Selecione o tipo de erro abaixo

Tirei várias conclusões diferentes, mas não pude evitar ter um pressentimento. Por exemplo, algo terrível poderia acontecer, como meu pai me instigar a ir a um encontro às cegas com o Príncipe Herdeiro depois de ver como eu estava patética, sem sequer ter um par para a festa.

“Ah, encontrar uma maneira de sobreviver é realmente difícil.”

Suspirando interiormente, alcancei minha xícara para saciar minha leve sede.

— O chá ainda está quente.

Diante do comentário repentino de meu pai, engoli uma risada falsa depois de tocar levemente a xícara de chá nos lábios. Quase parecia que ele sabia que eu não poderia beber chá se estivesse quente e havia parado por essa razão.

“Mas não há como essa ter sido sua intenção real.”

Enquanto não soubesse quais eram suas verdadeiras intenções, seria melhor ter cuidado. Afinal, se eu fizer algo errado, minha vida acabará.

“Os rumores, a proposta de casamento… há muito com que se preocupar.”

Com a festa a apenas uma semana de distância, não tive tempo para me preocupar com essas coisas.

“Pensemos nisso com calma.”

Encarei a xícara de chá fumegante antes de levá-la aos lábios, bebendo com cuidado para não queimar a língua.


Embora tivesse percorrido todo o caminho até a casa de seu mentor, a repentina aparição dele o fez Max recuar e observar de longe.

“Geralmente, ele nunca está em casa…”

Seu olhar inconscientemente se moveu em direção ao quarto da mulher.

“Está no quarto?”

Ele tentou ver se podia sentir a presença de alguém, mas não encontrou nenhuma vindo de seu quarto.

“Para onde ela foi?”

A ausência da mulher, que costumava estar sempre em seu quarto, era bastante desconhecida e o irritava.

“Ela está no escritório?”

Max franzia o cenho sem perceber enquanto tentava adivinhar para onde a mulher poderia ter ido.

“Não me diga… ela foi procurar outra pessoa para ser seu par?”

No momento em que a sensação de repulsa o dominou, Max apertou os dentes diante da estranha sensação de déjà vu. Ele se sentiu estranho novamente, como da última vez.

“Não é da minha conta se esse tipo de mulher está procurando um parceiro ou não.”

Embora pensasse em sair, Max não conseguiu desviar o olhar do quarto do terceiro andar…

Como se estivesse esperando alguém voltar para o quarto.


— Pai, vou subir agora.

Meu pai assentiu com a cabeça.

— Saio em breve.

Eu estava confusa.

Sempre fui alguém que saía sem dizer uma palavra, então de repente me dizer que estava saindo… eu não conseguia entender. Mas em vez de tentar entender as intenções de meu pai, seria melhor para mim aproveitar essa oportunidade para pensar em como resolver meu problema atual.

— Ah, sim. Tenha uma boa viagem.

Quando me levantei para sair, meu pai continuou.

— Há algo que definitivamente preciso lidar.

“Entendi. Mas… mesmo que eu não pergunte?”

Se eu tivesse que ser honesta, era assim que queria responder, mas enquanto meu pai quisesse que alguém ouvisse o que ele tinha a dizer, eu, sendo a mais fraca, não tinha escolha a não ser ouvir e responder positivamente.

— Algo que você precisa lidar?

Respondi mecanicamente.

— Sim, tenho que terminar algumas advertências.

Disse meu pai, assentindo com a cabeça.

Não sabia o que estava acontecendo, tudo que sabia era que quem recebesse uma advertência de meu pai provavelmente não conseguiria dormir esta noite.

“Pobre alma.”

Enquanto dava minhas condolências internas à alma infeliz, meu pai olhou para mim com ternura e acrescentou.

— Estarei de volta antes do jantar.

Francamente, se ele estivesse fora o dia todo, não, mesmo que fosse por vários dias, não me importaria. Mas se eu mostrasse uma atitude tão descarada, poderia acabar em seu lado ruim e ser obrigada a me casar.

— Sim, estarei esperando então.

Depois de dar uma resposta que realmente não queria dizer, meu pai me olhou com um olhar severo por um momento antes de assentir com a cabeça mais uma vez.

— Está bem.

Sua mudança de atitude repentina pareceu estranha. Refleti sobre isso por um momento, mas soltei uma risada silenciosa assim que percebi de onde provavelmente vinha.

“Ah, disse que ia dar uma advertência… deve ter me mencionado para servir de exemplo do que poderia me fazer se eu não o ouvisse.”

Senti uma dor no peito, mas fiz um esforço para sufocá-la e segui para meu quarto.

Assim que entrei no quarto, Marilyn se aproximou de mim.

— Minha Senhora, chegou uma carta da Lady Arlo.

“Hm, parece que ela enviou outra.”

Parecia que Rose estava se divertindo escrevendo cartas ultimamente, já que continuava me enviando cartas apesar do meu comentário de que nos veríamos na festa.

“Sobre o que ela escreveu desta vez?”

Soltei um suspiro enquanto abria a carta de Rose, meus olhos se arregalaram depois de escaneá-la brevemente.

“Isto é…?”

Surpreendentemente, a carta continha detalhes do boato.

[Senhora Floyen,

Você está bem?

Ouvi alguns rumores absurdos e pensei que deveria saber. Para ser franca, está circulando o boato de que você tem um amante a quem recentemente comprou um par de botões de diamantes azuis para as mangas.]

Assim que soube os detalhes do boato, minha cabeça ficou entorpecida quando percebi duas coisas simultaneamente. Primeiro, lembrei que ainda precisava dar a meu pai o pingente e os botões de punho. Em segundo lugar, consegui identificar a fonte do boato.

Os únicos que sabiam das algemas eram os cavalheiros que me seguiram naquele dia, o comerciante e o que encontrei quando estava comprando os botões de punho: Rydian Doyle.

Os cavalheiros serviam à nossa família e sabiam que eu estava reclusa em casa esses dias, então não havia como eles terem iniciado o falso boato. Quanto ao comerciante, ele saberia que, se espalhasse esse boato e fosse pego, sua cabeça estaria em jogo, então ele também não teria feito um comentário tão descuidado.

Bem, para ser honesta, a resposta era óbvia.

“Rydian, esse cara… tudo o que ele viu foi um item e está espalhando mentiras?”

Dizem que ele tende a morder qualquer coisa, mas pensar que eu seria mordida por essa notória serpente venenosa naquela época.

“Olhando agora, embora o Lorde Rowain tenha dado várias desculpas, parece que a razão pela qual ele encontrou um par foi por causa desses boatos… estou certa de que o resultado será o mesmo para o Sir Boromir e o Lorde Crocus.”

Agora, a única opção restante era encontrar um par que não fosse facilmente influenciada pelos boatos, além de evitar que meu pai mencionasse as conversas sobre a proposta de casamento.

“O problema é: onde posso encontrar alguém assim…”

Perdida em meus pensamentos, fui surpreendida por um repentino “toc-toc” na janela.

“O que foi isso?”

Virando a cabeça, olhei pela janela da sacada. O rosto claramente atraente parecia familiar. Ele estava me olhando e apontando para a fechadura.

“Oh, não esperava que o aprendiz do meu pai aparecesse de novo.”

Pensei que a nota que ele deixou com sua caligrafia descuidada fossem apenas palavras vazias, não pensei que seriam sinceras.

“Ir e vir como bem entender…”

Abri o trinco com um suspiro, permitindo que ele abrisse a janela e entrasse no quarto.

“Ainda é tão bonito como semp… não, não é hora para esses pensamentos.”

Assim que o vi, lembrei-me de um dos muitos problemas que estavam me dando dor de cabeça: os boatos.

“Bem, não é culpa dele… mas não seria bom se envolver comigo.”

Se ele continuasse entrando e saindo do meu quarto dessa maneira, alguém poderia vê-lo e alimentar mais os boatos. Decidi dizer a ele para não vir por um tempo.

— Eh, então…

Mas antes que eu pudesse dizer isso, ele me olhou e falou.

— Onde você estava agora?

Franzi levemente o cenho.

“Fiquei sem palavras.”

Esta foi a primeira vez que nos vimos em muito tempo e isso é o que ele tem a dizer primeiro. Não pude deixar de ficar desconcertada.

Ele perguntou novamente.

— Perguntei para onde você tinha ido.

Em vez disso, eu queria fazer essa pergunta.

“Para onde você foi e por que voltou repentinamente sem aviso prévio?”

Mas minha cabeça já estava cheia de pensamentos complicados, então não queria brigar com uma pessoa tão imatura.

— Eu estava lá embaixo.

Sua testa, que estava tensa, relaxou assim que falei.

— Entendi.

Um leve sorriso permaneceu em seu rosto enquanto respondia. Como pessoa comum, era impossível para mim entender a mudança de humor repentina.

“Normalmente, eu ouviria, mas agora tenho meus próprios problemas para lidar.”

— Desculpe, meu pai ainda está em casa, então…

Estava prestes a passar para ele, mas ele me interrompeu.

— Não, eu sei. Ele acabou de sair.

“Então, por que você está aqui se meu pai nem está em casa? De jeito nenhum… você foi expulso de novo?”

Já tinha problemas suficientes para me preocupar, mas agora que outro problema foi adicionado, minha dor de cabeça só piorou.

— Por que você está suspirando?

Perguntou, franzindo o cenho.

Não pude negar que ele tinha crescido em mim e que sentia uma leve sensação de proximidade devido ao tempo que passamos juntos, mas ainda assim não podia contar a ele sobre minha situação complicada.

Optei por ser vaga sobre isso e o disse de forma indireta.

— Não é nada, apenas algumas coisas estão me causando problemas.

— Por quê? Tem algo errado?

— Não, não é grande coisa…

Tentei deixar de lado, mas ele me interrompeu novamente.

— Me diga, não vou contar a ninguém.

Ao ver seus olhos vermelhos penetrantes me encarando, lembrei-me do momento em que falei sobre meu pai para ele.

“Vou me sentir melhor se contar como da última vez?”

— Primeiro, me prometa que nunca vai contar para o meu pai.

Eu disse.

Ele assentiu suavemente com a cabeça.

— Está bem, prometo.

— Se você quebrar sua promessa, jura me dar cem barras de ouro?

Perguntei, decidindo provocá-lo quando percebi que ele estava sendo mais obediente do que o habitual, mas ele acabou franzindo a testa.

— Para de fingir e me conta, não vou contar a ninguém.

Não pude negar que ainda estava preocupada, mas sua voz firme, olhos determinados e as lembranças dos poucos dias que passamos juntos me fizeram confiar um pouco nele.

“Bem, mesmo se ele me entregar e me pegarem, provavelmente não vou receber mais do que uma repreensão.”

Já tinha decidido confiar nele, mas parecia que ele pensou que eu não contaria e acrescentou.

— Se eu falar algo por engano, te darei toda a minha fortuna, então vá em frente e me conte.

Soltei uma risada com o comentário, que saiu bastante sério.

“Como alguém que nem sequer tem uma casa pode arriscar toda a sua fortuna?”

Estava um pouco irritada até agora, mas pude rir graças a ele. Talvez ele estivesse envergonhado com meu repentino riso, já que seu rosto ficou levemente vermelho.

— Por que está rindo?

“Hm, ele provavelmente ficaria bravo se eu continuasse rindo, não é?”

Pensando assim, fiz um esforço para reprimir meu riso.

— Tudo bem, tudo bem. Se meu pai descobrir, então vou pegar tudo o que você tem.

— Sim, agora me conte logo.

Ao contrário do antes, seu tom agora estava mais afiado, o que não me agradou, mas não diminuiu sua confiabilidade. Decidi arriscar lentamente.

— A verdade é…

Picture of Olá, eu sou o Babi.Bia!

Olá, eu sou o Babi.Bia!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥