Selecione o tipo de erro abaixo

Quando nos sentamos à mesa posta, pudemos contemplar a presença do ser sobre o que apenas ouvira falar. Jamais imaginava que a rainha dos dragões pudesse ostentar uma beleza tão cativante e acolhedora, como se toda a existência se curvasse diante de sua magnificência. A aura que emanava de seu corpo era divina, digna do primeiro ser a possuirpantaloni de trening puma abiti cerimonia uomo on line lamar jackson trikot garmin fēnix 5 plus sapphire myš klávesnica abiti cerimonia uomo on line bengals trikot yeezy boost 350 v2 core black dazzling blue core black boxster helm Belgium montre nike+ sportwatch gps cardio comprar mandos wii originales nerfultra xbox one one x fıro kulaklık fiyatları robot zumba uma habilidade primordial entre os mortais.

Mesmo Legion, que parecia um deus diante de minha presença, não se comparava à presença divina de Aion, o Dragão do Tempo. No entanto, não posso evitar sorrir ao perceber o olhar fascinado de Chloe para o dragão em forma humana. Ainda no colo de Eriel, ela olhou de Aion para Eriel e, finalmente, pareceu fazer uma conexão em sua mente.

“Vocês são parecidos”, sua voz fraca foi ouvida por todos, que sorriram diante das palavras da pequena garota. “Eu disse algo estranho?” Disse, com um olhar surpreso e uma expressão envergonhada.

Eriel acariciou uma garotinha em seu colo e respondeu com um sorriso gentil. Ela parecia genuinamente feliz ao observar a criança. “Na verdade, eu sou a reencarnação de Zoe, por isso somos parecidos. O mesmo vale para Azrael e Legion”, explicou Eriel enquanto observava Chloe voltar seu olhar para as pessoas à sua frente. “É o mesmo com Naara e…” Interrompeu suas palavras.

Era compreensível, já que provavelmente Aquafira não havia se apresentado.

“Aquafira”, eu disse.

“Oh? É assim… por isso vocês são parecidos…”

Dirigi meu olhar para Azrael, que observava tudo em silêncio. Mesmo sendo a mesma pessoa, ainda me surpreendeu notar que Legion e Azrael eram tão semelhantes. Até mesmo os gestos e expressões eram idênticos.

Agora, eu sabia que Aquafira e eu eramos uma anormalidade entre os dragões, já que Eriel e Aion também compartilhavam semelhanças em pensamentos e gestos, ou, pelo menos, era isso que parecia.

Querendo dissipar o clima desconfortável, decidi falar, já que Azrael parecia mais interessado em Chloe do que no motivo de me chamar até o mundo interno.

“Azrael, vamos parar com as enrolações. O que você está tramando?” Minha pergunta provocou um sorriso no rosto de Aquafira, que parecia ter a mesma dúvida.

“Ela está certa. Não gosto muito desse clima amistoso. Sempre prefiro batalhas, já que reuniões em grupo são entediantes.”

Azrael deixou Eriel de lado e se voltou para mim, seus olhos eram sérios enquanto ele pensava em algo.

“Na verdade, te chamei aqui para me ajudar a criar uma barreira no mundo interno”, suas palavras não faziam sentido, já que não existia nada que pudesse desestabilizar esse lugar.

“Barreira? Nada pode interferir ou destruir esse lugar sem a permissão do dono”, eu disse, mas logo lembrei que Samael parecia conseguir entrar no mundo interno sem dificuldades. Foi quando algo me veio à mente. “Espera! Para criar uma barreira com o poder dos três dragões aqui… Você não está pensando em…”

Azrael sorriu. Parecia que estávamos pensando a mesma coisa. “Sim, vai ocorrer uma batalha no mundo interno”, ele disse, mas não era possível destruir esse lugar, não importava o quão forte ele fosse. “Porém, não será uma simples batalha, e sim uma luta entre as reencarnações dos dragões do tempo e do caos em seu máximo de poder.”

Foi quando finalmente entendi. Não era possível destruir esse lugar, mas se fosse com o poder total que possuímos, haveríamos rachaduras, o que poderia criar um problema para a atual dona do mundo interno; Eriel.

“Então vamos criar uma barreira e em seguida vocês vão lutar. Até aí, eu entendi, mas por que vocês vão lutar?”

“Eu quero pôr meu poder à prova. De início, quero usar apenas as habilidades que possuo atualmente, mas depois quero testar todo o poder que o dragão do caos tem a oferecer.”

A partir desse momento, os preparativos para a luta começaram a se desenrolar, e uma tensão mágica pairava no ar, criando uma atmosfera palpável de expectativa. Azrael, Eriel e eu nos posicionamos em um triângulo, cada um concentrando sua energia para criar a barreira que nos protegeria das consequências da iminente batalha.

Azrael atraiu as mãos, emanando uma luz intensa, enquanto Eriel entoava palavras antigas, invocando as energias do Tempo. Eu, pela minha vez, concentrei-me nas correntes caóticas, sentindo o poder do Dragão do Caos fluir por mim. A magia do dragão mais poderosa era estranha e difícil de entender, mas toda a essência de seu poder me fez notar o entendimento que o Azrael possuía sobre esse poder. . A barreira começou a tomar forma, um intrincado emaranhado de energias temporais e caóticas, criando uma frente

***

Após a criação da barreira de proteção, todo o ambiente estava preparado para um confronto sem precedentes. Mesmo eu, que vivi uma longa vida, não consigo imaginar assistir de perto a luta entre dois dragões. Embora ainda estejam em sua forma ‘humana’, Azrael e Eriel eram as reencarnações do caos e do tempo. Mesmo um debate entre eles poderia abalar o universo.

Azrael caminhou até uma distância segura para os observadores, acompanhado por Eriel, que deixou Chloe sob meus cuidados. Os dois, agora em uma distância segura, continuem a se observar, sem pronunciar uma única palavra; o tempo parecia estar congelado para esses dois seres extraordinários.

“Naara, o que eles estão fazendo?”, perguntou Chloe, genuinamente curiosa. Mas nem eu sabia o que estava acontecendo, já que a melhor estratégia de Eriel seria atacar Azrael rapidamente.

“Eu não sei”, respondi sem demora.

“Acho que Azrael está esperando o primeiro movimento de Eriel”, comentou Legion.

“E Eriel sabe que o primeiro movimento é mais importante, por isso está esperando uma abertura”, completou Aion.

Ouvi de Azrael que Eriel treinou com Samael nos últimos dois anos; talvez ela tenha aprendido senso de batalha e agora o estava colocando em prática. Foi quando Eriel avançou.

Não demorou para seu punho encontrar o rosto de Azrael em um golpe certo e poderoso, pegando-o completamente desprevenido. Azrael, no entanto, recebeu o golpe por vontade própria, sem sequer se mover.

“Vamos começar?”, disse Azrael em um tom severo, olhando fixamente para Eriel. “Você me pediu para lutar com tudo, tratando-a como uma inimiga… Então venha para me matar.”

A aura de Azrael se intensificou, tornando o ambiente mais pesado a cada segundo. Eriel, percebendo isso, saltou para trás, começando a canalizar mana para os brincos em sua orelha.

Respondendo à sua mana, os brincos brilharam em um tom púrpura enquanto um círculo mágico prateado aparecia diante de seus olhos. Colocando a mão no círculo mágico, Eriel retirou uma espada completamente branca que emanava uma aura de pura luz, iluminando todo o ambiente.

{Paradoxo.}

A espada começou a responder à mana de Eriel, elevando seu poder enquanto a energia mágica percorria a lâmina. Foi quando a aura de Eriel se elevou, ficando no mesmo nível de Azrael.

{Desperte, senhora da escuridão. Tsukoyomi!}

O círculo mágico negro criado por Azrael tomou a forma de sua magnífica espada negra. Ao tocar na espada, a mana de Azrael foi violentamente sugada, como um ser faminto recebendo comida após vários anos. A escuridão da lâmina tornou-se mais densa à medida que absorve mana, a ponto de tornar-se uma lâmina tão negra que nem mesmo a luz conseguiu atingi-la.

{Amaterasu!}

Outra espada surgiu após Azrael criar um novo círculo mágico. A lâmina dourada, ao ser tocada por Azrael, envolveu sua mana, criando um clima tenso onde o calor podia ser sentido até mesmo da distância em que estávamos.

Com suas espadas em mãos, Azrael foi o primeiro a avançar, colidindo sua espada dourada contra a espada de Eriel. O som estridente do metal se chocando ecoou por todo o mundo interno, enquanto a onda de choque nos atingiu com força.

Criei uma barreira para Chloe, protegendo-a do calor e da onda de choque. Enquanto os dois trocavam golpes poderosos, notei os olhos de Chloe focados, surpresa com o que acontecia. Pela falta de experiência, ou talvez por ser muito jovem, era provável que ela não conseguisse observar com perfeitamente o que acontecia, já que a velocidade da luta estava em um nível que até mesmo eu poderia me confundir.

Após sua troca de golpes, Azrael se afastou de Eriel enquanto falava: “Vamos para o nível dois.” Sua mana que envolve Amaterasu se moveu, transformando a espada em uma adaga. O mesmo aconteceu com Noir, que se transformou em uma adaga negra.

“Ele vai começar a ficar sério”, comentou Aion, o que fazia sentido, já que essas eram as armas que Azrael dominava mais completamente.

{Lorde do Tempo: Aceleração de Pensamento.}

Azrael se moveu, agora duas vezes mais rápido do que antes. Eriel, com seus sentidos aprimorados, conseguiu defender o primeiro golpe, mas Azrael parecia ter previsto até certo ponto e usou sua velocidade para enganar Eriel, lançando sua lâmina em direção à garganta dela. Eriel conseguiu esquivar por poucos centímetros, mas em um giro rápido, Azrael acertou seu estômago, arremessando-a a uma distância considerável.

Sem tempo a perder, Azrael criou círculos mágicos e lançou várias magias elementais na direção onde Eriel havia caído. A chuva de magias atingiu Eriel em cheio, sem tempo para se defender.

Foi então que senti algo estranho. No momento em que a poeira baixou, todas as magias direcionadas a Eriel estavam flutuando no ar, como se o tempo estivesse parado. Azrael foi pego de surpresa, mas agiu rapidamente e, com um {Cancelar}, a magia de Eriel perdeu o efeito. Contudo, o tempo que ela ganhou foi suficiente para escapar sem ferimentos.

Azrael mudou a forma de Noir para um arco enquanto criava flechas com mana. A chuva de flechas dificultou o movimento de Eriel, tornando ainda mais difícil para ela se desviar. No entanto, ela não parecia ter medo. Indo de frente às flechas, cortou aqueles que trariam mais riscos e recebeu danos leves que não precisavam desviar.

Se aproximando o suficiente para atingir Azrael, ele saltou para trás e transformou suas armas em luvas, iniciando uma defesa dos ataques de Eriel com as mãos. Tsukoyomi, que antes havia se tornado uma luva, mudou novamente para um bastão.

Em uma série de acrobacias, Azrael continua defendendo todos os ataques de Eriel, criando uma dança coreografada. A velocidade aumentava a cada momento, e eles pararam de se defender, começando a atacar.

Em poucos minutos, uma troca de golpes entre os dois criou ferimentos em ambos os lados. Eriel estava com um de seus braços quebrados, enquanto Azrael tinha ferimentos por todo o seu corpo. Eriel saltou para trás, conjurando sua magia logo em seguida: {Magia do Tempo: Cura}. Seu braço quebrado parecia ter sido curado sem qualquer problema, enquanto Azrael continuava com seus ferimentos.

“Merda”, bufou Azrael.

“Vamos para o Nível 3!”, Eriel, sua mana envolveu seu corpo. A luz que percorreu seu corpo me deixou surpresa, enquanto notava um leve sorriso aparecendo no rosto de Aion.

“Você não deveria ter ensinado isso”, brincou Aion. “Ela conseguiu aprender em apenas dois anos.”

“Agora vai ficar interessante”, disse Legion, observando Eriel com satisfação.

“O que é aquilo?”, perguntou Chloe, recebendo minha resposta logo em seguida. “Forma Dracônica.” Ela conseguiu chegar a esse nível em tão pouco tempo.

Os longos cabelos de Eriel ficaram prateados, enquanto escamas brancas apareciam em seu corpo como uma armadura impenetrável. Toda a mana de Eriel se converteu em poder bruto, e o próprio conserto de ‘tempo’ parecia estar ao seu favor.

{Tempo: Congelar.} Com o som agudo de sua magia se ativando, Azrael tentou cancelar a Magia do Tempo, mas sem sucesso.

A magia o acertou em cheio e o fez congelar instantaneamente.

“Isso não faz sentido”, comentei. “Azrael conseguiu se mover no tempo congelado de Eriel antes.” Não entendi o motivo de Eriel ter recorrido a algo que não funcionou da última vez.

“Agora é diferente”, comentou Legion enquanto olhava para Aion como se pedisse para ela explicar. Ao notar o olhar cheio de expectativas de Chloe, Aion soltou um suspiro desanimado, e até mesmo Aquafira parecia interessada na informação.

“Eriel estava usando um conceito ‘falso’ do Tempo. Ela usava apenas mana e uma quantidade mínima de estamina, por esse motivo, pessoas mais fortes, rápidas ou até mesmo com um conhecimento maior sobre magia conseguindo sair do efeito do tempo congelado.”

Foi então que eu finalmente entendi o que ela queria dizer.

“E agora, Eriel está usando o poder completo?”, perguntou Aquafira, já sabendo a resposta.

“Sim. Para o Tempo gastar muita energia e mana, então ela não poderia ser usada em situações normais, mas essa é a verdadeira forma do Tempo. O Azrael não pode se mover até que ela desative.”

Como Eriel estava gastando muitos recursos ao parar o tempo, ela não poderia usar muitas vezes e nem mesmo se dar ao luxo de deixar ativo por muito tempo.

“Então, como ainda estamos nos movendo?”, perguntou Chloe, demonstrando interesse na resposta.

“Existe uma barreira ao nosso redor”, respondeu Aquafira sem demora.

Com o tempo parado, Eriel correu em direção a Azrael, desferindo vários golpes em seu corpo. No entanto, seus movimentos eram lentos e ela claramente estava ficando sem respiração. Mesmo assim, Eriel não vacilou nem por um momento. Com sua lâmina, no instante em que sua magia foi desfeita, ela direcionou sua espada para o braço de Azrael, cortando-o sem dificuldades.

Amaterasu, que estava na mão cortada, desapareceu ao parar de receber mana, como se Azrael a tivesse guardado. Azrael pulou para trás, observando o seu sangue pingar na grama. Ele parecia surpreso com tudo o que havia acontecido, mas um leve sorriso apareceu em seu rosto, como se estivesse realmente interessado.

Os olhos de Eriel se fixaram em Azrael, que não desistiu e avançou sem medo. No entanto, antes de chegar perto de Eriel, ele se moveu correndo em direção ao nada. Eriel usou sua magia novamente para conseguir se mover mais rápido que os reflexos de seu oponente.

Com sua velocidade atual, uma onda de golpes acertou Azrael em cheio, fazendo-o cuspir sangue e cair de joelhos no chão. Eriel se moveu cautelosa, e foi quando ouviu de Legion: “Foi um erro”, seguido por Aion: “Sim, um erro muito grave”, enquanto até mesmo Aquafira lamentava: “Como poderia cometer tamanho erro?”

Olhei para Eriel, que estava próximo de Azrael, e me perguntei se Azrael poderia ter feito algo contra o ‘Tempo’. Mas foi aí que finalmente entendi: o ‘erro’ não foi de Azrael, mas sim de Eriel.

Ela se moveu, pensando que tinha conseguido vencer, estava com a guarda baixa, e Azrael se aproveitou da oportunidade, levantando-se com força e acertando o queixo de Eriel, que caiu para trás com o impacto.

{Pseudo Forma Draconica.} Os olhos de Azrael se tornaram negros, assim como seus cabelos. Sua mana explodiu enquanto todo o seu poder foi elevado a outro patamar. Eriel tentou escapar para recuperar os sentidos, mas foi quando milhares de círculos mágicos foram criados instantaneamente por Azrael.

Os círculos contendo magias elementais foram lançados todos de uma vez. Azrael estava atirando magias de forma despreocupada, enquanto sua mana se esgotava em uma velocidade surpreendente.

“Essa quantidade de círculos é insana!”, comentou Aquafira animada. Por ele conseguir conjurar tantos círculos mágicos, Azrael era um verdadeiro monstro. Eriel, que recebeu toda a magia, estava em um estado horrível onde seus ferimentos não poderiam ser curados simplesmente com magia. Todo o seu corpo foi ferido e, se fosse no mundo real, provavelmente ela estaria morta.

“Vamos para o nível 4”, os dois gritaram em uníssono enquanto se afastavam um do outro. Eriel e Azrael conseguiram liberar uma quantidade absurda de poder, no nível de uma divindade. Até mesmo eu me surpreendi com a mana que aqueles dois estavam liberando.

“Que diabos são esses dois?”, murmurei, enquanto Aquafira observava tudo com um sorriso no rosto. “O nível 4… Digamos que eles vão lançar a magias mais poderosas.”

Fui pega de surpresa com as palavras de Aion, mas não pude deixar de me surpreender. “Como assim? Azrael tem uma magia incrivelmente poderosa, não é possível que qualquer magia supere o Big Bang”, eu disse, porém, o sorriso de Aion e Legion me fez duvidar de minhas palavras.

“Aion quis dizer que eles lançam a magia mais poderosa dos dragões do Caos e Tempo.”

Foi quando duas orbes de magia foram criadas. Azrael tinha uma esfera que emanava uma aura tão poderosa que poderia facilmente acabar com a existência de qualquer pessoa atingida. Mesmo com um pouco mais de um metro de comprimento, a esfera parecia conter tanta magia que estava prestes a se partir.

“Mas essa é a magia de Azrael”, eu disse.

“Olhe direito”, as palavras de Aquafira me fizeram olhar na direção de Azrael. Ele então criou outra esfera do mesmo tamanho e poder. As duas esferas giraram em volta de um eixo imaginário, como o giro de duas estrelas. Enquanto girava naquela forma, o ar gerado pelas esferas devastava tudo ao seu redor.

As esferas se chocaram, criando o que parecia ser um pequeno buraco negro.

Olá, eu sou o Monarca!

Olá, eu sou o Monarca!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥