Selecione o tipo de erro abaixo

Depois de tanto andar, Ken havia chegado ao lado de fora da mansão, encontrando um longo corredor aberto.

Mas desta vez, ele estava vestido com calças e uma camisola sem mangas

*Bang, bang.*

‘Hm?’

Atraído por barulhos de metal colidindo um com o outro, Ken olhou para sua esquerda, para além do corredor de onde estava.

Em um campo aberto, várias pessoas estavam brandindo suas espadas uns contra os outros, todos vestindo calças pretas e camisas sem mangas.

Era um campo de treinamento e todos estavam treinando. De um lado, Eliza brandia sua espada, chocando com a espada de Kim.

Eliza e Kim praticavam esgrima, mesmo quando estavam em seu mundo, ao contrário de Ken que praticava artes marciais, como o Kickboxing e o karatê.

Seus manuseios com a espada eram fluidos e harmoniosos.

Ken não conseguia tirar os olhos da Eliza, seus sentimentos por ela ainda pareciam estar cravadas no fundo da sua alma.

Depois de um tempo, eles relaxam o corpo parecendo terminar o treinamento. Foi quando Eliza percebeu a presença de Ken. 

Seus olhares se encontraram, mas, logo depois, ela desviou o olhar e começou a andar até as bancadas. Kim também notou a presença de Ken, mas logo seguiu a Eliza.

“Haa…”

Suspirando, Ken decidiu seguir seu caminho, mas ao invés de continuar a andar pelo corredor, ele desviou e andou até os muros da mansão.

Um muro que parecia ter em torno de 3 metros de altura. Ken então escalou o muro e pulou para o lado de fora.

Um lindo campo esverdeado o recebeu, as relvas verdes balançavam com o passar do vento, e não muito distante se encontrava uma vasta floresta.

Ken foi informado de antemão de que a parte inicial da floresta era segura, livre de monstros. Desde que não se aventurasse para as partes mais profundas, estaria seguro.

“Muito bem, vamos começar?”

Não se afastando muito da mansão, Ken começou a correr em volta da mansão. Depois de 10 voltas pela enorme e larga mansão, começou a fazer uma série de flexões, abdominais e agachamentos.

Depois de 5 horas de treinamento, Ken caiu exausto por baixo de uma macieira.

“Haa…haa…haa.”

Respirando pesadamente, Ken começou a recuperar as energias. O vento fresco soprava, balançando seu cabelo, e as folhas das macieiras o protegiam dos raios do sol.

‘Sim, este é o melhor lugar para treinar.’

Dentro da mansão era sufocante, as pessoas nem sequer conseguiam esconder seus olhares de desprezo sempre que olhavam pro Ken, e isto sempre acontecia quando estava longe de seus antigos amigos.

Estava claro que eles apenas o deixavam ficar por causa da existência dos discípulos-divinos, senão seu destino seria diferente.

“Haa…”

Depois de soltar um longo suspiro, Ken apoiou sua cabeça em suas mãos e fechou os olhos.

“Ufa, que cansaço….Uaaa.”

Depois de soltar um longo bocejo, Ken adormeceu.

§§§§

Tudo estava escuro, repleto de escuridão total, sem o respingo de uma única luz. Foi então que no meio da escuridão surgiu uma nuvem vermelha como sangue, transmitindo uma energia terrível.

“Aaaagh! Haa…haa….”

Foi quando Ken acordou abrutamente, levantando a parte superior do corpo do chão enquanto respirava com dificuldade.

“Ha…o que é que foi isso?”

Depois de acordar, Ken olhou pro céu. O sol já tinha se posto revelando o seu noturno, mas, ao invés de uma lua, três luas estavam brilhando alto no céu.

Uma lua azul, seguida por uma vermelha e uma roxa. Uma maior que a outra, com a cor roxa sendo a maior de todas.

Ken não se surpreendeu muito, porque já fazia dias desde que foi invocado para este mundo e já havia apreciado muito as luas.

Mas, mesmo assim, teriam que levar pelo menos meses ou anos para conseguir se acostumar com esta fantástica vista.

Diz-se que estas três luas são responsáveis por proteger o mundo dos demônios da grande guerra do milênio, que elas têm o poder de afastar o mal do mundo.

Se é verdade ou não, não tinha como saber.

“Mas…esta coisa que estou sentindo.”

Mas agora, ele não conseguiu apreciar as luas, era por causa da energia sinistra que estava sentindo. Uma sensação estranha estava tomando o corpo de Ken, uma aura sinistra estava corroendo seus nervos.

“Será mana?”

Pensou Ken.

Por causa da falta do núcleo de mana no corpo, não tinha como saber se era mesmo mana ou outra coisa, mas estava certo de que estava sentindo uma coisa nunca antes sentida.

Mas Ken podia sentir, que esta energia sinistra vinha da floresta

 Ele queria contar para alguém, mas certamente as pessoas não o levariam a sério.

“Sim!, é um absurdo, portanto eu mesmo irei investigar.”

Depois de se levantar e sacudir a poeira que se acumulou no corpo Hesitantemente, Ken começou a se aproximar da floresta.

O próprio príncipe falou que a floresta era segura, então o que poderia correr mal, não é mesmo?

§§§§

Depois de muitos minutos, quase meia hora, Ken ainda continuava a andar. A floresta estava escuro como breu.

Não era muito difícil andar pela floresta, a terra não era tão lamacenta, mas as pedras encontradas no caminho dificultavam a caminhada.

Mas o maior problema realmente era a escuridão, que dificultava enxergar o que estava à sua frente. Ele queria desistir algumas vezes, mas a energia que sentia o obrigava a continuar, como se estivesse possuído.

Ken franziu a testa em desgosto.

Isto porque a energia sinistra que estava sentindo ficou ainda mais forte, sempre que dava um passo a mais, a energia se fortificava.

Depois de um tempo, não muito tempo, ele viu uma luz vermelha brilhando entre algumas árvores, iluminando a floresta escura.

“Com certeza deve ser aquilo…certo!”

Depois de hesitar um pouco, Ken ganhou coragem e continuou.

Chegando no local, Ken se esgueirou através de algumas árvores que escondiam a luz, e foi então que viu.

“!?”

Os olhos de Ken se arregalaram de surpresa.

Uma enorme nuvem vermelha como sangue, em forma de círculo, estava flutuando metros acima de uma pequena colina. Ela estava rodeada por raios que soltavam um estrondo silencioso, e no interior havia um espaço distorcido.

“Isto…poderia ser um portal do submundo?”

Sim, o que estava a frente de Ken era um portal do submundo, um portal que liga a dimensão demoníaca com a dimensão humana.

Uma nação inteira entraria em pânico se um portal do submundo aparecesse de repente em seu território.

E este portal estava bem na frente de Ken. 

Para selar um portal do submundo seriam necessários pelo menos 10 magos de alto nível.

Ken continuou a olhar para o portal incrédulo, especialmente pro espaço distorcido, onde ele de repente viu um par de luzes vermelhas olhando para ele.

A espinha de Ken tremeu.

“Que merda! Tenho que ir rápido contar aos outros…”

Mas antes que ele tivesse a chance de ir embora, seu corpo de repente enrijeceu e não conseguia se mover.

“O que?…Não consigo…”

Não havia nada o segurando, mas estranhamente seu corpo não o obedecia.

Ken olhou para trás observando novamente o portal. Nesta hora, seus olhos de repente perderam o foco, então lentamente ele começou a se aproximar do portal.

O emblema presente na palma da sua mão começou a emitir uma luz dourada, seus olhos desfocados, antes pretos, começaram a ganhar uma cor vermelha como sangue, brilhando intensamente.

Depois de estar a menos de 5 metros de distância do portal, Ken estendeu sua mão na direção do portal e começou a falar.

Sua voz ganhou um tom mais agudo, como se dois seres estivessem dentro dele.

Vocês não pertencem a este mundo! desapareçam invasores do submundo e volte pro vosso domínio. Selar!

No momento seguinte, um círculo mágico de cor vermelha surgiu flutuando em frente do portal, o círculo mágico começou a girar e magicamente começou a absorver o portal do submundo como se fosse um aspirador.

Depois que todo o portal foi sugado para dentro do círculo, Ken fechou as mãos com força, o círculo mágico logo em seguida se partiu em vários pedaços como cacos de vidro.

Certo…o quê?”

Foi quando Ken recuperou a consciência do nada. Seus olhos que perderam o foco voltaram a ter a luz de vida, e a cor vermelha desapareceu, voltando a sua cor natural.

“O que eu…acabei de fazer? Havia um portal bem na minha frente! Mas logo depois eu a fiz desaparecer!”

Embora tenha perdido a consciência, Ken se lembrava de tudo que havia ocorrido. Eles simplesmente agiu conforme sua mente mandou, como se do nada um interruptor tivesse sido ligado na sua cabeça.

Mas uma coisa era certa, ele não podia continuar naquele lugar.

“Tenho que contar aos outros!”

Com isto em mente, ele estava se preparando para sair. Quando de repente, entre as árvores do seu lado direito, uma enorme criatura o espreitava. 

Ken arregalou os olhos de terror.

Ele tinha um formato humanóide, seu corpo era grande, enorme e musculoso. Mas por causa da escuridão da floresta, não era possível ver sua silhueta completa.

Naquela hora, seus instintos falaram primeiro e então começou a correr.

Olá, eu sou o Melqui-Zedequi!

Olá, eu sou o Melqui-Zedequi!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥