Selecione o tipo de erro abaixo

Combo do 6º Aniversário da Vulcan – Capítulos → 55/175


Alger soltou um suspiro de alívio ao ouvir a resposta do Louco. Ele abaixou a cabeça e disse humildemente: — Por favor, permita-me agradecer antecipadamente.

“Isso porque também estou curioso… curioso sobre o item que Qilangos está procurando. Eu quero saber sobre o item que pode permitir que um Sequência 6: Abençoado pelo Vento tenha a força de um Sequência 4… Também estou curioso sobre o que um Almirante Pirata vai fazer em Backlund…” Klein sorriu, mantendo sua postura profunda.

“Não é como se eu tivesse prometido ajudar depois de ouvir suas orações!” Ele enfatizou em seu coração.

Mas agora, ele estava muito mais confiante do que antes. Agora, tinha aliados reais e o misterioso Sr. Azik que estava atualmente em Backlund.

Se fosse absolutamente necessário, Klein estava disposto a usar o apito de bronze para conseguir a ajuda de Azik. Claro, ele definitivamente não mencionaria o Clube de Tarô. Ele provavelmente diria que obteve informações de alguma fonte aleatória.

Ainda havia dois problemas que existiam neste assunto. Primeiro, Klein estava limitado apenas a um relacionamento cooperativo com Azik. Não era necessariamente o caso de Azik fornecer assistência, a menos que ele estivesse interessado no que Qilangos estava fazendo ou no item místico que ele procurava.

Em segundo lugar, Klein não tinha certeza de quão poderoso era Azik. Mesmo que tivesse assumido que Azik era um Beyonder de alta sequência, tinha que considerar o fato de que sua perda de memória poderia ter enfraquecido suas habilidades. Afinal, o conhecimento geralmente era igualado ao poder, e a falta de conhecimento definitivamente diminuiria o poder de Azik.

Se fosse esse o caso, Klein não poderia garantir que Azik pudesse lidar com Qilangos, especialmente com o último empunhando a Fome Rastejante. Klein estava com medo de colocar Azik em perigo, então não estava disposto a incomodar Azik, a menos que fosse absolutamente necessário.

“Agora que penso nisso, o terrível mensageiro do Sr. Azik pode ser invocado com o apito de bronze… Não, essa coisa não se parece nada com um mensageiro; poderia assumir o papel de um chefe do mal! Portanto, mesmo que o Sr. Azik não consiga derrotar Qilangos aprimorado pela Fome Rastejante, ele deve ser capaz de se defender facilmente e ter poder suficiente para salvar o Enforcado, a Srta. Justiça e seus parceiros…” Klein mudou sua postura enquanto pensava, ainda encostado no encosto de sua cadeira. Ele apoiou a perna direita sobre a esquerda.

O Enforcado Alger olhou para o Louco e falou mais uma vez: — Estou prestes a receber um lote de páginas do diário do Imperador Roselle. Acredito que posso apresentá-las a você na próxima reunião, ou na reunião seguinte.

De acordo com o arranjo da Igreja do Senhor das Tempestades, Porto Pritz estava sob a jurisdição da diocese de Backlund. Assim, Alger poderia entrar na capital e esperar que o Contra-Almirante Furacão, Qilangos, se mostrasse sob o pretexto de relatar sua viagem anterior.

Backlund tinha sido a sede da Igreja do Senhor das Tempestades até o final da última época, tendo mudado seu altar sagrado para a Ilha Pasu somente após o estabelecimento do Reino Loen. Independentemente disso, o status da Igreja do Senhor das Tempestades em Backlund perdia apenas para a sede das Sete Grandes Igrejas. Ninguém poderia imaginar a quantidade de informação que a Igreja do Senhor das Tempestades continha.

Nessas circunstâncias, Alger estava confiante de que seria capaz de coletar páginas do diário do imperador Roselle em nome da pesquisa. Afinal, elas eram indecifráveis ​​no momento.

Klein permitiu que a alegria colorisse seu tom, enquanto dizia com um aceno gentil: — Muito bom.

O que ele realmente estava sentindo agora era uma mistura de alegria e preocupação. Ele estava feliz por poder ver várias páginas do diário do imperador Roselle em breve. Elas poderiam conter muitas informações úteis, mas ele também estava preocupado com o que teria que dar em troca ao Enforcado. Afinal, ninguém sabia se o Enforcado estaria interessado no conteúdo do diário ou se o conteúdo era valioso o suficiente.

“Mesmo um Vidente é incapaz de determinar isso de antemão… Devo realmente deixar meu adorador ajudá-lo?” Klein deu um suspiro silencioso.

Audrey Hall falou apressadamente quando viu a conversa entre o Enforcado e o Louco terminar.

— Honorável Sr. Louco, posso recitar seu nome e informá-lo usando um ritual, caso receba alguma informação útil e oportuna?

“Oportuna… Olha, a escolha de palavras da Srta. Justiça é tão refinada. Comparado a ela, você é muito vulgar, Enforcado!” Klein assentiu levemente, dizendo além da névoa: — Você pode.

“Ótimo!” Audrey secretamente cerrou os punhos.

Ao mesmo tempo, Klein virou-se para olhar para o Sol, Derrick Berg, que ouvia silenciosamente suas conversas. Ele falou, seu tom era pacífico: — O mesmo vale para você também.

— Sim, Sr. Louco. — Derrick abaixou a cabeça.

O majestoso palácio ficou em silêncio por alguns segundos antes de Audrey falar: — Preciso da glândula pituitária completa de uma Salamandra Arco-Íris.

“Um dos principais ingredientes da poção telepata?” O Enforcado Alger assentiu levemente como se estivesse pensando.

— Eu não tenho. Para ser sincero, só vi essa criatura em livros didáticos. — O Sol, Derrick, ouviu o termo traduzido automaticamente para ele como Fantasma Netherdrake.

“Que tipo de livro discutiria uma criatura sobrenatural? Que inveja… Só consigo obter informações como essa em uma reunião de Beyonders, de boca em boca ou por meio de um pedaço de papel amassado. Não existe um sistema e minha busca por conhecimento carece de organização… Encontrarei uma maneira de trocar pelo livro do Sol no futuro! Ah, ele estava interessado na fórmula da poção Bardo…” Audrey pensou, um pouco invejosa.

Naquele momento, Alger olhou para o Louco, então retraiu seu olhar. Ele então olhou à sua frente e disse em pensamento: — Talvez eu encontre uma maneira de obter a glândula pituitária completa da Salamandra Arco-Íris.

Sem esperar que Audrey falasse, ele acrescentou: — Mas é sob a premissa que Qilangos foi encontrado. Quando chegar a hora, a glândula pituitária completa da Salamandra Arco-Íris seria equivalente à compensação extra que devo a você. Senhorita Justiça, você pode não saber, mas essas criaturas estão quase extintas, e só podemos encontrar vestígios delas em ilhas primitivas no Mar da Névoa, no Mar Berserk ou no Mar Sônia. Muitas pessoas não têm as coordenadas para essas ilhas. Heh, se você estiver interessada, podemos fazer um acordo, pois sou um dos poucos que sabe como chegar lá.

“Eu também estou interessado nessas ilhas primitivas…” Klein silenciosamente ouviu a conversa deles.

Pensando na extinção da Salamandra Arco-Íris, ele de repente se lembrou da piada que contou ao Velho Neil — a Associação de Proteção de Dragões e Gigantes. Ele soltou um suspiro em seu coração.

Audrey ficou emocionada depois de ouvir isso. Ela lutou contra suas emoções ao dizer: — Certa vez, sonhei em fazer uma viagem em busca dessas ilhas primitivas para conhecer sua história.

“Minha Deusa, o Clube de Tarô é poderoso demais, maravilhoso demais! Poder recrutar um membro que tenha as coordenadas das ilhas primitivas! Louvado seja o Sr. Louco!” Audrey não conseguiu manter seu estado de Espectadora quando um sorriso surgiu em seu rosto.

“Ilhas primitivas?” Klein congelou por um momento, então pensou em uma página do diário do imperador Roselle que ele tinha visto, aquela em que o imperador se descrevia como um rei pirata!

Ele disse que descobriu uma ilha sem nome com muitas criaturas sobrenaturais quando ele e seus Quatro Cavaleiros do Apocalipse estavam atravessando o Mar da Névoa em uma rota marítima insegura.

“Poderia ser a chamada ilha primitiva? Que pena, o Grande Imperador não incluiu nenhuma coordenada em seu diário. Talvez a informação esteja em algumas páginas futuras, mas até agora não recebi nenhuma página de seu diário em ordem cronológica…” Klein estava cheio de arrependimento e expectativa.

O Sol, Derrick, já estava confuso com os termos Mar da Névoa, Mar Berserk, Mar Sônia, Ilha Primitiva, etc.

Ele tinha cada vez mais certeza de que a Srta. Justiça e o Sr. Enforcado pertenciam a um mundo diferente do dele.

Depois de se recompor por alguns segundos, Audrey perguntou curiosamente: — A quase extinção da Salamandra Arco-Íris significa que o caminho do Espectador será interrompido em breve?

— Não, definitivamente haverá materiais substitutos. — Alger deu uma resposta definitiva.

— Que materiais substitutos existem? — Os olhos de Audrey brilharam quando ela perguntou.

Alger balançou a cabeça, respondendo sem revelar certas verdades profundas: — Não sei. Talvez os membros dos Alquimistas da Psicologia saibam.

— Então, como você pode ter tanta certeza de que haverá ingredientes substitutos? — Audrey não entendeu.

Alger riu e disse: — Você vai entender com o tempo. Ou você tem algo para trocar pela informação agora?

— Acho que vou esperar. — Audrey fez beicinho e suspirou. Ela também descartou a ideia de perguntar ao Sr. Louco.

“Não adianta eu saber por enquanto… O Enforcado com certeza vai perguntar algo sobre o Contra-Almirante Furacão, e eu não posso me aprofundar muito nesse assunto…” De repente ela sentiu vontade de elogiar seu intelecto.

Mas o que ela nunca esperava era que o Sr. Louco estivesse se sentindo muito desapontado naquele momento.

Klein estava bastante curioso sobre os segredos contidos nas palavras de Alger. Infelizmente, a Srta. Justiça, que foi a melhor assistente durante todo esse tempo, não optou por prosseguir com a transação.

Não importa o método que eles escolhessem para realizar uma transação, o conteúdo do negócio não poderia ser escondido do dono da névoa!

“Bem, mesmo que a Salamandra Arco-Íris esteja quase extinta, os Alquimistas da Psicologia ainda estão distribuindo fórmulas listando-a como um ingrediente em vez de fornecer um substituto. Isso significa que os Alquimistas da Psicologia estão de posse das coordenadas de certas ilhas primitivas? Ou eles poderiam estar trabalhando em conjunto com uma organização que tem as coordenadas?” Klein se perguntou.

Após o término das discussões sobre a transação, Klein olhou em volta e, em seguida, virou-se para o Sol. Ele perguntou em tom gentil: — A Cidade de Prata ainda acredita em deuses?

Klein era apenas um membro oficial dos Falcões Noturnos e não tinha acesso a conhecimentos místicos mais profundos. Um exemplo seriam os rituais de sacrifício. Assim, a fim de refinar sua compreensão de realizar sacrifícios dedicados a si mesmo, para mover materiais no espaço misterioso acima da névoa cinza, como um Sequência 8, Klein precisava aprendê-los o mais rápido possível de outras fontes.

Ele surgiu com três métodos após consideração contínua: Primeiro, ele iria perguntar à Guia Espiritual Daly, que era adepta da magia ritualística enquanto também era uma diácona. Mas isso pode atrair suspeitas dela; assim, Klein só podia esperar pacientemente por uma oportunidade. Em segundo lugar, poderia perguntar ao Sr. Azik, mas Klein não poderia garantir que ele seria capaz de recordar o conhecimento nesta área. Em terceiro lugar, usaria um caminho indireto para perguntar a Sol, que morava na Cidade de Prata.

Klein já tinha uma ideia de como faria isso, mantendo efetivamente sua imagem.

Tudo o que ele pedisse estaria ligado aos deuses!

Derrick respondeu em tom respeitoso: — Ainda acreditamos no Senhor que criou tudo, o Deus onipotente e onisciente.

Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥