Selecione o tipo de erro abaixo

No dia seguinte, eles acordaram e, como esperado, bem cedinho, estava passando o funcionário com um carrinho. Lukas, usando o agente corrosivo que recebeu do supervisor, conseguiu abrir a porta da cela. Alicia parecia fraca e cansada, então ele a pegou no colo e cuidadosamente conseguiu entrar no carrinho com ela. Enquanto isso, o funcionário continuava seu trabalho de passar a última lata de aura negra nas paredes da prisão.

O carrinho começou a se mover, levando-os até o almoxarifado. O funcionário saiu tranquilamente e Lukas decidiu esperar alguns minutos para ter certeza de que ele não voltaria. Mantendo Alicia nos braços, ele se moveu silenciosamente pelos corredores até chegar na garagem e encontrar o supervisor. Ele estava prestes a chamar o supervisor com um grito de alívio, mas um outro funcionário o interrompeu, empurrando-o para trás de uma pilha de caixas. O funcionário sussurrou para que ele esperasse ali em silêncio, alertando que o capitão estava na garagem e não podia perceber a presença deles.

Lukas se escondeu atrás das caixas, sentindo o coração acelerar enquanto observava cautelosamente o que estava acontecendo. O supervisor e outros funcionários conversavam na garagem, alheios à presença de Lukas e Alicia. Cada minuto pareceu uma eternidade enquanto eles esperavam, o medo e a esperança lutando dentro de Lukas. Ele segurou Alicia mais forte, como se pudesse protegê-la apenas com a força de sua vontade.

O capitão foi embora e o funcionário ajudou Lukas e Alicia a saírem de trás da pilha de caixas e levou eles para a frente da garagem onde estava o supervisor e sua tropa.

O supervisor explicou que o capitão ordenou que ele voltasse ao México para verificar se Alicia e Lukas não haviam deixado armadilhas na vila de Monterrey. Ele sugeriu que, sem o conhecimento do capitão, Lukas e Alicia poderiam acompanhá-los na viagem, mas precisavam partir imediatamente antes que os guardiões notassem a ausência deles. Lukas concordou prontamente e entrou na carruagem fechada, acompanhado por todos. A viagem transcorreu tranquilamente, mas eles não estavam cientes de que, assim que os guardiões percebessem a falta de Lukas e Alicia, eles entenderiam que os dois haviam partido com o supervisor para o México. Para assegurar que os reforços americanos no México estivessem preparados, enviaram um corvo mensageiro para informá-los e pedir que ficassem aguardando no local do portal.

Quando chegaram à praia de Vera Cruz, onde o portal estava localizado, depararam-se com os guardiões armados até os dentes com armas biológicas poderosas. Felizmente, o supervisor também havia trazido consigo armas poderosas, demonstrando sua inteligência e previsão. Ele pediu a Lukas que deixasse Alicia na carruagem e o auxiliasse no combate contra os guardiões. Antes de se afastar, Lukas prometeu a Alicia que tudo ficaria bem, que ele os libertaria dessa situação e que retornariam ao mundo real após vencerem os guardiões.

A batalha começou com explosões de auras, fungos e poderes cinéticos sendo disparados tanto pelos funcionários quanto pelos guardiões. No entanto, alguns dos funcionários não conseguiam lidar com a força dos guardiões e estavam sendo derrotados. Nesse momento crítico, auras brancas emergiram das nuvens negras. Era o velhinho que havia retornado para ajudar, acompanhado de outras pessoas que já haviam sido libertadas de Setealém. A chegada inesperada trouxe uma nova esperança à batalha.

Com o auxílio dos anjos de aura branca, os funcionários começaram a ganhar vantagem contra os guardiões. Contudo, um guardião de proporções maiores surgiu, portando armas ainda mais poderosas, alterando o equilíbrio da batalha. O supervisor imediatamente ordenou que Lukas pegasse Alicia e a arremessasse no portal, visando garantir que pelo menos um deles escapasse de Setealém.

Lukas, sem hesitar, segurou Alicia nos braços e correu em direção ao portal. No entanto, um fungo extremamente poderoso foi lançado em sua direção pelo guardião maior. Em um momento de puro instinto, Lukas lançou Alicia com toda a sua força em direção ao portal, se preparando para o impacto do ataque. Nesse instante, o supervisor entrou na frente, absorvendo o impacto do fungo e ficando gravemente ferido.

Alicia conseguiu atravessar o portal, mas Lukas ainda estava ao lado do supervisor, agora caído e ferido. Enquanto os anjos continuavam a afastar os guardiões que cercavam o portal, o supervisor ordenou a Lukas que corresse em direção ao portal. Com lágrimas nos olhos, Lukas perguntou ao supervisor se ele também atravessaria, e o supervisor explicou que não podia devido a um contrato sério com Setealém que o impedia de partir.

Lukas correu em direção ao portal, olhando para trás uma última vez. Ele viu o velhinho acenando do céu e o supervisor olhando para ele com um olhar de missão cumprida. Logo em seguida, o supervisor foi atingido por um tiro de fungo, evaporando na areia da praia de Vera Cruz. Com o coração apertado, Lukas passou pelo portal, deixando para trás o mundo sombrio de Setealém.

Lukas acordou no meio de um matagal, com Alicia ao seu lado, tentando acordá-lo. Os dois finalmente estavam livres da terrível realidade de Setealém. Em um abraço apertado e emocionado, eles celebraram o fato de terem conseguido escapar daquele lugar sombrio que os prendeu por tanto tempo.

Lukas, determinado a entender onde estavam, procurou a casa mais próxima e fez perguntas para a residente sobre a localização e a data atual. A mulher, um tanto confusa, explicou que eles estavam em Washington, a capital dos Estados Unidos, e informou a data corrente. Para a surpresa de Lukas, ele percebeu que havia passado mais de um mês em Setealém no tempo do mundo real, embora apenas cinco dias tivessem se passado no tempo de Setealém.

Ao compreender a discrepância entre o tempo em Setealém e o tempo real, Alicia entrou em choque. Ela percebeu que os nove meses que passou em Setealém se converteram em cinco anos no mundo real. As lágrimas inundaram seus olhos novamente e ela buscou conforto nos braços de Lukas. Em meio à emoção, os dois enfrentavam a dura realidade do tempo perdido.

Lukas, buscando uma maneira de retornar a Indiana, pediu alguns trocados emprestados para a residente e, com o dinheiro necessário, eles pegaram um táxi. Durante o trajeto, dentro do táxi, Lukas e Alicia discutiram a estratégia que seguiriam. Decidiram inventar uma história de que tinham sido sequestrados próximo à lanchonete onde Lukas trabalhava. Eles diriam que ficaram em cativeiro em um local escuro e desconhecido durante todo aquele tempo, impossibilitando-os de dar detalhes sobre os captores ou o local.

Alicia estava preocupada com o seu futuro, considerando a perda dos pais e a incerteza quanto ao destino de seu irmão. No entanto, Lukas tranquilizou-a, oferecendo-lhe a possibilidade de ficar em sua casa. Ele prometeu que, se os pais dele aceitassem, trabalharia duro para construir um lar para os dois juntos. Em um abraço reconfortante, eles compartilharam um momento de esperança e determinação.

A viagem de táxi finalmente os levou à casa de Lukas em Gary, Indiana. Era um momento de alívio e felicidade, onde eles finalmente podiam pisar em um ambiente seguro e acolhedor após os traumas vividos em Setealém.

Lukas bateu à porta da casa e, ao ser atendido por sua mãe, ela imediatamente deu um grito de alegria e o abraçou com emoção. Seu pai também veio ver o que estava acontecendo e, ao ver Lukas, não pôde conter a emoção e juntou-se ao abraço. Eles estavam visivelmente aliviados e felizes por tê-lo de volta em segurança.

Curiosos para saber o que havia acontecido, seus pais perguntaram sobre sua ausência. Lukas contou a história que havia inventado sobre o sequestro e o cativeiro. Sua aparência e a maneira como ele contou a história davam veracidade ao relato, o que fez com que eles acreditassem em cada palavra.

Ao saber que Lukas não estava sozinho e que havia trazido consigo uma garota, eles questionaram quem ela era. Lukas explicou que ela também havia sido mantida em cativeiro e perdido seus pais, pedindo se ela poderia ficar temporariamente em casa. A mãe de Lukas, cheia de compaixão e euforia, concordou imediatamente com a ideia, antes mesmo que o pai tivesse a chance de argumentar.

Sua mãe, com gentileza, orientou os dois a tomarem um banho e colocarem roupas limpas, enquanto ela providenciava algo para comer. Lukas e Alicia seguiram as instruções, agradecidos por finalmente estarem em um ambiente seguro e acolhedor após as experiências angustiantes em Setealém.

Após tomarem um banho revigorante e desfrutarem de uma refeição nutritiva, Lukas e Alicia se sentiam revitalizados e satisfeitos. Enquanto a mãe de Lukas organizava o quarto para eles, os dois finalmente tiveram um momento tranquilo para se olharem com mais calma e profundidade. Lukas não pôde deixar de se encantar com a beleza delicada e encantadora de Alicia, admirando cada detalhe de seu rosto e expressões.

Alicia, com um sorriso tímido, brincou sobre o tão esperado passeio para tomar sorvete que haviam planejado, e Lukas riu, confirmando que sim, eles definitivamente iriam desfrutar de um passeio relaxante pela cidade com uma parada na sorveteria.

Quando finalmente se acomodaram no quarto, a sensação de alívio de estar em um lugar seguro e familiar era palpável. Lukas e Alicia se abraçaram, reconhecendo o longo caminho que haviam percorrido juntos, desde as situações de risco em Setealém até a liberdade que agora desfrutavam. Adormeceram abraçados, encontrando conforto um no outro, e os sonhos que tiveram naquela noite foram bem mais serenos do que os que haviam vivenciado nas terras sombrias de Setealém.

No dia seguinte, Lukas e Alicia decidiram passear pela cidade, aproveitando a sensação de liberdade que tanto ansiaram. O passeio, é claro, incluiu uma parada especial na sorveteria, onde desfrutaram de sabores variados enquanto riam e compartilhavam histórias sobre suas vidas e sonhos que tinham em seguir. Alicia usava uma roupa emprestada da irmã de Lukas, que apesar de um pouco larga, realçava sua beleza genuína que encantava Lukas a cada olhar.

Enquanto saboreavam os sorvetes refrescantes, Alicia expressou sua felicidade por estar de volta ao mundo real e pelo fato de sua aparência não ter sido afetada pela passagem do tempo em Setealém. Lukas, com um sorriso sincero, assegurou a ela que continuava linda, independentemente de qualquer circunstância. A conversa evoluiu para um momento mais íntimo, quando Lukas questionou se Alicia ainda se arrependia de tê-lo salvado naquele fatídico dia. Alicia respondeu que não, reforçando que conhecer Lukas havia sido o maior presente que a vida (ou, na verdade, a morte) lhe havia proporcionado.

Nesse clima de cumplicidade e alegria, finalmente aconteceu o tão esperado beijo entre os dois. O beijo de Alicia era doce e meigo; transmitia toda a ternura e carinho que ela sentia por Lukas, fazendo com que ele se apaixonasse ainda mais por ela.

O restante da tarde foi preenchido com risadas, planos para o futuro e a sensação de que finalmente estavam livres para construir suas vidas juntos. Lukas finalizou a tarde pedindo Alicia em namoro, que com a total certeza de sua escolha aceitou com seus (agora reais) olhos cheios de lágrimas e os dois deram mais um beijo meigo para selarem o início de uma relação incrível que estava por vir.

Porém, inexplicavelmente, o capitão de Setealém conseguiu quebrar o contrato que o mantinha confinado e atravessou o portal para o mundo real, trazendo consigo um mistério perturbador.

Enquanto a história de Lukas e Alicia chega a um momento de conclusão, muitas perguntas permanecem sem resposta. O que será do futuro desses dois jovens, que enfrentaram desafios tão intensos em Setealém e agora precisam lidar com os desdobramentos de suas ações? Será que eles conseguirão encontrar paz e felicidade, construindo uma vida juntos após as experiências traumáticas que compartilharam?

E quanto ao capitão, agora no mundo real, o que ele planeja fazer? Sua presença pode representar uma ameaça ainda maior, uma vez que demonstrou uma habilidade surpreendente em quebrar as barreiras entre os dois mundos. Suas intenções e planos são desconhecidos, criando uma aura de suspense e incerteza sobre o que está por vir.

Com tantas questões em aberto, a história de Lukas e Alicia parece estar longe de seu fim.

Picture of Olá, eu sou o Kaiky K.L!

Olá, eu sou o Kaiky K.L!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥