Selecione o tipo de erro abaixo

Jake poderia tê-lo matado se ele tivesse usado um pouco de seu Poder da Alma, mas despejou quase todo ele no ataque destinado a destruir Iaoth. Apesar de sua ofensiva esmagadora momentos atrás contra Quilo e Sokal, ele estava completamente esgotado, reunindo cada grama de foco e força de vontade para não cair de pé.

Quanto à retirada em pânico de Iaoth, pode parecer patética para um observador externo, mas seu breve confronto — com um vencedor óbvio — na verdade, mascarou uma batalha muito mais complexa, repleta de camadas de nuances. Não se deve esquecer que usar magia, Espírito ou Poder da Alma de qualquer forma nesta fase da Provação era quase impossível para 99% dos Jogadores.

Naquele instante, Jake recorreu à Quarta Forma de seu Feitiço Original ‘Aperto Mórfico’, chamado Liberação. O efeito era como o nome sugeria.

Depois de destruir localmente o próprio espaço-tempo, comprimindo-o ao extremo, ele fez exatamente o oposto e liberou a pressão. À primeira vista, isso pode parecer contraditório com a Verdadeira Vontade de Esmagar que ele havia desenvolvido, mas isso acontecia porque o nome não abrangia totalmente seu verdadeiro escopo.

Aperto Mórfico se encaixava muito melhor. Cada vez que Jake comprimia alguma coisa, ele visualizava uma mão em sua mente. E o que uma mão faz depois de fechar? Abre-se.

No reino de infinitas possibilidades que era o Éter, um conceito quase sempre poderia gerar o seu oposto, ou mesmo conceitos vizinhos ou totalmente diferentes, dada a abordagem correta. Tratava-se principalmente de como esse vínculo tênue foi estabelecido, seja racionalmente ou metaforicamente. No final, a vontade e a visão do lançador decidiram tudo, daí o termo ‘Verdadeira Vontade’.

Ao usar esta Quarta Forma cientificamente inconcebível, que agiu não apenas no espaço local, mas na fratura de composição e natureza desconhecida causada por seu colapso, Jake criou uma explosão que nenhum Jogador ou nativo poderia resistir ou deter. Nem mesmo ele.

Era como se o objeto em sua mão tivesse sido trocado. Diante dessa explosão desbloqueável, a menos que alguém contra-atacasse com um feitiço baseado no Poder da Alma de conceito e magnitude semelhantes, a única opção era, sem dúvida, esquivar-se.

Alguém poderia pensar que se Iaoth fosse tão poderosa, ela poderia simplesmente ter se esquivado e contra-atacado, mas isso não explicava o insondável feitiço de desaceleração do tempo que Jake lançou instantaneamente para prendê-la no lugar. Este feitiço não dependia de seu Poder da Alma e, portanto, foi conjurado apenas através de puro poder e talento.

Os feitiços baseados no tempo já eram notórios por seu custo e complexidade astronômicos. No momento, em Twyluxia, talvez apenas alguns jogadores da Quinta Provação de ambos os lados pudessem usar um feitiço de desaceleração do tempo com força total, mas nenhum com um efeito tão alucinante.

Se de alguma forma conseguissem desacelerar o tempo em torno do seu alvo por um fator de dois, isso já seria notável; nada como o feitiço de desaceleração do tempo extraordinário de Jake, que era aterrorizante o suficiente para fazer um Evoluído de Rank 17 suar frio, apesar de ser proficiente nesse elemento.

Além disso, as restrições da Twyluxia aos Jogadores eram proporcionais à força dos Jogadores até certo ponto, embora não inteiramente. Embora Jake tenha conseguido acessar uma pequena fração de seus poderes por pura vontade, a reação que ele teve que pagar para lançar esse Feitiço do Tempo era provavelmente inimaginável.

Mesmo um jogador do Rank 17 deveria estar morto. Não admira que Iaoth tenha disparado mais rápido que sua própria sombra, sem hesitar um segundo.

De qualquer forma, a fuga a expôs a uma reação semelhante das leis etéricas que governam Twyluxia, tornando discutível a questão de continuar lutando. Quer tenha sido um blefe do inimigo ou não, ela se recusou a correr esse risco.

Com tudo isso para dizer, foi por isso que Jake não conseguiu finalizar Sokal com um golpe. Seu soco, por mais terrivelmente poderoso que fosse, não foi nada especial. Era apenas sua força bruta…

Mas isso foi mais que suficiente para traumatizar o guerreiro de pele acobreada para o resto da vida, a ponto de fazê-lo desistir de quaisquer batalhas futuras com resultados incertos! Sokal ainda não sabia o quanto esse encontro inesquecível moldaria seu futuro, mas anos depois, depois que essa nova mentalidade cautelosa salvou sua vida várias vezes, ele agradeceu com gratidão ao seu misterioso “benfeitor”.

De qualquer forma, voltando aos trilhos, por mais esgotado que Jake estivesse, sua linhagem ainda era tão insondável como sempre, e mais um pouco. Durante essa breve pausa depois de espancar Sokal, sua fadiga mental já havia diminuído, indicando que sua Alma havia começado sua recuperação. Era um tipo de dano do qual a grande maioria dos Jogadores não conseguia se recuperar sem ajuda externa, geralmente raro ou exorbitantemente caro.

Sem esquecer por um momento que ainda tinha inimigos para matar, Jake reapareceu quase instantaneamente na frente do desnorteado gigante de pedra coberto de correntes, Torak. Demorou menos de meio segundo para ele recuperar o fôlego e apenas um décimo disso para alcançá-lo.

O gigante de pedra era bastante rápido com suas longas pernas, mas isso era apenas relativo ao jogador médio. Contra Jake como perseguidor, ele era como uma tartaruga bebê rastejando em direção ao oceano pela primeira vez: lento pra caralho.

O pobre colosso parecia totalmente estupefato com o rumo dos acontecimentos, para não mencionar aterrorizado, apesar de sua mente lenta. Ele tremia como uma criança assustada procurando a figura tranquilizadora de seu mestre, mas este não estava em lugar nenhum. Assim como quando a criatura emboscou Hephais descaradamente antes, ele ficou invisível assim que as coisas pioraram, deixando seu discípulo se defender sozinho.

Infelizmente, era Jake enfrentando Torak, e ele não tinha piedade de seus inimigos. Sem trair o menor sinal de fadiga, ergueu o pé com confiança para um chute monstruoso e zombou friamente.

“Você parecia muito presunçoso depois de chutar meu amigo no rio. Que tal tentar o meu?”

“Quem é você-?”

Pouco antes de seu pé bater no esterno do gigante — que certamente se quebraria em milhares de fragmentos de pedra devido à sua natureza mineral — Jake de repente olhou para cima, fixando seu olhar em um ponto invisível logo acima dele. Imperturbável, Jake mudou a trajetória de sua perna no último momento para colidir com a enorme pata invisível que tentava esmagá-lo.

BAM!

Uma onda de choque monumental atingiu Torak a mais de um quilômetro e meio de distância, enquanto Jake, com o pé esticado verticalmente acima da cabeça, afundou profundamente no chão como um prego. Mas o que se seguiu foi bem diferente da conclusão com Hephais.

O ataque oportunista de Glutton nem havia terminado quando Jake saltou do abismo da cratera onde estava preso e, correndo no ar em alguns passos ensurdecedores, seu joelho bateu profundamente entre os olhos do gigantesco carcaju. Ao contrário de seu discípulo, este não esqueceu que poderia usar seu Escudo Oráculo e o ativou sem hesitação antes que seu cérebro pudesse ser destruído.

O impacto reverberou impiedosamente contra seu agressor, e Jake não pôde evitar estremecer ao sentir uma dor aguda no joelho. Sem recuar, atingiu o escudo de energia centenas de vezes e, concluindo que a criatura não ficaria sem Éter tão cedo, imediatamente ajustou sua estratégia.

Com um sorriso nefasto, ele lançou um olhar pesado e cheio de más intenções para o assustado gigante de pedra. A expressão no rosto de Glutton, por trás do escudo, instantaneamente se transformou em horror.

“NÃO FAÇA ISSO! ELE É APENAS UM PET INOCENTE-”

BANG!

Com um tapa colossal com as costas da mão, Jake bateu a cabeça de Torak no chão. Então, segurando o gigante pela sua própria corrente enquanto o estrangulava com ela, ele lançou um olhar gelado de advertência para seu mestre imobilizado e disse:

“Se você quer que ele viva, você sabe o que precisa fazer. Renda-se e coopere.”

Diante de comprometer sua provação e a de milhões de jogadores do mesmo lado, ou salvar um camarada — mesmo que fosse seu discípulo — um ser puramente racional não teria hesitado por um segundo. Infelizmente para eles, Jake descobriu facilmente a relação entre os dois alienígenas e tinha certeza do resultado.

E, sem surpresa…

“Eu me rendo…” Glutton suspirou, desativando seu Escudo Oráculo com um ar derrotado.

Ele fechou os olhos resignadamente e no momento seguinte também foi deixado inconsciente por Jake. Com sua vitalidade tornando impossível mantê-los inconscientes por mais de alguns segundos, Jake não hesitou em danificar gravemente seus cérebros e até mesmo alterar o comportamento elétrico de seus neurônios para colocá-los em coma artificial.

Foi um pequeno truque dentro das capacidades de muitos usuários avançados do Relâmpago ou Vida, embora nem sempre fosse suficiente. Aqui, funcionou; os dois seres minerais não tinham exatamente se destacado em força psíquica até esse ponto. Por precaução, Jake também incluiu um feitiço de hipnose leve com o pouco poder espiritual que lhe restava.

Ele então os amarrou costas com costas, da cabeça aos pés, com a corrente de pedra de Torak. Agarrando a ponta como uma coleira, então começou a correr frenética para o Leste, com um sorriso predatório flutuando em seu rosto.

Ele poderia dispensar todos os outros, mas não sua próxima refeição…

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥