Selecione o tipo de erro abaixo

— O que você acabou de dizer?

Ao notar o tom áspero de sua voz e seus olhos vermelhos irritados, franzi a testa.

— Não sei por que está bravo, mas você foi o primeiro a agir de forma inadequada.

Logo depois que falei, ele soltou um comentário severo.

— Fale comigo com respeito imediatamente.

“Ahh. Por que diabos estou tentando ter uma briga desnecessária neste momento, quando estou tão cansada?”

Estava ficando cada vez mais sonolenta, mas mantive minha compostura e falei,

— Desculpe, foi você quem falou comigo casualmente primeiro.

Eu estava tentando repreendê-lo, mas estava tão exausta que um bocejo escapou, cortando minhas próprias palavras. Senti tanta vergonha que a sonolência anterior desapareceu momentaneamente.

“Ah, acabei de mostrar algo embaraçoso.”

— O que você está fazendo?

Ouvi a voz firme do homem que finalmente abaixou sua espada.

Céus, sei que acabei de te mostrar algo desagradável, mas não precisa me olhar assim. Sabia que ele teria outro ataque se eu voltasse a falar informalmente com ele, então o tratei como um mestre de jardim de infância que acalma uma criança chorona.

— Estou exausta, mas nem consigo dormir por sua causa. Não acha que é hora de voltar para sua própria casa?

Ele me encarou por um momento, me fazendo pensar que ia começar a me dar o tratamento silencioso novamente.

— Não tenho tal coisa.

Pisquei surpresa com suas palavras. Judgando pela sua expressão, ele poderia facilmente passar por um príncipe de algum país estrangeiro.

“Mas, de novo, seria demais dizer que ele é um nobre.”

Os aristocratas eram muito conscientes de sua aparência e de como eram vistos, até tinham roupas separadas para sair. Nunca sairiam de casa com algo que não fosse especificamente designado para uso externo.

O homem à minha frente vestia apenas uma simples camisa branca e calças pretas. Em vez da espada Claymore, ele agora tinha uma espada longa, mas a arma simples o fazia parecer mais um espadachim errante ou um mercenário do que um cavaleiro ou nobre.

“Também estava usando um manto longo com capuz da última vez.”

Com base nas roupas que ele usava então e agora, ele é…

— Então, você tem andado por aí?

Ele pareceu irritado com minha pergunta, mas acenou com a cabeça de qualquer maneira.

“Eu sabia, ele definitivamente é um mercenário ou um espadachim errante.”

Costumavam ficar em estalagens locais, mas ao ver que ele se vestia mal e não tinha outras posses… Deve não ter podido pagar e foi expulso.

“Deve ter vindo procurar meu pai porque não tinha para onde ir. Mas, por que tinha que ser hoje…?”

Agora que penso nisso, quando ele veio como convidado da última vez, não houve aviso prévio nem saudação. Ele veio e foi embora silenciosamente. Era muito provável que não fosse um convidado oficial.

“Isso explicaria por que ele não entrou pela porta da frente e se esgueirou até meu quarto.”

Suspirei enquanto amaldiçoava meu pai por estar ausente em um momento como esse.

“Bem, não há como evitar.”

Embora eu não fosse a pessoa mais gentil, também não era cruel o suficiente para expulsar alguém que não tinha para onde ir. Tendo vivido em um dormitório compartilhado em minha vida passada, olhei para ele com pena. Sabia o quão triste era não ter um lar.

— Se não tiver para onde ir, pode ficar aqui no meu quarto por enquanto.

— O que?

Ver seus olhos se arregalarem de surpresa me fez sentir um pouco orgulhosa.

— Não precisa me agradecer. Se você tiver sucesso no futuro, pode me reembolsar.

Vi que ele continuava me encarando com o que parecia ser confusão em seus olhos. Bem, ele provavelmente estava grato, é claro que deveria estar. Não mostro tanta bondade a qualquer um.

— Então, vou para a cama agora. Você pode se acomodar e dormir sozinho, tudo bem?

Justo quando eu estava prestes a me acomodar na minha cama, senti uma brisa fria vindo das janelas abertas.

— Você poderia fechar as janelas, por favor?

— Por que deveria?

Em vez de fazer o que pedi, ele respondeu com um ar de arrogância enquanto me olhava de braços cruzados.

“Meu pai não ensinou boas maneiras ao seu aprendiz?”

Levantei da cama, resmungando comigo mesma, quando percebi que a roupa que ele usava era bastante fina.

“Ah, é irritante… mas acho que não tenho escolha.”

Depois de fechar as janelas, peguei um cobertor e lhe entreguei.

— Estamos em uma transição entre as estações, então as mudanças de temperatura são difíceis. Fica bem frio à noite.

Estava tentando cuidar dele, mas em vez de pegar o cobertor com gratidão, ele continuou com os braços cruzados sobre o peito enquanto me olhava sem entender.

“Ah, sério. Você deveria ser capaz de lidar com esse tipo de coisa sozinho…”

Tendo que cuidar de cada pequena coisa por ele, parecia que eu tinha trazido um cachorro ou um gato de rua em vez de um ser humano. Queria dizer algo, mas não tinha energia para começar qualquer tipo de briga, então decidi colocar o cobertor sobre seu ombro.

Podia sentir seus olhos carmesim perfurando minha cabeça, questionando o que eu estava fazendo, mas eu estava no meu limite.

— Boa noite.

Caí na minha cama, sucumbindo rapidamente ao sono.


“Você realmente adormeceu.”

Max franziu a testa, olhando para a mulher que dormia profundamente em sua cama.

“Pensar que haveria uma mulher que pudesse agir tão descuidadamente assim.”

Ele tinha encontrado muitas pessoas até agora, mas suas reaçõessempre foram as mesmas. Ou tremiam de medo ou tentavam reprimir o medo e acalmá-lo. Embora houvesse uma coisa que todos tinham em comum: todos tinham medo dele.

No entanto, isso não parecia se aplicar à mulher diante dele.

— Ei, você não pode me ouvir?

Quando se conheceram e até agora, ela não parecia nervosa de jeito nenhum. Em vez disso, estava bastante relaxada e até conseguiu adormecer na frente dele assim. Isso o intrigou. Nem mesmo seu mestre forte tinha mostrado um lado tão vulnerável antes de Max.

“Irritante.”

Era irritante que ela se sentisse tão ingenuamente à vontade. Era irritante que ela tivesse falado com ele tão descaradamente com tanta indiferença.

Sua primeira prioridade era se livrar dessa coisa irritante.

Max franzia o cenho e alcançava o pescoço da mulher, mas parava na boca, passando inconscientemente o dedo pelos lábios dela. Ele notou a suavidade que sentia na ponta do dedo enquanto a mulher continuava profundamente adormecida e imóvel.

“Como você pode ser tão descuidada?”

Ao perceber um fio de cabelo solto em seus lábios, ele afastava a mecha enquanto franzia o cenho.

“Me irritando assim, me fazendo sentir cansado…”

Reconhecendo seu estado atual, que era diferente do normal, Max franziu o cenho.

“Me sinto cansado?”

Desde que começou a viver no campo de batalha e testemunhou inúmeras mortes, Max nunca tinha sido capaz de relaxar completamente, mesmo quando deveria estar descansando.

Piscando lentamente, ele tentou recuperar o estado de alerta, mas a fadiga que sentia pela primeira vez em muito tempo tomou conta completamente de sua mente e corpo.

“Não posso ser assim aqui…”

Sua ideia original de observar a mulher, assim como a ideia de voltar para casa, começaram a desaparecer. Ele tentou lutar, mas finalmente admitiu a derrota.

“Um pouco… vou descansar um pouco.”

Depois de apagar a vela, Max encontrou um lugar ao lado da cama e se deitou no chão. Fechando os olhos lentamente, foi a primeira vez que se sentiu tranquilo e à vontade desde que sua mãe faleceu. A sensação de calor que envolvia seu corpo o embalou até que ele adormeceu.


Um dragão feroz apareceu, destruindo tudo em seu caminho.

Originalmente, os dragões estavam associados a desastres naturais, então, independentemente de ele tentar fugir ou construir uma barreira, ainda estaria em perigo.

Por isso, escolhi me esconder tranquilamente em minha casa. Infelizmente, o dragão havia entrado em meu esconderijo e, quando me encontrou, correu na minha direção com a boca aberta. Naquele momento, no entanto, meu pai apareceu e enfrentou o dragão.

— Como ousa tentar perseguir minha filha? Não vou deixar você escapar!

Obviamente, era apenas um sonho ridículo, mas quando finalmente abri os olhos, me encontrei em um bom humor.

“Pensar que sonharia com um dragão, de todas as coisas.”

Dos sonhos auspiciosos que alguém poderia ter, dizem que sonhar com um dragão é o mais sortudo. Tinha a sensação de que tudo daria certo hoje.

Isso foi até eu ver a figura de um homem dormindo no chão ao lado da minha cama.

“Por que ele está dormindo lá? Queria minha cama?”

Deixando escapar um pequeno suspiro, me vi observando seu rosto sem nem perceber. Quando seus olhos estavam abertos, ele parecia perigoso, mas olhando agora com os olhos fechados, parecia bastante gentil.

“Apesar de sua má personalidade, não posso negar o fato de que ele é bastante bonito.”

Se alguém o visse em meu quarto, até poderia suspeitar que eu, a malvada Lady Floyen, o tivesse sequestrado. Se eu fosse completamente honesta, este homem definitivamente era mais bonito que Mikhail.

Ah, mas definitivamente não estava feliz com esta situação atual.

“Eu gostaria que ele se apressasse e fosse embora antes que alguém o visse e tivesse um mal-entendido…”

As criadas nunca entravam no meu quarto sem minha permissão, mas nunca se sabe o que poderia acontecer. Levantei-me para fechar a porta, apenas por precaução, e depois tentei acordá-lo, alcançando para dar-lhe um cutucão no ombro.

— Desculpe…

De repente, me vi empurrada para trás, caindo de costas com um som surdo. Foi um alívio que o chão estivesse forrado, caso contrário, não teria certeza se minhas costas ficariam bem.

— O que você pensa que está fazendo?


Soltando as palavras da minha boca, o aprendiz do meu pai me segurou debaixo dele, olhando para mim com aqueles olhos ferozes dele.

Não conseguia lembrar da última vez em que se sentira tão caloroso e confortável. Era até o ponto em que nunca quis acordar, mas alguém estava tentando romper a paz que havia encontrado.

Ele captou o calor de alguém se aproximando, enviando arrepios pela sua espinha. Como resultado de lutar em inúmeras batalhas, seu corpo se tornara extremamente sensível à presença dos outros e reagiu imediatamente.

Antes mesmo de ter acordado completamente, Max empurrou o ombro do agressor justo antes que pudessem tocá-lo, jogando-os no chão. Depois de imobilizá-los, alcançou instintivamente o pescoço fino.

Então, um par de olhos azuis apareceram.

Ele só conhecia uma mulher com olhos que pareciam violetas flutuando em um lago transparente e tranquilo.

“Ahn, certo.”

Conforme sua racionalidade voltava gradualmente, ele percebia o tipo de situação em que estava atualmente.

“Devo estar fora de mim.”

Ele só pretendia descansar um momento antes de partir, mas parecia que tinha adormecido completamente. Embora tentasse esconder a confusão que tomou conta de seu corpo, o dano já estava feito e as consequências foram significativas.

“Não posso acreditar que baixei minha guarda diante desse tipo de mulher, mostrando meu lado vulnerável assim.”

Repreendendo a si mesmo, piscava lentamente antes de perceber que Juvelian o observava distraída. Ele franzia o cenho.

“Ela não parece perturbada nem um pouco.”

Quase tinha morrido, mas essa mulher não demonstrava nenhum sinal de medo.

— O que você pensa que está fazendo?

Ele perguntou sem esconder a irritação em sua voz, mas a visão dela sorrindo em resposta o cativava completamente.

Olhos de formato fino, bochechas coradas e lábios vermelhos que revelavam dentes brancos atrás deles quando ela sorria. O rosto da mulher que sorria alegremente diante dele era tão bonito quanto uma flor. Ele tentava desviar o olhar, mas sentia como se uma força oculta o dominasse, puxando seus olhos na direção dela.

Atordoado, Max só conseguia olhá-la distraído.

image host
Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥