Selecione o tipo de erro abaixo

— … quem?

Perez franziu levemente o cenho.

Parecia desagradável que alguém que ele não conseguia se lembrar o conhecesse.

— É a Lydia!

A mulher disse seu nome novamente.

Mas Perez ainda tinha uma expressão de quem não conhecia em nada.

— Você tem cores de cabelo diferentes, mas tenho certeza de que você é o Sir Herox…

A mulher murmurou constrangida diante da resposta fria de Perez.

— É estranho… não tem como você não se lembrar de mim.

Não tem como não se lembrar? Qual era a relação deles?

Senti uma das minhas sobrancelhas se movendo.

— Meus pais administram o ‘Descanso Cinzento’ ali. Até três anos atrás, sempre que você parava no Sul, costumava ficar com seus amigos…

Três anos atrás?

Três anos atrás, no Sul, após o acidente em Ivan, foi pouco antes de Larane se mudar para o Leste.

Naquela época, Perez se moveu secretamente no Sul para se encontrar com Chanton Sushou para secar o dinheiro de Angenas.

— Ah.

Como se Perez também tivesse pensado nisso, seus olhos piscaram uma vez.

Foi apenas isso, mas o rosto de Lydia se iluminou como se tivesse sido iluminado por uma luz.

— Sim! Agora você se lembra? Sou eu, Lydia!

— Isso mesmo.

Perez inclinou a cabeça, como se estivesse remexendo em suas memórias antigas.

— Para dizer que é a Lydia…

— Oh, aliás, isso foi há três anos! Já sou adulta agora!

— Entendi.

— Quase não reconheci você por causa da cor diferente do seu cabelo!

A conversa entre os dois continuou.

Não foi uma coincidência.

Foi completamente intencional.

Desde o início, Lydia olhava de soslaio para mim ao lado de Perez.

E eu também.

Aqui também, a presença dela me incomodava.

Não evitei o olhar de Lydia, com quem me encontrei por um momento, e a encarei.

E a observei com atenção.

Cabelos castanhos e olhos verdes.

Diferente de mim, ela tinha cabelos lisos sem cachos e características suaves.

Ainda assim, a semelhança que não podia ser ignorada incomodava meus nervos.

— Bem, Sir Herox…

Lydia franzia a testa para mim e abria a boca.

— Quem é essa…

Perez então se surpreendeu atipicamente com um ‘ah’ e olhou para mim.

E por um momento, vi o olhar do cara que ficou surpreso.

Ok, agora parece que você está entendendo, não é?

Perez, ao ver minha expressão fria e engolir em seco, disse apressadamente.

— Ah, esta é…

— Prazer em conhecê-la, Lydia.

Cutuquei a cintura de Perez e dei um passo em direção a Lydia.

Então sorri enquanto estendia minha mão direita.

— Eu… meu nome é Larita.

Por um momento, tive vontade de revelar meu nome real, mas consegui me conter.

Em vez disso, me apresentei sob o pseudônimo que fiz para esta viagem.

— Meu nome é Lydia Mita.

— Entendo, mas qual é sua relação com o Herox?

— O quê?

Lydia me encarou com surpresa e seus lábios se entreabriram levemente.

Talvez ela estivesse chocada por eu ter feito uma pergunta dessas imediatamente e por estar próxima o suficiente para chamá-lo de ‘Herox’.

— Sou uma antiga conhecida do Sir Herox.

— Ah, conhecida antiga.

No final, não significava nada, mas a palavra ‘antiga’ era irritante.

Não importa o quanto fosse antiga, ela deve ter sido mais velha do que eu.

Essa satisfação lentamente levantou minha cabeça.

Então, Lydia perguntou com uma voz bastante afiada.

— E a senhorita Larita?

Olhei para ela.

Mas nem precisei responder.

Foi porque Perez, que observava a conversa de longe, se aproximou de mim e disse, abraçando gentilmente meu ombro.

— Esta é minha esposa.

— Oh, sua esposa…

Os olhos verdes de Lydia sacudiram intensamente.

— Foi bom te ver depois de tanto tempo.

Perez, que lhe deu uma breve saudação que soou um pouco fria, olhou diretamente para mim e disse.

— Então, vamos subir para o quarto, Larita?

Sua grande mão desceu para minha cintura e me acompanhou.

Lydia já estava fora da mente de Perez.

Na última vez que olhei para trás, ela ainda estava parada no mesmo lugar.

Um grande suspiro saiu de mim ao ver seu rosto prestes a desabar em lágrimas.

— Ah.

O que diabos estou fazendo?

Enquanto balançava a cabeça,

um funcionário da pousada se aproximou e falou comigo.

— Vocês são o Sr. e a Sra. Gloa. Vou guiá-los até o quarto. Por aqui…

— Com licença.

Disse, puxando devagar a mão de Perez ao redor da minha cintura.

— Vou dar uma volta lá fora por um tempo. Descanse primeiro.

— Ti… Larita.

Consegui ouvi-lo me chamar enquanto me afastava, mas simplesmente saí do prédio da pousada.

— Ah, vocês devem ter brigado como um casal.

O funcionário da pousada falou com olhos amigáveis, como se dissesse ‘É uma boa idade para aproveitar o que querem fazer’.

Perez olhou para as costas de Tia enquanto ela atravessava a porta da pousada e falou fracamente.

— Tenho que pedir desculpas pelo meu erro.

Para ele, que sempre estava acostumado com o sorriso relaxado de Tia, sua figura fria e endurecida era um pouco estranha.

E ele sentiu uma culpa insuportável por ser ele mesmo que fez com que ela fizesse esse rosto.

— Sim. Quando sua esposa voltar, faça isso incondicionalmente. Isso é o melhor.

O funcionário, que lhe ensinou a sabedoria da vida com um sorriso, logo abriu a porta para o segundo andar e disse:

— Este é o quarto. Ela ficará satisfeita com as grandes janelas e bastante luz do sol.

Perez entrou com passos largos e ficou no meio do quarto.

Ele observou cuidadosamente ao redor do quarto, balançou a cabeça e disse:

— Me dê outro quarto bom.

— Sim? Se você não gostar deste quarto, podemos oferecer o próximo…

Se ele fosse para o próximo quarto, provavelmente seria um quarto semelhante.

Da última vez, eles ficaram em um quarto simples por falta de tempo, mas ele não podia colocar Tia para dormir em um lugar assim novamente.

Perez sorriu habilmente para o atendente da pousada.

— Esta é a nossa lua de mel.

— Ah, entendi.

— Por favor.

Dizendo isso, Perez tirou um cheque do Banco Lombardi e entregou.

— Ops.

O atendente da pousada, que conferiu o valor escrito no cheque, ficou surpreso, abriu os olhos e concordou com a cabeça.

— Tudo bem. Por favor, espere aqui. Vamos preparar uma suíte que nossa pousada se orgulha.

O funcionário saiu às pressas, e Perez, que ficou sozinho, sentou-se na cama fazendo um barulho de clique.

Deitado de joelhos com os cotovelos dobrados sobre o corpo, ele enterrou o rosto em ambas as mãos.

O doce silêncio se misturou com suspiros de auto diálogo.

— Eu… fiz por ciúmes.

Só ruborizando as pontas das orelhas, Perez não conseguiu se levantar por um tempo.

— Louca, está louca?

Sentei-me no banco pequeno e murmurei.

Enquanto saía da pousada e caminhava sem rumo, meus pés chegaram novamente às redondezas de Arcadia.

Não, isso não é importante agora.

— O que você vai fazer por estar tão enciumada de uma criança? Ah.

Ao lembrar do que aconteceu há pouco, um sentimento estranho me atingiu novamente.

Eu queria bater meus pés e bagunçar meu cabelo, mas só pude soltar um suspiro profundo por causa do meu capuz apertado.

— Vamos acalmar…

O rosto triste de Lydia, que vi da última vez, continuava a aparecer nos meus olhos.

Fiquei arrependida se esbarrei nela. Deveria pedir desculpas?

Era estranho.

Normalmente, eu não sou do tipo que perde a compostura por algo assim.

Quando brigando com a Imperatriz Lavini, ou lidando com Chanton Sushou, que arranha o interior das pessoas com uma cara audaciosa.

Eu sempre fui uma pessoa com um raciocínio frio.

No entanto.

— Eu quero revelar o nome Lombardi.

A menos que eu esteja realmente louca.

— Ah.

Cobri o rosto com as mãos novamente, envergonhada que deixou meu rosto vermelho outra vez.

Mas o fato de eu estar realmente com ciúmes de uma criança não era a única coisa que fazia meu rosto corar.

— Esta é minha esposa.

A voz de Perez que disse isso parecia ainda estar nos meus ouvidos.

Esfreguei minha orelha esquerda, que estava de alguma forma coçando, e levantei minha cabeça novamente.

— Vamos nos acalmar, mente.

Você está em uma viagem, mas não está realmente aqui para se divertir, está?

Mas o cara que me apresentou como ‘esposa’ continuava vindo à minha mente.

Não é repetição.

Olhei ao redor, tentando distrair minha mente.

— Eles parecem estar vivendo bem.

Pouco a pouco, Perez foi sendo afastado da minha mente, e a figura de Arcadia começou a chamar minha atenção.

— Se as redondezas da cidade são assim, é ótimo.

Em geral, as redondezas da cidade, mesmo com uma grande população flutuante, teriam um padrão de vida mais baixo.

No entanto, mesmo à primeira vista, a vida das pessoas de Arcadia parecia próspera.

Embora as pousadas que costumavam fazer negócios com eles parecessem um pouco paradas, já que a Top Lombardi e a Corporação Pellet foram cortadas.

A atmosfera era diferente de outros territórios, onde era ótimo para a maioria dos plebeus continuar suas refeições diárias.

— Por isso, não posso odiar Chanton Sushou.

Sushou reduziu drasticamente os impostos sobre plebeus e comerciantes e aumentou o preço de seus produtos, os grãos.

Além disso, quão rigorosos são os senhores vicários que governam cada região.

Embora fosse realmente lamentável, Chanton Sushou, o chefe de Sushou, era um bom senhor.

— Além disso, o suprimento dos soldados parece bom… Hein?

Não é nem uma guerra, mas por que os padrões dos soldados estão tão altos?

Foi quando pensei assim e observei mais atentamente a situação no posto de controle externo.

— Vamos lá, se apressem!

A porta do grande prédio, que parecia ser um local de reunião perto do posto de controle, se abriu e os soldados saíram em massa.

Em pares, eles rapidamente se espalharam por Arcadia.

Havia vários pares de pessoas montando cavalos entrando em Arcadia, e alguns saindo do posto de controle.

Em particular, os soldados que saíram da muralha se aproximaram das pessoas na fila para entrar em Arcadia.

E em suas mãos estava um pedaço de papel com um desenho.

— O que é isso?

Quando achei que algo estava errado, com os soldados olhando para as imagens em suas mãos e os rostos das pessoas na fila.

Dois soldados de Sushou se aproximaram de mim e perguntaram.

— Ei, aí. Por que você não tira seu capuz por um segundo?

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥