Selecione o tipo de erro abaixo


Tradutor: Asu | Editor: Asu


A batalha havia sido concluída.

A batalha terminou tão repentinamente quanto começou. Após respirar grosseiramente por matar o sexto ou o sétimo monstro, o som da trombeta foi ouvido com os gritos excitados.

E quantas horas se passaram depois disso?

Tae Ho voltou com o navio e estava sentado na frente de uma grande mesa redonda. A mesa estava cheia de álcool e carne, e os guerreiros da mesma mesa estavam ocupados comendo, bebendo e conversando um com o outro.

‘Isso é… o banquete noturno?’

Tae Ho olhou para os arredores. Ele podia ver os homens com corpos realmente grandes que estavam todos sentados um perto do outro e sentiu como se a temperatura aumentasse 5 graus.

Certamente foi um banquete. Porque tinha álcool e carne.

‘Embora só tenha álcool e carne.’

Parecia bem simples para ser o banquete de Valhalla, que os deuses participaram. E ele nem conseguia ver as Valquírias ao redor. As únicas coisas que ele podia ver eram os homens mal-humorados e musculosos.

Tae Ho olhou para o ambiente e bebeu álcool. Não era que ele gostava particularmente de álcool, mas ele só podia beber isso, pois era a única coisa na mesa. Ele pensou que não teria um apetite após a primeira batalha de sua vida, mas esse não era o caso. Após colocar um pouco de carne na boca, continuou descendo bem.

‘Comemos primeiro.’

Não era tão delicioso já que estava simplesmente grelhado, mas ainda era carne. Ele teve que preencher o estômago primeiro.

‘Mas onde dormirei?’

Será que ele comerá e beberá a noite toda e depois ir ao próximo campo de batalha?

Mesmo que fosse esse o caso, Valhalla era um lugar que o enviara ao campo de batalha sem qualquer explicação. Ele se perguntou, mas não era que não houvesse probabilidades.

‘Mas mesmo assim.’

“Jovem.”

Uma voz foi ouvida. Quando Tae Ho virou a cabeça, viu um rosto familiar. Foi o homem que viu no navio.

“Então você sobreviveu. Então pode me apresentar seu nome agora. Eu me chamo Bjorn.” O homem, Bjorn, sorriu e sentou-se ao lado de Tae Ho. Ele era tão alto que Tae Ho teve que levantar a cabeça para olhar-lhe nos olhos.

“Eu sou Lee Tae Ho.” Quando Tae Ho revelou seu nome, Bjorn inclinou a cabeça.

“Hã? Você tem um nome peculiar. Agora que presto atenção, você também está vestindo roupas peculiares.” Bjorn abriu os olhos bruscamente e depois olhou para Tae Ho da cabeça aos pés. Tae Ho queria gritar que ele percebeu isso só agora, mas se forçou a se acalmar e a dizer com uma voz calma.

“Algo está errado. Tenho certeza de que houve um erro.”

Na verdade ele falou essas palavras sem esperar por muito. Porque se essas palavras funcionassem, ele não teria ido ao campo de batalha.

Mas, inesperadamente, Bjorn assentiu e concordou.

“Parece ser verdade. Pessoas com nomes semelhantes estão supostamente indo para a próxima cidade.”

Ele estava certo. Algo estava errado, mesmo quando olhava para o ponto de vista deste lugar.

Mas acima de tudo, as últimas palavras picaram o interesse de Tae Ho.

“A próxima cidade?”

“Isso mesmo. Não te disse no navio? Sobre Asgard e os nove planetas. As pessoas com nomes semelhantes aos seus não deveriam se reunir em Valhalla, mas em outro lugar. Qual era o nome do lugar… Templo?”

Tae Ho piscou. E então bebeu um pouco da cerveja.

Se as palavras de Bjorn fossem verdadeiras, havia mais nove planetas ao lado de Valhalla, e o lugar chamado Templo era o lugar onde as pessoas com nomes similares ao dele se reuniam.

Mas isso era tudo.

‘Não. Pelo menos é possível existirem coreanos por aí’.

Claro, esse pode não ser o caso. Porque era apenas similar para Bjorn.

“Bem, ter vindo aqui também é o destino, você não acha? Você ainda consegue escrever sua Saga. Tenho certeza de que você estava destinado a vir aqui.” Bjorn sorriu, pois era complicado. Ele não deveria refutar, mas suas palavras pareciam corretas.

“Acima de tudo, parece que você conseguiu bastante mérito. Você tem algumas Runas.”

“Você pode ver alguma coisa?” Bjorn riu quando Tae Ho perguntou de volta reflexivamente.

Hum. Você nem sabia o que era uma Saga. Então explicarei isso para você.” Bjorn fez uma pausa por um momento e depois tocou o queixo como se estivesse escolhendo as palavras corretas.

“Você também deve saber disso, mas todas as existências vivas têm prestígio em seus corpos. Seja pouco ou muito. E isso também é verdade para os inimigos de Valhalla.”

Os monstros com cabeça de cachorro eram certamente criaturas vivas. Mas mesmo assim, ele não sentiu nenhuma rejeição com o pensamento de ter matado algo vivo pois era um monstro. Em primeiro lugar, a vida de Tae Ho estava em perigo.

Enquanto Tae Ho assentia devagar, Bjorn continuava explicando.

“Quando os guerreiros de Valhalla derrotam os inimigos, eles podem saquear seu prestígio e convertê-lo em Runas Mágicas. Pense no momento em que você pensou em sua Saga.”

Foi um pedido não razoável, mas Tae Ho fechou os olhos e tentou. E, no final, exclamou.

“Oh.”

Runa Mínima: 07

Uma nova e brilhante mensagem apareceu abaixo da categoria da Saga.

Bjorn apertou o peito de Tae Ho com seus grandes dedos e disse.

“Você pode usar as Runas e fortalecer suas habilidades. Existem algumas condições, mas você poderá aprender magia e uma nova Saga.”

‘Simplificando, você atualiza seus atributos e aumenta suas habilidades de maneira certa.’

Ele sentiu como se soubesse o que tinha que fazer. Bjorn continuou falando.

“Primeiro são habilidades físicas; e entre elas, eu recomendo que você fortaleça sua Resistência. Seu corpo é a primeira coisa que se cansará no campo de batalha.”

Tae Ho assentiu, mas ele não usou as Runas imediatamente. Ele tinha pouca informação agora. Se ele tivesse que ir ao campo de batalha novamente, ele teria usado as Runas, mas ele ainda tinha tempo.

Hum, mas por que as Valquírias não estão aqui?”

A Valquíria de cabelos negros que trouxe Tae Ho a Valhalla. Ela certamente lhe disse para se encontrarem no banquete noturno novamente.

Na pergunta de Tae Ho, Bjorn estalou a língua e depois deu um tapinha nos ombros de Tae Ho.

“As Valquírias não estão aqui. Elas estão em outro banquete.”

“Outro banquete?”

“Este é o Banquete mínimo, apenas os guerreiros de classe mínima e os recém-chegados se juntaram. É por isso que a comida e o álcool são assim. Se você quiser beber com as Valquírias, você terá que trabalhar duro. Porque você terá que pelo menos subir para o Banquete intermediário.”

Então foi por isso que a comida era assim. Para haver níveis nos banquetes.

‘Que mesquinhos. Eles discriminam com os alimentos.’

De qualquer forma, parecia que os privilégios de uma classe alta não eram apenas para o banquete. Talvez você possa receber melhor equipamento ou obter uma técnica especial.

“E você?”

Bjorn disse que este era o lugar para os recém-chegados e os guerreiros da classe mínima. Então, Bjorn também era um guerreiro da classe mínima? Na pergunta de Tae Ho, Bjorn riu.

“Eu simplesmente vim para vê-lo.” Em outras palavras, ele não era um recém-chegado.

“Estou muito agradecido.” Tae Ho inclinou-se em direção a Bjorn. Não era uma ação de cortesia, mas seus verdadeiros sentimentos. Se Bjorn não lhe ensinasse sobre a Saga no navio, ele teria morrido no campo de batalha de hoje.

“Você conhece alguns costumes. Gosto de você.” Bjorn assentiu e colocou uma mão no ombro de Tae Ho.

“Você tem talento. Você poderá avançar rápido. Se você tiver que lutar de qualquer maneira, não é melhor obter um bom tratamento depois da luta?”

Ele certamente o estava encorajando, mas por que ele se sentiu mais miserável? Tae Ho forçou um sorriso e depois fez outra pergunta.

“Um, mas onde eu vou dormir hoje?” Ele estava curioso sobre muitas coisas, mas por enquanto, ele precisava cuidar de suas necessidades básicas mais urgentes.

“Ah, você foi enviado para o campo de batalha assim que chegou, então você ainda não sabe. Será anunciado mais tarde de qualquer maneira, mas sua hospedagem dependerá da Legião do Deus que você segue.”

“Uma legião?”

“Sim, os guerreiros de Valquíria estão sob uma Legião dos deuses de Asgard.”

Ele pensou em algo. Tae Ho abriu os olhos bruscamente e perguntou.

“Estou apenas perguntando, mas as bênçãos diferem em relação ao Deus que sigo?”

“Oh, você é muito rápido para entender. Está certo. É o mesmo para os afiliados das Valquírias.”

Ele estava certo. Ele ainda não sabia qual benção cada Deus dava, mas ele sentiu que iria para a Deusa da Sorte.

“Está começando agora.” Bjorn apontou para o meio do salão com um gesto de seu queixo. Ele se virou para olhar reflexivamente e viu uma Valquíria de cabelos dourados. Era Reginleif.

“Guerreiros! Tenho visto o bom desempenho de hoje! Valhalla dá-lhe as boas-vindas, exaltados guerreiros!”

“Ohh!”

“Thor!”

“Thor!”

Os guerreiros levantaram suas taças e chamaram o nome do Deus do Trovão. Reginleif mostrou um sorriso orgulhoso e então ergueu a voz novamente.

“A partir de agora, vou te ensinar sobre sua Afiliação! Todos, olhem para as suas canecas! Agora, se lembre do nome que você acreditará e seguirá!”

Reginleif balançou sua espada no ar depois que terminou de falar. Então, a luz começou a brilhar e ser derramada sobre as cabeças dos guerreiros após se dividir em centenas e milhares de partes.

“Se apresse. Confira.”

Bjorn insistiu. Os guerreiros em seu entorno também olharam para suas canecas.

Tae Ho, que ficou maravilhado com as partículas de luz, olhou para a caneca dele. Palavras brilhantes começaram a aparecer onde não havia nada antes.

‘Por favor! Por favor!’ Embora ele só conhecesse Odin, Thor e Freya na mitologia nórdica, Tae Ho ainda tinha uma Legião que queria ser afiliado.

Odin ou Thor.

Um Deus forte!

“Odin!”

“Ohh! Thor!”

Os guerreiros começaram a falar entre si. Tae Ho engoliu saliva seca e depois olhou para a caneca dele. Era a primeira vez que ele via esses símbolos, mas ele podia lê-los claramente.

“Iðunn1?”

Obviamente, era um nome que ele não conhecia. E por isso, Tae Ho virou a cabeça e olhou para Bjorn.

E então, Bjorn estalou a língua e deu um tapinha no ombro de Tae Ho.

“Anime-se.” 

O que ele quis dizer com isso?

Tae Ho queria perguntar mesmo já sabendo a resposta.


  1. Iðunn (também conhecida como Idun ou Iduna) era, na mitologia nórdica, esposa de Bragi e Deusa da Poesia. Segundo o Edda em prosa, ela era a guardiã do pomar sagrado cujas maçãs permitem aos Aesir restaurarem a sua juventude pela eternidade. Ela é a responsável pela imortalidade dos deuses, fornecendo uma maçã por dia, vinda de seu cofre de madeira de freixo, que mantêm a juventude e força.
Olá, eu sou o Asu!

Olá, eu sou o Asu!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥