Selecione o tipo de erro abaixo

Plague Doctor – Volume 1 – Capítulo: 76 – Buraco da Figueira-de-Gralha


>>Tradutor: Metal_Oppa<<


A Vila Gurong costumava ter uma população de cerca de mil pessoas. Essas casas baixas e pequenos casebres recém-construídos costumavam abrigar os moradores, e as casas de família bem decoradas se abriam para os turistas visitantes. Homens idosos sentavam-se sob as figueiras para conversar enquanto crianças e cachorros corriam ao longo da margem do rio. Mas agora, havia apenas um silêncio, um cobertor de silêncio agourento. Não havia nenhum vestígio de aldeões ao redor, nem mesmo gatos ou cachorros. Até os ratos que normalmente percorriam seu caminho pelos becos haviam desaparecido sem deixar vestígios.

Em seu lugar estava a patrulha do Departamento de Defesa da Phecda e as torres de guarda recém-construídas, com guardas assumindo seus postos lá. O céu escuro parecia estar cultivando uma tempestade, e a brisa da montanha acariciava os postes de energia à beira da estrada que balançavam perigosamente. Gu-Jun olhou pela janela do carro. A fila de carros passou por um imponente prédio do governo. Ele também havia caído em ruínas. Esse foi o endereço do comitê de gestão cultural e de turismo da Vila Gurong. Certa vez, ele fez um telefonema para este lugar.

“Esta Vila Gurong é o lugar onde o primeiro caso da Peste da Figueira Deformada foi registrado” – disse o tio Dan a ele. “Não está claro se este lugar é a fonte ou não, mas o registro mais antigo do surto vem deste local.”

“Hmm…” – Gu-Jun acenou com a cabeça silenciosamente. Se tivessem vindo antes, os moradores provavelmente poderiam ter sido salvos pelo Departamento Médico.

Eles ainda estavam a uma boa distância da Figueira-de-Gralha quando os carros pararam em uma área aberta perto do rio. Alguns quartéis padronizados foram construídos lá. Eles eram adjacentes a várias casas de civis, formando um centro de comando temporário. Vários funcionários da Phecda estavam agitados dentro dela. Depois que os Caça-Demônios e Gu-Jun saíram dos carros, eles se encontraram com os membros do Grupo de Investigação de Energia Anormal que estavam estacionados lá. Gu-Jun ficou de lado e observou. A grande Figueira-de-Gralha diante deles era diferente da que tinha no guia de viagem. Tinha perdido seu verde exuberante. Os ramos retorcidos e as folhas mortas eram todos de uma cor preta acinzentada e murcha. Parecia que já estava morta há muito tempo. Ele notou que havia um grande buraco que se formou na árvore a partir da decomposição na parte inferior do tronco principal. Estava muito escuro lá dentro, mas Gu-Jun jurou que avistou algumas luzes.

“Tio Dan, aquela árvore ainda é infecciosa?” – Gu-Jun olhou para a Figueira-de-Gralha e seus ossos pinicaram com calafrios. Um dos métodos de disseminação da Peste da Figueira Deformada era por meio do contato direto com a árvore infectada, mas permaneceu um mistério como toda a vila foi infectada.

“Sim, mas por enquanto, ainda não podemos queimar tudo. Mais tarde, o Capitão Xue explicará os detalhes para você.”

Gu-Jun não poderia dizer que apreciava a tendência do tio Dan para falar em charadas.

Depois de um tempo, Xue Ba, que havia encerrado sua conversa com o membro do Grupo de Investigação de Energia Anormal, se aproximou. “Jovem Gu, você já ouviu falar de ‘Cueva de las Manos’?”

Gu-Jun tinha ouvido falar dele, mas ele não poderia dizer que estava familiarizado com o local de referência. “Na verdade não…”

“Para simplificar, é um desenho de caverna dentro de um vale na Argentina. Suspeita-se que seja obra de humanos pré-históricos, e o mais famoso dos desenhos são os de mãos.” – Xue Ba falava como um professor dando aula. No entanto, sua imagem realmente não combinava com a de um professor. Vendo Gu-Jun franzir a testa ligeiramente, Xue Ba acrescentou com alguma urgência – “É sério. Estou dizendo a verdade! Vá na web e verifique se você não acredita em mim.”

Tio Dan piscou e fez caretas para Gu-Jun atrás do Capitão Xue como se dissesse: ‘Não jogue este jogo com o Capitão Xue. Ele é estranhamente preocupado com o fato de outras pessoas não o levarem a sério como um estudioso.’

“Claro que acredito em você. Acho que já ouvi isso antes.” – Gu-Jun acenou com a cabeça. “Mas como isso está relacionado a isto ali?”

“Olhe para aquela Figueira-de-Gralha.” – Xue Ba entregou a Gu-Jun um par de binóculos de nível militar. “Bem dentro daquele buraco de árvore decadente.”

Gu-Jun aceitou o binóculo e olhou para longe. Agora ele tinha uma visão mais clara. Bem ao redor do buraco da árvore, havia algumas marcas de impressões de mãos apressadas em torno da casca podre. Pareciam padrões formados pela casca, mas também sinais deixados para trás por mãos desfocadas.

Esta descoberta perturbou Gu-Jun. “Essas são as impressões das mãos dos aldeões?”

“Não, o Grupo de Investigação coletou amostras para fazer comparações. Há dezesseis impressões de mãos no total e não há correspondências com os locais.” – Xue Ba fez uma pausa, seu rosto másculo envolto em confusão. “Dezesseis impressões digitais diferentes, dezesseis pessoas. Essa parece ser a capacidade máxima dentro daquele buraco na árvore.”

“Capacidade máxima dentro do buraco da árvore?” – Gu-Jun ficou surpreso. – ‘Não estamos falando sobre o mesmo buraco de árvore, estamos? Aquele lugar não parece grande o suficiente para caber nem mesmo uma pessoa.’

“Há um espaço anormal dentro do buraco da árvore” – disse Xue Ba diretamente. Então ele se virou para procurar alguém. “Isso está deixando as pessoas do Departamento de Pesquisa Científica malucas. Lin Mo, venha aqui e explique!”

Lin Mo era o membro dos Caça-Demônios do Departamento de Pesquisa Científica. Ele tinha cerca de trinta anos e tinha o cabelo repartido ao meio. Ele parecia educado e falava suavemente, ele parecia ser o leitor ávido e incontrolável. Mas quando foi convocado por seu líder, ele não obedeceu, mas ergueu o dedo do meio para Xue Ba sem hesitar.

“Hahaha.” – Xue Ba não se ofendeu. Ele então se virou para explicar a Gu-Jun. “Mesmo Einstein provavelmente não poderia explicar o que está acontecendo aqui. Em qualquer caso, você sabe sobre buracos de minhoca, certo? Buracos de minhoca podem torcer o espaço e o tempo. Existe uma teoria de que se pode viajar por um buraco de minhoca para chegar a outro lugar. O buraco da figueira é como um buraco de minhoca. Há outro espaço dentro dele.”

Xue Ba disse tudo isso com um tom leve, como se estivesse descrevendo uma nova planta que havia cultivado em seu quintal. Era como se ele não tivesse ideia do impacto que suas palavras e esse incidente teriam na compreensão do mundo humano. Isso faria com que incontáveis ​​cientistas enlouquecessem de alegria e também faria com que incontáveis ​​cientistas entrassem em colapso mental.

‘Buraco de minhoca?’ – Gu-Jun olhou para o buraco da árvore que de repente pareceu se estender muito mais fundo, e vendo isso, seu coração disparou.

“Veja, eu não te disse?” – O tio Dan gargalhou.

Isso não era algo que um membro Grau-G deveria saber, e era por isso que Gu-Jun era tão único. Gu-Jun ouviu atentamente o resto enquanto o atualizavam. Depois que a epidemia na Vila Gurong foi descoberta e controlada, o Departamento de Investigação imediatamente notou essa descoberta surpreendente. A área de três metros ao redor da grande Figueira-de-Gralha tornou-se um espaço estranho. O campo magnético e gravitacional estavam todos fora de controle.

Portanto, o Departamento de Investigação, o Departamento de Pesquisa Científica e o Departamento de Defesa colaboraram para formar um ‘Grupo de Emergência da Vila Gurong’ e convocaram os Caça-Demônios para obter ajuda. Xue Ba usou seu telefone para reproduzir alguns vídeos para Gu-Jun. Inicialmente, o grupo de emergência usou máquinas como robôs e drones para explorar o buraco da árvore, mas assim que eles entrassem no buraco da árvore, o sinal seria perdido. Então eles compreenderam o porquê, sinais de fora não podiam entrar no espaço anormal, mas as máquinas internas podiam transferir ondas terrestres de rádio para fora. No entanto, as ondas terrestres foram tão enfraquecidas pela barreira que só puderam ser captadas por que o centro de comando estava extremamente perto. Então, eles enviaram animais para experimentar, mas perderam o controle deles depois que os animais entraram nos buracos das árvores. Todos morreriam de fome em poucos dias. O sensor de calor e os membros que mais tarde entraram no buraco da árvore verificaram isso.

“Os animais tinham equipamento de gravação de áudio e vídeo acoplado, mas a imagem e os vídeos feitos lá dentro são todos assim…” – Xue Ba mostrou a Gu-Jun algumas imagens e vídeos. Eles estavam todos tão distorcidos que nenhum sentido poderia ser entendido. “O pessoal do Departamento de Pesquisa Científica fez o possível para restaurá-los, mas não adiantou.”

Uma semana antes, o grupo de emergência decidiu enviar humanos reais pela primeira vez. Foram os Caça-Demônios que correram o risco. Deveria haver alguns membros do Departamento de Defesa acompanhando, mas apenas uma pessoa a mais poderia entrar, e foi então que a ‘capacidade máxima’ do buraco da árvore foi descoberta.

“Depois que entramos, vimos…” – Xue Ba se lembrou do estranho cenário.

Olá, eu sou o Urso!

Olá, eu sou o Urso!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥