Selecione o tipo de erro abaixo

Tradutor: Asu | Editor: Asu

“O que vamos fazer Shiro-nee?” Kanae perguntou curiosamente enquanto mantinha sua Katana amarrada à cintura.

Ela tinha duas katanas e usava uma como reserva. Normalmente, as pessoas as armazenavam no inventário, mas Kanae achava mais fácil apenas mantê-los em sua cintura.

Hoje cedo, ela estava ajudando a polícia a patrulhar a cidade quando Shiro ligou para seu telefone e pediu para encontrá-la no escritório.

“Os drones de busca encontraram um pequeno grupo de sobreviventes. Quero que você venha comigo para que possamos ajudá-los. Como você ainda é um pouco jovem, quero ver como você lida com situações como essa.” Shiro sorriu enquanto Kanae fazia uma pausa.

“Com certeza. Mas como Shiro-nee estará lá, não há muito o que fazer.” Kanae inclinou a cabeça em confusão.

“Vou ficar assistindo ao lado, não se preocupe. Além disso, como está o seu treinamento com o Caminho Fantasma do Estilo Yin?” Shiro perguntou já que havia dado a Kanae o manual completo da arte marcial, considerando sua identidade passada.

“Ah, está indo bem. Esta arte marcial é tão fácil de usar! Eu tinha tentado usar outras artes marciais quando estava treinando para ser guarda-costas, mas é sempre o caminho fantasma que Shiro-nee me deu que me pareceu mais confortável.” Kanae sorriu feliz enquanto Shiro assentiu.

‘Isso porque é seu para começar.’ Shiro pensou com um sorriso suave.

Mn Isso é bom. Espero não estar te sobrecarregando. Você ainda é jovem, apesar de sua aparência.” Shiro assentiu com a cabeça enquanto se levantava.

“Está tudo bem. Tive uma conversa com minha mãe e limitamos o quanto vou trabalhar por dia. Além disso, estou tirando os fins de semana de folga. Mamãe está bem comigo treinando, pois sabe o quão perigoso o mundo é agora.” Kanae respondeu.

“Falando da sua mãe, como vocês duas estão indo na cidade? Espero que tudo seja do seu agrado.” Shiro perguntou quando saíram da torre.

“É um pouco avassalador com todas essas coisas novas, mas a mãe está pegando o jeito. Ela está feliz por estarmos morando juntas novamente, já que me mudei por um tempo depois de ficar presa na Dungeon. Eu estive morando na Rússia por um tempo, afinal.” Kanae sorriu enquanto abraçava o braço de Shiro.

Mn, sua preciosa filha ficou presa em uma Dungeon e saiu parecendo muito mais velha. Além disso, ela deve ter ficado chocada na primeira vez que você trouxe à tona o fato de que queria se mudar.” Shiro brincou enquanto Kanae assentiu.

Conversando enquanto se dirigiam para a fronteira, Shiro acenou com a mão e sua forma começou a encolher antes de parar em torno do tamanho da palma da mão.

Sentada no ombro de Kanae, Shiro cruzou as pernas.

“Vou assistir daqui. Não se importe comigo e tente ajudar as pessoas, tudo bem?” Shiro sorriu enquanto Kanae fazia uma pausa por um momento antes de acenar com a cabeça.

Esticando seu corpo por um momento, Kanae saltou da fronteira do mapa.

Respirando fundo, fechou os olhos.

‘Gahhhh!!! Shiro-nee é fofa demais!!! Eu me pergunto se ela vai ficar bem se eu cutucar um pouco as bochechas dela. Ela é tão pequena agora!!’ Kanae gritou em sua mente, pois estava bastante distraída.

No entanto, depois de apreciar a pequena Shiro em seu ombro, seus olhos se concentraram e sua aura se estabilizou.

Percebendo isso, Shiro levantou uma sobrancelha, pois era semelhante a quando ela cortava suas emoções por um tempo para que pudesse matar o inimigo à sua frente.

‘Esse nível de concentração é bastante impressionante para a idade dela.’ Shiro pensou com um aceno de aprovação.

Espalhando seus sentidos, Kanae descobriu as assinaturas pertencentes aos sobreviventes.

Ela podia ver um grupo composto por 4 monstros e cada um era bastante nivelado em comparação com os sobreviventes. Se não fosse por um dos sobreviventes ter uma aura tão forte, eles poderiam ter sido dizimados há muito tempo.

‘A mulher está lutando, mas está segurando os quatro monstros enquanto corre. Se continuarem assim, todos morrerão.’ Kanae pensou quando um círculo mágico Tier 4 apareceu sob seus pés.

Pisando nele como se fosse um terreno plano, ela impulsionou seu corpo em direção aos sobreviventes o mais rápido que pôde.

Haa…..” Expirando fortemente, limpei o sangue que estava preenchendo minha visão.

Os monstros estavam correndo atrás de nós, mas parece que acham mais divertido atormentar nossa mente do que apenas nos matar completamente.

Eles poderiam facilmente ter me ultrapassado e matado o resto dos sobreviventes, mas em vez disso, eles fizeram questão de ficar apenas fora de alcance. Se desaceleramos um pouco, estaremos mortos.

Sei que isso era uma falsa esperança que os monstros estavam incutindo em nós, mas ainda queria aproveitar essa chance para ver se posso ajudar essas pessoas a escapar.

Queria tentar dividir o grupo, mas os monstros nos cercavam de volta.

Tropeçando, diminuí um pouco a velocidade enquanto um dos monstros tentava me morder.

Virando-me, tentei ao máximo aparar sua mordida, mas meus braços estavam fracos do combate prolongado.

“Arg!!” Gritando de dor, meu corpo foi arremessado contra os sobreviventes e minha espada foi quebrada ao meio.

Minhas costas estavam pegando fogo quando um dos galhos da árvore esfaqueou meu corpo.

Segurando meu grito, tropecei de novo enquanto usava a árvore como apoio.

Infelizmente, parece que os monstros se divertiram o suficiente. Eles nos encurralaram completamente enquanto o líder dos monstros avançava e sorria.

Tentando fugir dos monstros, os sobreviventes se amontoaram com medo.

Olhei para o meu inventário, mas restava apenas um punhal. Eu não sabia o quão útil seria, mas me preparei para convocá-lo se uma lacuna se revelasse.

“Você quer viver?” O monstro falou enquanto todos nós paramos em surpresa, já que monstros falando era muito raro. Quase ninguém ouviu um monstro falar antes, mas não era impossível.

Mas o fato de poder falar significava que não havia chance de sobrevivermos hoje.

A maioria dos sobreviventes entendeu essa verdade e desmaiou em desespero, mas havia alguns que tinham fogo queimando em seus olhos.

“Eu quero viver! O que eu preciso fazer!?” Um dos sobreviventes gritou enquanto se levantava. Seus olhos estavam desesperados, mas eu balancei a cabeça.

Esses monstros não o deixariam viver. Eles só queriam um pouco mais de prazer antes de nos matar.

“Aquela menina. Aquele que te protegeu, se você comê-la viva, eu vou te poupar. Quem ajudar a comê-la vai viver. Quando só sobrar osso, vou deixar você ir.” O monstro sorriu enquanto o homem lentamente se virava para mim.

‘Você está brincando, né?’ pensei incrédula. Certamente eles não são estúpidos o suficiente para acreditar nessa mentira. Mas o olhar em seus rostos provou o contrário.

Um a um, os sobreviventes começaram a se levantar, mas um casal ficou na minha frente, me protegendo deles. Seus filhos me seguraram com caras de preocupação.

“O que você está fazendo?! Você sabe que eles não te deixarão viver! Por que não morrer como um humano decente ao invés de se tornar um canibal! Tenha um pouco de integridade!” O homem gritou, mas uma adaga foi cravada em seu ombro. Se não tivesse se movido para o lado, teria perfurado seu coração e o matado.

“Não adianta integridade se há chance de viver! Você não quer que seus filhos tenham a chance de viver também?! Se a comermos, há pelo menos uma chance!” O homem gritou em resposta enquanto segurava firmemente o punhal.

Ouvindo isso, o homem que me protegeu arregalou os olhos enquanto pensava claramente nisso, mas acabou balançando a cabeça.

Eu não sabia o que ele estava pensando, mas ele só sorriu.

“Qual pai não quer que seus filhos vivam! No entanto, acredito que existe uma opção melhor do que confiar nessas criaturas cruéis! Holly! Pegue as crianças e nossa benfeitora e corra! Vou tentar segurá-los mesmo que eu morra.” O homem gritou quando uma aura azul explodiu de seu corpo.

Lentamente, começou a ficar vermelha quando entendi que ele estava queimando sua força vital para se fortalecer à força. No máximo, ele só vai segurá-los por alguns segundos, mas a mulher chamada Holly tentou ao máximo me carregar e correu com as crianças atrás dela.

“Boa atitude!” Uma voz feminina jovem gritou.

*BOOOM!!!!

Colidindo com o monstro que era o líder, um clarão vermelho encheu nossa visão quando um terço do monstro foi cortado e jogado no ar.

“Agora, então, vou lidar bem com você depois que matar esses monstros.” A jovem disse friamente enquanto seus cabelos negros tremulavam ao vento. Ela segurava uma única Katana em sua mão direita enquanto a intenção de matar permeava seu corpo, fazendo com que os que queriam me comer desabassem em suas pernas com rostos pálidos.

Olá, eu sou o Asu!

Olá, eu sou o Asu!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥