Selecione o tipo de erro abaixo

Ele deu apenas alguns passos no espaço.

A presença de Rulak enchia o escritório.

Era uma energia inacessível que intimidaria pessoas comuns.

— O Patriarca veio?

— Bem, é verdade.

Os funcionários do top Lombardi murmuravam entre si em vozes sufocantes.

Embora trabalhar no top da família Lombardi não fosse comum, pessoalmente, enfrentar um membro da família não era comum.

Mas e quanto a Rulak Lombardi, o chefe da família?

Enquanto o Patriarca entrava, rapidamente se afastavam para abrir caminho para Gallahan alcançá-lo. Havia uma tensão e excitação incontroláveis ao observar Rulak Lombardi.

— Pai.

Gallahan curvou a cabeça junto com as pessoas.

— O que o traz aqui?

— Passei por aqui por um tempo a caminho do palácio imperial.

Rulak Lombardi respondeu à pergunta de Gallahan com eloquência.

No entanto, a ocupação do Patriarca era grande demais para acreditar naquelas palavras.

Mesmo se o proprietário do top visitasse a mansão Lombardi porque o caso do top Lombardi precisasse de aprovação, ele teria que esperar algumas horas para entrar no escritório.

Além disso, era ainda mais raro o Patriarca visitar o escritório do top diretamente.

Mesmo que o Patriarca quisesse fazer isso, ele não tinha tempo por causa da agenda cheia.

Recordando esse ponto, Romassie Dillard olhava alternadamente para Rulak e Gallahan, que estavam ao seu lado, e interveio naturalmente na conversa entre pai e filho.

— Seja bem-vindo, meu Senhor. E o Patriarca está certo, Gallahan. Muito obrigado, passamos por uma grande crise.

Diante das palavras do dono do top, cada um dos funcionários acenou com a cabeça.

Então, incapaz de negar mais, o rosto de Gallahan ficou levemente vermelho enquanto ele concordava relutantemente.

Mas isso também foi por um tempo.

— Bom trabalho, Gallahan.

Com as palavras encorajadoras de seu pai, o rubor agradável desapareceu como se fosse lavado, deixando apenas seu rosto endurecido de surpresa.

Em vez de elogios, ele estava acostumado a repreensões, e ao invés de ouvir ‘bom trabalho’ como agora, ele estava acostumado com a aparência decepcionante.

Gallahan não respondeu, mas curvou a cabeça mais uma vez.

— Você deve ser recompensado por suas realizações.

Os ouvidos de todos se ergueram com as palavras murmuradas de Rulak.

Qual é a recompensa dada pelo chefe da grande família Lombardi?

Enquanto cada um deles espalhava suas asas imaginárias, Rulak continuou.

— Seria o suficiente se você me acompanhasse no casamento do Príncipe Herdeiro.

Não é um barra de ouro ou muito dinheiro, mas um prêmio por acompanhar um casamento?

Alguns inclinaram a cabeça.

No entanto, aqueles que conheciam o valor, como Romassie Dillard, abriram os olhos em surpresa.

Após a morte de sua esposa, Natalia Lombardi, Rulak nunca tinha levado pessoalmente sua família a um evento oficial.

Em geral, isso era diferente da maneira como o chefe de uma família aristocrática acompanhava uma pessoa designada como sucessora, ensinando naturalmente o trabalho e criando conexões.

Em resumo, é o mesmo que a expressão ‘ainda não decidi sobre um sucessor’.

Rulak e seus filhos sempre entravam separadamente.

Mas, tal Rulak disse ao seu filho mais novo, Gallahan, que o levaria ao público.

Foi também no casamento do Príncipe Herdeiro Yovanes.

Todas as implicações da breve proposta iam além das palavras.

— O que você vai fazer, Gallahan?

Foi uma pergunta como se ele tivesse uma escolha.

Gallahan pausou por um momento antes de fechar os olhos e abri-los novamente.

Ele já sabia que não era simplesmente uma questão de acompanhar o casamento.

Embora ele já soubesse sobre Shan, seu pai não impôs nenhuma restrição a ele.

Ele apenas o viu fazer seu trabalho.

E quando Gallahan começou a se destacar no trabalho do top, ele colocou Vieze nela, colocando Shan em apuros.

Tirou o lugar dela para ficar e o emprego, o que significava que ela não tinha motivos para ficar em Lombardi.

E agora ele está comandando seu filho.

Literalmente, pegue a mão que lhe ofereceu um prêmio e a segure com gratidão.

Claro, para fazer isso, ele teria que soltar a mão de Shan primeiro.

Alguns segundos passaram como se estivessem esticados entre Gallahan e Rulak, que estavam um de frente para o outro.

— Obrigado por esta grande oportunidade, pai.

Ao final do silêncio, Gallahan respondeu pesadamente.

— Sim. Você fez a escolha certa, Gallahan.

— …

Gallahan apenas curvou a cabeça em silêncio.

Como para confirmar a aparência, Rulak, que olhava para baixo satisfeito, virou as costas e deixou o escritório.

Apenas uma pessoa entrou e saiu novamente.

Os funcionários do top abriram a janela e tremeram como se mal conseguissem respirar.

Enquanto o entorno voltava a ficar barulhento, Gallahan ainda permanecia ali.

Romassie Dillard sorriu largamente e se aproximou dele assim.

— Parabéns, Sr. Gallahan. Eu sabia que isso aconteceria quando o Patriarca deu ao Sr. Gallahan o trabalho no top!

Ele parecia feliz como se fosse seu próprio negócio.

— Se você participar do casamento real com o Patriarca desta vez, e trabalhar um pouco mais no futuro…

Ele não disse isso para enganar, mas era natural que Gallahan fosse escolhido como próximo chefe da Lombardi.

De um filho para outro.

Do ponto de vista de um vassalo, que tem que servir à família Lombardi de geração em geração, as preocupações de Romassie Dillard eram tão grandes quanto as de Rulak.

Isso porque não havia um sucessor adequado.

Portanto, mesmo que fosse tarde, a existência de Gallahan parecia ser uma linha de vida que veio do céu.

— Senhor do Top.

— Sim, Sr. Gallahan!

— Se você terminou seu trabalho urgente, posso ir embora agora? Estou cansado e quero descansar.

— Ah, eu não pensei tanto. Teria sido melhor se você tivesse voltado para casa com o Patriarca um tempo atrás.

— Não.

Gallahan balançou a cabeça.

— Acho melhor caminhar devagar. Então… Eu te vejo depois.

— Sim. Obrigado pelo seu trabalho, Sr. Gallahan!

Gallahan, que tinha olhado para o rosto sorridente de Romassie Dillard por um momento, começou a caminhar pela cidade de Lombardi, recusando também a carruagem da família que o esperava.

Ele se moveu como se tivesse perdido seu destino até chegar aos alojamentos dos plebeus.

E ele parou perto de uma casa cercada por uma pequena cerca.

A tristeza preencheu seus olhos enquanto ele endireitava as costas.

Mas foi apenas por um momento.

Dessa vez, Gallahan se dirigiu à mansão Lombardi.

O telhado de uma pequena casa ainda mostrava uma luz avermelhada no meio do dia, atrás dos passos que foram dados com passadas largas, diferente de uma personalidade cautelosa.

No dia do casamento do Príncipe Herdeiro Yovanes.

A mansão estava agitada com a família Lombardi comparecendo ao casamento e funcionários ajudando na preparação.

O mesmo acontecia no espaço do Patriarca.

Uma batida suave soou no quarto de Rulak, onde ele estava checando sua aparência pela última vez com a ajuda do mordomo.

— Entre.

Como esperado, o visitante era Gallahan, o filho mais novo.

— Estou quase pronto também, então espere um pouco…

Rulak parou de falar.

Seu olhar estava fixo como se estivesse preso na bolsa que Gallahan estava segurando.

— Pai.

Gallahan, que cumprimentou educadamente, não estava vestido para o banquete.

As roupas simples, não extravagantes, pareciam as de uma pessoa viajando para longe.

— Estou aqui para me despedir.

O rosto de Gallahan, que disse isso, também se assemelhava ao de uma pessoa que partirá por muito tempo.

Era tão leve e firme quanto uma bagagem numa das mãos.

— Gallahan.

A raiva cresceu em Rulak.

— Que tipo de besteira é essa?

A voz baixa soou como gelo.

— Você ousa resistir até mesmo a uma rebelião tardia?

No entanto, Gallahan respondeu calmamente.

— Não estou me rebelando. Apenas tomei uma decisão de acordo com minha vontade.

Na verdade, ele nunca pensou nisso.

Desde o início, a resposta foi tão boa quanto, e apenas levou tempo para a coragem alcançar a resposta.

— Você está fora de si.

— Talvez esteja.

Gallahan assentiu.

— Eu vivi toda a minha vida com medo do meu pai, mas vendo o quanto meu coração está calmo.

Tão simples.

Era tão simples que quase era em vão.

Gallahan encarou seu pai, que sempre estava propenso a ser esmagado quando ele estava na frente dele.

— Deixo tudo em Lombardi, pai. Todo o dinheiro que foi pago para mim está no cofre do banco.

— Você está dizendo que vai vagar e se humilhar?

Ao rugido de Rulak, Gallahan respondeu com uma voz mais calma.

— Por sorte, não estou de mãos vazias porque herdei coisas da minha mãe, então não se preocupe.

— … o quê?

— Minha mãe me deixou a maior herança entre os quatro irmãos. Talvez ela tenha feito isso com um dia como este em mente.

— Gallahan, você realmente…

— Pensei que tinha que encontrar um lugar para pisar em Lombardi. Felizmente, o trabalho no top foi mais fácil do que eu pensava. De qualquer forma, fiquei orgulhoso de ver que também era filho de Rulak Lombardi. Mas.

Foi apenas isso.

— Eu não estava feliz. Ficou mais claro que o único lugar onde meu coração poderia descansar era ao lado dessa pessoa. Shan é essa pessoa para mim, pai.

Ele poderia ter deixado a mansão silenciosamente.

Mas ele não fez isso.

Como fez, ele achou que seu pai deveria ter uma escolha.

— Por favor, aceite Shan como membro da família, pai. Se for o caso, trabalharei mais para permanecer na família e não envergonhar o nome Lombardi.

A decisão era inteiramente de Rulak.

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥