Selecione o tipo de erro abaixo

Tradutor: Daruh

Revisor: Blue

Um mês já tinha se passado desde que Alex chegou a esse mundo.

Durante os primeiros dias, Alex focou em encontrar uma fonte de água e procurou por lugares com frutos e nozes. Ele não sabia se esse mundo seguia a regra das diferentes vitaminas e minerais necessários para se manter saudável, mas não queria descobrir enquanto estivesse em uma região selvagem.

Depois de alguns dias, encontrou um rio passando pelo meio da bacia, dividindo a cadeia de montanhas que estava ao redor em duas. Bem no meio da bacia ficava um lago onde a água se acumulava antes de seguir o curso do rio.

Lá, ele encontrou uma enorme árvore morta e planejou criar um lar para si.

Alex já tinha usado todas as frutas que recebera do ouriço com a sua onda de insanidade autodestrutiva. Felizmente, conseguiu se acostumar um pouco com o treino torturante, mesmo que ainda o temesse.

Ter coragem não significava ser totalmente destemido, mas sim conseguir superar seus próprios medos. Alex ainda estava assustado com a perspectiva de receber mais um conjunto de frutas, mas sabia que ele conseguiria pular em direção a sua sombra quando a hora chegasse.

O gosto do poder era irresistível. Mesmo que o treino fosse horrível e inumano, o poder que ganhou com isso fazia valer a pena em sua mente.

Alex usou esse desejo por poder como combustível para superar seu medo da dor.

Algo assim era saudável?

Isso dependeria das circunstâncias e ponto de vista do indivíduo.

Tanta dor mudaria uma pessoa?

Definitivamente.

No entanto, pessoas diferentes mudariam de formas diferentes ao passar por essa tortura.

Como Alex mudaria?

Isso ainda seria visto.

Whoosh! Whoosh! Whoosh!

Alex estava em uma clareira, constantemente balançando sua espada.

Depois de outro encontro com uma alcateia, percebeu que ele não muito bom em usar sua espada. Alex lutou com seu próprio corpo durante toda a sua vida, nunca com uma arma real. Isso fez com que ficasse despreparado para lutar com uma arma real.

Após essa luta, decidiu treinar mais com a sua espada, e depois de um curto treino com sua espada, percebeu uma coisa problemática.

Seus tríceps e suas costas rapidamente começaram a doer.

Alex tinha treinado todo o seu corpo, mas treinar tudo igualmente nem sempre era a escolha certa.

Um bom exemplo seria um alpinista. Se ele tivesse pernas musculosas, um abdômen musculoso, e costas musculosas, teria uma tensão maior nas mãos e nos braços devido ao peso adicional dos músculos.

Nesse caso, treinar tudo igualmente não apenas não ajudaria, como também poderia ser um fator negativo para seu desempenho.

E no caso de um espadachim?

Os músculos iriam aumentar a massa e o volume do corpo, diminuindo a velocidade do espadachim. Ainda mais, se os músculos do torso atingissem um certo ponto, iriam restringir o movimento dos braços.

Só precisava ver o vídeo de um desses homens musculosos incapazes de encostar nas costas para saber.

No entanto, mesmo com tudo isto dito, uma certa quantidade de poder ainda era necessária ao redor do corpo. Cada músculo tinha seu uso em uma luta. Eles apenas eram usados com diferentes intensidades.

Por causa de todas essas razões, Alex decidiu treinar principalmente com a espada. Ele só faria um treino de corpo inteiro depois de três sessões de treino com a espada.

Treinar com a espada não era nem um pouco mais tranquilo que treinar o corpo inteiro. Era simplesmente um treino focado em outros grupos musculares.

Depois de cada sessão de treino com a espada, Alex sentia uma grande parte do seu corpo ardendo. Na Terra, qualquer pessoa já teria parado muito antes, já que treinar demais era tão ruim quanto não treinar.

Mas aqui, treinar demais não existia.

Após finalizar o treino, Alex pulou para uma das árvores próximas e se sentou para meditar.

Alex tinha treinado igual louco, e isso estava trazendo ótimos resultados.

Ele não precisava mais escalar para chegar em cima das árvores. Agora podia facilmente pular dois metros no ar, mesmo com a espada pesada nas costas.

Alex já tinha ultrapassado o limite físico dos humanos na Terra.

Esse era o efeito da Mana.

Alguns minutos depois, pulou da árvore e andou até a beira da clareira.

Na sua frente estava uma árvore gigante com um buraco no meio. A árvore tinha quase três metros de largura, mas não era a mais alta.

Afinal, já estava morta, e o vento frio havia destruído a parte de cima do seu tronco.

Além do buraco na árvore, tinham vários pedaços de madeira organizados para parecerem a soleira de uma porta.

Não era realmente a soleira de uma porta, mas sim a futura cabana de Alex. Todos os dias, Alex cortava mais madeira e a adicionava. Em alguns dias, teria sua própria pequena cabana.

Alex estava usando pedras como pregos, mas era uma tarefa difícil fazer com que eles se fixassem na madeira. Afinal, as pedras eram duras, mas quebradiças. Se simplesmente martelasse os pregos improvisados, eles quebrariam.

Por causa disso, tinha que cortar os buracos com a sua espada e cuidadosamente encaixar todas as peças.

Isso fazia com que a cabana fosse pouco firme e instável, mas por enquanto estava se mantendo de pé. Enquanto nada encostasse na estrutura, e enquanto nenhum vento forte passasse, a estrutura continuaria lá.

Alex foi em direção a um banco perto da construção e pegou suas roupas.

Suas velhas roupas já tinham sido destruídas há muito tempo, incluindo as roupas extras.

Suas novas roupas eram feitas de pele de lobo.

Normalmente se pensaria que roupas assim pareceriam selvagens e poderosas, só que na verdade, pareciam pobres e lamentáveis.

No entanto, esse conjunto de roupas era muito superior aos anteriores. Afinal, Alex já tinha melhorado na costura.

Quem teria imaginado que uma das habilidades essenciais para sobreviver na selva era costura?

Se Alex estivesse em um clima tropical, não precisaria se preocupar tanto com roupas. Ele simplesmente precisaria ficar na sombra a maior parte do tempo, e se fosse dar uma volta, só precisaria se proteger do sol.

Uma manta era muito mais fácil de costurar do que roupas de verdade.

Depois de colocar as suas roupas, Alex pegou seu casaco e o colocou ao redor do corpo.

Ele deu alguns pulos para saber se as novas roupas prejudicariam seu movimento e percebeu que não seriam um problema.

Alex olhou para o céu escurecendo. Não conseguia ver o sol, não que fosse vê-lo de qualquer forma, mesmo no meio do dia.

Por quê?

Porque o céu estava coberto por nuvens cinzas, frias e opressivas.

Já tinha nevado alguns dias atrás e Alex percebia que o tempo estava esfriando.

O inverno logo chegaria.

Isso era um enorme problema, já que calor se tornaria uma das maiores prioridades.

Ele já imaginava que a temperatura cairia para um ponto entre -20 e -40 graus no pico do inverno.

Mesmo que agora possuísse um corpo incrivelmente poderoso, sabia que não conseguiria sobreviver nessas condições.

Esse era o motivo pelo qual Alex estava tão concentrado em melhorar a sua costura e construir uma cabana.

No entanto, um grande problema estava em seu caminho.

O crepúsculo rapidamente chegou e Alex cerrou os olhos enquanto conferia seu equipamento.

Alex pegou a sua espada para se acalmar e deu um suspiro enquanto fechava os olhos.

Alguns segundos depois, abriu os olhos cheio de determinação.

Você esteve espreitando em volta do meu acampamento por tempo suficiente. Dormir tem se tornado difícil com você por aqui, e tenho certeza que você vai atacar em breve. Minha cabana e minhas roupas estão em risco enquanto você estiver aqui. Se você destruir minha cabana, eu posso não conseguir construir outra há tempo.

Alex só considerou as suas roupas e sua cabana, ignorando completamente a sua própria segurança.

Ele lentamente avançou enquanto a escuridão tomava conta da floresta.

Não havia nenhuma estrela, nem lua.

Acima só havia as nuvens negras e toda a luz desaparecia da floresta.

No entanto, Alex não era mais um humano normal.

A Mana não tinha simplesmente aumentado o poder do seu corpo, mas também aguçou seus sentidos.

Os cinco sentidos de Alex já estavam várias vezes melhores, a um ponto em que conseguia ver metros à frente mesmo na escuridão total.

Alex não sabia como a Mana havia conseguido aumentar o poder dos seus olhos. Afinal, a Mana não conseguia chegar em sua cabeça por algum motivo.

Mas mesmo assim, era inegável que a sensibilidade dos seus olhos estava muito melhor que antes.

Alex avançou, para longe da cabana.

Ele não queria colocar a cabana em risco.

Conforme Alex adentrava a escuridão total, ele percebeu flocos de neve caindo das nuvens.

Alex ainda conseguia ver o branco dos flocos de neve, mesmo não tendo basicamente nenhuma luz na floresta.

Ele apenas via pequenos cristais brancos caindo devagar em meio a um fundo completamente negro.

Sssshh!

Alex ouviu um farfalhar silencioso e olhou na direção do som.

Lá estava.

Alex viu os olhos brancos o encarando do topo de uma árvore distante.

Esses eram olhos familiares.

Alex pegou o seu casaco, que parecia igual à pelugem dessa criatura.

Alex a nomeou de Perseguidor.

Uma dessas criaturas chegou muito perto de matá-lo um mês atrás, e Alex tinha ganhado por pura sorte.

Dessa vez, as coisas seriam diferentes.

Picture of Olá, eu sou o D4ruh!

Olá, eu sou o D4ruh!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥