Selecione o tipo de erro abaixo

Combo do 6º Aniversário da Vulcan – Capítulos → 135/175

Combo comprado → 20/25


A sensação ilusória passou e Klein viu a estranha vela em sua mão novamente, junto com seu pavio preto e sua chama branca pálida.

O dano do Paladino do Alvorecer — o chão despedaçado, os bancos quebrados e as velas cortadas — foram restaurados ao estado anterior à batalha. Era difícil dizer onde eles haviam sido danificados.

Em algum momento, o Bispo Utravsky, que estava em pé à sua frente, sentou-se no banco da frente, com as costas curvadas para a frente e a cabeça enterrada nas mãos. Suas mãos estavam pressionadas contra as têmporas.

Drip!

Drip!

O suor escorria por seu rosto e se espalhava por seus pés. O chão já estava completamente molhado.

Quando sentiu que a estranha vela havia sido apagada por Klein, estremeceu e ergueu a cabeça para encontrar os olhos de Klein.

Seus olhos ligeiramente turvos estavam cheios de lágrimas, e seu rosto enrugado estava manchado de lágrimas.

No entanto, seus olhos estavam cheios de emoção, alegria e clareza.

Se foi dito que este Bispo gigante antes parecia alto e sério, então tudo o que restava dele agora era o peso de seu corpo, mas sem o peso de seu espírito.

Nesse momento, Klein sentiu como se estivesse olhando para um bebê recém-nascido.

Essas lágrimas eram a prova de uma nova vida.

Os cantos da boca de Utravsky se curvaram levemente enquanto ele sorria gentilmente.

— Você é muito melhor do que eu esperava.

— Não, isso é porque ganhei entendimento suficiente com antecedência e fiz os preparativos apropriados. Quanto ao você do passado, você não apenas não tinha certeza das forças de seu oponente, mas também estava muito enfraquecido. Se eu fosse lutar contra você no mundo real, estaria pensando em como escapar, — Klein respondeu calmamente.

“Um Mágico preparado e um Mágico despreparado são conceitos muito diferentes…” Ele acrescentou silenciosamente em seu coração.

O Bispo Utravsky não insistiu nesse problema. Cheio de alívio da cabeça aos pés, ele disse: — Obrigado, meu amigo.

— De acordo com nosso acordo, darei a você a fórmula do Boticário. Também lhe darei um item místico adicional.

Enquanto falava, tirou do bolso o que parecia ser uma combinação de agulha, tubo e recipiente.

— Você tem duas escolhas. Esta é uma das duas escolhas que você tem. Quando o ganhei, não sabia o nome dele e também nunca pensei em nomeá-lo. Você pode usá-lo para extrair um tubo de sangue, seu próprio sangue. Em um momento crítico, você pode transfundir de volta para você. Dessa forma, seu cansaço desaparecerá. Suas doenças e ferimentos serão aliviados e sua força, velocidade, equilíbrio e outros atributos serão bastante aprimorados. — O Bispo Utravsky apontou para o objeto em sua mão.

— E quanto às suas limitações e perigos latentes? — Klein perguntou racionalmente.

Utravsky olhou para os padrões misteriosos na agulha e no tubo e explicou em detalhes: — Depois de retirar um tubo de sangue, você ficará enfraquecido por doze horas completas e, durante essas doze horas, transfundir o sangue de volta para você não tem qualquer efeito. Claro, o limite de tempo específico não é tão preciso; aumenta ou diminui de acordo com a condição do seu corpo. Além disso, é melhor não usá-lo com muita frequência; não mais do que uma vez por semana. Caso contrário, a transfusão não apenas lhe trará poder, mas também o fará perder temporariamente sua racionalidade, e o curto período em que você terá seu sangue coletado e ficará fraco se tornará sua característica.

— Além desses, também tem um problema. Se você carregá-lo por mais de meia hora, ficará um pouco neurótico.

“Felizmente, o Bispo Utravsky não tirou seu sangue anteriormente. Caso contrário, se o passado dele pudesse transfundir seu sangue, minhas chances de ganhar seriam muito, muito baixas…” Esse foi o primeiro pensamento que passou pela mente de Klein.

Ele franziu a testa e estava bastante preocupado com os efeitos negativos do item místico.

Independentemente de ser uma perda temporária de racionalidade, um período de doze horas de fraqueza ou uma mudança em seu estado mental, todos esses eram perigos ocultos que não pareciam muito problemáticos. Mas depois de ver Descontrolados e ouvir os delírios de um deus maligno, Klein acreditou que o estado mental de um Beyonder era muito importante. Se o estado mental de alguém permanecesse doente por um longo período de tempo, ou se houvesse anomalias frequentes, isso facilmente causaria o fenômeno de perda de controle. Isso também valia para um Beyonder tivesse entendido o método de atuação!

— Qual é a segunda opção? — Klein disse após dois segundos de silêncio.

O Bispo Utravsky tirou uma simples chave de latão do outro bolso e sorriu.

— Isso é chamado de Chave Mestra. Ela pode ajudá-lo a abrir qualquer fechadura que não contenha poderes místicos, bem como um pequeno número de fechaduras que são aprimoradas com efeitos Beyonder. E em um lugar sem fechaduras ou portas, pode abrir uma passagem que não pertence à realidade. Heh heh, a premissa é que não há restrições dos poderes do Beyonder e as barreiras não são muito grossas.

— Sua espiritualidade é completamente contida. Quando não está sendo usada, os Beyonders não conseguem ver nenhuma diferença entre ela e uma chave normal.

Utravsky levantou-se novamente, deixando Klein sem escolha a não ser olhar para cima.

O Bispo gigante acelerou o passo e aproximou-se da parede ao lado do salão da catedral e pressionou a Chave Mestra contra o tijolo.

Ele torceu suavemente, e todo o seu corpo parecia afundar na água enquanto ondulações eram produzidas. Ele atravessou a parede e chegou lá fora.

Da mesma forma, o Bispo Utravsky voltou ao salão da catedral e entrou novamente na linha de visão de Klein.

— Você decidiu sobre o item místico? — o padre alto perguntou com a cabeça baixa.

— Hmm, quais são os perigos latentes da Chave Mestra? — Klein perguntou depois de alguma deliberação.

O Bispo Utravsky sorriu calorosamente e disse: — A pessoa que a carrega ocasionalmente se perde.

— De acordo com o que alguém me disse, a gente se perde ao acaso.

“Se perde? Sou um Vidente com intuição espiritual…” Klein murmurou, e sua mente gradualmente tomou uma decisão.

Depois de alguns segundos, ele disse: — Quero a chave mestra.

Ele não queria que seu estado mental fosse afetado e não queria acumular o risco de perder o controle.

“Que pena, o que eu mais quero é aquela vela esquisita… É como a parte mais profunda de uma alma, o nível mais baixo de uma terra dos sonhos. Isso é equivalente à minha terra natal…” Ele suspirou em seu coração.

— Tudo bem. — O Bispo Utravsky entregou a chave simples de latão a Klein e pegou de volta a estranha vela envolta em pele humana.

Enquanto Klein examinava o item místico, Utravsky apontou para o fundo e disse: — A fórmula do Boticário está naquela sala. Eu vou buscá-la. Espere aqui um pouco.

Klein assentiu em resposta. Aproveitando o momento em que a figura do Bispo Utravsky desapareceu do corredor, ele tirou uma moeda e adivinhou se ele estava mentindo sobre a Chave Mestra.

Depois de receber uma resposta aceitável, caminhou até a parede à sua frente, onde havia uma fileira de velas e pressionou a antiga chave de latão contra a parede dura.

Enquanto injetava espiritualidade e girava a chave, a visão de Klein de repente ficou turva e depois ficou clara.

Naquele momento, não havia mais velas acesas preenchendo sua visão, nem havia bancos limpos e paredes retas. Havia apenas grama murcha e terra lamacenta espalhada com um pouco de lixo. Ao lado, dava para onde ficava um poste de gás.

“Eu realmente saí.” Klein sorriu, acenou com a cabeça, virou-se e, mais uma vez, usando a Chave Mestra para retornar com sucesso ao salão da catedral.

Depois de mais de dez segundos de espera, Utravsky entrou com passos pesados, um rolo de pergaminho marrom-amarelado na mão.

— Você pode obter uma avaliação para isso. Se houver algum problema, você sempre pode me encontrar na Igreja da Colheita. — O Bispo gigante entregou a fórmula do Boticário a Klein.

“Ingredientes principais: Chifre de um unicórnio voador adulto, 3 gramas de cristal de veneno de água-viva real…” Klein passou o olhar, sorriu e respondeu: — Vou confirmar sua autenticidade.

“Por exemplo, adivinharei acima da névoa cinza…” Acrescentou interiormente.

O Bispo Utravsky assentiu ligeiramente e, sem dizer mais nada, virou-se e caminhou até o Sagrado Emblema da Vida da Mãe Terra.

Ele abriu os braços e cantou em voz baixa: — Obrigado, Fonte da Vida!

— Louvado sejas, Mãe de Todas as Coisas!

Klein guardou a Chave Mestra e a Fórmula do Boticário. Depois que Utravsky parou, ele disse meio brincando: — Será que minha visita foi arranjada pela Mãe Terra?

“Por que mais você estaria agradecendo a Ela?” O falso crente da Deusa da Meia Noite, Klein, riu interiormente.

— Sim, tudo é organizado pela Mãe Terra. Caso contrário, meu pedido de ajuda não teria chegado aos seus ouvidos. Eu também não estaria aqui em Backlund. Nem teria obtido esta Vela do Terror Mental, — disse Utravsky com um sorriso gentil, sem nenhum sinal de raiva.

“Lógica crente completa e autoconsistente, mas…” Klein de repente sentiu que era impossível se comunicar com ele. Ele pressionou a mão no peito, curvou-se e disse: — Obrigado por sua generosidade. Eu deveria sair agora.

Ele endireitou o corpo e recuou rapidamente. Então desapareceu rapidamente do salão principal da catedral e da Rua Rosa.

Dez minutos depois, viu a fachada dourada da Igreja da Colheita de outra direção e não pôde deixar de torcer a boca.

“Não posso voltar sem adivinhação?” ele silenciosamente murmurou para si mesmo. Realmente queria confiar obstinadamente em sua própria capacidade de superar o fato de estar perdido.

Mas sua mão, que era mais rápida que sua voz, quebrou os galhos de uma árvore e fez uma vara de radiestesia improvisada.

A Busca com Vara Radiestésica pode ser usada para procurar pessoas, bem como itens e direções!

Desta vez, Klein conseguiu voltar para casa sem incidentes e até confirmou a autenticidade da fórmula e os perigos latentes da Chave Mestra.

A manhã seguinte era uma manhã de domingo.

Ao acordar, Klein tomou café da manhã, pegou papel e caneta e escreveu uma carta a Isengard Stanton, pedindo-lhe que procurasse ajuda da polícia para confirmar a situação atual dos poucos suspeitos do caso de assassinato em série ocorrido há quatro anos. Naquela época, os alvos eram prostitutas solteiras com um filho.

Depois de dobrar a carta e colocá-la em um envelope, Klein colocou um selo preto com o valor nominal de um centavo. Vestiu-se, pegou o chapéu e a bengala e saiu de casa para colocar a carta na caixa de correio do fim da rua.

Então, ele viu a Sra. Stelyn Sammer e seu marido, o Sr. Luke, vestidos com esmero.

Uma carruagem alugada parou na porta deles.

— Bom dia. Por que vocês estão participando de um banquete tão cedo? — Klein perguntou com alguma surpresa.

Luke riu e disse: — Não é realmente um banquete. É mais como se estivéssemos ajudando.

A Sra. Stelyn levantou o queixo ligeiramente e acrescentou: — Mary entrou com sucesso no Conselho Nacional de Poluição Atmosférica. Haverá um grande baile esta noite e temos que ajudar com antecedência.

“O desejo da Sra. Mary foi realizado? Impressionante…” Klein suspirou e disse com um sorriso: — Por favor, transmita meus parabéns à Srta. Mary por mim.

Luke Sammer assentiu e disse: — Você não leu o jornal desta manhã, leu? Todos os membros do Conselho Nacional de Poluição Atmosférica foram publicados.

— O presidente do conselho é o Sr. Ders Shaw e o primeiro secretário é o Sr. Hibbert Hall.

Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥