Selecione o tipo de erro abaixo

Ahh.

Uma sensação indescritível de frustração atravessou os rostos do trio.

Deixar a Matriarca de Lombardi era o único antagonista para o Imperador Perez, que não tinha nada a temer.

Mas ele simplesmente tocou nesse ponto.

— Sua Majestade, ouça as palavras do Tedro.

— Isso mesmo. O que essa criança saberia sobre casamento ou namoro?

— Sua Majestade sabe melhor que a Matriarca de Lombardi não vai se arrepender do casamento.

Eles tentaram apaziguar Perez, que parecia estar afundando rapidamente no pântano.

Mas já é tarde demais.

Ainda assim, o suspiro que Florentia exalou havia ficado preso em seu peito, e Perez estava se tornando mais e mais contemplativo ao ouvir que ela poderia estar se arrependendo do casamento.

Isso é um grande problema.

Seus ajudantes, especialmente Tedro, que trouxe a história do — Onda Azul—, sentiram como se tivessem costurado a própria boca.

— Ela está arrependida de ter se casado…

Perez murmurou mais uma vez. O choque era tão grande que ele nem conseguia piscar ou se mover como se tivesse esquecido.

— Tedro, esse atrevido…

Lignite Luman, que olhava para Tedro com os dentes cerrados, suspirou silenciosamente.

Para ele, Perez era um lorde em quem confiava e seguia, e um amigo íntimo por muito tempo.

E ele percebeu isso várias vezes desde que estava na academia.

Para Perez, uma pessoa chamada Florentia Lombardi não era apenas uma amante.

Ela era tudo para ele.

— Realmente não sei o que está acontecendo.

Só de pensar em tal suposição fazia seus lábios secarem.

Se a Matriarca de Lombardi realmente estiver repensando sobre o casamento em si.

Se ela disser de repente para adiar o casamento por causa da personalidade oposta.

Lignite Luman tremeu sem perceber.

Foi então.

Crack

O som de algo rasgando ecoou pelo escritório silencioso.

— Gasp.

— A- a cadeira…

Era o som de rachaduras nos braços da cadeira que Perez estava segurando.

Todas as cadeiras colocadas no escritório do imperador eram esculpidas em madeira maciça por um artesão.

Especialmente a cadeira em que Perez está sentado agora foi feita da árvore Triva do norte, famosa por sua dureza.

Mas agora estava esmagada como pão fresco nas mãos de Perez.

Lignite Luman engoliu saliva seca sem perceber.

— A Matriarca de Lombardi é uma coleira.

A única coleira que pode controlar uma besta chamada Perez.

Para ser honesto, Perez tinha uma personalidade que não podia ser chamada de agradável mesmo com boas palavras.

No entanto, ele foi domado por Florentia Lombardi.

Mas e se ela soltar a coleira?

Lignite fechou os olhos diante da terrível imaginação.

— Medidas.

Não foram as palavras que saíram da própria boca.

Lignite Luman abriu os olhos surpreso.

Perez estava se levantando lentamente de sua cadeira.

Os braços da cadeira, que foram completamente arrancados de seu corpo principal e perderam sua forma original, rolaram no chão.

— Devo pensar em um plano.

No auto-diálogo de Perez, que tomou uma decisão, o trio, incluindo Lignite, concordou fervorosamente.

Aconteça o que acontecer, este casamento deve acontecer.

Foi um momento em que os corações de todos se tornaram um após muito tempo.

Perez estava caminhando ao longo do caminho da floresta.

A floresta úmida e refrescante com orvalho da manhã continuava infinitamente.

— Onde estou?

Pelo que sabia, não havia uma vasta floresta no Palácio Imperial onde árvores antigas se erguiam como essa.

Era estranho.

Obviamente, ele estava deitado em seu quarto no Palácio Imperial.

E estava pensando em Tia até o momento em que adormeceu.

Perez continuou a pensar enquanto movia os passos.

Quanto tempo eu andei assim?

Uma luz foi vista ao longe.

Finalmente, ele encontrou o caminho para fora da floresta.

O passo de Perez acelerou.

Tudo que ele pensava era que precisava sair rapidamente dessa floresta e encontrar Tia.

Então ele não percebeu que estava sem fôlego.

Era algo que nunca poderia acontecer na vida real, já que era Perez quem ultrapassava os limites dos seres humanos.

— Ha.

Ele finalmente saiu da floresta.

O sol brilhava intensamente.

No entanto, contrariando sua determinação original, Perez ficou parado.

Foi por causa de algo que estava imponente no meio do amplo campo assim que a floresta terminou.

Uma árvore tão imensa que arruína o senso de perspectiva, você nem consegue imaginar até onde se estendem seus galhos.

— … uma árvore mundial?

Perez percebeu instintivamente que ninguém a tinha visto, e que tinha encontrado a árvore que existia apenas na história.

Sua mente ficou em branco.

Diante de um ser enorme, ele era apenas um ser humano.

Mas Perez não fugiu.

Em vez disso, moveu seus passos lentamente em direção à árvore mundial.

Uung-!

Quando o vento soprou de algum lugar, os galhos da árvore mundial tremeram e fizeram um som como o de um trovão.

Como se estivesse o avisando.

Mas isso não conseguiu deter os passos de Perez.

Pelo contrário, seus passos se tornaram mais rápidos e mais rápidos.

Ele estava certo.

Confiança de que a árvore mundial não o machucaria.

Depois de caminhar por tanto tempo, não foi até o momento em que sua respiração áspera saiu, ele finalmente chegou à frente da árvore mundial.

E ele foi dominado.

Diante do corpo da árvore mundial, assemelhando-se a um penhasco dividido áspero, e sob o verdor que se assemelhava a uma coroa sagrada.

Era como se tivesse voltado à infância.

O dia em que conheceu sua fada que parecia explodir de rir enquanto estava sentada naquele galho da árvore mundial na floresta que ele procurava para aliviar a dor de estômago.

Perez levantou lentamente a mão.

Uung-!

A árvore mundial tremeu mais uma vez como se estivesse advertindo.

Você pode se permitir?

Foi como se estivesse perguntando assim.

De repente, um sorriso tranquilo surgiu em seus lábios.

Ele estendeu a mão amplamente em direção à árvore mundial.

E finalmente, tocou.

— Gasp!

Ele sacudiu o corpo e se levantou.

Olhando ao redor, o familiar quarto do imperador chamou sua atenção.

— Suspiro.

Todo o seu corpo estava encharcado de suor. Perez levantou a mão e enxugou o rosto.

Sua respiração tocando a palma da mão estava tão áspera quanto em seu sonho.

Ele estava com sede.

Ele bebeu freneticamente a água colocada ao lado da cama.

E por um tempo, olhos vermelhos encararam sua palma.

Era a mesma mão que tocou a árvore mundial em seu sonho.

Quanto tempo passou?

— Ugh.

Perez soltou um suspiro baixo.

Seu estômago estava perturbado como nunca antes.

Será que a água que ele bebeu às pressas deu indigestão?

Exceto quando foi severamente envenenado, ele nunca teve nem um resfriado leve.

Havia algo na água?

Perez olhou para a água cristalina e transparente na garrafa ao lado da cama por um momento, depois puxou a corda ao lado da cama.

Era para chamar um médico.

Por um breve momento enquanto esperava que o servo entrasse no quarto, Perez murmurou baixinho, fechando os olhos tontos.

— Que diabos foi esse sonho?

— O Perez está vindo aqui?

— Sim, irmã. Chegou uma mensagem dizendo que vamos jantar juntos e passar a noite na mansão Lombardi hoje.

— Hmm, okay, entendi.

Eu concordei levemente.

Originalmente, hoje era um dia para passar a noite no Palácio Imperial.

Mas será que ele realmente quer vir até aqui?

Não era do feitio dele mudar o cronograma planejado, no entanto.

— Ele deve ter mudado de ideia de repente, né?

Para mim, foi algo bom, porque tive mais tempo para fazer os afazeres domésticos que estava adiando.

Eu passei isso tão levemente e alcancei o lanche ao meu lado.

— Será que o remédio da Estella está fazendo efeito agora?

Desde o momento em que acordei esta manhã, estava me sentindo muito bem.

Talvez porque tenha dormido bem, eu estava muito revigorada e cheia de energia.

E o mais surpreendente é que comecei a sentir fome.

Enquanto isso, o fato de eu ter bebido pouco da água por causa do enjoo matinal parecia uma mentira.

Há muito tempo que não me sentia satisfeita com o café da manhã e o almoço, e não foi o suficiente, então agora estava comendo lanches.

— É impressionante.

Será que o enjoo matinal já passou?

Assim que se tornou um hábito, inclinei a cabeça enquanto esfregava minha barriga.

— Que alívio.

Foi um período muito curto em comparação com outras mulheres grávidas, mas mesmo assim foi muito difícil.

Para ser honesta, estava preocupada se poderia continuar assim.

— Você já está preocupada com a sua mãe?

Eu ri alto com o comentário descuidado.

Que poder tem um bebê que mal passa de uma pequena geleia?

— Oh, é bom.

Havia muito tempo desde que me sentia confortável, e dessa vez foi como mel.

Enquanto trabalhava e comia os lanches um por um, o lado de fora da janela estava escurecendo.

Foi quando percebi isso de repente.

Toc, toc

Como se estivesse esperando, uma batida suave ecoou pelo escritório.

Ao mesmo tempo, um riso irresistível escapou.

Foi porque já tinha adivinhado quem era a pessoa do lado de fora da porta.

— Entre, Perez.

— Oi, Tia.

Oh, que bonito.

Olhando para Perez se aproximando com um sorriso, meu coração estava acelerado.

Meu noivo, ou meu marido em alguns dias, mas toda vez que o vejo, ele é realmente bonito.

— Mas o que é tudo isso?

Perez estava segurando algo nos braços.

— Eu trouxe alguns presentes para você.

— Presente?

Sentei-me no sofá do escritório enquanto Perez me guiava e recebia o que ele me dava um por um.

— Este é o arranjo de assentos finalizado para o casamento.

— Uau, você terminou isso sozinho?

Os nomes de todos os convidados estavam escritos no arranjo de assentos grande o suficiente para encher a mesa.

— Não tem um lugar sequer para eu mexer.

Era o layout que não pude concluir porque desmaiei alguns dias atrás.

Não sei sobre o que Caitlyn estava falando, mas o arranjo de assentos finalizado pelas mãos de Perez estava impecável.

— E eu resumi as agendas para os próximos meses.

Uma pasta grossa caiu sobre o arranjo de assentos.

— Você organizou tudo isso?

— Sim.

— Deve ter levado muito tempo.

— Qualquer coisa por você.

Perez respondeu com um sorriso que parecia desenhado.

— Que tocante. E isso.

Assim que coloquei a pasta de arquivo, uma pequena caixa foi colocada na minha frente.

— O que é isso?

— Abra.

Sem demora, desfiz o laço principal e abri a caixa.

— Chocolate… Cookies?

O que havia dentro da caixa era um cookie pesado recheado com grandes pedaços de chocolate.

Havia muito tempo, era a mesma coisa que compartilhamos no palácio das estrelas esfarrapado.

De jeito nenhum. Isso.

— Você mesmo fez, Perez?

— … sim.

O homem acenou levemente.

Mas por algum motivo, sua aparência não estava tão boa.

Ele parecia suar estranhamente.

— Você está bem?

Em vez de responder, Perez curvou os cantos dos lábios trêmulos e sorriu.

— Eu prometi antes. Que faria biscoitos para você… Ugh.

— Perez?

Fiquei surpresa e me aproximei dele.

No entanto, a aparência de Perez só piorava.

— Você está doente?

— Desculpe.

— Não, desculpa não é o problema.

Devo chamar a Estella?

Foi quando pensei nisso olhando para Perez, que mal conseguiu manter um sorriso no rosto ao ponto em que todos que o viam ficavam com pena.

— Não tenho me sentido bem desde de manhã… Ugh!

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥