Selecione o tipo de erro abaixo


Tradutor: MrRody 』 『 Revisor: SMCarvalho 』

Um silêncio estranho se instalou. Seria educado perguntar por que eu tinha gritado do nada, mas o Sr. Dragão apenas ficou em silêncio, com uma expressão impenetrável, após o meu grito.

“Puxa, isso está me deixando constrangido.”

Quando o silêncio começou a ficar desconfortável, o Sr. Dragão de cabelos castanhos desativou seu Medo Dracônico e perguntou: — …Por que você gritou do nada? — Era difícil ler seus olhos reptilianos, mas isso parecia pura curiosidade. Então, esse homem podia ficar curioso.

— Eu só senti vontade de fazer isso — respondi sem hesitação. — Por que, há algum problema? — Quando eu estava muito atordoado para dar uma explicação detalhada, este era meu código de trapaça bárbaro que eu podia aplicar a qualquer coisa.

O Sr. Dragão pareceu perdido em pensamentos por um momento antes de sorrir. — Não, não há problema. Os bárbaros são tão interessantes quanto ouvi falar. — Sua voz era imponente e digna. Logo, ele acenou com a mão no ar.

Shhhhhh!

Uma rajada de vento soprou e a névoa desapareceu. A cena além da névoa era bastante diferente do que eu esperava. Não havia ninguém lá. Pensei que estaria cheio de draconatos por causa de todos aqueles olhos brilhantes que vi.

Quando olhei para ele em busca de uma explicação, ele desviou o olhar envergonhado. — Saiba que eu fui contra essa infantilidade.

— Contra o quê?

— Ah, aparentemente, negociar é mais fácil depois de esmagar o espírito do oponente? Ou assim dizem.

Simplificando, os olhos brilhantes eram todos uma ilusão. Para ser honesto, se eu tivesse pensado calmamente, poderia ter notado isso antes. Não só eu havia enfatizado a necessidade de confidencialidade para Krovitz, mas os draconatos eram uma raça com uma população extremamente pequena. Logicamente, não havia como dezenas deles se reunirem em um lugar só para me provocar.

— De qualquer forma, sinto muito por isso. Tsk, não sei o que estamos fazendo, tentando economizar alguns centavos. Eu disse a eles que não podemos esquecer nosso dever e tratar nosso benfeitor assim. — Sua voz ainda era imponente, mas a maneira como ele falava e a atmosfera ao seu redor eram visivelmente mais leves do que antes. Aquilo foi tudo um ato, e este era seu verdadeiro eu? Se fosse o caso, achei que poderíamos nos entender. Ainda assim, eu não podia baixar a guarda. Isso também podia ser uma atuação.

— Primeiro, deixe-me confirmar. Eu sou Bjorn, filho de Yandel. Você é o chefe da tribo dos draconatos?

— Chefe… Em sua cultura, isso seria preciso, embora não tenha se passado tanto tempo desde que assumi a posição.

— Não passou? — Inclinei a cabeça involuntariamente. Ouvi dizer que fazia mais de trinta anos desde que o Matador de Dragões matou o draconato ancião e recebeu uma maldição.

— O tempo significa coisas diferentes para pessoas diferentes.

Ah, certo. Os draconatos tinham uma longa expectativa de vida no jogo. Não era uma informação crítica, então eu tinha esquecido disso por um momento. De qualquer forma, isso não era importante, então eu deveria ir direto ao ponto.

— Chefe.

— Sinta-se à vontade para me chamar de Pirsearaidomius. — Era possível dizer isso de forma tão fácil? Enquanto eu ponderava sobre como deveria reagir a isso, o Sr. Dragão riu e me deu outro nome. — Isso foi uma brincadeira. Apenas me chame de Lapir. É meu segundo nome para uso público.”

Para referência, o segundo nome era uma cultura única dos draconatos. Como seus nomes verdadeiros eram muito longos, eles precisavam de um segundo nome para tornar a vida na cidade mais conveniente. O verdadeiro nome de Regal Vagos também seria muito mais longo.

“Puxa, no fim, estou aliviado.”

Soltei um suspiro silencioso de alívio. Esta era uma reunião oficial, e se ele tivesse solicitado que eu o chamasse pelo nome verdadeiro e longo, teria sido um incômodo. — Então, Lapir. Se meu nome for muito longo, você pode me chamar de Yandel, ou Bjorn… o que for mais fácil de pronunciar.

— Prefiro Yandel. — De qualquer forma, as apresentações terminaram. Quando eu estava prestes a falar, o Sr. Dragão falou primeiro. — Antes de começarmos a conversar, posso ver a Espada do Dragão primeiro? Ouvi a história através da igreja, mas ainda não consigo acreditar.

Assim que ouvi isso, soltei uma risada debochada. Ele pode ter falado suavemente, mas a implicação dessas palavras era muito explícita.

“Me dizendo que não pode confiar em mim na minha cara…”

Bem, não é que eu não entenda de onde ele está vindo. Vagos era membro da Orcules e um grande criminoso com uma recompensa de centenas de milhões de pedras. Tenho certeza de que era difícil aceitar que um aventureiro do quarto andar como eu o tenha espancado e roubado sua espada.

Stab!

Não havia necessidade de prolongar isso, então tirei a Espada do Dragão da minha bolsa e a enfiei no chão.

“Ai, isso dói.”

Segurei-a por cerca de três segundos, mas minha pele já estava descascando.

Um momento depois, o Sr. Dragão desceu do trono e puxou a espada, segurando-a em sua mão. — Então, era verdade — murmurou em voz baixa.

Em uma frase curta, pude sentir uma gama completa de emoções complexas. Ele parecia um tanto determinado, mas ao mesmo tempo nostálgico. Bem, considerando a história por trás desta espada, ele deve ter sentimentos diferentes sobre ela, comparado a mim.

O Sr. Dragão segurou a espada e ficou ali por um longo tempo antes de cravá-la no chão novamente. — Como ele estava? Você é a última pessoa a tê-lo visto. Gostaria de ouvir mais.

Eu lhe contei sobre o que aconteceu naquele dia, omitindo as partes que eu não queria falar.

— Entendo. Então ele acabou… Obrigado por me contar. Como você solicitou, manterei em segredo o fato de que a Espada do Dragão foi devolvida.

— Você era próximo dele?

Na minha pergunta, o Sr. Dragão sorriu tristemente. — Ele é… meu irmão mais novo.

—O quê?

— Por isso… não pude pará-lo sozinho. — Eu queria falar com ele um pouco mais para aprender mais informações sobre o Matador de Dragões, mas o Sr. Dragão mudou de assunto de uma maneira que me disse que ele não queria falar sobre isso. — Pensando bem, ainda não disse isso. Bjorn, filho de Yandel, obrigado por devolver esta espada. Independentemente da recompensa que você busca, consideraremos você um benfeitor dos draconatos.

Pude perceber pelo olhar em seus olhos que aquelas palavras eram sinceras. Seus olhos reptilianos eram um pouco difíceis de ler, mas ainda assim. Como eu só fiz isso pela recompensa, estava bastante consciente, mas não havia necessidade de recusar esse tratamento. Mais tarde, perguntaria sobre os benefícios exatos que acompanhavam ser um benfeitor, mas por enquanto me concentrei na conversa atual.

— Então, o que você gostaria?

Essa era, na verdade, a essência desta reunião. Eu vinha pensando muito sobre isso. O que eu deveria pedir em troca de uma arma feita de um material de sexto grau e um item que tivesse o mesmo significado para os draconatos que uma relíquia sagrada?

— O que você pode me dar? — Perguntei só por precaução, imaginando que ele poderia fazer uma oferta que pudesse mudar minha decisão.

O Sr. Dragão tinha algumas coisas preparadas e falou sem muito rodeio. — A primeira é riqueza.

Dinheiro. Não é ruim. Essa era uma das três opções que eu estava considerando antes de tomar minha decisão final, de qualquer forma. Se eu considerasse que armas de sexto grau começavam na casa dos milhões, eu deveria receber dinheiro suficiente para cobrir meu corpo inteiro com equipamentos de alta qualidade.

— Eu não preciso de dinheiro.

Com minha resposta, o Sr. Dragão me lançou um olhar estranho. Achei que ele não esperava que eu recusasse essa oferta. — Hmm, isso provavelmente é porque você não sabe quanto dinheiro…

— Vou repetir, não estou atrás de dinheiro.

A quantia não importava. Não seria mais do que a Espada do Dragão valia, de qualquer forma. Eu preferia ganhar outra coisa.

Percebendo minha determinação, o Sr. Dragão ofereceu a próxima possibilidade para minha recompensa. — A segunda é um companheiro de equipe.

— Companheiro de equipe?

— Ouvi do Sir Krovitz que você está formando uma nova equipe.

— Seu ponto?

— Vou colocar um dos membros do meu clã para trabalhar com você por dois anos.

Essa era uma recompensa que eu nem havia considerado. Ele estava oferecendo me dar um companheiro de equipe? Este era definitivamente um povo que conhecia seu valor.

“É certamente atraente…”

Como pude perceber pela batalha com o Matador de Dragões, a Fala de Dragão possibilitava coisas que nem um mago ou sacerdote poderiam realizar. Além disso, os draconatos tinham altos atributos base que os tornavam bons no combate corpo a corpo, e eles podiam usar magia que apenas certos humanos podiam usar.

No entanto, mais uma vez, minha resposta foi a mesma. — Eu já encontrei todos os meus companheiros de equipe. — Eu não estava inclinado a aceitar um companheiro de equipe que partir ia depois de dois anos. O que eu queria era uma equipe unida por um vínculo.

— Ela é muito bonita.

“Umm, e o que isso tem a ver com alguma coisa?”

Quando lancei um olhar, o Sr. Dragão tossiu de constrangimento e abriu a boca novamente. — …Então esta será a última oferta.

— Fale.

— Vou lhe dar a arma feita de ark que será forjada no próximo ano.

Como esperado, esta era a última opção. O metal de ark e os draconatos estavam intimamente relacionados e até considerados sinônimos. Apenas os draconatos podiam manusear o ark.

“E a regra é que apenas uma arma pode ser feita a cada ano através de um ritual.”

Nesse sentido, essa recompensa fazia mais sentido… uma espada longa de ark que eu poderia usar em troca de uma que eu não poderia. Isso trazia benefícios para ambos os lados.

“Mas se fosse esse o caso, eu teria simplesmente aceitado o dinheiro.”

Minha resposta desta vez foi a mesma. — Eu também não gostei disso. — O Sr. Dragão claramente não esperava que eu recusasse essa oferta também e franziu os lábios. Ele não parecia ter mais nada a oferecer, então decidi falar primeiro. — Não preciso disso. Só me dê uma tatuagem — disse como se não fosse grande coisa.

— Tatuagem? — O Sr. Dragão inclinou a cabeça antes que seus olhos se arregalassem horizontalmente. Ele parecia perceber o que eu queria dizer um momento depois. — Você quer dizer a Bênção do Dragão?

“Sim, isso mesmo.”

Quando assenti, os olhos do Sr. Dragão mudaram instantaneamente. — Yandel, onde você ouviu falar disso?

Ufa, agora começava o verdadeiro teste. A Bênção do Dragão, junto com a Fala de Dragão, era o que elevava a tribo dos draconatos ao nível de personagens OP.

— Os anciões estavam certos. Vocês são muito gananciosos. — O sorriso desapareceu do rosto do Sr. Dragão, e ele reativou seu Medo Dracônico. — Eu deveria ter feito isso antes.

O ar ao meu redor ficou tão pesado que se tornou difícil respirar. Este era seu modo sério real? Parecia que ele estava dizendo a verdade quando disse que era contra a infantilidade de antes, porque a intensidade disso era totalmente diferente.

“Porém, não ao ponto de eu não conseguir suportar.”

Era o mesmo que da última vez. Assustador a ponto de me fazer estremecer? E daí? Enquanto seus deuses ancestrais estivessem com eles, um bárbaro nunca recuava apenas por guerra psicológica.

— Behelahhh!

Quando relaxei os músculos rígidos do meu pescoço e soltei um grito do fundo do meu ventre, o queixo do Sr. Dragão caiu. — Mas que…?

— Há algum problema?

— …Todos os bárbaros são como você? — Logo, ele retirou o Medo Dracônico. Sim, ele pode ter usado o modo sério, mas não era porque ele estava realmente irritado comigo. — Hah… — O Sr. Dragão abandonou a expressão sombria em seu rosto e soltou um suspiro profundo. — Vou lhe oferecer uma quantia considerável de dinheiro além da arma de ark. Que tal isso?

Tendo concluído que o chicote não funcionaria comigo, ele me ofereceu uma cenoura. A propósito, eu odiava cenouras.

— Eu recuso!

— Você não entende. Isso será perigoso para você também. Se seu povo descobrir, você será tratado como um traidor.

Eu já havia recebido uma bênção, então isso não era novidade.

— Então acalme-se…

— Lapir! Você não é descendente de um dragão?! Não seja mesquinho e faça isso por mim! Você me chama de benfeitor, mas não pode fazer isso? Isso é baixo! — Provavelmente, ele nunca tinha tido alguém gritando infantilmente ‘Me dê!’ em uma mesa de negociações antes, porque ele apenas me olhou fixamente. Usei a oportunidade para mirar em seu calcanhar de Aquiles. — A deusa das estrelas me disse que Regal Vagos e eu nos encontraremos novamente. Estamos conectados por um destino forte e agourento.

— …A deusa das estrelas disse isso? Isso é verdade?

— Eu preciso ficar mais forte se não quiser perder outro companheiro de equipe para seu irmão.

Foi um golpe baixo até mesmo para mim, mas o que eu podia fazer? As negociações eram vencidas por aqueles que não hesitavam em usar até os truques mais sujos. E tecnicamente, eu não disse nada de falso.

— Lapir, você disse antes que não podia parar seu irmão com seu próprio poder, certo? Invista em mim. Vou terminar o que você não conseguiu fazer. — Depois disso, não o pressionei mais.

O Sr. Dragão entrou em modo de pensamento por um longo tempo. — …Suponho que isso seja karma — murmurou, suspirando.

— Você vai fazer isso?

— …Primeiro, vou ter que confirmar com o templo que a profecia que você mencionou é verdadeira. Vou chamá-lo depois disso. Isso não é algo que posso decidir sozinho.

“Se você diz.” — Quanto tempo você acha que vai demorar?

— Não sei. Um mês? Dois meses? Tomarei uma decisão o mais rápido possível e lhe avisarei.

— Até lá, vou segurar isso.

— Claro.

Ele aceitou isso muito mais facilmente do que eu esperava. Depois disso, puxei a Espada do Dragão da pedra e a coloquei de volta na minha bolsa. Então, depois de perguntar como eu deveria contatá-lo novamente e obter respostas para algumas outras perguntas que eu tinha, concluí as negociações de hoje.

— Esta é uma pedra de mensagem. Quando eu entrar em contato com você, rasgue o papel que acabei de lhe dar. Então, saberei onde você está.

— Eu vou.

Logo depois, o Sr. Dragão me enviou de volta à pousada usando novamente sua Fala de Dragão baseada em teletransporte.

“Como eu pensei, a Fala de Dragão é um verdadeiro trunfo.”

Com esse pensamento em mente, tirei meu equipamento e estava prestes a me deitar na cama.

Toc, toc, toc.

Uma batida soou. Isso significava que eu tinha uma visita de um estranho. Missha teria apenas aberto a porta, e a batida da Ainar teria soado mais como bang, bang, bang.

— Prazer em vê-lo. — Quando abri a porta, vi uma mulher familiar.

— Julian Urbans? — Era a filha do chefe do distrito, uma filha verdadeiramente desonrada que desejava a queda de seu pai para ganhar sua liberdade.

— Então, você mudou de ideia?

— O que você quer dizer?

— Ouvi dizer que sua equipe foi desfeita. Aquele mago também está morto. Foi obra daquele homem, Rotmiller, certo?

Ah, então foi por isso que ela não desistiu e voltou. Do ponto de vista de um estranho, sua explicação era definitivamente plausível. — Ele não é ‘aquele mago’, mas Riol Warb Dwalkie. E é verdade que seu pai tentou me enganar, mas Rotmiller não foi comprado. — Apontei apenas os fatos. Depois de fazer isso, percebi que precisava resolver essa questão agora. Mesmo que o chefe do distrito tentasse outra coisa, não achava que o Sr. Urso ou a Raven cairiam tão facilmente, mas ignorar o problema só o tornaria mais um problema no futuro.

“Devo resolver isso enquanto ainda está em minha mente.”

— Onde está seu pai agora?

— Uh, eu não sei. Ele provavelmente está na sede do Distrito Sete neste momento.

Obtendo apenas as informações necessárias da Urbans, ordenei que ela fosse embora. — Você vai embora agora. E não volte. Eu me recuso a me envolver nos assuntos de sua família.

— Perdão? O que você qu…

— É exatamente o que eu disse.

Quando ela veio me ver pela primeira vez, pensei que ela nutria má vontade em relação a mim por causa do incidente da fuga da prisão. Mas agora que estava pensando nisso, o timing foi perfeito. O motivo pelo qual o chefe do distrito se tornou hostil comigo de repente alguns meses atrás foi por causa dela.

— Eu te disse. Nossos interesses estão alinhados.

— Uh huh, saia. — Forcei Urbans a sair e coloquei o equipamento que eu tinha acabado de tirar.

Creek.

Quando saí pela porta, ela ainda estava lá. — Você vai ver meu pai?

— Sim. Vou negociar.

— Mas por que a arma?

Inclinei a cabeça. Por que eu não levaria minha arma para uma negociação?

Picture of Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Espero que estejam adorando a tradução! Como vocês podem ver, agora tenho o auxílio do SMCarvalho com revisão dos capítulos.
Com a ajuda dele poderei acelerar a tradução, nosso alvo é dobrar para 14 capítulos semanais! Ainda teremos um capítulo por dia, porém, teremos combos todos os finais de semana com os capítulos extras!

Então, não se esqueçam de Comentar e Avaliar o Capítulo! E se quiserem me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Além disso, recentemente comecei com a tradução de mais uma obra na Vulcan, Raio: O Único Caminho, que tem capítulos diários, dê uma passadinha lá para conhecer❣

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥