Selecione o tipo de erro abaixo


Tradutor: MrRody 』

Gravis se materializou alguns metros acima do ‘chão’. Ele imediatamente sentiu o ar incrivelmente escaldante. Antes mesmo de conseguir olhar para onde estava, começou a cair. Ele rapidamente olhou para baixo, para a lava brilhante sob seus pés. A primeira coisa que fez ao perceber em que situação estava foi entrar em pânico. Em seguida, percebeu que deveria, teoricamente, ser capaz de sobreviver à queda sem nenhum problema, graças à sua sincronicidade elemental.

Embora ele não quisesse testar sua sincronicidade elemental em uma situação tão perigosa, ele pensou: ‘Bem, eu não tenho escolha agora.’ Ele se lançou na lava. Estava quente, mas não tão quente assim. Parecia mais como um banho um pouco mais quente do que o ideal, mas ainda era suportável. Ele flutuou por um tempo e olhou ao redor. Ele estava em uma gigantesca piscina de lava. Nas bordas dessa piscina havia altas paredes de pedra. Obviamente, ele estava em um vulcão.

Foi realmente uma ‘ótima sorte’ o portal tê-lo jogado no topo de um vulcão ativo. Seu ponto de saída foi escolhido ‘aleatoriamente’, afinal. Gravis riu de leve. “Pelo menos agora eu sei que a ‘sorte’ do Céu não leva em conta minha sincronicidade elemental,” ele disse para si mesmo.

É claro, ele iria se materializar sobre um vulcão ativo.

“Espere, está ficando mais quente?” Gravis olhou para a lava ofuscante e sentiu o calor aumentar. Além disso, a lava começou a borbulhar em vários lugares. Seu rosto empalideceu quando percebeu o que estava prestes a acontecer. “Sério? Um vulcão que está prestes a entrar em erupção?” Ele imediatamente se concentrou e fez seu corpo se erguer acima da lava até ficar de pé sobre ela.

Embora ele tivesse sua sincronicidade elemental, uma explosão tão forte espalharia seu corpo por vários quilômetros, para vários lugares. Ele precisava fugir, rápido!

“Sem tempo a perder!” E com isso, Gravis disparou. Ele correu o mais rápido possível em direção à parede de pedra mais próxima. “O elemento terra também é um elemento. Então, teoricamente…” Gravis colocou a mão na parede e tentou subir. “Sim, funciona!” ele gritou quando sua mão grudou na parede. Ele rapidamente escalou a parede como um inseto, enquanto a lava abaixo ficava mais turbulenta.

Quando ele pulou para fora da borda, o vulcão explodiu. A lava subiu aos céus, e o topo do vulcão explodiu para fora. Grandes rochas voaram pelo ar, e uma delas levou Gravis. Vários ossos em seu corpo quebraram com a explosão, e se ele não tivesse órgãos e sangue refinados, ele não estaria vivo agora.

Ele voou pelo ar na rocha e não estava ansioso pelo pouso. A rocha girava no ar com Gravis segurando-se com todas as forças. Ele tentou avaliar se o lado da rocha com ele em cima iria atingir o solo primeiro, mas a rocha estava girando rápido demais. Tudo dependeria da sua sorte.

Quando Gravis pensou nisso, seus olhos se arregalaram, e ele imediatamente agarrou a rocha e se moveu pela sua superfície. Era desafiador, e seus braços doíam. Seus ossos quebrados não ajudavam. No momento em que ele conseguiu alcançar o outro lado, a posição anterior atingiu o solo, e a rocha quicou. Gravis se empurrou para fora da rocha quando ela quicou. Havia chances de que sua nova posição ‘acidentalmente’ atingisse o solo depois.

Gravis tocou o chão depois de cair alguns metros, mas uma queda dessa altura não era perigosa para ele. No entanto, não era nada agradável com todos seus ossos quebrados. Gravis não relaxou e olhou para o céu. Em seguida, ele imediatamente pulou para o lado. Pouco depois, outra grande rocha atingiu o lugar onde ele estava antes.

Gravis respirou fundo, olhou para seu local anterior e riu com sarcasmo. “É Claro,” ele disse com desgosto. Ele rapidamente olhou para o céu novamente, mas não parecia que mais rochas estavam vindo em sua direção. Ele finalmente teve um momento de calma. Ele respirou fundo.

KREEE!

Ele ouviu um grito estridente e olhou para a fonte do som. Um falcão azul de dois metros de altura estava voando em frente à, agora parada, segunda rocha. Sob a rocha havia uma árvore quebrada, e, se olhasse de perto, podia-se notar uma leve quantidade de sangue nas bordas. O pássaro circulava a rocha e olhava ao redor com fúria. Ele rapidamente viu Gravis, com um fogo de raiva nos olhos.

“Isso está ficando ridículo!” Gravis gritou enquanto tentava pegar seu sabre. Pelo menos ele faria isso, mas seu sabre tinha sumido. Durante toda a comoção, o sabre havia deixado Gravis. Poderia estar em qualquer lugar. O pássaro avançou contra Gravis, que teve que dar um salto para o lado.

A essa altura, a lava já estava caindo do céu, mas Gravis não precisava se preocupar com isso. Quando a lava tocava seu corpo, ela simplesmente deslizava como água viscosa. O pássaro estava tão furioso com o suposto assassino de seus filhotes que não percebia o perigo em que estava. A lava poderia atingir a qualquer momento e queimar seu corpo. No entanto, como por milagre, nenhuma gota de lava o tocou.

BANG!

Um enorme pedaço de lava, com vários metros de largura, atingiu o chão ao lado deles. O pássaro voou ao redor dele e perseguiu Gravis, que agora estava correndo a todo vapor. Em um piscar de olhos, a fera o alcançou novamente e tentou atacá-lo com suas garras. Gravis rapidamente bloqueou com seu braço esquerdo, redirecionando a força para um lado e correndo para o outro. Seu braço recebeu alguns cortes profundos, mas era melhor do que perder a vida.

Ele rapidamente percebeu que não poderia fugir do pássaro, e sem uma arma, não poderia enfrentá-lo, pelo menos não nas condições em que se encontrava. Era uma Besta Feroz, então, em circunstâncias normais, Gravis a mataria como um frango. Infelizmente, sem uma arma, isso seria impossível. Ele precisava sobreviver de alguma forma. Se seu corpo estivesse em perfeitas condições, ele poderia talvez derrubar o pássaro mesmo sem uma arma, mas curar seus ossos levaria dias.

De repente, Gravis teve uma ideia. Ele mudou de direção e correu em direção ao enorme pedaço de lava que havia caído antes. O pássaro o seguiu, mas antes que pudesse alcançá-lo, Gravis já tinha pulado para dentro da lava. A lava não iria esfriar tão rapidamente, e estava lentamente derretendo um buraco no chão.

O pássaro circulava a lava com raiva, mas não podia se aproximar. Só o calor ao redor já era suficiente para incendiar suas penas.

Depois de alguns segundos, Gravis colocou a cabeça para fora e olhou para o pássaro. O pássaro voou para cima dele e tentou atacá-lo com suas garras, mas Gravis recuou a cabeça para dentro da lava. Em sua raiva, o pássaro voou muito perto da lava, e algumas de suas penas já começaram a queimar. Ele rapidamente voou para longe e começou a arrancar essas penas.

Gravis colocou a cabeça para fora novamente e sorriu de maneira debochada para o pássaro.

Desta vez, ele seria a tartaruga.

Picture of Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Você deve me conhecer pela tradução da obra: Sobrevivendo no Jogo como um Bárbaro!
Não se esqueçam de Comentar e Avaliar o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Começamos aqui o Volume 2: A Guilda de Caça.

E claro, amanhã no mesmo horário, teremos um novo capítulo!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥