Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 21/50


“Fantoche da Lua…” O coração de Fors palpitou quando ela se concentrou novamente e olhou para o participante que acabara de falar.

O homem com máscara de ferro preta já havia tirado um pequeno fantoche e mostrado a todos.

— Tenho um amigo que descobriu uma série de sepulturas nas profundezas do Vale da Paz, no Continente Sul. Este fantoche estava preso na órbita do olho direito do falecido.

Fors observou o boneco seriamente, assim como os outros participantes da reunião. Ela descobriu que era esbelto e todo o seu corpo lembrava uma pequena peça de madeira que tinha sido gravada com olhos e uma boca em forma de lua crescente. Embutidos nele havia grama seca e flores.

“Não parece nada de especial…” Fors murmurou interiormente. Sua percepção espiritual não sentiu nada enquanto sua mão empunhando uma caneta continuava pairando sobre um caderno verde-bronze.

O homem da máscara de ferro continuou a introdução:

— Meu amigo e eu não conseguimos determinar qual a utilidade desse fantoche e só podemos suspeitar que não é simples. Também pode esconder um grande segredo.

— 60 libras. Por apenas 60 libras, você pode ficar com ele. Este preço é muito justo. Mesmo que não tenha nada a ver com misticismo, não é uma antiguidade ruim que vale de quarenta a cinquenta libras.

— Isso quer dizer que você gastará 10 libras para ter a chance de uma surpresa agradável. Para vocês, isso é uma pequena quantia em dinheiro.

“Uma explicação muito tentadora. Este cavalheiro é provavelmente um vendedor de sucesso. Porém, eu não tenho nem 10 libras…” Enquanto Fors dava uma risada autodepreciativa, não acreditava que alguém compraria o chamado Fantoche da Lua de origem e uso desconhecidos.

Assim como ela teve esse pensamento, ouviu uma voz feminina que foi deliberadamente suprimida.

— 50 libras.

“Ela é muito rica ou está disposta a tentar a sorte?” Fors inconscientemente virou a cabeça para olhar para a pessoa que falava, apenas para ver a mulher vestindo um longo manto com capuz. Seu rosto estava escondido nas sombras.

Naquele momento, o dono do Fantoche da Lua riu.

— Estarei mais inclinado a guardá-lo para mim. Talvez chegue um momento em que eu descubra o que há de tão especial nele.

Enquanto falava, percebeu que ninguém estava oferecendo um preço melhor. Ele imediatamente disse: — Claro, como cavalheiro, satisfarei seu desejo, já que você expressou seu desejo e deu um preço razoável.

— Feito, — a mulher encapuzada respondeu com uma voz profunda.

Logo, o atendente da reunião os ajudou a concluir a transação. Fors notou que a mão da mulher tremia ligeiramente depois que ela recebeu o Fantoche da Lua.

“Ela dá grande importância ao item… Ela pode realmente saber o que há de tão especial sobre o fantoche… Marionete da Lua… Lua… Do Continente Sul…” Fors de repente fez conexões e lembrou dos poucos crentes da Lua Primordial que o Sr. Lua pediu para caçar. Ela começou a suspeitar que a mulher encapuzada fosse um deles ou que tivesse alguma ligação com eles.

Claro, ela não tinha nenhuma evidência. Nem sequer tinha uma razão convincente para ter tal palpite.

Urf…  Fors exalou silenciosamente enquanto decidia encontrar uma maneira de verificar sua teoria.

Ela moveu casualmente o caderno de capa dura na mão, fazendo aparecer uma pele de cabra marrom-amarelada.

No pedaço de papel havia todos os tipos de padrões que formavam uma imagem antiga e misteriosa de intenções desconhecidas.

Esta foi uma das páginas das Viagens de Leymano e registrou um poder Beyonder específico.

Não era um poder gravado que Fors reuniu, mas uma das cinco páginas originais quando ela o recebeu.

Fors ergueu os olhos e fingiu observar as transações dos outros enquanto observava completamente a situação da mulher encapuzada.

Ela descobriu que havia um mosquito com manchas marrons escuras em uma parede próxima e vermes desconhecidos que se contorciam lentamente no chão.

O dedo de Fors deslizou naturalmente pelo padrão de pele de cabra marrom-amarelado enquanto um símbolo complicado se formava rapidamente em sua mente.

Silenciosamente e sem mostrar nenhum sinal estranho, ela sentiu que havia entendido o padrão marrom, pois seus pensamentos se conectavam com os da outra parte.

O mosquito de manchas marrons voou a baixa altura.

Ele circulou sob a mulher encapuzada e agarrou-se cuidadosamente à sua frente.

A visão do mosquito era diferente da de um humano, pois uma cena incompreensível apareceu na mente de Fors. Mas logo se desintegrou e se transformou em uma cena bastante normal.

A mulher encapuzada tinha um contorno bastante curvo e pele escura. Suas sobrancelhas eram finas e os cantos da boca caíam significativamente.

Fors a reconheceu imediatamente. Ela não era outra senão a crente da Lua Primordial, Windsor Behring, que o Sr. Lua estava procurando!

“Uma pista eficaz vale 100 libras, e encontrá-la diretamente significa 500 libras!” Fors lembrou-se da recompensa e imediatamente ficou nervosa.

Sua primeira reação foi fazer com que o mosquito picasse Windsor Behring e sugasse seu sangue. Dessa forma, ela poderia mais tarde usar a astromancia para localizar diretamente sua localização.

No entanto, desistiu da ideia depois de hesitar por um momento. Isso era extremamente proibido em uma reunião de Beyonders. Se ela fosse descoberta, definitivamente seria atacada por todos os participantes da reunião.

E o anfitrião da reunião muitas vezes tinha uma força significativa. Exagerar demais tornava-a facilmente detectável!

“Hmm, vou pegar apenas as 100 libras. Se houver outra chance, considerarei como prendê-la diretamente… Tenho que sair desta reunião mais cedo e espalhar meu sangue nas Viagens de Leymano para evitar me perder. Isso seria perigoso…” Fors reprimiu sua decepção ao tomar sua decisão final.

Na verdade, suas ações já estavam fora de sintonia; portanto, ela não queria ficar mais um segundo.

Burgo Hillston, dentro de um hotel de alta classe.

Klein ficou atrás de uma janela oriel enquanto observava silenciosamente a lua vermelha e as nuvens finas no céu.

Algum tempo depois, penteou os cabelos brancos em volta das têmporas e estendeu a mão para fechar as cortinas.

Então, passou pelo incômodo de levar o transceptor de rádio de volta ao mundo real e passou o tempo exalando a maior parte de seu cheiro.

Desta vez, esperou apenas cerca de dez segundos quando sentiu a sala ficar escura e misteriosa. Ouviu o transceptor de rádio começar a produzir sons de clique.

Klein se aproximou e viu um pedaço de papel ilusório ser ejetado. No papel havia palavras compostas na língua de Loen: “Grande Mestre, por favor, olhe para a direita!”

“Direita…” Klein virou a cabeça divertido e curioso para o seu lado.

Ele viu um espelho de corpo inteiro, que já estava escuro, como se estivesse manchado com uma camada de tinta.

Assim que um pensamento surgiu em sua mente, o espelho de corpo inteiro se iluminou. Fogos de artifício ilusórios começaram a disparar dentro do espelho quando ele explodiu e se espalhou em uma exibição linda e deslumbrante.

Enquanto isso, o espelho de corpo inteiro produzia uma linha de palavras douradas.

“Bem-vindo de volta, Grande Mestre!”

Naquele momento, embora Arrodes não produzisse nenhum som, Klein teve a sensação desconcertante de que estava gritando histericamente.

Quando os fogos de artifício terminaram, o texto dourado distorceu-se e formou uma nova linha de texto:

“Grande Mestre, seu servo leal e humilde, Arrodes, deseja perguntar-lhe como posso ser útil para você?”

Klein já estava muito acostumado com isso e disse de maneira prática: “Responda às minhas perguntas.”

A linha dourada do texto foi reformada novamente.

“Obrigado pela sua resposta. Você pode perguntar.”

Preparado, Klein disse: — Para onde foi o espírito maligno da Rua Williams?

O texto dourado do espelho de corpo inteiro congelou por alguns segundos antes de desaparecer lentamente. Quanto aos fogos de artifício florescendo ao fundo, eles primeiro ficaram desfocados antes que uma nova cena ficasse clara.

Era o de uma capela abandonada onde trepadeiras murchas rastejavam pelas paredes e pedras cinzentas estavam espalhadas por toda parte.

Klein achou isso bastante familiar. Foi onde ele e Sharron conversaram uma vez com o espírito maligno.

A cena se aproximou quando Klein viu que em um canto da capela desmoronada havia um pequeno buraco que não era muito profundo. Havia sinais claros de que foi desenterrado com os dedos.

“A Srta. Mágica mencionou isso antes…” Quando os pensamentos de Klein surgiram, a cena produziu uma voz fria que escondia um sorriso:

— É um prazer trabalhar com você!

Quando essas palavras saíram do solo, a cena imediatamente ficou distorcida como uma superfície de água sendo agitada antes que a cena fosse completamente destruída.

“Prazer em trabalhar com você… Com quem o espírito maligno falou?”

“Para fazer um anjo do caminho do Caçador usar tal tom, a pessoa não deve ser alguém de nível inferior. Essa pessoa pode até ser um anjo. No entanto, por que Ele usaria as mãos para cavar? Ele deveria ter um método muito mais fácil que não perdesse tanto tempo…”

“O anjo também está restrito em certo sentido? Hmm, assim como aquele vovô no corpo de Leonard? Certo, Leonard estava em Backlund naquela época! Esta é uma pista, mas existem outras possibilidades. Algo no nível de um anjo não significa ser um anjo…”

“O espírito maligno controlou o Baronete Pound para contatar alguém? Pelo que parece, os espiões de Intis e Feysac eram apenas uma distração criada pelo espírito maligno. Como esperado de um Conspirador…” Pensamentos passaram pela mente de Klein enquanto ele dizia a Arrodes: — Segunda pergunta: tenho três mordomos para escolher. Quem você acha que é o mais adequado?

Palavras douradas apareceram uma após a outra:

“Se você escolher Rebach e Walter, poderá haver um desenvolvimento adicional. Asnia é o mais profissional, mas também o mais comum.”

“Hmm… os dois que anteriormente estavam a serviço do Duque Negan e do Visconde Conrad permitem um desenvolvimento adicional…” Klein assentiu pensativo.

— É a sua vez de perguntar.

Nesse momento, apareceu um monte de texto dourado:

“Grande Mestre, o que você acha de eu ser seu mordomo? Contanto que você me tire da Igreja do Vapor, posso me tornar o melhor mordomo do mundo!”

— …

Klein hesitou por um segundo enquanto respondia, medindo as palavras: — Não é adequado no momento.

O texto dourado no espelho de corpo inteiro escureceu instantaneamente antes de acender novamente, reformando as palavras:

“Tudo bem.”

— Seu servo leal e humilde, Arrodes, aguardará pacientemente o dia.

Imediatamente depois disso, o espelho de corpo inteiro produziu uma imagem complicada com algumas notas de rodapé.

“Esta é uma runa formada com os símbolos e padrões mágicos correspondentes. Grande Mestre, enquanto você estiver em Backlund, escrever em algum papel equivale a me convocar.”

“Uma mistura de símbolos secretos e misteriosos…” Klein identificou a runa e disse: — Tudo bem.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥