi.

As portas da mansão bem fechada se abriram lentamente, e a carruagem que carregava Creney começou a correr novamente ao longo do caminho da mansão.

Enquanto isso, Rulak observava uma carruagem que mal entrava na mansão.

— Pai.

Gallahan se aproximou das costas de Rulak e falou com ele.

— Você vai deixar como está?

— E se eu o fizer?

Com as observações de Rulak, Gallahan franziu a testa.

— Não deveríamos ajudar Flore a resolver a situação?

Shananet também se aproximou e disse com cuidado.

— Já faz vários dias do confronto, pai.

— É realmente o confronto entre a família imperial e Lombardi que você está preocupado, Gallahan?

Rulak se virou para Gallahan e perguntou.

— Por que você não me diz o que quer dizer honestamente?

— Então eu não vou fazer rodeios.

Gallahan abriu a boca com o coração pesado.

— O patriarca de Lombardi ainda é o pai, não Flore. Se o confronto continuar, só vai colocar mais pressão sobre Flore.

— Gallahan está certo, pai. Seria melhor enviar uma carta de protesto a Vossa Majestade.

Shananet também ajudou Gallahan.

No entanto, Rulak balançou a cabeça com uma expressão severa.

— Pai!

— Pai!

Gallahan e Shananet falaram ao mesmo tempo, mas a decisão de Rulak não mudou.

— Você está errado. Esta é a luta de Flore, Gallahan.

Então ele olhou para os Cavaleiros Imperiais que enfrentavam a mansão como um cerco.

— Agora, Yovanes está tentando dominar Flore antes que ela se torne a Matriarca. Ele está tentando domesticá-la.

Rulak queria intervir imediatamente, mas aguentou várias vezes.

— Flore deve passar por mais do que isso no futuro.

— No entanto…

— Como ela pode liderar Lombardi no futuro se ela mal consegue vencer um imperador tolo como Yovanes?

Rulak disse isso, escondendo sua preocupação.

No entanto, após um suspiro inevitável, uma humilde conversa interna se seguiu.

— Flore tem que superar isso sozinha.


Vários dias se passaram desde que a família Imperial e Lombardi começaram a se confrontar em frente à mansão.

Nesse ínterim, a Imperatriz devastou literalmente a Pellet Corporation e as mansões de Clerivan.

Nas palavras de Bate, todas as janelas da mansão estavam quebradas, o jardim estava bagunçado e os itens do armazém estavam todos arruinados, a ponto de não poder mais serem vendidos.

Não importa o quanto ela procurasse, ela não conseguia encontrar o que queria, então ela estava lívida.

No entanto, Lombardi permaneceu em silêncio com o portão da mansão fechado.

E finalmente chegou o dia da conferência.

— Eu retornarei.

— Tenha cuidado, Flore.

Meu pai disse ansiosamente para mim.

— Eu voltarei para casa em breve, por favor, espere por mim.

Minhas palavras colocaram um leve sorriso no rosto de meu pai.

— Vamos.

— Sim, Vice Patriarca.

Um cocheiro veterano, que há várias décadas conduz a carruagem do Patriarca, respondeu com uma expressão muito significativa.

A carruagem começou e gradualmente se dirigiu em frente ao portão de ferro totalmente fechado.

Ouvi os soldados de Lombardi abrindo a porta e verificando minha carruagem.

E claro.

— Com licença por um momento.

Sem esperar pela minha resposta, a porta da carruagem se abriu.

— Você é louco!

Eu disse, olhando para o capanga da Imperatriz, Ethan Klaus.

— Esses bastardos são realmente…!

Nos bastidores, ouvi Cavaleiros Lombardi explodindo de raiva.

Porém, eu disse a eles para não intervirem, então não houve luta.

Em vez disso, falei com Ethan Klaus.

— Abrindo a carruagem do Patriarca de Lombardi, acho que não há nada que você tema agora, Sir Klaus.

Klaus, que ouviu minhas observações mordazes, franziu a testa ligeiramente.

Pareceu ferir seu orgulho ouvir isso de mim, uma jovem.

Mas o status é mais importante do que a idade.

O que você vai fazer?

Enquanto eu olhava com meus olhos frios, Ethan Klaus checou dentro da carruagem sem responder.

— Clerivan Pellet não está nesta carruagem, você pode dizer sem olhar dessa forma.

— … é uma ordem imperial para verificar todas as carruagens que saem de Lombardi.

— Deve ser a ordem da Imperatriz.

Eu ri com um canto da boca para cima.

— A Imperatriz lhe disse para impedir Clerivan Pellet de deixar a mansão?

Quando a ordem da Imperatriz saiu, a atmosfera de Ethan Klaus tornou-se violenta.

Mas não vou desanimar com tal coisa.

Eu disse, olhando com mais confiança para os olhos cinzentos de Ethan Klaus.

— Quem é você para ousar ficar no meu caminho, a Vice Patriarca de Lombardi?

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥