Selecione o tipo de erro abaixo

Iaoth era uma mulher alta e austera, com cerca de 2 metros de altura, com uma silhueta esbelta e graciosa acentuada por um vestido preto até o tornozelo com fenda lateral para revelar suas coxas lisas e claras. Ela era a única Jogadora inimiga até agora cuja atratividade fria havia agradado tanto Hephais quanto Jake. Ela também era a única, ao lado de Sokal, cuja anatomia era humanoide o suficiente para ser classificada como humana.

Apesar do charme inegável da jovem, amplificado por seus lábios sensuais e verdes profundos e longos cílios acentuados por rímel impecável, ela era, no final das contas, tão humana quanto o próprio Jake. O primeiro detalhe marcante era o cabelo verde-escuro levemente fluorescente, que parecia flutuar em volta da cabeça em uma espiral. Assim como Jake, a esclera de seus olhos era preta como breu, parecendo um vazio, dando-lhes algo em comum, embora não algo que os conectasse à sua humanidade. Suas íris esmeraldas escuras e brilhantes com pupilas em forma de vórtice também eram bastante semelhantes aos seus olhos cósmicos.

No entanto, o que havia de mais singular nela era a distorção levemente espiralada do espaço ao seu redor, como se ela fosse o centro de um papel amassado. Esse detalhe só era perceptível para Jake, que tinha afinidade com o espaço-tempo. O fato de ela poder afetar passivamente o espaço ao seu redor, mesmo que sutilmente, em um estágio tão inicial da Provação, dizia muito sobre seu imenso poder.

Esta mulher era um problema.

“Hephais, vou assumir daqui”, Jake avisou o assassino em tom sério.

O Eageano, que estava pronto para continuar lutando um pouco mais para forçá-los a revelar alguns de seus trunfos, congelou com a solenidade em sua voz.

“Ela é tão forte?” ele perguntou, visivelmente preocupado.

“Receio que sim”, confirmou Jake severamente antes de ordenar: “Continue eliminando os jogadores deles e salvando os nossos. Eu cuidarei desse grupo. Se você encontrar outros Nerds Myrtharianos, diga-lhes onde estamos.”

“Entendido.”

Ele nunca cogitou a ideia de que Jake pudesse querer que ele fosse embora como medida de proteção, muito menos se sacrificar. Se seu chefe afirmasse que ele era o suficiente, então ele era.

Como resultado, sem mais demora, Hephais saltou para a sombra mais próxima e desapareceu sem deixar vestígios. Os três jogadores inimigos de Rank 16 obviamente notaram sua tentativa de fuga, e antes mesmo que ele chegasse dez metros em sua sombra, ele sentiu um puxão irresistível por trás que o fez parar de repente.

Tendo literalmente agarrado sua sombra com a mão nua, aprisionando-a em um mini-vórtice na palma da mão, Iaoth, que havia cruzado as centenas de metros que os separavam em um piscar de olhos, declarou categoricamente:

“Ninguém vai embora a menos que eu diga.”

Em resposta, Hephais zombou e, respondendo-a sem se virar, usou um tom condescendente e levemente simpático:

“Mas ele vai.”

O cabelo já levitando da jovem se arrepiou de repente com uma má premonição, e instintivamente ela liberou a sombra que segurava o assassino prisioneiro o mais rápido que pôde e saltou para trás.

Isso lhe serviu bem, pois onde seu cotovelo estava apenas uma fração de segundo antes, um rasgo espacial preto com cerca de um metro de comprimento e alguns centímetros de largura quebrou o ar, sugando instantaneamente seu próprio vórtice minúsculo e tudo o mais dentro de um raio de vários metros.

Ela pensou que o ataque surpresa havia acabado, mas o rasgo espacial, que estava gradualmente se fechando, de repente se contraiu para formar uma singularidade quase imperceptível antes de se expandir violentamente novamente a uma velocidade que ultrapassava a do relâmpago.

Nenhum som de explosão ou onda de choque acompanhou essa expansão sombria, mas os olhos verdes brilhantes e antes calmos de Iaoth se arregalaram até a borda. Seu rosto já pálido também se tornou fantasmagórico, coberto de gotas de suor. Não foi apenas o inexplicável ataque do espaço-tempo amplificado com uma enorme quantidade de Poder da Alma, mas também a horrível pressão espiritual caindo sobre ela e ameaçando esmagar sua alma.

Ainda mais alarmante, além do espaço, ela também podia sentir o tempo se dilatando ao seu redor, separadamente da expansão espacial. Com a armadilha temporal se aproximando sinistramente dela, ela podia sentir o mundo ao seu redor acelerando exponencialmente além da armadilha. O fluxo de tempo fora permaneceu inalterado e ela tinha certeza de que seus reflexos não haviam diminuído. Consequentemente, só poderia estar sob um feitiço de desaceleração do tempo, um elemento que ainda lhe faltava, apesar de sua afinidade com o espaço-tempo.

Abalada profundamente, seu coração disparou. Enfrentando um perigo mortal como nunca antes, seus instintos de sobrevivência entraram em ação, levando sua capacidade de resposta muito além do que ela pensava ser capaz, quebrando seus próprios limites. Com um golpe de mão que drenou a maior parte de sua energia, ela abriu com força um buraco de minhoca apenas o suficiente para passar e mergulhar, sem esquecer de gritar enquanto avançava:

“A missão foi cancelada, fujam o mais rápido possível!”

Nenhum dos seus aliados, a julgar pelos seus rostos confusos e enrugados, compreendeu as implicações desta ordem, mas ela sabia! Naquele momento, sua sombra guia não reagiu! Respondeu a todas as perguntas que eles tinham sobre os relatórios de Doomhorn e o desempenho dissonante de Hephais, que certamente era forte, mas não o suficiente para explicar tais discrepâncias.

“VOCÊS NÃO VÃO A LUGAR ALGUM!” A voz de Jake de repente sacudiu suas mentes como o estrondo de um trovão, uma vertigem atingindo-os como se tivessem sido jogados em uma centrífuga de um bilhão de força G.1

Os doze clones de Quilo implodiram no local ao som de sua voz, enquanto o original começou a cuspir sangue por todos os poros e orifícios de seu corpo.

“Você vai pagar por isso, seu pedaço de-” O Morfiano gritou antes de ser irrevogavelmente silenciado quando a mão direita supersônica de Jake pulverizou sua cabeça com um único soco. 

Então, todos finalmente ouviram o estrondo sônico marcando a chegada de Jake na briga. A árvore que ele usou como trampolim foi completamente transformada em pó de madeira, assim como todo o hectare de floresta ao redor.

Ao mesmo tempo, longe, em um acampamento fortificado na Planície Lustra, um belo alienígena andrógino vagamente parecido com o recém-morto Morfiano, mas com uma aura centenas de vezes mais imponente, abriu abruptamente os olhos, puro ódio queimando por dentro.

“Eu nem consegui ver o rosto dele…” O verdadeiro Quilo lamentou sombriamente para si mesmo antes de voltar a dormir enquanto conjurava uma nova lesma. Um de seus clones caros e aprimorados acabara de ser morto e precisava ser substituído.

Apesar da sinistra intenção de matar que irradiava dele, o Morfiano rapidamente se recompôs, percebendo que mesmo com seu corpo principal ele provavelmente não teria chance. Diante da dura realidade desse fato, ele resmungou sombriamente:

“Espero que pelo menos Iaoth e Lorde Ooom consigam sair.”

Ele não mencionou seus outros aliados porque conhecia Iaoth bem o suficiente para entender que um inimigo que a forçasse a uma retirada frenética provavelmente seria imbatível. Embora ela estivesse apenas no Rank 16, essa era uma estatística enganosa. Shadrex, o líder da facção que ela co-liderou, considerava-a como igual.

De volta ao rio Lumyst, depois de executar Quilo e mandar Iaoth embora, Jake não parou por aí. Ele se teletransportou em um único passo para o alienígena humanoide de pele acobreada.

Apesar de apenas testemunhar a morte de seu companheiro, Sokal caiu na gargalhada. Sua armadura vermelha e dourada ficou coberta de chamas, irradiando um brilho semelhante ao do sol. Até a tatuagem solar em sua testa brilhava tanto que parecia transformar a noite em dia. Seus olhos dourados brilhavam com espírito de luta, ele gargalhou como um louco e rugiu com os braços abertos, como se estivesse convidando.

“HAHAHAHA! Isso é o que eu queria! Uma verdadeira luta de homem contra homem até a morte! TRAGA O-”

Assim como seu companheiro de equipe uma fração de segundo antes, o punho de Jake rasgou sem esforço o escudo de calor, luz e radiação de Sokal, quebrando seu crânio da frente para trás.

CRACK!

A cabeça de Sokal não quebrou completamente no primeiro impacto como a de seu amigo Morfiano. Em vez disso, seu corpo foi atingido horizontalmente a uma velocidade vertiginosa, ultrapassando dez quilômetros por segundo num piscar de olhos. Os rios, árvores e montanhas com os quais o alienígena colidiu e voou antes que a força pura o desacelerasse o fez se arrepender de ter sobrevivido.

Desnecessário dizer que quando o guerreiro de pele acobreada recuperou a consciência, prontamente ergueu os dentes e fugiu sem dizer uma palavra. Sua sede de batalha nunca foi satisfeita tão rapidamente. Talvez tenha sido extinta para sempre.

Flexionando e desflexionando os dedos, uma carranca insatisfeita apareceu ao mesmo tempo no rosto de Jake.

“Tsk. Muito fraco. Considere-se com sorte hoje.”

  1. gravidade
Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥