Selecione o tipo de erro abaixo

Combo do 6º Aniversário da Vulcan – Capítulos → 87/175


No porão da Catedral de Santa Selena, na sala da guarda do lado de fora do Portão Chanis.

Leonard Mitchell estava apoiado nas costas da cadeira, com as pernas apoiadas na mesa. Seus olhos estavam vagos sem qualquer foco.

Mesmo tendo sido curado usando magia ritualística, ele ainda parecia terrível, como se tivesse obtido alívio de uma doença grave sem se recuperar totalmente.

No momento, os poderosos Beyonders enviados pela Santa Catedral estavam criando outro selo atrás do Portão Chanis desde que as cinzas de Santa Selena foram perdidas. Eles tinham opiniões conflitantes; alguns queriam preencher a lacuna de poder usando um novo item sagrado, enquanto outros acreditavam que não havia necessidade de passar por todos os problemas. Afinal, para a Igreja da Deusa da Noite Eterna, itens sagrados eram raros e incrivelmente preciosos. O que eles sugeriram foi diminuir a presença dos Falcões Noturnos em Tingen e transferir os artefatos com características vivas ou difíceis de selar para a sede na Catedral da Serenidade na diocese de Backlund, deixando apenas para trás aqueles que poderiam ser controlados com mais facilidade.

Eles pretendiam enviar um telegrama para propor uma reunião dos superiores, para obter o voto dos arcebispos e diáconos de alto escalão.

Leonard não estava interessado neste debate. Ele sentiu como se tivesse se tornado um cadáver vivo, sem tristeza, remorço, agitação ou excitação. Ele estava anormalmente entorpecido. Não queria enfrentar ninguém. Tudo o que queria era ficar sozinho no canto.

Ocasionalmente, ele se sentia confuso sobre por que o assassino apenas tiraria a característica Beyonder de Klein e deixaria intacta a do capitão Dunn Smith.

Thud. Thud. Thud. Passos ecoaram no corredor. Seeka Tron, cujo braço direito havia sido enfaixado, apareceu na porta da guarita.

Enquanto Klein e os outros estavam atacando Megose e tentando salvar a cidade de Tingen, ela e os Guardiões dentro do Portão Chanis estavam lutando contra uma parte dos Artefatos Selados. Se não fosse pela chegada oportuna dos membros dos Punidores Mandatários e da Mente Coletiva da Maquinaria, ou a eventual chegada dos reforços da Santa Catedral, ela também poderia ter perdido a vida.

Mas, mesmo assim, o velho guarda1 não conseguiu aguentar até o final. Ele lutou até a morte, sob o chamado do dever.

— Leonard, encontrei um telegrama não criptografado no escritório do capitão. Foi enviado pela Santa Catedral, — disse Seeka Tron.

Os olhos verdes de Leonard moveram-se levemente, finalmente ganhando vida. Ele se lembrava vagamente do som de um novo telegrama chegando, mas a batalha estava prestes a começar. Ele e Klein não tiveram tempo de prestar atenção nisso.

— O que ele diz? — Leonard notou que seu tom era extraordinariamente áspero.

O Seeka Tron de cabelos brancos e olhos negros respondeu sem hesitar: — Cuidado com Ince Zangwill. Cuidado com o Artefato Selado 0-08.

— Ince Zangwill, o arcebispo que traiu a Igreja, o Porteiro que falhou em seu avanço… Artefato Selado 0-08, uma pena de aparência comum… — Leonard murmurou primeiro enquanto procurava em suas memórias, então inclinou a cabeça para o lado.

De repente, ele estreitou os olhos, os sentimentos de desânimo e tristeza desapareceram de seu corpo.

— Então foi assim… — Leonard puxou os pés para trás e se levantou, seus olhos verdes ardendo de paixão.

Ele olhou para Seeka Tron e disse: — Pretendo me inscrever para ingressar nas Luvas Vermelhas.

Luvas Vermelhas era um codinome para o time de elite dos Falcões Noturnos. Em circunstâncias normais, as equipes de Falcões Noturnos estavam situadas localmente e tinham regiões sob sua jurisdição. Elas não tinham permissão para capturar criminosos fora de sua área de jurisdição sem permissão. Como tal, alguns malfeitores mudariam de localização após cada crime, tornando-se terrivelmente inconveniente para os Falcões Noturnos.

Para lidar com isso, a Igreja da Deusa da Noite Eterna criou os Luvas Vermelhas. Eles eram elites cuidadosamente selecionados, alguns até mesmo possuíam itens sagrados incompletos. Sua missão era reforçar as equipes que pediram ajuda, bem como rastrear e prender malfeitores sem quaisquer restrições.

Em alguns grupos, eles também eram chamados de Perseguidores ou Cães de Caça.

— Luvas vermelhas? Mas seu requisito mais baixo é a Sequência 7… Além disso, os perigos que os Luvas Vermelhas enfrentam são muitas vezes maiores do que um Esquadrão de Falcões Noturnos comum, — Seeka Tron disse com preocupação e dúvida.

Leonard sorriu friamente.

— Estou perto de avançar em breve.

Seus olhos ficaram frios. Ele cerrou os dentes e disse para si mesmo.

“Eu quero vingança!”

“Ince Zangwill, você deve viver até o dia em que eu me tornar poderoso o suficiente!”

— Tudo bem… — Seeka parecia ter adivinhado os pensamentos de Leonard. Ela suspirou. — Quase metade da nossa equipe será de rostos novos. É raro ver uma equipe Falcão Noturno ficar tão devastada…

A expressão de Leonard escureceu. Ele cerrou os dentes e perguntou: — Os corpos estão prontos?

— Sim. — Seeka assentiu indiscernivelmente.

Leonard de repente caminhou em direção à porta.

— Vou avisar as famílias deles.

“Eu vou lidar com a cena que eu não quero mais lidar.”

“Eu vou fazer isso…”

Na Rua Daffodil, nº 2, Melissa estava sentada no sofá, inspecionando os três ingressos em suas mãos. Ela estava olhando para as palavras, a data impressa e os números dos assentos.

Benson estava sentado ao lado dela, observando sua irmã com um sorriso. Ele tinha uma postura relaxada.

De repente, eles ouviram a campainha. Ding-dong, ding-dong.

Melissa olhou para sua empregada ocupada Bela, então pegou os três ingressos com ela e se levantou, parecendo um pouco confusa. Ela rapidamente correu para a porta.

Seu cabelo preto estava mais brilhante do que antes, seu rosto não era mais magro. A cor de sua pele era avermelhada e seus olhos castanhos pareciam mais brilhantes e enérgicos.

Girando a maçaneta e abrindo a porta, Melissa congelou por um momento. Ela não reconheceu o visitante.

Era um jovem de cabelos pretos e olhos verdes. Ele parecia bonito, mas seu rosto estava extraordinariamente pálido. Escondido em seus olhos havia uma profunda tristeza.

— Posso saber quem você é? — Melissa perguntou, sentindo-se um pouco perdida.

Leonard havia colocado especialmente um casaco formal preto sobre a camisa branca. Ele disse com voz rouca: — Sou colega de seu irmão Klein.

O coração de Melissa de repente disparou. Ela instintivamente foi na ponta dos pés para olhar atrás de Leonard, mas não viu nada.

Ela disse com um estranho tremor na voz: — Onde está Klein?

Leonard fechou os olhos, inalando enquanto dizia: — Sinto muito, seu irmão Klein morreu nas mãos de um criminoso maligno enquanto tentava salvar outras pessoas. Ele é um herói, um verdadeiro herói.

Melissa arregalou os olhos lentamente, seu corpo tremeu indiscernivelmente. Os três bilhetes em suas mãos caíram impotentes no chão.

Os tíquetes voltados para cima revelavam o nome da peça: — O Retorno do Conde.

Sentado na sala da família Moretti, Leonard não ousava olhar diretamente para Melissa e Benson.

Mas ele não conseguia impedir que cenas de como eles se pareciam juntos em família passassem por sua mente.

Aquela garota cheia de juventude e vibração tinha os olhos bem abertos. Ela não falava e seus olhos estavam desfocados. Seu silêncio a fazia parecer uma marionete.

O homem que se parecia um pouco com Klein mantinha uma postura normal, mas de vez em quando ficava atordoado. Suas palavras saíram lentamente.

— Essa é a essência da questão. Sinto muito por não ter conseguido evitar isso em tempo hábil. A Companhia de Segurança Espinho Negro, o departamento de polícia e aqueles que ele ajudou prometeram uma indenização por luto de cerca de 6.000 libras… — Leonard disse, enquanto seus olhos disparavam ao redor.

De repente, Benson o interrompeu. Sua voz estava rouca quando ele perguntou: — Onde está o corpo dele? Estou perguntando onde está o corpo de Klein?

Ele franziu os lábios e fez uma pausa.

— Quando podemos vê-lo?

— Na empresa. Vocês podem vê-lo agora, — respondeu Leonard, incapaz de esconder sua dor.

— Tudo bem. — Benson moveu seus lábios rígidos com grande dificuldade. — Deixe-me usar o banheiro primeiro.

Sem esperar pela resposta de Leonard, ele entrou rapidamente no banheiro e bateu a porta.

Ele ficou na frente da pia e abriu a torneira, deixando a água correr.

Ele se abaixou e repetidamente jogou água no rosto.

Ao fazer isso, suas ações pararam repentinamente. Durante muito tempo, nada mudou, restando apenas o som da água corrente reverberando no banheiro.

Alguns minutos depois, Benson levantou a cabeça e se olhou no espelho. Ele viu que seu rosto estava coberto de gotas de água, a vermelhidão em seus olhos era impossível de esconder agora.

Alguns dias depois, numa esquina do Cemitério Rafael.

Depois de terminar o funeral de Dunn, a multidão se reuniu diante de uma nova lápide. Nela estava a fotografia em preto e branco de Klein, uma fotografia muito erudita.

Melissa estava parada diante do túmulo, os olhos sem foco. Ao lado dela, Elizabeth enxugava as lágrimas.

Leonard, Benson, Frye e Bredt carregaram o caixão e se aproximaram, colocando o caixão na cova.

Depois que o padre fez o elogio fúnebre e as orações individuais, a sepultura foi enchida com terra, cobrindo pouco a pouco o caixão preto.

Neste momento, Melissa se ajoelhou e jogou no apito de cobre que encontrou no corpo de seu irmão.

Leonard virou-se e olhou para a cena, com o coração estremecendo. No entanto, ele admirava o quão forte essa garota era. Ele sabia que essa garota não chorou depois de receber a má notícia. Em vez disso, ficou lamentavelmente quieta.

A sepultura foi enterrada e uma laje de pedra foi colocada sobre ela. Leonard deu uma última olhada na lápide de Klein. Havia três linhas em seu epitáfio:

“O melhor irmão mais velho,”

“O melhor irmão mais novo,”

“O melhor colega.”

Sob a atmosfera triste, os membros da Companhia de Segurança Espinho Negro foram gradualmente saindo. Selena e Elizabeth também se despediram a pedido de suas famílias. As únicas pessoas que ficaram para trás foram Benson e Melissa.

— Vou alugar uma carruagem… — Benson estava em péssimo estado, era como se não dormisse há muito tempo.

— Tudo bem. — Melissa assentiu.

Depois de ver seu irmão sair, ela se virou para olhar a lápide.

Ela se agachou e enterrou o rosto nos braços.

Depois de algum silêncio, Melissa de repente repreendeu: — Estúpido!

Ela chorou silenciosamente. Suas lágrimas simplesmente não paravam.

À noite, no Cemitério Rafael.

O Azik de pele acobreada estava em frente ao túmulo de Klein segurando um buquê de flores brancas. Ele não falou por muito tempo até que finalmente suspirou e murmurou para si mesmo: — Desculpe, eu estava dez minutos atrasado. Mas acho que sei quem foi…

Ele se curvou e colocou o buquê de flores no chão antes de se virar para sair do cemitério. Ele também deixou Tingen, mas não recuperou o apito de cobre.

O lugar estava quieto e sereno sob a iluminação do luar carmesim.

De repente, a laje de pedra que selava o túmulo foi aberta. Uma mão pálida se estendeu do solo.

Uma mão saiu!

Whoosh!

A lápide foi empurrada para o lado. A tampa do caixão foi aberta. Klein sentou-se ereto e olhou em volta, perdido.

Sua memória ainda estava congelada na cena com as novas botas de couro e a palma da mão que agarrou a urna das cinzas de Santa Selena. Tudo depois disso parecia um sono sem sonhos.

Klein instintivamente abaixou a cabeça e desabotoou a camisa. Ele olhou para o lado esquerdo de seu peito, apenas para ver que seu ferimento devastado e seu coração ausente estavam se contorcendo enquanto se curavam, semelhante a como ele se recuperou do ferimento de bala na têmpora quando se olhou no espelho. A única diferença é que desta vez a recuperação foi muito mais lenta e muito mais difícil. 2

  1. aquele que ficava dentro do portão[]
  2. Puta que pariu, imagina se o wolverine volta desse mesmo jeito no UCM, porra, as garras saindo da mao e tal…[]
Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥