Selecione o tipo de erro abaixo


Combo 38/50


“Chegamos a Bayam?” Klein levantou-se ao ouvir isso e olhou para fora. Ele viu o familiar porto privado da Resistência.

Ele não demonstrou surpresa ao comentar calmamente: — Mais rápido do que eu esperava.

Foi três horas mais rápido do que ele esperava!

— Também é mais rápido do que eu esperava. — Edwina desviou o olhar e concordou com Gehrman Sparrow.

“No entanto, todos esses são detalhes sem importância…” Klein abaixou a cabeça, fingindo que estava folheando o resto do Livro dos Três Mundos. Então entregou à Contra-Almirante Iceberg.

— Isso marca o fim desta discussão.

Edwina olhou para o livro em silêncio. Ela abriu a boca, mas nenhuma palavra saiu.

Ela pegou o Livro dos Três Mundos e colocou-o sobre a mesa de passagem. Depois disso, levantou-se e fez uma reverência.

— Estou ansiosa por futuras discussões com você. Sua experiência em história antiga é admirável.

Se Klein estivesse agindo como ele mesmo, teria dito algumas palavras de humildade enquanto elogiava a Contra-Almirante Iceberg por sua amplitude de conhecimento; infelizmente, ele era o aventureiro maluco Gehrman Sparrow. Tudo o que fez foi acenar com a cabeça e dizer: — Somos colaboradores.

Isso significava que haveria oportunidades no futuro.

Ele não falou mais nada enquanto saía da cabine do capitão e voltava para seu quarto. Arrumou a mala com a mente relaxada, esperou o Sonho Dourado atracar e foi direto para o convés.

Naquele momento, havia muitos tripulantes reunidos no convés. Incluía o Gourmet Bru Walls, Orfeu e Laço Florido Jodeson, a maioria da tripulação que eram membros do alto escalão da tripulação pirata com suas cabeças valendo uma bela recompensa.

Eles deram sorrisos sinceros enquanto acenavam alegremente para Klein. Entre eles, Barrel e Pele de Pedra estavam cheios de emoção enquanto cantavam uma música para o convidado que estava partindo.

“Quando foi que tive um relacionamento tão bom com eles?” Klein satirizou enquanto passava pelos piratas até chegar ao passadiço.

Anderson Hood estava lá com o cabelo penteado, as roupas limpas e arrumadas. Ele disse rindo: — Eles provavelmente querem dizer adeus, ou devo dizer… esperemos que não nos encontremos novamente.

— Gehrman, você sabe o quão perigosa era a situação em que você se encontrava? Você quase se tornou o inimigo público de todos os membros da tripulação. Eles estavam muito ansiosos para levar o Sonho Dourado até Bayam.

Klein estava prestes a responder quando viu Danitz correr com uma capa preta sobre ele.

“Esse sujeito realmente decidiu fazer melhor e planeja deixar o Sonho Dourado para seguir em frente sozinho? Isso é um pouco incompatível com meus planos. Somente estando perto da Contra-Almirante Iceberg e da Igreja do Deus do Conhecimento e da Sabedoria seu valor como crente do Louco seria acentuado… No entanto, isso não importa. Se Danitz puder ficar mais forte, isso será ainda mais significativo…” Klein habitualmente media os prós e os contras antes de ignorar seus outros pensamentos. Ele olhou para Danitz em silêncio e esperou que ele falasse.

Danitz abriu a boca com uma expressão séria, mas não saiu nada disso. Tudo o que ele fez foi dar uma risada vazia e dizer a Anderson: — Você tem a fórmula da poção para o Conspiracionista?

— Sim, — disse Anderson com uma risada. — Mas não tenho planos de vendê-la para você.

A expressão de Danitz escureceu enquanto Anderson continuava, imperturbável: — Qual é o sentido de obter a fórmula da poção do Conspiracionista agora? Qualquer tentativa de avançar agora só resultará em fracasso!

— Amigo, é melhor você refazer sua atuação como Caçador, seguido por Provocador e depois Piromaníaco. Heh, é melhor que você contrate um artesão para transformar o coração daquele gigante em um item místico defensivo. Caso contrário, temo que você seja morto por outras pessoas quando chegar a hora.

— Depois de ter certeza de suas chances, pegue a fórmula da poção do Conspirador com sua capitã. Ela tem isso.

— No entanto, acredito que esse será o seu fim. Heh, o Conspiracionista tem requisitos muito altos.

O rosto de Danitz se contraiu ao ser ridicularizado, mas se lembrou de cada palavra que Anderson lhe disse. Isso ocorreu porque o homem diante dele tinha o título de Caçador Mais Forte, que tinha uma rica experiência neste caminho. Além disso, ele tinha uma vaga ideia de que a chave era atuar. Ele suspeitava que a orientação anterior da capitã fosse direcionada a isso, só que era um tanto vaga.

— Chegará o dia em que contarei a você o que é um verdadeiro Conspirador! — Danitz respondeu teimosamente antes de olhar para Gehrman Sparrow.

Ele pigarreou e disse sem ousar olhar em seus olhos: — Já fiz o pedido à Capitã. No futuro, estarei em contato com a Resistência e estarei frequentemente em Bayam.

“Significa que você não deseja sair do Sonho Dourado, mas encontrará oportunidades para se aprimorar? Heh, por que parece que você está se reportando ao seu chefe?” Klein riu interiormente ao dar uma resposta concisa.

Danitz ficou instantaneamente aliviado porque se sentiu muito melhor. Se não fosse porque seus companheiros estavam olhando atrás dele, teria ajudado diligentemente Gehrman Sparrow a carregar sua mala e acompanhá-lo até o cais.

Depois de ver Gehrman e Anderson partirem, ele decidiu cautelosamente orar ao Louco todos os dias a partir desta noite. Ele queria mostrar sua devoção para evitar que acidentes acontecessem com ele.

Dentro do porto privado da Resistência, Anderson observou Gehrman Sparrow dar a volta em outra estrada recém-construída antes de sair da floresta pela distância mais curta.

— Você parece familiarizado com este lugar? Esta estrada não estava aqui da última vez que estive aqui, — disse Anderson, parcialmente entediado e comovente.

“Claro, há tantas pessoas orando para mim todos os dias me contando o que fizeram, e ocasionalmente eu lhes dou uma resposta, como orientá-los a consertar esta estrada…” Klein pensou presunçosamente, mas respondeu com uma expressão estoica: — Onde seu amigo está?

— Em uma mansão nos arredores da Cidade Bayam. — Anderson acelerou o passo enquanto seguia na frente.

Uma hora depois, ele levou Klein para uma mansão. Havia um cheiro eclético de várias especiarias, misturado com um indescritível exotismo substituto.

Após informarem ao porteiro suas intenções, os dois não esperaram muito até verem um homem de estatura média, com menos de 1,75 metro, se aproximando. Ao seu lado estavam seu mordomo e seu criado.

A pele do homem era um tanto pálida, bastante bronzeada. Seus contornos eram suaves, mas as órbitas oculares eram muito mais recuadas do que a maioria dos nativos de Loen.

Para Klein, ele basicamente poderia determinar a origem do homem. Ele era do Reino Feynapotter.

O homem já era um pouco gordinho, com rosto redondo e amável. Ele imediatamente riu quando viu o Caçador Mais Forte.

— Anderson, você ainda não morreu?

— Estou esperando para comparecer ao seu funeral, — respondeu Anderson sem fazer cerimônia. Ele então se virou de lado para Klein. — Ukfa Connerchris, o médico do meu ex-time.

Ele não apresentou Gehrman Sparrow ao Ukfa e disse com um sorriso: — Trouxe negócios para você.

Ukfa entendeu Anderson instantaneamente e não perguntou na frente de seu mordomo e criado. Ele conduziu a dupla em direção ao prédio principal da mansão.

Ao longo do caminho, Klein viu edifícios como moinhos de vento, padarias, cervejarias e campos de treinamento. Toda a mansão parecia um reino miniaturizado. Além da falta de ferreiro, era totalmente autossuficiente. A maioria dos produtos de ferro era mais barata comprá-los na cidade do que fabricá-los pessoalmente.

“Este é o estilo de vida do campo…” Klein suspirou silenciosamente enquanto seguia Ukfa para dentro de casa e para seu escritório.

Ukfa não chamou a dona da casa nem trouxe o filho para conhecer Anderson e Klein. Claramente, ele não queria que eles tivessem qualquer contato com o mundo misterioso. Assim, depois de fechar a porta, ele foi direto ao assunto.

— Qual é o negócio?

— Você não queria vender aquele revólver? Ele tem intenções de comprá-lo. — Anderson apontou para Klein. — Gehrman Sparrow.

— Gehrman Sparrow? O poderoso aventureiro que caçou facilmente o Língua de Cobra? — Ukfa disse surpreso, mas não demonstrou nenhum medo.

Embora tivesse se distanciado do estilo de vida aventureiro, sabia que não poderia ser descuidado. Portanto, enquanto estivesse em Bayam, ele se manteria informado de forma proativa para evitar que problemas acontecessem.

Anderson zombou quando ouviu isso.

— Isso é notícia velha!

— As conquistas deste cavalheiro incluem caçar com sucesso o Slaughterer Kircheis enquanto vive até hoje.

— Kircheis? O segundo imediato do Rei da Imortalidade? — A expressão de Ukfa mudou. Ele não conseguiu esconder seu horror enquanto secretamente se tornava cauteloso.

— Isso mesmo! — Anderson disse com um sorriso autodepreciativo. — No parque dos piratas, ele é reconhecido como o Caçador Mais Forte.

Ukfa engoliu em seco ao olhar para Klein. Ele não pôde deixar de sorrir e dizer: — Acredito que você tenha a capacidade de comprar o Sentença de Morte.

— Sentença de Morte? — Klein perguntou com grande interesse, mas não demonstrou.

— Esse é o nome do revólver. Ele me acompanha há uma década. Fuuu, se não for porque sua funcionalidade se sobrepõe a um dos meus outros itens místicos e não é de muita utilidade para mim no momento, eu não estaria disposto a vendê-lo, — respondeu Ukfa com um suspiro.

Naquele momento, Anderson deu uma gargalhada.

— Não foi isso que você disse antes. Você disse que preferia ferramentas agrícolas.

“Um Plantador…” Klein fez o julgamento correspondente com base nas palavras de Anderson e na expressão de Ukfa.

Enquanto isso, os nomes das poções correspondentes passaram por sua mente: Sequência 9: Plantador, Sequência 8: Médico com o antigo nome de Pastor de Cura e Sequência 7: Sacerdote da Colheita.

“Não é de admirar que Anderson o tenha apresentado como o médico de seu ex-time…” Klein pensou por um momento e disse: — Você conhece Frank Lee?

— Haha, não. Embora eu seja de Feynapotter, minha fórmula e ingredientes foram obtidos por mim mesmo, uma de cada vez. Eu não tive nada a ver com a Igreja da Mãe Terra. Portanto, eu não ousaria voltar para Feynapotter. No entanto, já ouvi falar de Frank Lee. Ele é alguém que dá muita dor de cabeça à Igreja, — respondeu Ukfa com franqueza. — Ele é apenas um Sequência 6: Biologista, mas recebeu muita importância da Igreja. Eu realmente desejo conhecê-lo se houver uma chance.

“Não, você não vai, você vai se arrepender de ter pensado nisso…” Klein percebeu pela resposta de Ukfa que ele acreditava na Mãe Terra e provavelmente era um poderoso Beyonder da Sequência 5.

Ao seu lado, o rosto de Anderson se contraiu ao ouvir Ukfa. Ele disse com medo persistente: — Esse cara dá dor de cabeça. Em certo sentido, você pode chamá-lo de demônio. Seus poderes e pensamentos ultrapassaram o nível da Sequência 6… Tudo bem, não vamos falar sobre ele. Sempre que o nome dele aparece, ainda me lembro daquele leite.

Ukfa olhou para a dupla perplexo enquanto continha seus olhares de curiosidade. Ele caminhou até a mesa, abriu uma gaveta e tirou um revólver de ferro preto que parecia um pouco mais longo do que um revólver comum.

— Este é o Sentença de Morte, — Ukfa apresentou solenemente.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥