Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: Otakinho 』

O primeiro a atacar foi naturalmente o Demônio Flamejante do Terror, que estava mais próximo de Xenia.

Com seu poder de Segundo Grau, não era mais do que um sonho tentar matar a Xenia no Terceiro Grau. No entanto, ainda era possível limitar e interromper temporariamente os movimentos do inimigo.

Chamas ardentes surgiram das mãos de magma do demônio e atacaram incessantemente o Escudo Divino de Xenia. O fogo rapidamente se transformou em uma prisão de lava e prendeu a mensageira dentro dela. Ao mesmo tempo, o canhão de energia mágica que permaneceu silencioso todo esse tempo começou a carregar novamente. Uma energia mágica esmagadora de intensidade chocante começou a se reunir dentro do cano. Ficou claro que uma nova rodada de ataques estava se formando.

Se fosse dito que os ataques do Demônio Flamejante apenas faziam Xenia franzir a testa, então o carregamento do canhão de energia mágica a aterrorizava totalmente.

Ela ainda não tinha se recuperado do medo do último disparo.

Ela confiou inteiramente no Escudo Divino da Deusa do Luar para suportar aquela explosão. Agora que o poder divino dentro do Escudo Divino estava quase esgotado, ela não tinha garantia de sobrevivência ao ser atingida pelo mesmo ataque, mesmo com sua habilidade como mensageira de Terceiro Grau.

Era uma armadilha.

Era uma armadilha mortal que o inimigo montou e esperou que ela entrasse de boa vontade.

Xenia enlouqueceu instantaneamente após entender o que havia acontecido.

O Escudo Divino que havia lançado anteriormente já havia extraído todo o poder divino armazenado dentro de seu corpo. Ela agora dependia inteiramente do pequeno fluxo de poder divino que lhe era enviado através da fé para sustentar seus esforços de combate. Afinal, estas não eram as montanhas centrais. Estava muito longe do templo principal. Além disso, não havia grandes altares de oração lunar por perto. Tentar usar esta estrutura para recarregar a fé era impossível.

Foi por isso que seria um desafio enviar o poder divino do reino sagrado para o templo principal e depois enviá-lo para Xenia através da fé, mesmo com o total apoio da Deusa do Luar e o generoso esgotamento do poder divino.

Até mesmo enviar poder divino era uma tarefa árdua, muito menos transmitir uma magia divina totalmente formada!

Foi por isso que o poder de combate individual da mensageira variava tremendamente com base em sua localização.

O acampamento Jintha’Alor ficava longe das montanhas centrais. Estava situado nos limites do Continente Garan. Isso limitou severamente a capacidade de luta de Xenia. Se o campo de batalha pudesse ser transferido para algum lugar próximo às montanhas centrais e ao templo principal, então o poder de combate de Xenia aumentaria facilmente de três a cinco vezes.

Neste momento, Xenia não tinha tais condições. Como tal, a mensageira explodiu imediatamente com todo o seu poder ao ver a armadilha meticulosa que o inimigo havia preparado para ela!

No segundo seguinte, centenas e milhares de feixes ofuscantes de luz arco-íris explodiram da prisão de lava forjada com chamas fumegantes e lava incandescente. Esses feixes de luz compostos de poder divino misturados com o luar e de repente giraram intensamente, cortando instantaneamente a prisão de lava em pedaços com seu terrível poder cortante.

Como o Demônio Flamejante do Terror estava muito perto, também foi perfurado pelas luzes arco-íris e cortado em pedaços.

Xenia saiu do crescente mar de fogo e fragmentos de magma, olhando de forma assassina para o canhão de energia mágica que carregava rapidamente.

Ela soltou um grito estridente quando um feixe, mais concentrado do que qualquer outro, foi projetado da lua redonda no céu. Atingiu o ponto mais concentrado da energia do canhão.

Xenia instantaneamente se teletransportou para longe do navio depois de completar seu ataque ressentido. Ela reapareceu lentamente em algum lugar no céu a um quarto de quilômetro de distância.

Atrás dela, o canhão de energia mágica que havia sido destruído pelo luar de repente se iluminou com uma luz ofuscante e intensa. Uma reação em cadeia de explosões foi rapidamente desencadeada. Se alguém calculasse o poder do canhão de energia mágica com base no tiro anterior, a destruição da arma desta vez transformaria o navio voador em um enorme fogo de artifício de aço.

Xenia tinha acabado de escapar do navio voador e esperava com confiança para apreciar a visão de lindos e raros fogos de artifício. No entanto, no momento seguinte ela se virou em estado de choque e percebeu que o navio voador ainda estava flutuando duzentos metros acima das árvores, perfeitamente ileso.

Embora as explosões de energia mágica que ocorria em seu convés fosse chamativa e barulhenta, a intensidade da energia era centenas e milhares de vezes menor do que Xenia havia estimado.

Isso… o que estava acontecendo?

No momento em que estava presa em sua profunda confusão, o corpo de Xenia tremeu. Ela levantou a cabeça e olhou para a lua redonda pendurada no céu. Ela não sabia quando, mas um grande aglomerado de sombras pretas como tinta já havia obscurecido a lua.

O caminho que entregava fé que ela sempre manteve com a Deusa do Luar também foi cortado!

O rosto de uma senhora idosa, tão excitado que ficou distorcido, formou-se a partir do aglomerado de sombras no céu. Ela gritou com sua voz sinistra e rouca: “Kehkehkeh. Sua fanática de merda, você não achou que eu voltaria secretamente, não é?! Agora que obscureci a lua e cortei sua conexão com aquela Deusa de araque, vamos ver o que sobrou de suas habilidades! Você não estava me chutando mais cedo? Venha; deixe-me ver se você ainda é tão poderosa quanto antes. Kehkehkeh.”

A voz parecia ser a da Bruxa das Trevas de Terceiro Grau Uzzah!

Uma feroz rodada de ataques acabara de ser desencadeada. O poder divino enviado pela Deusa estava completamente esgotado. Agora que o único caminho de fé foi cortado, Xenia não conseguia mais reabastecer seu poder divino.

Não havia como continuar essa luta contra potências do mesmo nível de outro mundo com suas reservas de energia!

Tendo entendido isso rapidamente, Xenia soube imediatamente que as coisas estavam indo mal. No entanto, antes que pudesse tentar escapar da área, uma violenta onda de trovões e relâmpagos que engolfou os céus já havia explodido.

…………

Jintha’Alor foi totalmente devastada após a grande batalha.

Os adeptos só estavam roubando na batalha anterior e não estavam provocando incêndios ou destruindo quaisquer estruturas. Foi por isso que a maioria das estruturas no acampamento Jintha’Alor permaneceram completamente intocadas, embora seu conteúdo tivesse sido esvaziado. Agora, após a batalha mais intensa contra a mensageira, o acampamento naturalmente teve que suportar a destruição das ondas de choque da batalha.

Desconsiderando as estruturas, até mesmo a montanha onde Jintha’Alor residia começou a desmoronar devido aos ataques intensos. Com as grandes mudanças na estrutura da própria montanha, este lugar tornou-se esfarrapado e destruído; não se parecia em nada como antes.

A partir de hoje, o nome Jintha’Alor não existiria mais!

Após a intensa batalha, o navio voador arrastou seu corpo quebrado e escapou em direção ao mar, tendo feito algumas manutenções básicas e reparos em seus danos internos.

Os danos ao navio voador na batalha desta vez foram, sem dúvida, extremamente graves. O navio não era mais capaz de voar alto acima das nuvens para evitar os olhos dos elfos. Além disso, com a espessa fumaça se espalhando por vários quilômetros atrás deles, era difícil permanecer escondido.

Ainda assim, tiveram a sorte de derrubar Jintha’Alor e derrotar os guardas do templo enviados pela Deusa do Luar. Não havia mais uma força militar que pudesse representar uma ameaça ao navio voador a vários milhares de quilômetros de Jintha’Alor.

Quanto às aldeias e cidades escondidas por toda a Floresta Fantasia? Suas escassas guarnições não passavam de lixo diante das forças conjuntas das Bruxas das Trevas e Destino. Não havia necessidade sequer de falar daqueles que foram idiotas o suficiente para tentar interceptar o navio. Se a posição de suas aldeias fosse exposta, as bruxas precisariam apenas enviar um único esquadrão que pudesse exterminá-las facilmente.

Foi por isso que o navio voador não foi emboscado ou atacado por nenhum esquadrão, mesmo enquanto arrastava seu corpo quebrado para longe com uma longa cauda de fumaça atrás dele.

Incontáveis ​​​​olhos ressentidos espiaram por entre as árvores, olhando silenciosamente para este gigantesco navio de metal passando arrogantemente por suas terras. O ódio que sentiam por esses invasores malignos, sem dúvida, penetrou profundamente em seus ossos. Ainda assim, para evitar causar problemas à aldeia e aos companheiros, não podiam fazer nada além de olhar furiosamente para o inimigo enquanto passavam.

Quando o seu lado era claramente mais fraco que o adversário, não havia nada que pudessem fazer sobre a situação!

…………

Continente Garan, Montanhas Centrais.

Templo Principal da Deusa do Luar.

Neste momento, o templo principal estava um caos.

A notícia da derrota nas linhas de frente explodiu entre os seguidores da Deusa no instante em que voltou.

A onda de pedidos furiosos e raivosos de batalha alertou tanto os sacerdotes do templo quanto até mesmo o reino da Deusa entre as camadas do plano.

A fúria da Deusa aterrorizou naturalmente os sacerdotes que a serviam. Todos se reuniram no templo principal e ouviram silenciosamente a mais nova palavra de sua Deusa.

A Deusa do Luar não era a principal divindade do panteão dos elfos, nem mesmo detinha uma autoridade absoluta.

No final, aquele que mantinha a fé mais difundida em Garan e entre os elfos da floresta ainda era, Saoirse. Se formos brutalmente honestos, quase todos os elfos da floresta eram seguidores fiéis de Saoirse.

Foram apenas os elfos que queriam bênçãos sagradas especiais dos Deuses que escolheram acreditar nos outros Deuses também.

Por exemplo, a maioria dos arqueiros escolheria seguir Marco, o Deus do Tiro com Arco, além de Saoirse. Dessa forma, poderiam obter suas bênçãos e aprimoramento no campo do tiro com arco. Elfos que não gostavam de estar sujeitos a regras e não se juntaram ao exército – optando por vagar pelo continente – prefeririam seguir o Deus dos Caçadores, Eisner. Dessa forma, conseguiriam obter melhorias na agilidade e obter movimentos excepcionalmente graciosos.

Os druidas, por outro lado, acreditavam em Yurga, o Coração da Floresta.

Algumas elfas que apreciavam a beleza e desejavam amor poderiam escolher acreditar no Deus da Sorte, Visenna.

Dado tudo isso, a Deusa do Luar só poderia fornecer aos seus seguidores alguma habilidade furtiva durante a noite, bem como algumas melhorias no poder de combate à noite. Foi por isso que a Deusa do Luar não era considerada uma divindade poderosa em seu panteão.

Os elfos que escolheram seguir a Deusa do Luar eram numerosos, mas muito poucos eram fanáticos que seriam capazes de selecionar a Deusa do Luar como sua única crença.

Foi por isso que a perda da Mensageira, Xenia, foi uma perda insuportável para o templo da Deusa do Luar!

Desta forma, mesmo a própria Deusa do Luar não poderia continuar sentada pacificamente dentro de seu reino divino.

[Combo: 32/200]

Olá, eu sou o Otakinho2!

Olá, eu sou o Otakinho2!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥