Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 11/30


Walter chegou ao terceiro andar e bateu na porta do quarto principal.

— Quem é? — A voz ligeiramente fraca e rouca de Dwayne Dantès soou.

Walter girou a maçaneta, abrindo uma pequena fresta na porta.

— Senhor, o Bispo Elektra está aqui para visitá-lo.

— Você deseja encontrá-lo na sala de estar ou na sala de atividades, ou ele deveria ser convidado diretamente para o seu quarto?

Normalmente, os visitantes não tinham permissão para entrar no quarto principal. Isto era bastante indelicado, mas visitar os doentes era uma exceção.

Após um breve silêncio, Dwayne Dantès respondeu: — Convide-o para vir ao quarto.

— Tudo bem, senhor. — Enquanto Walter gesticulava para Richardson pedir a uma empregada que preparasse um chá, ele desceu e convidou o Bispo Elektra da Igreja da Meia Noite.

Logo, Elektra entrou no quarto e viu Dwayne Dantès deitado na cama, parecendo abatido.

— Richardson, consiga um assento para o bispo, — disse o pálido Dwayne Dantès com um sorriso.

Richardson já havia feito isso. Ele imediatamente moveu uma cadeira de encosto alto para um lugar perto da cama.

No entanto, Elektra deu alguns passos à frente para observar o novo magnata na cidade e perguntou preocupada: — Dwayne, como vai você? Você consultou um médico?

Sua percepção espiritual não foi acionada, então não fez nenhuma tentativa. Ele estava apenas visitando um crente piedoso por preocupação.

Dwayne Dantès tossiu levemente e sorriu.

— Na verdade, estou quase recuperado. Acredito que poderei ir à igreja amanhã ou depois de amanhã para ouvir suas pregações.

— Isso é bom. Eu queria saber se eu precisava rezar para a Deusa te abençoar. — Elektra riu e deu um passo para trás antes de se sentar na cadeira que Richardson trouxera para ele.

Neste momento, Dwayne Dantès olhou para o bispo e riu.

— Na verdade, sempre tive uma dúvida. Os clérigos da Igreja da Deusa podem se casar?

Elektra, que faltava dois anos para completar quarenta anos, suspirou e sorriu.

— Esta questão na verdade nos incomoda há muito tempo.

— Nos tempos antigos, os arcebispos envolveram-se em debates intensos sobre este assunto em várias reuniões teosóficas.

— Um lado acreditava que os servos da Deusa precisam manter sua pureza, sejam homens ou mulheres; caso contrário, seria um sacrilégio. O outro lado encontrou palavras da Deusa nas Revelações da Meia Noite e outros livros, acreditando que a Deusa encorajava o casamento. Ela incentivou a igualdade entre ambos os sexos e que eles tivessem contato normal. Portanto, os clérigos deveriam ser um exemplo disto, e não um exemplo negativo; ao fazer isso, seria o maior respeito para com a Deusa.

— Nos últimos tempos, esta questão foi basicamente arquivada. A Igreja não proíbe nem incentiva isso. O único pedido é que os clérigos casados ​​não permitam que as suas famílias vivam nas catedrais.

Dwayne Dantès assentiu lentamente enquanto curvava o canto dos lábios.

— Excelência, você tem esposa?

Embora o Bispo Elektra fosse magro e não muito bonito, ele era agradável aos olhos. Ele suspirou e disse, mal escondendo o sorriso: — Há dois anos, caminhei pelo corredor sob a vigilância da Deusa. Acontece que tenho um filho este ano.

— Originalmente imaginei que permaneceria solteiro durante toda a minha vida para servir a Deusa, mas…

Enquanto falava, ele deu uma risada autodepreciativa e balançou a cabeça.

Sem esperar que Dwayne Dantès investigasse mais profundamente, Elektra perguntou: — Você parece estar solteiro também. Você está considerando o problema do casamento?

Ele parecia imaginar que Dwayne Dantès tinha tais pensamentos e perguntou diretamente, imaginando que a resposta era certa enquanto continuava: — De que tipo de mulher você gosta? Talvez eu possa ajudar a apresentar você a alguém.

Dwayne Dantès tossiu levemente e disse com um sorriso: — Muitas vezes escolhi aventuras para acumular riquezas no passado, então não estava disposto a me casar, com medo de arrastá-la para a morte. Heh, gosto de muitos tipos de mulheres e não sou exigente.

— Gosto das mais velhas que eu, daquelas que conseguem me dar calor e me deixar à vontade…

Antes de terminar, seu valete, Richardson, estava com uma expressão atordoada. Ele apressadamente virou a cabeça para o lado e abaixou-a. Ele sentiu seu rosto queimar por algum motivo desconcertante.

Dwayne Dantès não pareceu perceber isso ao continuar: — Também gosto das mais jovens do que eu, daquelas que são puras e animadas, fazendo com que qualquer um que as veja sinta como se fosse amanhecer por causa do brilho que elas não percebem… 

O rosto do Bispo Elektra congelou de repente quando ele ergueu a palma da mão e cerrou o punho enquanto a segurava na boca e tossia duas vezes.

Mesmo assim, Dwayne Dantès não parou. Ele balançou a cabeça e disse com um suspiro: — Também gosto daquelas que já se apaixonaram ou foram casadas, para que as pessoas não ousem se aproximar devido ao seu status, mulheres que só podem ser vistas de longe. Elas são tão charmosas que cada ação é tão inebriante e irresistível. Muitas vezes sonho…

Mordomo Walter, que estava parado por perto, tremeu. Ele sentiu como se tivesse experimentado um sonho do qual não queria acordar, apesar de se opor fortemente a ele. Não tinha ideia se era um sonho bom ou ruim.

Dwayne Dantès estava prestes a continuar a descrever, mas parou de produzir qualquer som depois de abrir a boca.

Ele então riu baixinho.

— Isso tudo é muito normal. Quando os humanos estão no seu limite e sob a influência dos seus sentidos, muitas vezes têm alguns pensamentos anormais. Contanto que sejam reprimidos enquanto agem de acordo com a vontade de alguém, não seria uma tortura. Ainda seria um marido, um bom pai, um bom homem.

— Isso é muito razoável. Quando estou furioso, muitas vezes tenho pensamentos irracionais, mas poucas pessoas os transformam em realidade. — O Bispo Elektra engenhosamente mudou de assunto. Já o Mordomo Walter e o Valete Richardson revelaram olhares de contemplação.

O bispo não ficou muito tempo. Depois de beber alguns goles do chá preto marquês que a empregada lhe entregou, levantou-se e despediu-se, saindo da residência de Dwayne Dantès.

A sala rapidamente ficou em silêncio quando a janela da varanda se abriu silenciosamente. Klein, que havia se transformado novamente em Dwayne Dantès, saltou agilmente para dentro.

“Felizmente, voltei a tempo. Se eu permitisse que Arrodes continuasse falando, o Bispo Elektra provavelmente renunciaria a um crente piedoso como eu… Talvez eu até descubra Walter e Richardson pendurados em seus quartos amanhã de manhã, e as ruas teriam rumores de que Dwayne Dantès era um pervertido…” Klein olhou para o falso Dwayne na cama e suspirou silenciosamente. Essa resposta final foi formulada pessoalmente por ele, e ele fez com que Arrodes a lesse.

Claro, este era o seu plano de contingência para o pior cenário possível. Ele acreditava que Arrodes não teria feito a situação evoluir tão longe.

— Bem-vindo de volta, Grande Mestre. — O Dwayne Dantès na cama curvou-se e cumprimentou. — Seu servo leal e humilde, Arrodes, se saiu bem?

Ao ouvir o espelho gaguejar a pergunta, Klein suspirou e disse: — Ainda está tudo bem. Você se saiu muito bem.

— No entanto, tente não envergonhar os outros durante a conversa.

— Eu vou me lembrar disso! — O falso Dwayne Dantès desapareceu rapidamente quando um pequeno espelho apareceu no travesseiro.

Acima do espelho, uma luz prateada floresceu enquanto as palavras apareciam:

“Obrigado pela sua afirmação. Continuarei seguindo seus passos. Estou ansioso para ajudá-lo na próxima vez~”

Depois que uma expressão de despedida foi escrita, o espelho voltou ao normal.

Klein chegou perto dele e guardou o espelho antes de entrar no banheiro anexo ao quarto principal. Ele deu quatro passos no sentido anti-horário e passou por cima da névoa cinza.

Ele queria completar o Pastoreio antes que o Corpo Espiritual do Sr. X se dispersasse.

No mundo dos livros, dentro de uma caverna no pico de uma montanha coberta de neve.

Klein olhou para o cadáver do Sr. X e identificou cuidadosamente a cabeça que havia sido reunida a partir dos fragmentos. Ele combinou com suas memórias da foto do alvo que a Srta. Mágica lhe havia fornecido.

“É ele… Espero conseguir os poderes de Viajar e Registrar. Com eles, eu ganharia muito com esta operação. Caso contrário, terei que considerar fazer com que a Srta. Mágica pague mais. A dificuldade entre caçar um Sequência 5 e enfrentar um semideus são duas questões completamente diferentes.” Enquanto Klein pensava, ele estendeu a palma da mão esquerda e abriu os dedos, mirando no cadáver cuja espiritualidade não havia se dispersado completamente.

A Fome Rastejante rapidamente se transformou de volta à sua forma original, parecendo ser feita de pele humana fina, com dois olhos abertos no meio da palma da mão. Suas pupilas eram vermelhas brilhantes, como se estivessem tingidas de sangue.

Em meio a um vento frio e misterioso, o Corpo Espiritual significativamente disperso do Sr. X e as resplandecentes partículas de luz Beyonders que lembravam a Via Láctea perfuraram a Fome Rastejante, fixando-se em um dedo vazio.

A Fome Rastejante primeiro tornou-se transparente como se fosse uma sombra do mundo espiritual antes de retornar ao normal.

Klein fechou os olhos e sentiu isso enquanto suas sobrancelhas se suavizavam gradualmente. Um sorriso surgiu em seu rosto.

Sua sorte foi muito boa desta vez porque ele havia adquirido um dos poderes Beyonder que mais queria: Porta do Viajante!

Também poderia ser chamada de Porta de Teletransporte, Teletransporte ou Viagem. Seu efeito foi permitir que uma pessoa atravessasse o mundo espiritual enquanto sentia o mundo externo. Beyonders de diferentes Sequências poderiam suportar viagens por diferentes períodos de tempo devido às diferenças na potência de seu Corpo Espiritual. Isso fez com que os efeitos da travessia do mundo espiritual e a distância fossem diferentes.

“Se for um Sequência 9 ou 8, eles não seriam capazes de ir além de Backlund… Com meu nível atual, me pergunto se posso ir diretamente para a ilha primitiva que o Sr. Enforcado forneceu. Hmm, se isso não funcionar, posso dividir em algumas viagens…” Klein pensou enquanto sorria.

Neste ponto, percebeu que a força de um Viajante no combate frontal era muito poderosa. Isso acontecia porque a dificuldade em usar viagens de curta distância era quase a mesma do Salto Flamejante. Isso também significava que um Viajante poderia continuar girando em torno de um alvo, aproximando-se e distanciando-se como quisesse. Isso pegaria as pessoas de surpresa, ao mesmo tempo que as impediria de infligir um golpe bem-sucedido.

Além disso, se muitos poderes fossem registrados e a sabedoria e astúcia no combate, Klein suspeitava que mesmo com a Tempestade de Raios e Furacão, ele não teria como conter um Viajante em combate direto.

“Na verdade, um Mestre das Marionetes deveria tentar se esconder atrás das sombras…” Enquanto Klein pensava pungentemente, ele olhou para o cadáver do Sr. X.

A Fome Rastejante também obteve outro poder Beyonder. Era a Abertura de Porta da Sequência 9: Aprendiz. Era equivalente a uma versão muito enfraquecida de Viajar e tinha pouco valor.

Virando o olhar, os olhos de Klein notaram o anel de rubi na mão do Sr. X.

Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥