Selecione o tipo de erro abaixo

Fiquei sem palavras por um momento.

Realmente, grossas gotas de lágrimas escorriam pelas bochechas de Perez.

Para ser honesta, fiquei muito surpresa.

Pensei que Perez ficaria surpreso ao descobrir que eu estava grávida, mas nunca imaginei que ele começaria a chorar do nada.

— Isso… por que está chorando?

Mesmo enquanto eu lutava para encontrar o que dizer, Perez continuava derramando lágrimas.

A única coisa que se movia no rosto, onde a expressão desaparecera como se tivesse endurecido, eram as lágrimas fluindo.

‘Deve ser algo muito complicado.’

Eu podia imaginar até certo ponto sem precisar dizer.

Diante desse Perez, tudo o que pude fazer foi enxugar as lágrimas que escorriam.

— Perez.

Ao chamá-lo, os olhos de Perez, cheios d’água, piscaram uma vez.

— Não vou dizer para você parar de chorar.

Enquanto isso, mais uma gota de lágrima escorreu e molhou meus dedos.

— Porque devem ser lágrimas de alegria. Certo?

Os longos cílios pretos de Perez tremeram mais uma vez.

— Ha.

Como se exalasse o fôlego que havia parado, Perez sorriu com um suspiro curto.

Então ele lentamente enterrou o rosto em meu colo.

— Você é realmente demais para mim, Tia.

Uma voz baixa murmurou e foi enterrada na barra do meu vestido.

— Eu, eu vou dar o meu melhor.

Quantas vezes você diz isso?

Uma risada escapou.

Disse suavemente, acariciando seus cabelos pretos e finos.

— Eu sei. Tenho certeza de que você vai.

— Você sabe? Como?

— Porque você é desse jeito.

Perez levantou a cabeça baixa e olhou para mim.

Os olhos ainda úmidos e desconhecidos também eram bonitos.

— Eu não sabia até agora, mas você é chorão.

Perez riu do meu tom brincalhão.

Seus ombros rígidos, que estavam tão tensos, também se soltaram.

Peguei a mão de Perez novamente, coloquei-a em minha barriga e perguntei, como se estivesse animada.

— Então, o que acha? Consegue sentir?

— … sim.

Eu conseguia sentir o movimento de seus dedos com calos duros através do tecido fino.

Era um toque muito cuidadoso.

— É muito pequeno, mas consigo sentir.

Os olhos afiados que disseram isso se fecharam em um formato fino.

— Muito corajoso, aqui está você.

Meu coração começou a bater novamente com o que Perez disse afetuosamente.

Foi porque eu já havia confirmado que estava grávida e, mesmo sofrendo de enjoo matinal, não havia percebido.

No entanto, quando Perez disse que sentia a energia da criança, senti um alívio por ter sido confirmado mais uma vez.

— Sim. Não sei de mais nada, mas se ela se parecer com você e comigo, será corajosa.

Perez não respondeu.

Ele ainda estava olhando para minha barriga.

Ele estava realmente surpreso.

Ver um cara que sempre foi visto com um rosto confiante, agora vendo algo tão estranho.

— Deve ser bem estranho, não é?

De alguma forma, houve uma mistura de risos e risadas.

— Na verdade, eu ainda sou assim. Mas vamos fazer o nosso melhor. Vamos ser bons pais para essa criança, Perez.

— Pai…

Perez murmurou em branco.

Como esperado, Perez nunca havia dito a palavra ‘pai’ em sua vida.

Foi triste vê-lo daquele jeito, mas também era fofo.

Segurei o braço dele, que ainda estava de joelhos, e o levantei.

— Até quando vai ficar assim? Sente-se aqui.

O corpo grande se moveu suavemente enquanto eu o conduzia.

Eu ia deixá-lo sentar ao meu lado e descansar, pois ele deve ter ficado muito surpreso.

Mas de repente, meu corpo foi erguido.

— Perez!

Quando Perez veio a si, ele me abraçou e me colocou em seu colo sem nenhum sinal de dificuldade.

Eventualmente, pude ficar cara a cara com Perez a apenas um braço de distância.

A luz vermelha do pôr do sol entrava pela janela grande.

Olhos profundos estavam me olhando.

Eu olhei para ele como se estivesse possuída e disse.

— Eu estou falando sério, quero que minha filha seja parecida com você.

— Comigo?

— Sim. Você é muito bonito.

Perez, que piscou com minhas palavras, balançou a cabeça com um pequeno sorriso.

— Eu quero que ela seja como você, Tia.

— Por quê?

— Se ela se parecer com você.

Perez disse afetuosamente, afastando minhas franjas que caíam.

— Porque você é a coisa mais bonita do mundo.

— O quê, de repente?

Eu lancei um olhar para Perez, que de repente disse coisas doces, mas não encontrei brincadeira em seu sorriso calmo.

Ele realmente pensa assim.

Meu estômago estava formigando e cheio.

Me aproximei lentamente, belisquei a orelha de Perez e o beijei.

— Você não precisa me seduzir assim. Já me apaixonei por você.

Em vez de responder, nossos lábios se encontraram e sorriram.

Perez se aprofundou como se estivesse esperando por isso.

O beijo se tornava cada vez mais intenso.

Era como se o ar compartilhado e a temperatura do corpo nos unissem ainda mais.

— Ha.

Depois de um longo beijo sem parar, encostamos nossas testas e respiramos fundo.

— Pheu— .

Então, de repente, eu comecei a rir.

— … por quê?

— Hmm. É tão engraçado. O que você quer dizer com Onda Azul?

— Por favor, esqueça isso.

O rosto de Perez ficou vermelho.

E Perez, que é tímido, eu sempre quero provocá-lo mais.

— O que você faria se eu realmente dissesse que não me casaria? E se meu amor por você esfriasse?

— Então…

O rosto de Perez ficou sério.

Eu podia ver vários pensamentos passando rapidamente por sua mente.

Parecia muito perturbador. Ele abriu a boca como se fosse dizer algo, mas fechou imediatamente.

Hmm, vamos provocá-lo um pouco mais.

Disse para mim mesma, meio escondendo meu sorriso travesso.

— Oh, isso é sério. Então, e se outro cara disser que gosta de mim?

Pensei que Perez ficaria muito perturbado de novo.

Mas desta vez, sua reação foi diferente.

Sua testa ligeiramente franzida foi alisada.

— Se essa pessoa gentil aparecer, certamente será…

Para onde foi a pessoa perturbada, deixando apenas Perez sorrindo ao puxar os cantos da boca.

Era um sorriso gélido, como se a temperatura ambiente tivesse caído vários graus.

— Não é bom para os cuidados pré-natais, então não vou te contar.

— S- sim, entendi.

Eu estava apenas tentando brincar. Me senti como se estivesse cutucando uma colmeia com um galho.

Perez, que sorria com um rosto estranho, enterrou o rosto em meus braços.

— Não se preocupe com isso, Tia. Porque isso nunca vai acontecer.

Perez disse, me abraçando mais forte.

Você está dizendo que isso não vai existir ou que você vai eliminar isso?

Eu queria fazer mais perguntas, mas decidi seguir em frente.

Porque ninguém pode se intrometer na relação entre mim e Perez.

Mesmo se for em um mundo completamente diferente. Pelo menos isso não vai acontecer nesta vida.

— Sim, sim.

Afaguei a parte de trás da cabeça de Perez como se estivesse acariciando um grande e bobo cachorro.

— Tia.

— Sim?

— Obrigado.

Que tipo de expressão Perez está fazendo agora?

Com esse pensamento em mente, também abracei Perez.

— Eu também.

Foi um pouco diferente do meu plano de dar a notícia em um lugar íntimo e romântico, mas talvez isso seja mais adequado para nós.

Não consegui parar de rir com a sensação de plenitude, onde tudo parecia perfeito.

— … ukh!

Até Perez vomitar de novo.

No final, Perez foi diagnosticado com ‘enjoo matinal de substituto’.

Fiquei muito constrangida porque nem sabia que isso existia, mas Perez era diferente.

Como se estivesse um pouco envergonhado, ele abriu os olhos bem abertos e falou imediatamente.

‘Estou feliz por haver pelo menos algo que posso fazer por você.’

Talvez eu tenha encontrado um homem como nenhum outro no mundo real.

Felizmente, o remédio que tomei para o enjoo matinal também era eficaz para Perez.

Já faz um tempo desde que tomei o remédio, então não preciso ficar amarela ou vomitar na frente da comida.

Pensei que era um alívio porque sabia o quão desesperador é o enjoo matinal.

No entanto.

‘Isso realmente será um alívio?’

Desviei meu olhar do copo d’água e olhei ao redor.

— A comida está especialmente deliciosa hoje.

— Sua Majestade, por que só come pão? Você não come carne.

— Oh, estou bem. Não estou me sentindo bem. Coma bastante, Lorde Gallahan.

Deveríamos apenas jantar juntos como planejado?

Um arrependimento tardio veio.

Naquele momento, uma voz familiar falou comigo do assento ao meu lado.

— Tia, no que está tão profundamente concentrada?

— Oh, vovô.

Movi minha mão ainda e cortei o bife.

— Não, eu estava apenas pensando em me preparar para o casamento.

— Você já experimentou todos os vestidos hoje?

Shananet, que estava a algumas cadeiras de distância, perguntou.

— Sim, é isso mesmo. Agora realmente acabou.

— Não consigo acreditar que minha filha está se casando.

Meu pai, que conversava com Perez, que estava sentado ao meu lado, disse com uma voz sombria.

— Sinto como se fosse ontem quando Tia nasceu e segurou-me pela primeira vez nos braços.

Naquele momento, eu e Perez trocamos olhares silenciosos.

Era a opinião de Perez jantar com minha família em vez de ter um encontro a sós hoje.

Para ser exata, era por causa do ditado ‘Não deveríamos contar a todos diretamente antes do casamento?’

Eu também concordei.

E apesar de hoje ser o momento certo até mesmo para Perez se reunir em um só lugar.

— Hmm.

Mesmo assim, estou nervosa para falar.

Perez segurou minha mão sem dizer uma palavra.

Sim, eu posso fazer isso.

— Hey, há algo que quero contar a todos.

Os olhares de todos se voltaram para mim.

Um avô de rosto gentil, um pai com lágrimas nos olhos ao recordar minha infância, uma Shananet sem expressão, mas amigável, e até mesmo gêmeos com rostos curiosos.

Engoli em seco e abri minha boca.

— Estou grávida.

Kkiik.

A faca que meu pai segurava arranhou o prato e soltou um grito agudo.

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥