Selecione o tipo de erro abaixo

[Antes de tudo acontecer, quando Ken ainda estava no chão depois de receber um tremendo choque nas têmporas pelo doutor.]

Por conta dos constantes cortes que se acumularam em seu corpo, pelo uso constante do raio branco e pelo tremendo choque que recebeu nas têmporas.

O corpo de Ken assim como a sua mente estão completamente esgotados. Deitado em um chão desconfortavelmente duro e frio, não conseguia mover um músculo sequer.

Com seus olhos lentamente se fechando sua consciência estava lentamente se esvaindo, com a escuridão tomando conta de sua visão.

Tudo que Ken queria fazer era deixar o cansaço tomar conta do seu corpo e descansar, ele já havia feito tudo que podia até agora, então achou que merecia um descanso. 

Mas sua mente que estava se perdendo foi rapidamente despertada depois de ouvir a conversa de Dono e do doutor.

“Dê ele…mi….”

“…terei….recusar.”

“…você não entendeu o quão especial é o seu corpo…Desmontá-lo.”

Embora não pudesse ouvir tudo que falavam, era fácil deduzir do que estavam falando. 

Era uma nojenta e repugnante conversa sobre o que queriam fazer com o seu corpo. Neste momento, um intenso ódio estava começando a surgir nas profundezas da sua alma.

Mas para além do ódio que sentia, também estava se sentindo patético. Depois de tudo que aconteceu com ele, de tantas injustiças e perseguições, como poderia pensar em descansar?

Se desistir agora, um destino cruel o estaria aguardando nas garras daquele doutor. Aqui ninguém teria pena de sua situação, a única pessoa em quem podia contar era consigo mesmo.

Apenas os fracos desistem, apenas os fracos fogem e apenas os fracos são tratados como objetos. 

Até quando se permitiria ser tratado como um fraco? E daí que tem o emblema-amaldiçoado? Se existe uma parede bloqueando sua passagem, você apenas deve destruí-la mesmo que quebrem os seus ossos no processo. Porque tudo que importa é o seu próprio sucesso.

– Dê tudo de si.

Uma voz estranha estava começando a surgir das profundezas de sua mente.

– Use tudo que você tem, mesmo que significa quebrar todo seu corpo no processo! Use tudo!

Quer estas palavras que surgiram de repente sejam a reflexão do seu próprio desejo ou não, Ken não tinha a opção de ignorá-lá.

Forçando seu corpo contra a sua vontade, Ken começou a levantar-se lentamente, todo seu corpo tremia à medida em que se movia e a dor o dominava, mas a sua força de vontade se provou ser maior. 

“Uck…”

Seu braço e peito sangravam por causa do profundo corte causado por Frederick, deixando seus braços fracos como palito.

Mas mesmo assim Ken se esforçou para ficar de joelhos e instintivamente agarrou a coleira de seu pescoço.

‘Tudo hein?…’

A potência da técnica do raio branco é aumentada quanto é alimentado pela energia branca dentro dele. Ken não sabia qual era o limite desta energia estranha, mas o que sabia era que ainda não havia chegado ao seu limite.

Então ele poderia usar ainda mais o raio branco, o real problema era o seu corpo que não iria aguentar mais a enorme tensão causada pelo raio branco.

Mas Ken não ligou, carregou a energia de seu núcleo e ativou a técnica do raio branco.

[Raio branco, 10%]

O raio branco foi ativado, mas ao invés de aumentar a sua percepção, Ken mandou toda a energia elétrica nos seus músculos através dos meridianos, aumentando sua força física. 

Depois começou a puxar fortemente a coleira de seu pescoço.

“Ghhhhh!”

Mas a força ainda não era o suficiente, porque a coleira parecia ser mais resistente que o próprio aço. Por isso carregou ainda mais da energia em seu núcleo, potencializando ainda mais o poder do raio branco.

[Raio branco, 25%]

Seus músculos estavam começando a doer tremendamente, mas como se não fosse suficiente, a coleira começou a soltar chamas negras, que começaram a engolir todo seu corpo.

“AHHHH!”

As chamas pareciam estar derretendo a sua alma, era uma terrível e incomparável dor, como se inúmeras formigas flamejantes estivesse rodando por todo seu corpo, o fazendo desejar a própria morte.

O desejo de desistir surgiu novamente, não suportando mais a dor que estava sentindo. A força aplicada ao puxar a coleira estava ficando fraca.

Até ouvir uma voz.

– Seja forte, Ken.

‘!?’

Uma voz calorosa e aconchegante, era a voz da sua avó, uma voz que ele achou já ter esquecido haviam surgido de repente das profundezas da sua memória.

Lágrimas escorreram de seus olhos, que logo foram desintegrados pelas chamas negras.

Foi neste momento que Ken pensou que a dor causada pelas chamas negras não poderiam superar a dor de perder todos seus entes queridos, não, Ken se forçou a acreditar nisso.

Tendo recuperado novamente sua convicção, a a força voltou rapidamente às suas mãos.

Apertando os dentes com força, fortaleceu ainda mais o raio branco.

[Raio branco, 45%]

Neste momento, o raio branco estava começando a gerar energia estática de cor branca ao redor de seu corpo e seu olho agora estava brilhando visivelmente em branco.

“UAHHHHH!”

Ken gritava enquanto puxava fortemente a coleira, por conta disso as chamas negras tornaram-se ainda mais violentas, lutando para derreter o corpo de Ken. E para piorar, uma torrente elétrica surgiu de repente através de um círculo mágico por baixo dele, e começou a dar choques em todo seu corpo.

“GAHHHHH!”

Ken teve que lutar para manter sua consciência intacta, porque a dor que estava sentindo neste momento, de seus músculos se partirem por causa do raio branco, das chamas negras queimando seu corpo e do repentino choque elétrico o fritando era demais para uma pessoa conseguir suportar.

Se não fosse pelo seu corpo anti-propriedades, sabia que a muito estaria morto.

Os choques elétricos carregados pelas chamas negras começaram a alcançar o seu interior, queimando seus órgãos internos e chegando até o seu núcleo.

‘…O que é isso?’

A energia das chamas negras que alcançaram o seu interior, estava estranhamente começando a devorar a energia branca. 

“Ugh!…droga!…”

Ken podia sentir a energia negra dominando lentamente a energia branca, ela também tentou consumir a energia vermelha, mas foi rapidamente rejeitada, sem espaço para negociação.

‘Não penses que será deste jeito!’

Para não deixar a energia branca ser totalmente dominada, Ken forçou ainda mais a energia branca, dando ainda mais potência ao raio branco.

[Raio branco, 50%]

Ken podia sentir seus músculos racharem e seus ossos estalarem, mas forçou ainda mais ao puxar a coleira.

Ele podia sentir seu cérebro fritar por conta da enorme quantidade de eletricidade do raio branco gerado pelo seu sistema nervoso, vapor saindo de sua boca aos montes.

Era uma mistério em como não havia morrido até agora, por estar causando um grande dano ao cérebro.  

Mas sabia que se não retirasse rapidamente a coleira, sua energia branca estaria em perigo.

“UAHHHHH!”

*Pack*

Com seu último grito de guerra, o som de partir ecoou e a coleira foi finalmente partida em duas partes, gerando uma onda de choque em forma de anel.

“Haa…”

Ken suspirou de alívio. 

Seu corpo agora estava nu, porque foram desintegrados pelas chamas negras, quase todo o seu corpo agora estava preenchido por queimaduras de 3º grau. Parte de seu cabelo estava faltando, e uma outra parte estava estranhamente em branco.

Ken começou a cair no chão, mas antes disso, forçou o raio branco em seu olho. O mundo ficou lento e podia vislumbrar a aparência de Dono e do doutor antes de finalmente cair no chão.

Dono e o Doutor haviam baixado completamente a guarda, então estava tudo certo por agora.

Destruir a coleira não foi seu único propósito, Ken teve que processar rapidamente seu próximo passo. O raio branco havia forçado rapidamente seu processo de pensamentos, elaborando assim sua próxima ação.

Aproveitando essa chance, Ken tirou um pequeno papel do tamanho da palma de sua mão de seu bolso. Um papel com um círculo mágico desenhado nela. Pousou o papel em seu peito e transferiu nele sua energia vermelha.

A energia vermelha se moveu em seus dedos até chegar no desenho, ignorando completamente a restrição do emblema-amaldiçoado.

E então, um fraco brilho vermelho saltou do círculo mágico e a marca do círculo gravou-se em seu peito e desapareceu. As gravuras presentes neste círculo eram diferentes dos primeiros círculos mágicos que Ken havia desenhado.

Neste momento havia três tipos de círculos mágicos com diferentes efeitos que Ken poderia utilizar.

Um era aquele que usou para selar a porta onde o lobo que invadiu a casa de Bertolt se encontrava. 

A segunda era um pouco mais especial, porque selava o peso. Um peso de 100kg poderia tornar-se leve como uma pena se for utilizado este círculo. 

Quanto ao terceiro, que foi mais difícil descobrir seu propósito e mais especial que os outros. Selava a sua própria presença. 

Sua respiração, batimento cardíaco, vontade assassina. Tudo o que torna uma pessoa o que é. Sua própria presença.

Mas ela não selava o som de seus passos. Mas isto não era um problema, porque Ken já havia passado por um intenso treino de furtividade, então esconder o som não era um problema.

Com os dois distraídos, depois de ativar o terceiro círculo mágico, Ken apoiou suas mãos no chão e levantou-se um pouco. Estendeu seu pé esquerdo para trás e usou o direito na frente.

Com sua presença selada, Ken podia se mover e as pessoas não poderiam notá-lo, e queria usar esta chance para dar um golpe fatal em um deles.

Com o raio branco em seus 50%, sua velocidade estaria em outro patamar, acreditando que nem mesmo Dono conseguiria se safar.

Seu primeiro alvo era o Dono, pensando em aceitá-lo na lateral do pescoço com a articulação do dedo, um ponto vital extremamente sensível, mesmo para um monstro como Dono.

Ken chutou forte no chão e avançou como um raio.

[Passo relâmpago.]

Este foi o nome que Ken deu a esta técnica de movimento, que o torna rápido como um raio com apenas um único arranque. 

“Ugh?”

Mas assim que chutou o chão, sentiu uma tremenda dor no seu tornozelo, obrigando-o a mudar sua trajetória para o doutor. Mas Ken não se desesperou, o estrago já estava feito, tudo que tinha que fazer era usar a atual situação a seu favor.

A função era a mesma, tudo que tinha que fazer era acertar o doutor. Seu corpo avançava como um raio.

“Cuidado!”

Mas Dono já parecia tê-lo notado e gritou para alertar o doutor. O doutor se virou rapidamente, mais uma vez atrapalhando os planos de Ken.

Mas Ken voltou a agir rapidamente, com o mundo ficando mais lento graças ao raio branco, fez a única coisa que lhe era possível no momento, que era arrancar o olho esquerdo do doutor.

“Gahhhh!”

O grito de dor do doutor ecoou.

Depois de passar por eles como um raio, Ken girou o corpo ainda no ar para ficar em direção a eles e assim que pousou no chão seus pés deslizaram alguns passos para trás.

Agora estavam a vários metros de distância.

Todo seu corpo estava transbordando de raios de cor branca, mas não era a única coisa.

“!?”

Raios negros também estavam transbordando de seu corpo, misturado com o raio branco.

“Ugh…O que é isso!?”

Todo seu corpo parecia estar queimando e derretendo, não era uma dor natural do raio branco, porque ela trazia tensões musculares e fortes dores de cabeça, então só havia uma opção.

‘Deve ser este raio negro! Mas porque este raio?…’

Ken usou esta oportunidade para analisar seu núcleo de energia, felizmente, a energia branca não parecia ter sido consumida, mas havia algo estranho.

‘O quê?’

E era que uma parte do núcleo estava negra, cerca de 30% dela.

‘Isto é…’

Ken se lembrou do momento em que a energia das chamas negras estava invadindo seu interior, alcançando seu núcleo de energia. Ele achou que havia se livrado completamente dela depois de se libertar da coleira, mas parece que uma parte já havia sido infectada.

Foi então que descobriu que o raio negro era obra da invasora energia negra.

‘Então o raio negro deve estar sendo causado por causa desta energia.’

Com o passar do tempo o raio negro foi naturalmente desaparecendo do seu corpo, assim como também a sensação de queimadura estava naturalmente desaparecendo.

Ken ignorou estas mudanças de acontecimentos e decidiu focar no que era mais importante, nos dois homens a sua frente.

Seu olhar que brilhava em branco direcionado a eles era feroz.

§§§§

“Urgh…porra…Porque não está curando?”

Depois de Ken ter arrancado o olho do doutor, ele tem lutado para tentar curar, mas não importava o quanto tentasse, a ferida sempre voltava a abrir, com o sangue escorrendo.

Apenas depois de usar uma magia de alto grau, foi que a ferida foi finalmente cicatrizada. Mas as veias da área ao redor do seu olho arrancado e a própria pele estavam ficando escuras.

“Porra!…”

O médico estava tão irritado que as veias saltavam de suas têmporas. Estranhamente a dor que estava sentindo na região do olho arrancada era parecida ao que estava sentindo no seu ombro esquerdo, onde o braço foi desintegrado depois de ter se tornando cinza.

Era uma dor horripilante como se formigas flamejantes estivessem o corroendo.

Dono, vendo o fenômeno acontecendo na área do olho arrancado do doutor, não conseguiu esconder sua surpresa, seus olhos se arregalando.

‘Não é possível!…’ 

O fenômeno era parecido com quando exposto ao poder das ‘chamas negras’. Elas corroem e desintegram tudo o que tocam, até as células. Mas se os corpos não forem completamente desintegrados, elas ganham um tom cinza.

E para usar este tipo de poder, era necessário ter a marca da caveira no corpo da pessoa, chamado de ‘Caveira de Hades’. 

A mesma marca encontrada no cabo da espada de dono, e que também foi encontrada no braço esquerdo do doutor.

Quem tiver esta marca no corpo consegue obter a ‘energia da morte’. Podendo desintegrar tanto corpos animados ou inanimados, as células e os átomos. 

As coleiras presas nos pescoços dos jovens contêm a ‘energia da morte’. Elas têm outras restrições menos mortais, como dar choques apenas para lhes manter em ordem. Mas se for para matar, a coleira libera chamas, e a caveira aplica a ‘energia da morte’, tornando assim as chamas de cor negra.

Mas se uma pessoa quisesse ganhar a ‘energia da morte’, terríveis consequências o estavam esperando. O braço do doutor foi uma prova concreta.

Embora a morte não pudesse desintegrar a magia, ela ainda poderia desintegrar um círculo mágico, por isso o doutor foi obrigado a usar a ‘energia da morte’, para que seu círculo mágico pudesse fazer efeito nas chamas negras, e assim tentar parar o Ken.

Mas obter este poder não era fácil, não bastava apenas ter a ‘caveira de Hades’, também era necessário superar a própria morte.

Mas superar a morte não significa apenas superar o medo da morte, também era realmente necessário compreendê-la, passando por inúmeras situações de vida e morte, entender como a morte funcionava por si só e tudo mais.

E para utilizá-la, esta energia da morte teria que ser alimentada pela ‘energia vital’. A ‘energia vital’ é a energia fundamental para a vida e para a própria existência, uma energia que é encontrada em todos os seres vivos.

Eram necessárias três coisas extremamente importantes para poder usar o poder da morte. Primeiro seria ter a marca, depois superar a própria morte e então aprender a utilizar a energia vital.

Mas superar a morte e encontrar a energia vital não são coisas fáceis de se fazer. Superar a morte já era difícil, e para encontrar a ‘energia vital’ seria necessário compreender a própria vida, e com um treinamento adequado, encontrar a localização desta energia.

A ‘energia da morte’ então se alimenta desta ‘energia vital’, dando o poder da desintegração.

Seriam necessárias várias décadas para compreender e mais décadas para conseguir utilizar este poder. 

Por isso que Dono não conseguiu evitar a sua surpresa quando notou o fenômeno na área esquerda do doutor, aquele era definitivamente um fenômeno de corrosão causado pela ‘energia da morte’.

Dono olhou para o Ken, ainda incrédulo.

Todo seu corpo estava transbordando de raios brancos e negros, mas ele se concentrou ainda mais nos raios negros, que estranhamente o lembrava das chamas negras.

Depois fixou ainda mais seu olhar e começou a examinar todo corpo de Ken, até notar algo no seu pescoço, embora sua pele agora estivesse escura, ainda era possível de ver uma marca de caveira que ele bem conhecia.

‘…Impossível!…’

Dono não conseguia acreditar no que estava vendo. E enquanto ele estava perdido em seus pensamentos, o raio negro transbordando de Ken foi lentamente desaparecendo.

Mas a ferocidade em seu único olho não havia desaparecido. Esticando o pé esquerdo para trás, ele desapareceu, deixando um rastro de raio branco.

Olá, eu sou o Melqui-Zedequi!

Olá, eu sou o Melqui-Zedequi!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥