Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 17/30


Pousada Carta na Manga, nº 22, na Rua da Esperança no Burgo Cherwood.

No momento em que a atendente da recepção estava prestes a beber água, ela viu uma mulher entrar.

A mulher tinha cerca de 1,65 metros de altura e usava um vestido de cor clara com babados nas laterais. Seu cabelo castanho cacheado caía em cascata enquanto usava óculos coloridos. Ela parecia casual, como alguém que acabara de voltar da Baía de Desi.

Ela segurava uma mala de couro marrom escuro enquanto caminhava sem pressa até a recepção.

“Uma mulher de temperamento extraordinário… Seu traje é lindo… Como eu gostaria de poder ver como ela é sem os óculos…” Como mulher, a atendente costuma avaliar suas roupas e acessórios.

Ela então ouviu a madame dizer em tom calmo: — Uma noite. Um quarto de solteiro.

— 2 solis e 8 centavos. — A atendente deu a ela o valor do quarto do dia e perguntou diretamente: — Você tem algum documento de identificação?

Ela não foi muito inflexível em registrar sua identidade, pois a pousada não tinha meios de confirmar a autenticidade dos documentos.

— Sim. — A madame largou a mala marrom escura e tirou um documento de identificação da bolsa antes de entregá-lo a ela.

— Margaret Taylor… — a atendente murmurou enquanto a registrava antes de encontrar um molho de chaves. — Quarto 2012.

— Obrigada. — A madame em traje elegante recebeu as chaves, carregou a mala marrom escura e caminhou em direção à escada.

Nesse momento, um atendente de colete vermelho se aproximou. Ele se curvou e perguntou: — Como posso ajudá-la?

Ele imediatamente olhou para a mala marrom escura.

A madame curvou os lábios em um sorriso enquanto balançava a cabeça.

— Não há necessidade. É muito leve.

Dito isso, ela não parou enquanto subia as escadas e entrava no Quarto 2012.

Só depois de fechar a porta e largar a mala é que ela levou a mão direita ao peito, soltando um longo suspiro de alívio.

“Por que me sinto como uma assassina psicótica…”

“Ela não era outra senão a Fors disfarçada. Não havia nada na mala dela, exceto a cabeça do Sr. X, que estava embrulhada em jornais!”

“Os dois atendentes de antes provavelmente não teriam imaginado que uma madame elegante não tinha roupas, produtos faciais ou maquiagem em sua mala, mas sim uma cabeça rachada e ensanguentada… Se descobrissem isso, todos na pousada iriam levar um susto… Este é o material de base para um romance policial!” Fors acalmou sua ansiedade, pegou novamente a mala e abriu a porta.

Ela observou o corredor e não viu ninguém andando por ele. Saiu apressadamente e foi para o Quarto 2016 e bateu na porta de madeira.

Seu professor, Dorian Gray Abraham, hospedou-se no mesmo quarto de antes.

Depois de sentir que alguém a avaliava pelo olho mágico, Fors ouviu a maçaneta girar enquanto as engrenagens eram destravadas.

Dorian Gray vestia um terno preto com ombros muito largos. Ele olhou para a esquerda e para a direita com cautela antes de abrir caminho, permitindo que sua aluna entrasse.

— Ninguém notou você, certo? — Depois disso, ele fechou a porta e perguntou com cautela.

Fors largou a mala e tirou os óculos que escondiam metade do seu rosto.

— Não, usei uma identidade falsa.

Como uma Beyonder em Backlund com uma experiência bastante rica como Beyonder de baixa sequência, era necessário ter alguns documentos de identificação falsos.

Além disso, ela contou com a ajuda especializada de Xio nesses assuntos.

O único problema era que, em última análise, era uma identidade falsa que não passaria na investigação policial.

No entanto, Fors tinha ouvido falar que havia locais onde poderia ser obtida documentação de identidade real. Além disso, eram documentos que a polícia tinha registro, com fotos trocadas. Claro, o preço era muito mais caro.

Dorian assentiu gentilmente e exalou silenciosamente. Ao fazer Fors se sentar, ele trouxe uma cadeira e disse: — Você mencionou que alguém está pagando para encontrar os descendentes diretos da família Abraham em uma reunião de Beyonders em Backlund? E o objetivo é encontrar informações sobre o Sr. Porta?

— Sim, professor, — Fors não disse nada além da verdade. — Não sei muito sobre a família, então pensei em perguntar se você sabia de alguma coisa.

Ela escondeu dois pontos, ou seja, a reunião de Beyonders era chamada de Reunião do Tarô, e que ela sabia há muito tempo que seu professor era um membro da família Abraham.

Dorian sentou-se e bebeu um gole de uma xícara de chá de porcelana branca. Ele perguntou com uma expressão calma: — Quem estava perguntando?

— Eu não tenho certeza. Só posso confirmar que era uma mulher. Ela havia escondido sua aparência. Uh, ela parecia muito poderosa e deve ter um apoio bastante forte. — Fors descreveu sua impressão da Madame Eremita.

O que ela não disse foi que esta mulher tinha laços estreitos com a Rainha Misteriosa Bernadette.

Dorian Gray ponderou por alguns segundos antes de dizer: — Também não sei muito. Tudo que sei é que o Sr. Porta é o ancestral da família Abraham. Ele desapareceu durante a Guerra dos Quatro Imperadores. Você pode tentar usar esta informação para obter parte da recompensa.

“Sr. Porta é o ancestral da família Abraham? O Sr. Porta, que fez a família Abraham sofrer a maldição da lua cheia, fazendo com que muitos membros perdessem o controle, é na verdade o ancestral da família Abraham?” Fors ficou alarmada.

Tendo já aprendido alguns dos problemas da família Abraham com o Sr. Louco, ela não conseguia acreditar que a causa de tudo isso fosse a fonte da linhagem!

“O Sr. Porta não sabe as consequências de suas ações?” Fors murmurou silenciosamente enquanto não conseguia evitar franzir a testa.

Dorian Gray notou a reação anormal de sua aluna ao perguntar, um tanto intrigado: — Há algum problema?

“Ah, não, não consegui esconder minha expressão…” Fors ponderou e disse: — Eu simplesmente não entendo. Já se passaram mais de mil anos, então, além dos descendentes diretos da família Abraham, quem desejaria reunir informações sobre o Sr. Porta e por quê?

“Talvez eles estejam tentando encontrar o Sr. Porta? Ah, certo, a Rainha Misteriosa é filha do Imperador Roselle, e o Sr. Porta apareceu no diário do Imperador Roselle. Portanto, a rainha está tentando encontrar o Sr. Porta para descobrir a verdade do passado. Isso é normal… No entanto, o Sr. Porta desapareceu na Guerra dos Quatro Imperadores, mais de mil anos antes da era do Imperador Roselle. Como eles conseguiram entrar em contato um com o outro… Será que o Imperador Roselle também podia ouvir os delírios da lua cheia… Hmm, lembro-me do Sr. Louco fazendo uma observação de que o Sr. Porta poderia estar pedindo ajuda… Se for esse o caso, é realmente… é realmente…” Como autora, Fors ficou momentaneamente sem palavras para descrever seus sentimentos.

Dorian revelou um sorriso irônico e disse: — Certamente, também estou intrigado com esse problema. Lembre-se de me dizer se encontrar a resposta.

Fors não insistiu nesse assunto, com medo de que Dorian Gray notasse algo errado. Ela então disse: — Professor, por que você veio de repente para Backlund?

Dorian sorriu e pegou um cigarro enquanto o levava ao nariz para dar uma cheirada. Sem acender, ele disse: — Acontece que tenho alguns assuntos que precisam que eu esteja em Backlund. Também decidi verificar o progresso da sua digestão.

Na verdade, ele ficou alarmado com a carta de Fors. Ele não conseguia acreditar que alguém no mundo ainda estivesse perguntando sobre o Sr. Porta. Era preciso saber que até a família Abraham desistiu de tais tentativas. Ele foi o único que continuou assim, ensinando os alunos por conta própria.

Isso também o fez lembrar de uma profecia que foi transmitida dentro da família: os Abrahams estavam cada vez mais próximos de sua destruição.

Quando conectou os dois assuntos, correu até Backlund para confirmar a situação de sua aluna. Ele desejou que ela pudesse avançar o mais rápido possível, deixando alguma esperança para a família Abraham.

— Acabei de compreender os vários conhecimentos astrológicos, — respondeu Fors, sentindo-se um pouco culpada.

Por falta de dinheiro, ela não comprou a bola de cristal de alta qualidade necessária a um Astrólogo.

Para não continuar neste assunto, Fors começou a perguntar a Dorian Gray sobre os princípios de atuação necessários para Astrólogo, obtendo conselhos como a astrologia não é todo-poderosa.

Perto do final, Fors olhou para a mala marrom escura ao lado dela e disse: — Professor, há mais um assunto.

— O que é? — Dorian recostou-se na cadeira enquanto bebia vagarosamente um gole de chá preto.

Fors seguiu o roteiro que havia preparado e disse: — Depois de saber que Lewis Wien traiu a organização, infligindo muitos danos a todos vocês, sempre tive a ideia de encontrá-lo e se vingar de todos vocês.

— Desista desse pensamento! — Dorian endireitou-se. — Mesmo que você tenha as Viagens de Leymano, você não é párea para ele, muito menos capaz de matá-lo! Estou muito feliz que você tenha tais pensamentos, mas não há necessidade de correr riscos desnecessários.

“Definitivamente não sou capaz de fazer isso sozinha…” Fors murmurou silenciosamente antes de dizer: — Conheci um caçador de recompensas muito poderoso. Gastei cerca de 10.000 libras para procurar sua ajuda.

Ela não foi capaz de estimar o custo do trabalho, então usou o preço que a Srta. Audrey pagou quando os confiou para matar o embaixador de Intis.

“Isso pode ser uma trapaça… Lewis Wien é provavelmente um Viajante e tem o apoio da Ordem Aurora…” Dorian não tinha nenhuma esperança de que algum caçador de recompensas fosse páreo para Lewis Wien quando ouviu seu aluno dizer: — Ele já conseguiu.

Coff! Coff! Coff! Coff! Dorian engasgou com a saliva quando começou a tossir.

Ele deixou cair a xícara de chá no chão, mas ela saltou como mágica, pousando firmemente na mesa de centro.

— Ele me deu a cabeça de Lewis Wien. — Fors ergueu a mala marrom-escura e abriu-a, tirando de lá o objeto esférico embrulhado em jornais.

Com os jornais desdobrados aos poucos, Dorian viu aquele rosto que jamais esqueceria. O sorriso presunçoso no rosto de Lewis Wien quando ele atacou a sede da família Abraham desapareceu. Sua cabeça estava coberta de rachaduras, como se tivesse sido colada pedaço por pedaço. Era horrível, cheia de dor e desespero.

Como astrólogo, a intuição espiritual de Dorian Gray disse-lhe que era sem dúvida a cabeça de Lewis Wien.

— Bom, muito bom… — Dorian murmurou entusiasmado antes de olhar para sua aluna. — Quem era o caçador de recompensas? Não consigo imaginar Backlund tendo um caçador de recompensas tão poderoso.

Fors hesitou por um momento antes de dizer: — Gehrman Sparrow.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥