Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: Otakinho 』

“Você não precisa pedir ajuda aos Draconatos!”

A voz de um jovem soou do lado de fora da caverna.

“Já lidamos com os restos de seus guardas durante o tempo em que você esteve fora. Mesmo que grite até perder a voz, ninguém viria em sua ajuda.”

A voz do homem era nítida, clara e firme. Qualquer um poderia dizer que esta era uma pessoa extremamente confiante apenas com base em sua voz.

O corpo maciço de Cherkes se movia continuamente enquanto tentava se mover da melhor forma para lidar com os inimigos de ambos os lados.

O inimigo escondido dentro da pilha de moedas de ouro e joias também apareceu. Ela bateu suas asas de morcego e lentamente pairou no ar. Ela parecia uma mulher linda. No entanto, Cherkes poderia dizer, com base na aura estranha que irradiava casualmente de seu corpo, que esta era uma vampira, e ainda por cima uma vampira de Segundo Grau!

Passos pesados ​​soaram na entrada da toca atrás dele.

Um gordo e um magro, um alto e um baixo. Dois inimigos misteriosos com estaturas completamente diferentes entraram no covil.

O que estava na frente parecia ser meio humano e meio dragão. Ele usava uma armadura de metal azul na parte superior do corpo, enquanto a parte inferior do corpo estava coberta de escamas azuis. O Draconato também segurava uma lança elétrica brilhando com relâmpagos azuis em seu grosso braço humanoide.

Droga, é um Draconato de Segundo Grau!

Caminhando atrás do Draconato estava um humano misterioso vestido com roupas pretas.

Mesmo que grande parte de seu corpo estivesse obscurecido por suas roupas, a mão que segurava o item estranho ainda revelava sua identidade.

Cherkes sentiu o cheiro poderoso, maligno e caótico dos adeptos dele!

Aquele que estava falando também era esse adepto humano.

Cherkes imediatamente conectou todos os pontos dos últimos dias sem precisar pensar muito.

“Adeptos, vocês ultrapassaram os limites!” Cherkes lentamente virou seu corpo em direção ao homem vestido de preto e ao Draconato. Esses dois eram mais uma ameaça: “Aqui é um reino de dragões. De acordo com o tratado de paz assinado por seus Grandes Adeptos e nosso Lorde Deus Dragão, nenhum de nós deve invadir o plano de origem da outra parte.”

O Greem vestido de preto riu.

Ele sabia desse “tratado de paz” de que o dragão falou. O fato de o dragão estar falando sobre isso agora era ainda mais uma prova de que ele estava apenas dando uma de durão.

“Ultrapassando? Lorde Cherkes, sugiro que você dê uma boa olhada nesse tratado de paz! Concordamos em não invadir casualmente o plano de origem um do outro. Mas Lance pode ser considerado um plano de origem? Pelo que eu sei, isso era um plano originalmente governado por trolls. Vocês, dragões, são, na melhor das hipóteses, estranhos, assim como nós. Dois forasteiros lutando por um território controverso não podem ser considerados uma violação desse tratado de paz. Então…”

“É melhor você simplesmente se render!”

A batalha começou imediatamente quando a voz de Greem subiu de repente.

Draconato Zacha, o escudo de carne do grupo, não gostava de desperdiçar palavras. Ele não disse nada e atacou o dragão com sua lança elétrica após receber as ordens de Greem.

Como servo dos dragões, o status de Zacha era um mundo à parte do dragão do vento, mesmo que fosse do mesmo Grau. No entanto, ele era um servo que anteriormente pertencia ao Dragão do Trovão Arms. Ele não tinha nenhuma afiliação com este Dragão do Vento. Como tal, Zacha não pretendia segurar nada.

Enquanto Zacha atacava o dragão com passos pesados, Mary também soltou um grito de guerra nítido. Ela dobrou as asas e se transformou em um feixe de luz vermelho, atacando o dragão por trás.

Greem, por outro lado, não avançou. Ele até deu alguns passos para trás, protegendo a saída da toca e começou a entoar em voz alta um feitiço misterioso.

Esta batalha foi a primeira cooperação entre os três adeptos de Segundo Grau do Clã Carmesim. Se conseguiriam suprimir com sucesso este Dragão de Segundo Grau dependeria da sinergia do grupo.

No passado, o movimento favorito de Greem em uma luta era apenas lançar bolas de magma. Elas são poderosas e também conseguem criar vastos campos de fogo. No entanto, agora que estava cooperando com outras pessoas, não podia mais usar feitiços de área de efeito como esses tão aleatoriamente como costumava fazer.

Afinal, os feitiços de fogo que poderiam afetar um dragão poderiam afetar o desempenho de Zacha e Mary com a mesma facilidade. Pela primeira vez, Greem lutou como um feiticeiro ortodoxo e conscientemente se afastou do campo de batalha e agiu como o canhão que deveria ser.

O Dragão do Vento rangeu os dentes quando enfrentou os ataques pela frente e por trás. Ele ergueu seu corpo e atacou Zacha com suas garras poderosas. Ao mesmo tempo, sacudiu o corpo enquanto sua cauda de oito metros de comprimento atacava Mary. Ventos perversos cortavam o ar.

Uma lâmina de vento azul-celeste concentrava-se rapidamente em sua garganta aberta. Cherkes estava apenas esperando que Zacha se intimidasse com seus ataques antes de disparar a lâmina de vento contra ele para interromper quaisquer ataques futuros.

Com toda a seriedade, o grande tamanho dos dragões deu-lhes uma vantagem única na batalha e tornou-os uma ameaça imensa.

Cherkes e Zacha estavam ambos no Segundo Grau. A Força deles não deveria ser muito diferente. No entanto, a Força adicional de seu tamanho permitiu-lhe derrotar Zacha em uma batalha de força.

As afiadas garras de dragão colidiram com a lança elétrica. O atacante Zacha foi esbofeteado e jogado na parede de pedra próxima como uma carruagem fora de controle.

Um baque silencioso sacudiu os céus.

Todo o corpo de Zacha estava colado na parede de pedra. A força feroz daquele ataque fez com que até a toca tremesse ligeiramente.

O dragão aproveitou ao máximo esta oportunidade. Ele abriu bem a boca e se preparou para usar uma Lâmina de Vento que estava preparando para atravessar as escamas protetoras de Zacha. De repente, sentiu uma dor intensa nas costas. A lâmina de vento se transformou em uma explosão de luz branca e atingiu a parede de pedra ao lado de Zacha, errando o Draconato por milímetros.

Um estranho som de rasgo ecoou no ar, e uma marca profunda de um metro de comprimento apareceu ao lado da cratera em forma humana onde Zacha estava.

O dragão virou-se furiosamente e avistou uma silhueta vermelha escapando sorrateiramente com seus olhos verde-oliva.

Um vórtice azul celeste imediatamente envolveu o dragão e o tornou tão rápido quanto o vento.

Cherkes deu um ataque rápido como um relâmpago e mordeu Mary perversamente com suas presas cruéis. A vampira teve sucesso em seu ataque furtivo.

A agilidade de Mary aumentou muito desde seu avanço. Na verdade, ela estava provocando o dragão dentro de sua toca com cada batida de suas asas. Ela se esquivou para a esquerda e para a direita, evitando a mordida feroz por apenas alguns centímetros todas as vezes.

Uma grande e uma pequena; as duas silhuetas rápidas perseguiram uma à outra dentro do espaço estreito. Elas se esquivaram do ataque uma da outra enquanto retaliavam regularmente. Os dois contornos, um vermelho e outro branco, ultrapassaram os limites da visão de Greem quando atingiram a velocidade máxima.

Draconato Zacha se libertou da parede de pedra após algum esforço estranho. Ele cuspiu um bocado de sangue roxo e pôde se mover como de costume mais uma vez. Ele rugiu e avançou novamente com sua lança elétrica erguida bem alto.

Só então, a canalização de seu feitiço de fogo por Greem, que durou trinta e sete segundos, finalmente chegou ao fim. Greem tentou o seu melhor para capturar a silhueta do dragão, os olhos brilhando ao fazê-lo, enquanto mantinha cuidadosamente o feitiço de fogo mais forte atualmente em suas mãos.

Enxurrada de Meteoros!

Era um poderoso feitiço de fogo que derivou da Explosão do Núcleo de Fogo e da Chuva de Meteoros ao avançar para o Segundo Grau.

Era o campeão incontestável de todos os feitiços de Greem quando se tratava de poder puro.

Era um feitiço de alvo único, e seu poder atingia chocantes trezentos e quarenta pontos depois de toda aquela canalização. Já era o ataque mais poderoso que Greem conseguia realizar!

Depois de uma perseguição mortal, o dragão finalmente alcançou Mary com sua velocidade superior.

O dragão soltou uma poderosa respiração de vento. Mary não conseguiu escapar da área de efeito antes que o vento a alcançasse e fosse instantaneamente destruído pelas dezenas de milhares de lâminas de vórtice.

O rosto de Greem ficou sombrio quando viu Mary gritar e ser pressionada contra a parede pela respiração de vento que agora cortava seu corpo. Ele deu um passo à frente e a Enxurrada de Meteoros carmesim e ofuscante finalmente disparou.

Neste momento, não era uma bola de magma que saiu da mão de Greem. Era uma chuva em miniatura de meteoros.

As intensas ondas de calor ferveram o ar e a terra ao seu redor, distorcendo o ar e fazendo tudo parecer estranho e surreal. Greem completou o último entoamento do feitiço; os meteoros que ele segurava na mão cortaram o amplo espaço dentro da montanha e atingiram o dragão antes que alguém pudesse reagir.

No segundo seguinte, um sol explodiu ao lado do Dragão do Vento!

As ondas de choque da explosão devastaram toda a toca. A pilha montanhosa de moedas de ouro e joias foi lançada ao ar, como se tivesse enfrentado um furacão, antes de derreter rapidamente nas chamas quentes.

As correntes de chamas também destruíam as ásperas paredes de pedra ao redor da toca, e todas as armaduras de metal e espadas que estavam escondidas dentro da pilha de tesouros derreteram como cera.

O Dragão do Vento foi atingido lateralmente pela Enxurrada de Meteoros. A barreira de vento que protegia seu corpo estourou como uma bolha em menos de um segundo. O calor perfurou suas escamas e sua resistência mágica, fervendo instantaneamente o sangue sob seu peito e vaporizando seus músculos.

Uma cicatriz enorme apareceu ali e, pouco depois, a carne sob o ferimento explodiu com um estrondo retumbante. Grandes escamas voaram por toda parte enquanto uma espessa fonte de sangue derramava-se no chão.

O dragão ergueu a cabeça e soltou um rugido agonizante antes de cair impotente no chão.

Mesmo um dragão derrotado não deve ser subestimado.

Draconato Zacha trabalhou junto com Mary, que agora havia se libertado do vento. Os dois juntos tiveram que lutar contra o dragão à beira da morte por quase mais quarenta rodadas antes de finalmente suprimi-lo.

No momento em que Greem entrou casualmente no campo de batalha com as duas mãos nas costas, Zacha e Mary já estavam cobertos de sangue e feridas.

Essa batalha confirmou mais uma vez o boato popular sobre o multiverso.

Além dos Titãs, das bestas estelares e das raras espécies de guerra, os dragões eram verdadeiramente invencíveis entre aqueles do mesmo grau!

Se não fosse pelo destemido ataque de Zacha aos ataques do dragão, Greem e Mary sozinhos teriam dificuldade em restringir Cherkes. Se não fosse por Mary extrair parte do poder do vento, Zacha teria dificuldade em sobreviver nas mãos do dragão em um combate corpo a corpo direto.

Então, o golpe mais crucial foi disparado por Greem.

Sem Greem, Zacha e Mary só teriam sido capazes de ganhar tempo e não teriam meios de derrotá-lo.

No final, todos os três foram necessários para capturar o Dragão do Vento.

Perder qualquer um deles teria tornado virtualmente impossível derrotar este Lorde Dragão aqui hoje.

Mesmo assim, Greem ainda tinha suas dúvidas.

“Estranho… tão estranho. Por que esse dragão parece tão fraco?”

[Combo: 16/25]

Picture of Olá, eu sou o Crimson!

Olá, eu sou o Crimson!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥