Selecione o tipo de erro abaixo

Capítulo 228 – A arte da Negociação

Tradutor: Cybinho

Três anos atrás, se alguém dissesse ao Lorde Magistrado que ele frequentemente visitava um cultivador – ou se tornaria amigo de um – ele o teria chamado de louco. Os cultivadores, para ele, eram bestas desconhecidas e inescrutáveis ​​na forma de homens. Monstros que precisavam ser apaziguados quando necessário e evitados em todos os outros momentos.

Ele os temia e os odiava em igual medida, depois do que eles fizeram com sua esposa. Não passavam de escória.

‘De fato, tudo parece estar em ordem, senhor magistrado. A Casa de Rou pode facilmente comprometer essa quantia de dinheiro para permitir que as aldeias aluguem as Máquinas Bowu’, disse Pi Pa enquanto examinava o contrato.

Hoje, ele estava sentado na casa de um lavrador e discutia com um porco como esse lavrador poderia ajudar os fazendeiros que viviam em seu comando.

Foi absolutamente absurdo. Isso ia contra a ordem natural do mundo.

“Excelente. Fico feliz que o governo de Sua Majestade Imperial tenha chegado a um acordo com a Casa de Rou.”

E, no entanto, aqui estava ele. Jin pediu a Pi Pa para negociar em seu nome, para dar ao porco mais experiência em seu papel escolhido como mordomo. Ela provou ser uma negociadora capaz, e uma pequena parte dele queria roubá-la para si mesmo… mas Pi Pa provavelmente não se importaria com nada que ele tivesse a oferecer. Até ele podia ver a maneira como ela olhava para Chun Ke e que qualquer separação de seu marido seria intolerável para ela, assim como era para sua esposa e para ele.

Não que ele fosse roubar o servo de seu aluno de qualquer maneira. Isso foi apenas rude.

O próprio homem estava sentado próximo, brincando com seu filho. Lady Wu e Meiling estavam por perto, sentadas confortavelmente em um sofá, conversando de maneira familiar sobre algum livro. Ele tirou isso de sua mente e voltou para a tarefa em mãos.

Pi Pa havia claramente pesquisado exatamente quanto o fazendeiro médio da região ganhava de antemão e aplicou esse conhecimento de maneira admirável. Assim, em menos de uma hora, eles tinham algo que satisfez ambas as partes. Tudo o que era necessário era a aprovação de Jin. A negociação com o porco fez o Lorde Magistrado imaginar Pi Pa como uma matrona corpulenta estereotipada com um olhar penetrante, sempre à procura de pessoas que tentariam enganar sua família.

Não que o Lorde Magistrado o fizesse, é claro. A última coisa que ele queria era perder o apoio de Jin — com essa nova iniciativa, ele já podia imaginar o elogio redobrado de seu povo!

“O Lorde Magistrado, tornando a agricultura mais fácil!”

“Veja o quanto a previsão dele aumentou nossos rendimentos!”

“Salve o Senhor Magistrado!”

Oh, se ele pudesse ser apenas uma mosca na parede de um camponês enquanto eles recebiam seus novos auxílios agrícolas. Verdadeiramente, ele não seria capaz de andar na rua sem ser agradecido!

É muito bom que você esteja tão satisfeito, Lorde Magistrado, ‘ Pi Pa disse, e ele percebeu que estava sorrindo amplamente.

Ele apresentou sua melhor expressão resoluta. “Qualquer coisa que melhore a vida do meu povo me agrada, senhorita Pi Pa.”

O porco sorriu calorosamente para ele. ‘ Verdadeiramente, somos abençoados por ter um Lorde Magistrado tão bom‘, declarou ela.

Havia algo… sábio em suas palavras, e o Lorde Magistrado considerou seu sorriso agradável. Tinha muita diversão nisso.

Ele nunca diria isso em voz alta, mas Pi Pa o lembrava bastante de sua própria esposa. Ambas eram mulheres astutas.

Ele deixou a diversão dela passar, no entanto, com um humor muito bom para se ofender com ela. E suas palavras não eram nem um pouco zombeteiras. Ela realmente quis dizer isso.

“Devo elogiá-la por seu papel também, Srta. Pi Pa. Jin tem sorte de ter um servo tão diligente. Ser confiável com a bolsa de moedas da Casa não é pouca coisa. De fato, a escolha de Jin por delegar essa tarefa implicava muita confiança.”

‘Oh meu Deus. O Lorde Magistrado é um bajulador! o porco disse recatadamente, e ambos riram. ‘O Mestre e a Senhora são mãos hábeis nisso, e foi por necessidade que Pi Pa assumiu esse papel.’

“Oh?” ele perguntou.

“De fato. A princípio, nosso Mestre procurou pagar-nos todas as semanas por nossas labutas… mas não tínhamos onde colocar esta moeda, nem qualquer uso para ela, então os companheiros de Pi Pa começaram a colocar o dinheiro de volta na bolsa de moedas do Mestre. Até mesmo o jovem Sir Bowu, que desejou nos retribuir por seu tratamento.’

Servos que devolveram o dinheiro de seu mestre. Que estranho, mas ele supôs que se morasse aqui faria algum sentido. Quando alguém era alimentado e regado tão completamente quanto Jin alimentava e dava água a qualquer um que o procurasse, que utilidade um homem teria para o dinheiro?

‘Quando nosso Mestre descobriu o que havíamos feito, ele ficou bastante zangado com todos nós, embora compreensivo. Ele então encarregou este Pi Pa de manter o controle de todo o dinheiro que nos é devido, de modo que, se chegar a hora em que desejamos comprar algo, ou se precisarmos de algum dinheiro para uma aventura fora de casa, tenhamos uma contagem precisa. ‘

“Eu vejo. Ele é considerado com o bem-estar daqueles de quem é mestre, como é certo e apropriado.”

O mordomo mais uma vez assentiu. ‘Então, vamos finalizar as coisas?’

O Lorde Magistrado considerou o documento mais uma vez. Os termos eram generosos. Ambas as partes conseguiram o que queriam. Verdadeiramente, era um tipo raro de negócio.

“De fato. Vamos finalizar?” ele perguntou, e Pi Pa fez uma reverência.

Ele observou enquanto Jin e Meiling liam o contrato, procurando as coisas do jeito que ele e sua esposa os haviam ensinado com uma deliciosa xícara de chá e doces.

Ainda era um pouco surreal, ter duas pessoas que poderiam espalhá-lo pelo campo com um movimento o tratando com tanto respeito.

Mas enquanto eles falavam sobre ajudar uma comunidade de mortais por nenhum motivo além da virtude… era como se eles fossem apenas… pessoas. Pessoas normais, fazendo o seu melhor.

O Lorde Magistrado sorriu para eles.

Como ele gostava que não houvesse mais mal-entendidos entre eles. Ora, ele teria se levado cedo para a sepultura se continuasse preocupado com a possibilidade de suas palavras serem mal interpretadas!

======================

Chen Lianji da Sombra da Flor de Ameixa ficou atento sob o olhar profundo do Mestre Escriba. Todos os executivos o fizeram. Suas costas estavam retas e seus peitos estavam inchados com orgulho óbvio.

Como eles poderiam não estar orgulhosos? O Mestre Escriba dera a todos uma tarefa, e era seu dever solene cumpri-la.

Lianji, como todos os outros, viu imediatamente o poder do que seu Mestre havia descrito.

Eles não apenas coletariam informações, mas também controlariam seu fluxo. Tudo isso, para toda a província – estando completamente escondido à vista de todos.

Era algo ao mesmo tempo brilhante e insidioso.

“Você conseguiu convencer o Lorde Magistrado da Cidade do Lago da Lua Pálida?” Mestre Escriba perguntou quando terminou de ler o relatório.

“Sim, Mestre Escriba! O Lorde Magistrado foi convencido com sucesso do mérito desta iniciativa!”

No início, eles apenas abordaram a Companhia de Comércio Azure Jade. Shan Daiyu viu o valor de seu novo sistema e ofereceu à Sombra da Flor de Ameixa  uma concessão… e seu apoio político. É verdade que uniu ainda mais as duas organizações, mas pouco importava. Tanto a Companhia de Comércio Azure Jade quanto a Sombra da Flor de Ameixa eram servos de poderes superiores, que tinham sua própria aliança.

Então eles tomaram a iniciativa. O que eles estavam construindo era muito grande para permanecer discreto… e com o apoio da Companhia de Comércio Azure Jade, sua nova iniciativa mal foi vista antes que uma legião de escribas começasse a distribuir pedidos por toda as Colinas Azure.

Em menos de uma hora, o Sistema Postal das Colinas Azure era a política oficial do governo — qualquer um que obstruísse seu trabalho estaria obstruindo Sua Majestade Imperial.

As Ameixas, acostumadas a trabalhar nas sombras, escondidas e invisíveis, encontraram-se escondidas à vista de todos. Afinal, quem repara no mensageiro em sua rota?

Mestre Escriba olhou para todos eles e um sorriso apareceu em seu rosto antes de declarar: “Excelente trabalho.” Lianji pôde sentir o orgulho naquelas palavras e permitiu que se infiltrasse no sorriso que cruzou suas próprias feições.

“Quais são suas ordens agora, Mestre Escriba?” um deles perguntou.

“Continue como está. Ainda estou no processo de refinar o sistema.” A voz de seu Mestre era calma, mas a intensidade nela soava ensurdecedora. “O que fizermos nestas colinas pode ecoar por todo o Império.”

Todos os homens e mulheres na sala congelaram com suas palavras enquanto a compreensão de seu plano se tornava cristalina. O escopo absoluto. A ambição pura e absoluta que o Mestre Escriba tinha!

Verdadeiramente, eles foram honrados acima de todos os outros por serem os primeiros a obedecê-lo, aqueles em quem confiar para tornar seus planos uma realidade!

A Sombra da Flor de Ameixa um dia se espalharia por todo o mundo!

Olá, eu sou o Cybinho!

Olá, eu sou o Cybinho!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥