Selecione o tipo de erro abaixo


Tradutor: MrRody 』

Em sua busca por força, ele até perguntou ao pai se poderia treinar em algum lugar perto da cidade. Gravis já havia percebido que pressão e lutas de vida ou morte o tornavam mais poderoso, mesmo que seu nível de cultivo não aumentasse. Além disso, ele queria liberar um pouco de raiva e frustração. Seu pai rejeitou a ideia imediatamente. Aparentemente, mesmo a criatura mais fraca nos arredores da cidade era mais poderosa do que a pessoa mais forte em um mundo inferior.

“Você pode perguntar ao seu irmão Orpheus. Ele deve ser capaz de ajudá-lo com isso”, comentou seu pai. “Fico realmente muito feliz que você esteja buscando tanto a força. Quanto mais seu desejo por poder cresce, mais firme fica sua vontade. Você pode não perceber, mas apenas uma pequena minoria de pessoas busca refinar-se em situações de vida ou morte, voluntariamente. Outros podem olhar para você como se estivesse louco, mas se você sobreviver e continuar nesse caminho, sempre será o mais forte em seu nível de cultivo.”

O Opositor bagunçou o cabelo do filho pela primeira vez na vida dele. Gravis ficou chocado, pois seu pai nunca havia mostrado afeto físico antes. Ele também viu seu pai sorrir genuinamente pela primeira vez. Seu pai disse encorajando, “Estou ansioso pelo seu retorno do mundo inferior. Você tem a vontade e o talento para ter sucesso. E daí se você não tem sorte?” O Opositor resmungou. “Se alguém tropeçar em alguma grande herança, basta matá-lo e roubá-la. Você pode não ser capaz de acumular sua própria sorte, mas pode obtê-la de outros. Veja isso como criar porcos.” O Opositor sorriu maliciosamente.

Gravis sorriu feliz. Ele pode não concordar com a atitude fria do pai em relação à vida, mas estava feliz que o pai estivesse orgulhoso dele. Eles conversaram um pouco mais, e Gravis voltou para seu irmão Orpheus. Orpheus disse a ele que poderia, teoricamente, deixá-lo lutar no teste prático quantas vezes quisesse, mas não deveria esquecer de sua idade. O momento perfeito para começar a jornada de cultivo era aos 16 anos. Gravis tinha cerca de 15 anos e meio agora, e ainda tinha dois meses de teoria pela frente.

Orpheus disse a ele que o terceiro teste prático seria diferente dos outros e que não levaria muito tempo. O terceiro teste era diferente no sentido de que não havia ciclos. Todos os inimigos apareceriam após um tempo determinado, independentemente de o inimigo anterior ter morrido ou não. Se um não fosse rápido o suficiente para encerrar as lutas e manter a resistência, eles seriam dominados. No mesmo dia, Gravis fez seu terceiro teste prático. O tempo para novos inimigos chegarem era de um minuto. Gravis não teve problemas em superar isso, pois tudo morria antes de um minuto se passar.

Ele passou apenas algumas horas lutando, mas ficou incomparavelmente exausto. Nos próximos dois meses, ele repetiu o teste prático algumas vezes, aumentando a dificuldade a cada vez. Após algumas vezes, seu irmão o informou que suas bestas padrão estavam acabando, e eles precisariam economizar algumas para o terceiro teste prático real. Gravis franziu a testa, mas Orpheus sorriu em vez disso. Orpheus saiu e capturou muito mais bestas, e quase todas eram novas.

No entanto, a diferença entre as bestas padrão e essas novas era que as bestas padrão eram feitas para ter alguns pontos fortes e algumas fraquezas. Essas novas bestas eram apenas bestas selvagens aleatórias. Elas poderiam ser frágeis sem força ou fortes com quase nenhuma fraqueza. Gravis aceitou essa condição e lutou novamente.

A maioria das bestas era mediana. Não tinham grandes fraquezas ou grandes pontos fortes. Tudo estava aproximadamente no mesmo nível que Gravis. As lutas foram mais difíceis desta vez, já que explorar uma fraqueza era mais difícil. Gravis demorou mais para completar esse desafio, mas também adquiriu uma experiência valiosa. Ele estava ficando melhor em encontrar as pequenas imperfeições em seus inimigos, que nem mesmo poderiam ser chamadas de fraquezas.

Além disso, quando percebeu que vários inimigos usavam a mesma tática contra ele, Gravis percebeu que ele próprio também tinha fraquezas. Ele usava seus inimigos como um espelho e tentava reduzir suas imperfeições. Ele teve algum sucesso nisso, mas nunca se está perfeito.

Nos últimos dois meses de suas aulas teóricas, ele passou um total de quatro meses adicionais nos testes práticos lutando. A dilatação temporal era de 1 para 1000, então sempre levava apenas alguns minutos para concluir a batalha. Seus colegas de classe lentamente notaram que a aura de Gravis havia mudado. Ele parecia mais frio… de alguma forma. Eles não tinham certeza de por que ele parecia mais frio, mas parecia que ele estava. Quando ele os olhava, eles também sentiam um leve nervosismo.

A razão para tudo isso era que Gravis estava sempre em modo de batalha, mesmo quando não estava lutando. Ele inconscientemente liberava sua vontade, que influenciava subconscientemente os outros. Claro, pessoas em um reino mais elevado não se importariam, mas seus colegas estavam no mesmo reino que ele. Através do frenesi de massacre de Gravis, ele lentamente construiu uma Aura de Vontade, que geralmente só aparece mais tarde na jornada de cultivo.

Assim como Gravis, Orpheus também tinha um brilho louco nos olhos. Ele queria lançar mais inimigos sobre seu irmão mais novo e ver quão rapidamente sua intenção de batalha cresceria. Infelizmente, eles não tinham mais tempo. Se continuassem assim, Gravis perderia sua oportunidade de ouro para começar sua jornada de cultivo.

Nos últimos dias, Gravis apenas esperou sozinho. Ele havia aceitado que ninguém poderia se aproximar dele. Ele sempre olhava para os outros friamente, para que eles não quisessem conhecê-lo. Ele não queria matar mais amigos apenas por ser amigo deles. Ele se sentia solitário por dentro, mas suprimia esse sentimento com raiva e ambição fria. As únicas duas opções eram morte ou alcançar o pico do poder. Não havia meio-termo.

Finalmente, chegou o dia em que o último teste prático foi realizado. Os jovens esperavam no salão pelos portais, com Gravis à frente. Os outros não queriam se aproximar daquele psicopata frio. Ele parecia caloroso, desajeitado e inocente quando se conheceram pela primeira vez, mas agora ele só agia como um louco. Eles mantinham cada contato com ele ao mínimo, para não dizerem algo errado.

Se alguém observasse com atenção, notaria algo peculiar. Os jovens não queriam falar com ele por medo. Além disso, quando Gravis fazia algo que eles não gostavam, eles não expressavam suas opiniões.

Se alguém observasse com atenção, notaria…

Que os jovens olhavam para Gravis…

Da mesma forma que o mundo olhava para o Opositor.

Picture of Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Você deve me conhecer pela tradução da obra: Sobrevivendo no Jogo como um Bárbaro!
Não se esqueçam de Comentar e Avaliar o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!
Assim como na outra obra, teremos capítulos diários! Espero que se divirtam com esta nova obra de cultivo❣

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥