Selecione o tipo de erro abaixo

Capítulo 212: Telefonema Secreto 


  Tradutora: Pam Pam


┎•━┅━┅━ • ━┅━┅━•┒

Bem-vindo a Geikie

—  

Caminho para Windjana 

DISTÂNCIA – 155 Km 

┖•━┅━┅━ • ━┅━┅━•┚

Gu Jun ficou por um longo tempo encarando aquela placa na beira da estrada, seu coração estava um pouco agitado. Essa placa… esse é o lugar! 

Não muito longe dali uns 200 metros mais adiante, havia um posto de gasolina, algumas casas e dessa distância dava até para ver as pessoas abastecendo seus veículos. Ele estava vendo outros seres humanos, e não animais falantes ou bambus, então, isso significa que Gu Jun finalmente retornou ao seu mundo… para a linha do tempo correta, provavelmente. 

Malaquita, Gold, Esotérico e Aquamarine estavam tão confusos com toda essa situação. Eles estavam conversando entre si e fazendo perguntas. Kathlyn já havia notado há muito tempo a barreira linguística entre eles. 

– Talvez, haja uma solução. — sugeriu. — Ao que tudo indica, eu e Pavão podemos trocar de lugar sempre que quisermos, assim como, nos comunicarmos telepaticamente… Enfim, o que acha de sermos as suas intérpretes? 

Para alguém que teve que lidar com anos de tratamento psiquiátrico, Kathlyn aceitou aquela situação muito rápido. Talvez seja porque as dúvidas que a atormentaram por tantos anos finalmente parecem ter desaparecido. 

— Podemos tentar. — refletiu Gu Jun.  

Nem mesmo ele sabia ao certo qual era a natureza da relação daquelas duas. Em seguida, a expressão de Kathlyn mudou, seu cenho estava franzido, os olhos fechados, de repente se abriram, fazendo uma pausa dramática… 

De repente, seus olhos possuíam um brilho diferente.  Pavão foi a primeira a quebrar o silêncio. 

— Sr. Homem Pesadelo… — no entanto, foi Kathlyn que falou logo em seguida. —  Ei, ainda estou aqui! Isso pode mesmo funcionar! 

As duas personalidades estavam trabalhando ativamente nesse corpo, ao mesmo tempo, como intermediadoras. 

— Vamos. — Gu Jun foi andando até o posto de gasolina. 

Ele mandou Katlyn/Pavão avisar aos outros para seguir em frente e não fazer nada estúpido. Esses viajantes da terra eram como crianças em uma loja de doces, eles ficaram impressionados com tudo. Eles tinham ido a tantos lugares nas Terras Oníricas, mas nunca tinham visto um carro antes. 

Este posto de gasolina tinha o tamanho razoável, vinha acompanhado com uma loja de conveniência. Recebendo principalmente turistas e caminhoneiros. O gordo guarda de trânsito caucasiano 1. viu o grupo se aproximando do posto de gasolina e ficou olhando para eles fixamente. 

— Oi! — cumprimentou Kathlyn que disse casualmente. — Estamos apenas fazendo uma caminhada de travessia com o tema fantasia. 2

— Acho que me lembro de vocês. — disse o guarda. — O seu veículo está estacionado lá, há quase duas semanas, já íamos chamar a polícia. 

Isso foi inesperado. Kathlyn e Tom foram até o Ford vermelho que estava parado em um estacionamento gratuito, não muito longe do posto de gasolina. Quando o grupo se aproximou do veículo, perceberam que não tinham a chave. Então, Gu Jun agarrou a pedra com o selo antigo e rapidamente acertou a janela do carro, fazendo o alarme disparar. Vendo o guarda observando tudo de longe, Kathlyn gritou: 

— Eu perdi a chave! 

“Esses eram eles, certo?”, pensou o guarda com a cara fechada. Para ser justo, ele se confundia com rostos asiáticos com muita facilidade, aos seus olhos eles eram todos iguais.  

Porém, aquele era mesmo o carro de Kathlyn, pois a sua carteira estava no banco do passageiro. Dentro estava seu telefone, sua identidade e uma quantia razoável de dinheiro. Quando o mesmo gorducho de antes se aproximou com um colega de trabalho, Kathlyn mostrou-lhes seu RG para provar que não estavam tentando roubar o carro. 

O telefone de Tom também estava lá, mas os dois aparelhos estavam descarregados. Eles foram para a loja de conveniência. O lugar era bastante grande, e oferecia todo tipo de serviço. Havia um pequeno mercado, uma área de jantar, caixas eletrônicos, máquinas de venda automática, e até mesmo uma criancinha brincando com uma caneta. Quando entraram pela porta, todos, tanto vendedores quanto clientes, não tiravam os olhos deles. 

— Psiu! Não tem como tirar essa máscara?… — sussurrou Kathlyn. — Você tá a cara do Michael Myers de Halloween. Sabe disso, né? 

As roupas de algodão já os faziam parecer fora do lugar, mas, com o Homem Pesadelo usando aquela máscara branca, eles pareciam um outdoor ambulante. Não era atoa que por onde quer que passassem todos ficariam tão cautelosos. 

— Eu sei. — respondeu Gu Jun. — Olha, confie em mim. Seria ainda mais assustador se eu tirasse a máscara. 

Nesse caso, ele tinha coisas mais urgentes para lidar. Indo em direção à tomada para colocar o celular para carregar, viu que eram 17:21 no horário da Austrália quando a tela do aparelho acendeu. 

— Estou de volta… — Gu Jun deu um longo suspiro. Graças a Deus, haviam se passado apenas 6 meses. 

— Por que aquelas pessoas estão dentro daquela caixa? — perguntou Pavão enquanto observava a TV em um canto do corredor. 

—  Talvez suas almas estejam seladas aí dentro. — respondeu Aquamarine. 

Malaquita encarou com desgosto os clientes na mesa de barril. Eles estavam mastigando batatas fritas, frango frito e tomando coca-cola, ele disse sombrio: 

— Essas pessoas são nosso povo? Como eles irão lutar contra os ossarianos nesse estado? 

O grupo estava falando a língua dos viajantes da terra, mas, para os vendedores, provavelmente era chinês.  

Gu Jun não tinha tempo para ser o guia deles. Ele ligou o wifi e começou a navegar na internet. O mundo não mudou muito durante a sua jornada, a “epidemia” que assolou o leste do estado acabou. Não havia notícias do Pós-pandemia e obviamente as pessoas também queriam deixar essa parte da história para trás. Nenhum país fez uma declaração sequer sobre qualquer organização secreta ou eventos sobrenaturais… 

Porém, e as outras pestes? Gu Jun continuou pesquisando. Havia outra onda do vírus Ebola na África, 5200 pessoas foram infectadas e 3800 morreram. Gu Jun não sabia como se sentir. Era difícil dizer se tinha alguém por trás do vírus Ebola ou não. 

[Surto da doença dos legionários nos Estados Unidos, causa 15 mortes.] 

[Infecção por Legionella atinge o Oeste da Europa, 26 infectados e 3 mortes.] 

[Legionella chega antes que a onda do ebola acabe, causando mais sofrimento na África.]  

— Legionella… — Gu Jun franziu as sobrancelhas. Três continentes, três países completamente diferentes foram atingidos pela mesma doença nos últimos dois meses.  

A doença dos legionários, também conhecida como Legionelose, é uma infecção potencialmente grave, provocada por uma bactéria da espécie Legionella. É transmitida pelo ar, por gotículas de água contaminadas pela bactéria, entra no corpo humano por vias respiratórias e pode causar grave pneumonia… 

O primeiro surto registrado aconteceu em 1976, nos EUA, após um surto de pneumonia entre os participantes de uma convenção dos legionários americanos, um grupo formado por veteranos de guerra dos EUA (a doença recebeu esse nome em homenagem a esses caras). A convenção foi realizada em um hotel na Filadélfia, cujo sistema de ar-condicionado central estava contaminado pela bactéria…  

Gu Jun procurou mais informações, o período de incubação era de 2 a 10 dias. Os primeiros sintomas incluíram dor de cabeça, dores no corpo e fadiga. Então, depois de 1 ou 2 dias, haveria uma febre súbita que poderia chegar até 40 graus Celsius. Em alguns casos, quando o paciente tossia saia sangue com o catarro (hemoptise)… conforme o quadro avança, poderia haver paralisia, confusão crônica e até delírio… 

— Doença dos Legionários. — disse. 

A semelhança com a Doença dos Pulmões Sangrentos era óbvia demais para ignorar, mas poderiam os dois estar realmente relacionados? A bactéria Legionella era em sí uma superbactéria, se ela sofresse uma mutação, então… Esses surtos poderiam ser um tipo de experimento feito por alguma organização secreta? 

Quanto mais Gu Jun pensava nisso, mais seu coração afundava. Ele queria ligar para Phecda e pedir para virem buscá-lo imediatamente, mas seu conhecimento do futuro o impediu.  

— Usando uma máscara… nada mal… 

Ele ainda não entendia o que aquele vulto quis dizer com isso, mas as visões que teve do futuro naquele canal… as diferentes mortes que teve…  

Após refletir muito, decidiu não agir precipitadamente, a possibilidade de que a sombra estava tentando avisá-lo sobre algo não poderia ser descartada. 

— Caos no Phecda… 

Por enquanto, tudo que sabia era que Wu Siyu tinha nada a ver com o “Caos no Phecda”. Ela não era uma traidora porque segundo as informações do futuro, Siyu morreria. Isso mostrava que ela era a única pessoa em quem Gu Jun podia confiar.  

Mesmo assim, não acreditava que Cai Zixuan ou Wang Ruoxiang pudessem ser os traidores, ele sabia por experiência própria como a corrupção mental poderia facilmente levar alguém à loucura. Na verdade, seu corpo poderia até ser tomado por outras almas, os exemplos estavam diante dele. Então… ninguém estava isento de suspeita. 

— Agora, como faço para entrar em contato com Yu de mente suja? — Gu Jun olhou para fora da loja. 

Já estava anoitecendo. O fuso horário na Austrália Ocidental deve ser semelhante ao da China.  

Seus telefones haviam desaparecido quando entraram no navio branco, mas ela provavelmente ainda usava o mesmo número de antes. Como o líder do grupo, ele tinha memorizado todos os números de telefone de seus membros. Mesmo que não tivesse ideia se a linha telefônica dos membros da Phecda eram monitoradas pela organização ou não, era muito arriscado ligar diretamente. 

— A menos que… — Gu Jun franziu o cenho. — Se eu ligar e não disser nada, isso pode ser interpretado como trote ou assédio. Com nossa conexão ESP, e sucesso ao entrar em contato telepaticamente nas Terras Oníricas…  

Gu Jun esperava que ela ao menos pudesse sentir algo através da chamada, apesar de sua distância física… 

“Droga! Não faz mal tentar, certo?” 

Ele não pegou o telefone de Kathlyn, mas resolveu usar o telefone residencial da loja. Como era uma ligação internacional, pediu à Kathlyn para pagar o caixa. Então, pegou o gancho e começou a discar o número. 

Duuu, Duuuu, Duuu… atendeu!  

Gu Jun sentiu como se seu coração fosse sair pela boca. E então, ele ouviu uma voz feminina preguiçosa. 

— Alô? 

Ele imediatamente deu um suspiro. Era como se um peso tivesse sido tirado das suas costas. É a voz de Wu Siyu, ela ainda está viva!  

O silêncio que se seguiu foi perturbador, ele tentou manter a calma e respirar normalmente, mas por dentro estava gritando: 

“Yu de mente suja, você pode me ouvir? Sou eu Gu Jun! Eu não estou morto! Estou de volta!” 

— Alô? Alô? Quem é? Hmm… uma vez me disseram que em filmes de terror, se ligam para você e a pessoa do outro lado da linha não diz nada, significa que você terá grandes problemas. 

“Isso soa como algo que eu diria”, pensou. Aparentemente, ele disse isso em uma de suas conversas durante o treinamento. Mas algo parecia errado, estava faltando uma parte. Naquela época, Gu Jun disse que para sobreviver, a pessoa que recebeu a ligação deveria… desligar o telefone imediatamente. 

Du, Du, Du… e ela desligou.

  1. Aqui no Brasil e em vários lugares pelo mundo, esse termo é utilizado como sinônimo de branco e, até, de europeu. No entanto, a origem dessa palavra é bem controversa e bebe de fontes racistas, além do seu uso ser completamente errado em termos lógicos [veja]
  2. É uma caminhada em que você percorre longos percursos, podendo durar vários dias e com diferentes graus de dificuldade. Não é uma modalidade esportiva. Sobre a temática fantasia… bom, pessoas que amam fazer essas caminhadas longas e de se fantasiar juntam as duas coisas e percorrem longos percursos usando uma fantasia. Parece ser uma paixão em comum entre alguns fãs senhor dos anéis e de videogames lá da gringa🤔
Olá, eu sou o Urso!

Olá, eu sou o Urso!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥